conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil apreende maconha e prende traficante no bairro Passaredo na Capital

Publicado

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), em prosseguimento à atividades de repressão ao tráfico doméstico na região metropolitana, prendeu um traficante e apreendeu porções de maconha, no final da tarde terça-feira (11), no bairro Jardim Passaredo, em Cuiabá.

A ação ocorreu em cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pela 9ª Vara Criminal da Capital, após denúncia que o endereço seria usado como base para comercialização de entorpecentes.

Ao avistar a equipe policial, o suspeito Jullyelson Pereira Sejas, 19, saiu correndo em direção ao fundo do quintal de sua residência, momento em que foi visto pelos investigadores jogando no quintal do lado da casa algo que estava em sua mão.

Durante as buscas na casa e nos arredores foram localizadas e apreendidas 13 porções médias e duas porções grandes de substância análoga à maconha. Também foram apreendidos dinheiro em espécie trocado (comum em locais de tráfico) e plástico filme (comumente usado para embalar o entorpecente).

Conduzido à DRE, o suspeito foi autuado por tráfico de drogas e será encaminhado para audiência de custódia, no Fórum de Cuiabá.

Denúncia – Além do Disque-denúncia via 197, a Polícia Civil disponibiliza canais de comunicação direta e exclusiva para denúncias de tráfico de drogas. Por meio do whatsapp (65) 99989-0071 e email: denunciasdre@pjc.mt.gov.br qualquer pessoa pode passar informações que auxiliem os trabalhos de investigação. O sigilo é absoluto.

Veja Mais:  Fortalecimento do Sistema de Justiça Criminal é destacado em encontro estadual

Comentários Facebook

Policial

Governador visita sede da diretoria geral da Polícia Civil

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, visitou na manhã desta terça-feira (18.06), a sede da Diretoria Geral da Polícia Civil, em Cuiabá, para um café com os diretores objetivando conhecer de perto os projetos administrativos que estão em execução pela instituição, destinados à modernização da infraestrutura, economia e  otimização de efetivo na atividade fim de investigação.   

Na reunião o delegado geral, Mario Dermeval de Resende, agradeceu a presença do governador, que esteve acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. Dermeval apresentou um panorama sobre a real situação da Polícia Civil, visando levar ao conhecimento do chefe do Poder Executivo, as necessidades e demandas institucionais que permitirão a Polícia Civil continuar progredindo.

“Estamos trabalhando de forma inspiradora, buscando soluções para sanar os problemas que surgem. Temos projetos para melhorar nossa infraestrutura e dar o melhor atendimento ao cidadão, assim como condições melhores aos nossos servidores”, disse Mário Dermeval.

O delegado geral pontuou alternativas buscadas pela gestão para modernizar as estruturas das delegacias de polícia de todo Estado, mostrando, especialmente,  preocupação com número reduzido de servidores. Na questão tecnológica, falou do projeto carro-chefe da Polícia Civil, que é o inquérito policial eletrônico, que trará grande impacto na qualidade das investigações, controle das informações e economia no gasto de mais de R$ 10 milhões em impressão. Ele também mencionou o projeto para construção da sede da Polícia Civil, em um prédio de 8 mil metros quadrados.

Veja Mais:  Fortalecimento do Sistema de Justiça Criminal é destacado em encontro estadual

“O projeto da obra está pronto e estamos em tratativas com o Ministério Público para obtenção de recursos. Esse projeto do inquérito eletrônico é imprescindível para o futuro da Polícia Civil”, afirmou.

A “Central de Intimações” foi outro projeto apresentado ao governador pelo investigador Fábio Arruda Goes Ferreira. A ideia é criar uma central de recebimento de intimações automatizada, que traz como vantagem a redução de custo (financeiro e temporal), melhor distribuição geográfica das informações e atividades, contribuindo assim com a eficácia dos trabalhos investigativos.

O governador Mauro Mendes elogiou o projeto de destacou como prioritário diante da redução de custos e eficiência que trará ao Estado. “Isso que faz a diferença, pois Mato Grosso caminhou para uma situação ruim. Se conseguirmos fazer a tecnológica exercer algumas funções por nós, ganhamos capacidade para aumentar a produtividade, consequentemente, melhoramos o atendimento ao cidadão”, enalteceu Mendes.

Ao final o governador solicitou à Diretoria da Polícia Civil, para apresentar um estudo completo do cenário ideal, com informações quantificadas, para demandar soluções e alternativas aos problemas enfrentados hoje pela instituição.

Também participaram da reunião todos os diretores da Polícia Judiciária Civil.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ex-PM é executado a tiros em Rondonópolis

Publicado

Um ex-policial militar, conhecido como Anderson Alves de Souza, de 34 anos, foi executado na noite desta segunda-feira (17) em Rondonópolis. O crime ocorreu no bairro Jardim Brasília, próximo a escola Dom Wunibaldo na Avenida Marechal Rondon.

A vítima estava em uma motocicleta quando foi alvejada por disparos de arma de fogo. Ela caiu da moto e morreu no local. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, a equipe médica constatou o óbito.

Não se sabe o que motivou o crime, o caso ainda será investigado pela Polícia Civil.

Anderson chegou a ser policial, mas foi expulso do quadro por indisciplina. A polícia ainda procura pelos suspeitos.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Adolescente de 13 anos participa de roubo à mão armada e é preso
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende interno por atuar com tráfico de drogas no Pomeri

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE), efetuou na manhã de segunda-feira (17.06), a prisão de C.C.S. 19 anos pelo crime de tráfico de drogas. O suspeito estava atuando na atividade ilícita dentro do Complexo Pomeri, na Capital.

Após revistas em vários quartos do complexo socioeducativo, os agentes prisionais encontraram um total de 17 porções pequenas de maconha.  As revistas foram intensificadas no quarto do investigado, confirmando as denúncias que o interno C.C.S. seria o responsável pelo comércio de entorpecentes no local.

Segundo o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o suspeito está internado no Pomeri devido a um roubo de veículo que ele praticou quando era menor de idade. “O preso vai passar pela audiência de custódia, podendo ser encaminhado a Penitenciária Central do Estado (PCE), por este crime”.

Diante dos fatos, os agentes encaminharam o suspeito a DRE, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por comércio de drogas em unidade prisional. 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Quatro são presos por porte ilegal de arma de fogo em MT
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana