conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

PM prende quatro suspeitos de roubo em residência de empresários de Arenápolis

Publicado

Na cidade de Denise (227 km de Cuiabá), policiais militares prenderam  quatro suspeitos, entre eles a mãe, o filho e um sobrinho pelo roubo ocorrido na residência de um casal de empresários na cidade de Arenápolis.

Diego Roberto Silva Ruiz, 30, F.X.S., 22, o adolescente K.P.A., 17, e M.A.X.A., 36, mãe de F. e tia do menor, foram presos. Diego, o primeiro a ser abordado, inicialmente negou, mas depois que os policiais apontaram a moto dele na cena do crime, conforme registro da PM, assumiu a autoria. Ele disse que o roubo foi praticado a mando de um presidiário da cadeia de Barra do Bugres. Também revelou a identidade do mandante, que está sendo mantida em sigilo para investigações.

Fladimir e a mãe foram detidos por desacato e obstrução do trabalho policial. O adolescente, que se entregou horas de buscas na casa onde mora com a tia, disse que ficou com R$ 5 mil do roubo e que deu parte do dinheiro para a tia pagar o aluguel da casa. Com o restante, ele comprou roupas, calçados e outros produtos. Parte do dinheiro e produtos adquiridos foram recuperados.

Conforme relato do adolescente aos policiais, o quinto suspeito, Natan Alves Botelho, que está foragido, ficou com a maior parte do dinheiro e teria usado para comprar um carro, duas motocicletas e duas armas.

Natan fugiu depois de um confronto com policiais. A equipe do Núcleo da PM de Denise foi recebida à bala quando chegava na casa onde ele estava, e onde a mulher e o filho foram presos. Natan saiu em alta velocidade atirando contra a guarnição policial enquanto pilotava uma motocicleta 300 cilindradas. Os policiais revidaram e até o perseguiram por algumas ruas, mas ele conseguiu fugir.

Veja Mais:  Polícia Civil de Confresa prende autor de latrocínio foragido da Justiça de Goiás

A PM continua fazendo diligências na tentativa de prender o suspeito, mas a continuidade das investigações está sob a responsabilidade da Delegacia de Barra dos Bugres.

O ROUBO

As vítimas, de 70 e 71 anos, foram rendidas por dois homens encapuzados por volta das 5h da manhã de terça-feira (08), ao abrir a porta da cozinha para verificar porque os cachorros estavam agitados latindo. O empresário, de 71 anos, tentou reagir, mas acabou agredido com uma coronhada na cabeça e uma facada na mão. Roubaram da família cerca de R$ 40 mil.

Comentários Facebook

Policial

Índice de roubos e furtos reduzem em Mato Grosso no primeiro semestre

Publicado

O número de roubos e furtos caíram nos primeiros seis meses deste ano em Mato Grosso no comparativo com o mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, a redução de roubo foi de 24% (12.019 para 9.137) e furto de 16% (28.435 para 23.756). Os dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) são prévios e podem sofrer alterações quando forem consolidados.

Das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), 10 apresentaram redução de furto e sete de roubo. A Risp de Várzea Grande que contempla cinco municípios (Nobres, Jangada, Rosário Oeste, Nossa Senhora do Livramento e Poconé), foi a que mais apresentou queda de roubo, de 2.673 para 1.653 (-38%), seguida pela Risp de Tangará da Serra (Porto Estrela, Barra Do Bugres, Denise, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Sapezal e Nova Olímpia), 526 em 2017 para 333 em 2018 (-37%).

Em relação ao furto, a Região Integrada de Cuiabá (Acorizal, Chapada dos Guimarães, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Santo Antônio de Leverger e Barão de Melgaço) apresentou a maior baixa nos índices, 34% (10.257 para 6.790), seguida pela Risp de Tangará da Serra que apresentou queda de 26%, registrando 1.447 casos no ano passado e 1.075 em 2018.

Municípios destaques

Dos 141 municípios do Estado, 12 são destaque na redução de roubo no primeiro semestre. São eles: Barra do Bugres (de 60 para 28), Alta Floresta (de 101 para 52), Juína (90 para 46), Tangará da Serra (de 310 para 189), Campo Novo do Parecis (de 71 para 45), Rondonópolis (de 963 para 608), Nova Mutum (de 143 para 89), Sorriso (de 523 para 322), Cuiabá (de 4618 para 3040), Primavera do Leste (de 165 para 124), Poconé (de 85 para 70) e Sinop (de 562 para 456).

Veja Mais:  Ações da Polícia Civil prendem três envolvidos com tráfico de drogas em Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Força Tática prende assaltantes dos Correios de Campinápolis

Publicado

Uma ação conjunta do Pelotão de Força Tática da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) de Água Boa e da Polícia Civil levou à prisão três suspeitos do roubo aos Correios de Campinápolis e à recuperação do dinheiro roubado. O assalto ocorreu por volta das 16 horas de quarta-feira (04.07).

Vagno Evangelista Damasceno, 31, Lívio de Andrade Oliveira, 37, e Douglas Pereira de Souza, 22, foram presos horas depois. Com eles a polícia apreendeu pouco mais de R$ 2,5 mil.

Depois de horas ininterruptas de buscas, por volta das 22h, a guarnição recebeu a informação de que uma das vítimas teria reconhecido, em fotografia, o suspeito Vágno como um dos autores do roubo.

Vágno foi o primeiro a ser capturado, perto de um hotel de Água Boa quando entrava em um veículo Gol, o mesmo que teria sido usado em apoio ao assalto. Revistado, com ele os policiais da Força Tática apreenderam R$ 2 mil. Além de confessar participação, o suspeito apontou os outros dois comparsas.

No bairro Cristalino, ocorreu a prisão do segundo, Lívio, com quem havia R$ 185. No quintal da casa estava motocicleta (CG 125 Fan) vermelha usada na prática do crime. A moto, conforme registro, é produto de roubo ocorrido na cidade de Mozarlândia, estado de Goiás.

Em outro endereço ocorreu a terceira e última prisão, de Douglas, que carregava consigo R$ 400. Ele também confessou ter feito parte do assalto a agência dos Correios. A PM levantou que Vagno e Douglas entraram na agência, enquanto Lívio ficou do lado de fora dando apoio. Depois, retornaram na moto e no carro para Água Boa usando como caminho estradas vicinais de chão batido.

Veja Mais:  PM prende dois por tentativa de roubo com tiroteio e quatro feridos no bairro Dom Aquino

Durante esse percurso, esconderam as armas na mata de uma fazenda a 90 km de Água Boa. O carro e a moto foram apreendidos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação no Araguaia é concluída com a prisão de 111 pessoas

Publicado

Uma ação policial deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) na região do Araguaia prendeu 111 autores de delitos criminais. Deste total, 39 foram em flagrante. A “Operação Salutem” foi realizada nas Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) dos municípios de Barra do Garças, Água Boa e Vila Rica, contemplando outros 20 municípios.

A operação começou no dia 2 de junho e terminou no dia 14 do mesmo mês. A última região a receber a ação foi a de Vila Rica (1.268 Km ao leste de Cuiabá). Neste período foram empregados mais de 730 profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Politec e Detran, e a atuação de equipes da Secretaria de Fazenda (Sefaz), Polícia Rodoviária Federal e o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT).

Ao todo, 2.525 pessoas e 1.599 veículos foram abordados e 11 armas de fogo apreendidas. A ação tem como foco o combate a crimes a exemplo, de roubo e furto de veículos e de cargas, nas regiões próximas a rodovias federais.

“Nestes dias de operação houve esforço e empenho de todas as unidades envolvidas e o resultado vemos no balanço desta ação. Nosso objetivo é continuar promovendo ações integradas em todo Estado”, argumenta o secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Paulo Fortes.

Dentre os municípios em que ocorreram as ações repressivas estão Barra do Garças, Araguaiana, General Carneiro, Novo São Joaquim, Ribeirãozinho, Pontal do Araguaia, Torixoréu, Água boa, Nova Xavantina, Querência, Campinápolis, Cocalinho, Nova Nazaré, Canarana, Ribeirão Cascalheira, Serra Nova Dourada, Bom Jesus do Araguaia, Barra do Garças e Pontal do Araguaia e Vila Rica.

Veja Mais:  Polícia Civil cumpre prisão de autores de latrocínio que vitimou empresário na capital

A primeira edição da operação Salutem foi deflagrada nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande e terminou com 15 autores de delitos criminais presos. A operação visa promover a prevenção e repressão imediata a adulterações de sinais de identificação veicular, tráfico de entorpecentes, transporte irregular de cargas, porte ilegal de arma de fogo, descumprimento de medidas sanitárias, entre outros.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana