conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

PM prende quatro suspeitos de roubo em residência de empresários de Arenápolis

Publicado

Na cidade de Denise (227 km de Cuiabá), policiais militares prenderam  quatro suspeitos, entre eles a mãe, o filho e um sobrinho pelo roubo ocorrido na residência de um casal de empresários na cidade de Arenápolis.

Diego Roberto Silva Ruiz, 30, F.X.S., 22, o adolescente K.P.A., 17, e M.A.X.A., 36, mãe de F. e tia do menor, foram presos. Diego, o primeiro a ser abordado, inicialmente negou, mas depois que os policiais apontaram a moto dele na cena do crime, conforme registro da PM, assumiu a autoria. Ele disse que o roubo foi praticado a mando de um presidiário da cadeia de Barra do Bugres. Também revelou a identidade do mandante, que está sendo mantida em sigilo para investigações.

Fladimir e a mãe foram detidos por desacato e obstrução do trabalho policial. O adolescente, que se entregou horas de buscas na casa onde mora com a tia, disse que ficou com R$ 5 mil do roubo e que deu parte do dinheiro para a tia pagar o aluguel da casa. Com o restante, ele comprou roupas, calçados e outros produtos. Parte do dinheiro e produtos adquiridos foram recuperados.

Conforme relato do adolescente aos policiais, o quinto suspeito, Natan Alves Botelho, que está foragido, ficou com a maior parte do dinheiro e teria usado para comprar um carro, duas motocicletas e duas armas.

Natan fugiu depois de um confronto com policiais. A equipe do Núcleo da PM de Denise foi recebida à bala quando chegava na casa onde ele estava, e onde a mulher e o filho foram presos. Natan saiu em alta velocidade atirando contra a guarnição policial enquanto pilotava uma motocicleta 300 cilindradas. Os policiais revidaram e até o perseguiram por algumas ruas, mas ele conseguiu fugir.

Veja Mais:  Polícia Civil prende assaltante que atuava em Várzea Grande

A PM continua fazendo diligências na tentativa de prender o suspeito, mas a continuidade das investigações está sob a responsabilidade da Delegacia de Barra dos Bugres.

O ROUBO

As vítimas, de 70 e 71 anos, foram rendidas por dois homens encapuzados por volta das 5h da manhã de terça-feira (08), ao abrir a porta da cozinha para verificar porque os cachorros estavam agitados latindo. O empresário, de 71 anos, tentou reagir, mas acabou agredido com uma coronhada na cabeça e uma facada na mão. Roubaram da família cerca de R$ 40 mil.

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende trio que atuava com o tráfico de drogas no bairro Dom Aquino

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três pessoas acusadas de atuar com o tráfico de drogas no bairro Dom Aquino em Cuiabá foram presas em flagrante, na tarde de terça-feira (19.03), em mais uma ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Durante trabalho de buscas, foi apreendido em poder dos suspeitos apetrechos relacionados ao tráfico, substância para preparo da droga, grande quantia em dinheiro e uma arma de fogo municiada.

Aline Alexandra da Silva Magalhães, 20, Ivancley Calixto Sampaio de Souza, 20, Elton Junior Queiroz Nascimento, 23, (monitorado por tornozeleira eletrônica) foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo. Além da atividade ilícita, o trio é acusado de integrar uma facção criminosa atuante no Estado.

A ação foi deflagrada com objetivo de dar cumprimento a mandado de busca e apreensão domiciliar, expedido pela 13ª Vara Criminal de Cuiabá, com base em investigações da DRE. A ordem judicial tinha como alvo duas residências, localizadas no mesmo terreno, no bairro Dom Aquino.

Em uma das casas, os policiais apreenderam duas balanças de precisão, R$ 220 em dinheiro. No quintal das residências, foi localizado um revólver com quatro munições e uma porção grande de ácido bórico. Na segunda casa, foram apreendidos aparelhos celulares, material utilizado para embalo do entorpecente, além de R$ 1.472 em dinheiro..

Veja Mais:  Três são presos com veículos roubados

Os três suspeitos que estavam na casa foram conduzidos a DRE, onde após interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foi lavrado o flagrante. “A desarticulação do grupo é de grande relevância, uma vez que além da atuação com o tráfico de drogas, os suspeitos também teriam envolvimento com uma associação criminosa envolvida em diferentes crimes em todo Estado”, destacou o delegado.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Idoso acusado de aplicar golpes em fraudes de cheques é preso em Barra do Garças

Publicado

Um idoso acusado de aplicar golpes em diversos Estados do País foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (20.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste). José Oliveira da Silva, 67, foi surpreendido no interior de uma agência bancária da cidade, no momento em que tentava depositar um cheque fraudado no valor de R$ 42.400.

Segundo investigações da Derf Barra do Garças, o suspeito foi preso por diversas vezes pelo crime de estelionato praticados nos Estados do Maranhão, Goiás e Distrito Federal, sendo contumaz na prática delituosa.

Após suspeitar que o cheque era fraudado, o banco acionou os policiais da Derf Barra do Garças, os quais trabalham de forma integrada com as instituições financeiras. O emitente do título creditício disse que o cheque havia sido emitido no valor de R$ 250,00 e foi fraudado, possivelmente utilizando algum tipo de lavagem sofisticada e depois foi preenchido novamente.

Durante as diligências no local, os investigadores da Derf perceberam a presença de três pessoas do lado de fora da agência, as quais pertenciam a quadrilha do suspeito, e que ao perceberem a presença dos policiais conseguiram fugir. Segundo o delegado, Wilyney Santana Borges Leal, a quadrilha do suspeito é oriunda do Estado de Goiás e Distrito Federal e geralmente age em dois momentos distintos.

Veja Mais:  Criminoso de alta periculosidade é preso com arma, munições e veículo roubado em Várzea Grande

Primeiro os integrantes abordam pessoas que estão nas filas das agências bancárias para trocar cheques e acabam trocando o título, ficando assim com a folha. Em um segundo momento, eles fazem a lavagem do preenchimento, alterando o preenchimento para um valor bem maior daquele que constava do cheque.

“No ano de 2011, o suspeito foi preso na cidade de Imperatriz (MA), quando tentava depositar um cheque clonado de uma prefeitura do Estado. Na época à falsificação foi considerada pela polícia como muito sofisticada e quase perfeita”, destacou o delegado

O suspeito foi conduzido a delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por estelionato, e em seguida encaminhado para audiência de custódia para deliberação do Judiciário.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Associação criminosa que furtou oito empresas é desarticulada pela Polícia Civil

Publicado

Foto arquivo

A operação “Rompimento” da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) da Cuiabá prendeu cinco suspeitos, de ao menos, oito furtos em estabelecimentos comerciais de Cuiabá. Ao todo foram expedidos pela Justiça 17 mandados (9 prisão e 8 de busca e apreensão domiciliar). As prisões foram efetuadas na manhã quarta-feira (20.03). A ação foi deflagrada pelo Núcleo de Inteligência e Operacional da Especializada.

Foram presos: Francismar de Aquino Afonso, Igor Felipe da Silva, Luiz Otávio de Siqueira Dias, Marcos Vinícius Neves da Silva (notificado do mandado de prisão no Centro de Ressocialização de Cuiabá), e Alexandre Cosso Meza, que já está preso no Estado da Paraíba por cometer outros crimes de furto a banco.

Conforme o delegado titular da DERF Cuiabá, Fabiano Pitoscia foi instaurado inquérito para apurar a prática dos crimes de furto majorado qualificado e associação criminosa, sendo identificados nove integrantes. As vítimas são todas empresas de grande e pequeno porte.

O delegado informou que o líder da associação criminosa foi preso e será interrogado nesta manhã. “Os indivíduos articulados, durante o repouso noturno e mediante arrombamento, subtraíram oito estabelecimentos comerciais. Os crimes foram praticados nos meses de setembro a novembro de 2018”, disse Fabiano Pitoscia.

Ao ser abordado pelos policiais civis no decorrer da operação, o suspeito Francismar de Aquino Afonso, apresentou documento de identificação falso, bem como em seu poder foi encontrado vários talonários de cheques, furtados de uma das casas comerciais vítimas da quadrilha.

Veja Mais:  Polícia Civil prende assaltante que atuava em Várzea Grande

Além do cumprimento do mandado de prisão, foi autuado em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

Participaram do trabalho operacional a equipes de policiais civis da Especializada, coordenadas pelo delegado Fabiano Pitoscia e, apoio dos delegados André Luis Prado Monteiro da Silva, Eduardo Rizzotto de Carvalho, Gustavo Colognesi Belão e José Ricardo Garcia Bruno.

Os crimes

A sequencia dos crimes, todos de furtos majorados qualificados, praticados pela associação criminosa aconteceram: na madrugada do dia 03 de setembro, vítima Macro Distribuidora; o segundo na mesma casa comercial na madrugada do dia 12 de outubro; depois na empresa Totvs, na madrugada do dia 22 de outubro; outro na madrugada do dia 07 de novembro, tendo como vítima Sintcomp; o quinto furto foi na madrugada do dia 08 de novembro em um escritório de advocacia; depois na madrugada do dia 14 de novembro em uma loja de materiais de construção; em seguida na madrugada do dia 18 de novembro, em uma empresa de mineração; e o oitavo cometido de forma tentada na madrugada do dia 19 de novembro, no Sindicato dos Bancários.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana