conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policia Federal

PF deflagra a segunda fase da Operação Godmother

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (5/9) a Operação Godmother – Fase 02, com objetivo de combater roubo às agências dos Correios. Aproximadamente oito policiais federais deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão e um de prisão em desfavor de uma mulher. As ordens judiciais foram expedidas pela Comarca de Domingos Martins.

Durante as investigações dos crimes contra os Correios, nos anos de 2017 e 2018, foi identificada a ligação de uma mulher com a maioria dos criminosos presos à época. Após a realização de diversas diligências nos locais de crime, tomada de depoimento de testemunhas e interrogatórios de presos, comprovou-se que ela tinha posição de comando na quadrilha, sendo respeitada pelos assaltantes. Ela oferecia hospedagem, logística (veículos) e facilitava a obtenção de armas, além de apresentar criminosos que não se conheciam anteriormente.

Além disso, participou diretamente dos roubos às agências de Viana e Venda Nova do Imigrante, nos meses de fevereiro e março de 2017, e Domingos Martins, nos meses de março e julho de 2018, sendo que providenciou veículos para os crimes e permaneceu do lado de fora das agências, vigiando o local e se comunicando com os criminosos por telefone celular, avisando caso alguém fosse entrar nas agências.

O modus operandi do grupo criminoso era render os funcionários e clientes da empresa pública, aguardar o mecanismo de retardo do cofre para abri-lo e supostamente tranquilizar as vítimas dizendo que só queriam o dinheiro do governo.

Veja Mais:  Polícia Federal apurará morte de líder indígena no Maranhão

Por fim, a presa também está sendo investigada por lavagem de dinheiro do produto dos crimes cometidos pela quadrilha.

Os investigados responderão pelos crimes de roubo qualificado e lavagem de dinheiro, previstos respectivamente nos artigos 157, §2º, incisos I, II e V do Código Penal e artigo 1º da Lei 9.613/98, cujas penas somadas poderão chegar a 13 (treze) anos de reclusão por cada roubo.

 

 

Comentários Facebook

Policia Federal

Italiano é preso pela PF ao tentar obter visto de residência

Publicado


Fortaleza/CE -A Polícia Federal prendeu em flagrante nesta quinta-feira (23/1) um homem, natural da Itália, de 45 anos, pelo crime de falsidade ideológica durante os procedimentos de autorização de residência.

Na entrevista para obtenção de residência com base em casamento, o homem declarou falsamente que mantinha casamento no Brasil. Os policiais constataram que o italiano se casou com uma cearense visando legitimar o pedido de residência do mesmo no Brasil.

Na ocasião, policiais federais deram voz de prisão em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, com penas de reclusão de um a cinco anos e multa.

Após o flagrante, o preso foi encaminhado à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85) 9.9870-0624

Comentários Facebook
Veja Mais:  PF prende mulher com cápsulas de cocaína
Continue lendo

Policia Federal

PF apreende menor com droga em ônibus na BR-277

Publicado


Foz do Iguaçu – Durante fiscalização de rotina da Polícia Federal, na BR-277, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal em Céu Azul, na quarta-feira (22/1), uma menor foi pega em flagrante com drogas em um ônibus, que tinha como destino a cidade de Camboriú, em Santa Catarina. 

Foram apreendidos 3,65 kg de maconha do tipo capullo, que estavam em sua bolsa de viagem.

O flagrante foi lavrado na Delegacia de Polícia Civil em Matelândia/PR, para onde o caso foi encaminhado.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu
Contato: (45) 3576-5515

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Federal apurará morte de líder indígena no Maranhão
Continue lendo

Policia Federal

Operação Finito combate disseminação de pornografia infantojuvenil

Publicado


São Paulo/SP – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (22/1) a Operação Finito, com o objetivo de combater a disseminação de conteúdo contendo pornografia infantil. Policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Barueri e de São Bernardo do Campo, em endereço localizado na cidade de Itapevi/SP.

A investigação iniciou-se por meio do monitoramento de grupo de aplicativo de mensagens, que, segundo informações obtidas pela INTERPOL, é muito utilizado por pedófilos de vários países, inclusive do Brasil, para a obtenção e troca de imagens de pornografia infantil.

No local da busca, após análise de câmeras e celulares e de HD dos computadores dos investigados, foi possível confirmar a presença de material pornográfico envolvendo crianças, razão pela qual lavrou-se a prisão em flagrante de um indivíduo.

A pena pela divulgação de imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes é de 3 a 8 anos de prisão. O preso foi conduzido ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 3538-5013 (Atendimento exclusivo a jornalistas)
E-mail: cs.srsp@dpf.gov.br

Comentários Facebook
Veja Mais:  Operação Vícios III apura fraude em contratos com estatal no Rio de Janeiro
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana