conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil apreende mais de 30 quilos de entorpecentes em ponto de distribuição em Várzea Grande

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um ponto de distribuição de drogas que funcionava em Várzea Grande foi desarticulado pela Polícia Civil, na quinta-feira (13.06), com a prisão de quatro traficantes, em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). O trabalho resultou na apreensão de mais de 30 quilos de entorpecentes, entre maconha, pasta base e cocaína, além da apreensão de dinheiro e materiais relacionados a atividade ilícita.

Rinaldo Silva Santos, 27, conhecido como “Gordinho”, Everton Garcia de Oliveira, o “Corumbá”, Claudison Pereira, 33, conhecido como “Son”, estavam diretamente ligados a administração e gerenciamento da distribuidora e foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O menor, J.D.C., 17, que também foi apreendido no local, responderá pelo ato infracional análogo aos mesmos crimes.

O endereço no bairro Jardim Glória, em Várzea Grande era monitorado pelos policiais da DRE há cerca de 03 meses, após diversas denúncias sobre a atuação de uma facção criminosa com o tráfico de drogas na região. Durante as investigações, a equipe de investigadores conseguiu identificar suspeitos, assim como a função de cada um no grupo criminoso.

Segundo o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o ponto utilizado pelo grupo possui diversas complexidades, por se tratar de uma região de mata e com intensa movimentação de traficantes. “Além do endereço, foram identificados os suspeitos de gerenciar e administrar o armazenamento e a distribuição da droga, assim como o responsável pela contabilidade do dinheiro arrecadado com o crime. Eles possuíam até um observatório para visualizar a possível chegada de policiais na região”, disse o delegado.

Veja Mais:  Delegado João Paulo Farias é efetivado no cargo de regional de Rondonópolis

Durante as investigações, os policiais da DRE receberam a informação de que o ponto seria abastecido com grande quantidade de drogas, na terça-feira (13). Em monitoramento do endereço, os investigadores flagraram o momento em que os suspeitos Rinaldo e Claudison saíram da casa em direção ao terreno dos fundos carregando sacolas aparentando se tratar de produtos ilícitos.

Diante das evidências, os investigadores realizaram a abordagem dos suspeitos que tentaram empreender fuga para dentro da residência, onde após verbalização, foram detidos. No interior do imóvel também forame encontrados o suspeito Everton e o seu irmão menor de idade, J.D.C..

Em buscas na casa e no terreno aos fundos, foram apreendidas várias porções de entorpecentes, sendo 29 tabletes grandes de maconha, 97 porções de cocaína e 39 porções de maconha, já embaladas para venda, outras porções médias e pequenas de cocaína, maconha e pasta base, espalhadas em pontos distintos, além de ácido bórico, éter, balanças de precisão, cadernos de anotações, contabilidade, e outros materiais relacionados ao tráfico de drogas.

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram até a residência de Everton, onde apreenderam R$ 3,4 mil em dinheiro. Ao fim das diligências, os suspeitos foram encaminhados a DRE, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante. O procedimento do menor apreendido foi encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

Veja Mais:  Casal de motoqueiros em fuga colide em dois carros e acaba preso por tráfico

“Uma das características do grupo também era cooptar crianças e adolescentes para atuarem com o tráfico de drogas, fato comprovado através da apreensão do menor”, destacou o delegado.

As investigações continuam para identificar e prender outros integrantes do grupo criminoso.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Núcleo de Violência doméstica de Sorriso prendeu 27 agressores

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Desde o ano de 2018, todos os casos de violência contra a mulher, no município de Sorriso (420 km ao Norte), são atendidos pelo Núcleo de Atendimento da Violência Doméstica e Familiar da Delegacia da Polícia Civil,  que também atua em feminicídios.

De janeiro a julho de 2019, foram presos 27 agressores ligados à violência doméstica. Conforme dados do Tribunal de Justiça, mais mil mulheres no município têm medidas protetivas no município.

“Todas essas mulheres passaram pela Delegacia, pois é na Delegacia que é feito o pedido da medida protetiva”, pontua o delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro.

Na última sexta-feira (12), a Polícia Civil, participou do evento de combate a violência doméstica, ocorrido na cidade, em razão do crescimento de casos, que foi organizado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar no âmbito do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (CEMULHER) do Tribunal de Justiça.

O delegado André Eduardo Ribeiro falou do funcionamento do núcleo, que tem atualmente dois investigadores e dois escrivães que trabalham com exclusividade no atendimento das vítimas.

“Depois da criação desse núcleo sentimos que as mulheres se encorajaram mais em denunciar seus agressores. Elas estão procurando a Polícia, as instituições de amparo para denunciar. Então, o número consequentemente aumentou, mas percebemos que é porque há um cuidado melhor no atendimento da mulher vítima de violência doméstica”, disse.

Veja Mais:  Excesso de velocidade foi a infração mais cometida pelos motoristas nas BRs do MT no feriadão

No município,  neste ano, foram registrados cinco de mortes de mulheres. Todas tiveram as autorias esclarecidas. Durante a investigação, a maioria das mortes não foi tipificada no crime de feminicídio, pois estava fora do contexto de gênero, ou seja, as vítimas foram mortas por envolvimento em tráfico de drogas ou crime organizado.

Em junho de 2019 foram confeccionadas 42 medidas protetivas às vítimas, que também são assistidas por psicólogos do município e quando desejam seguem para casa de amparo.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende LSD, Ecstasy e porções de maconha e cocaína

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma expressiva quantidade de drogas sintéticas foi apreendida na posse de  cinco jovens ( três homens, uma mulher e um adolescente), em ação da Polícia Judiciária Civil, na tarde de sábado (13.07), no município de Alta Floresta (803 km ao Norte).

Foram apreendidos 44 papéis de substância LSD, 16 comprimidos de ecstasy, mais de R$ 400, em dinheiro trocado, diversos anéis, pulseiras, aparelhos celulares, porção de maconha, porção de pasta base de cocaína, balança de precisão, uma motocicleta, um veículo, além de outros apetrechos utilizados para a venda de drogas. 

Raiane Alves Rodrigues, 25, Lucas Eduardo Bordinhon Brandão, 23, Edmilson Dantas Rodrigues, 27, Sergio Aparecido de Oliveira Junior, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. O menor, J.E.S. de17 anos, responderá ato infracional análogo ao mesmo crime.

Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais civis em uma residência no bairro Flamboyant, na cidade de Alta Floresta, durante trabalho para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, decretado pela Justiça, por suspeitas de prática criminosa de comércio de entorpecentes no local.

Os cinco envolvidos foram levados para Delegacia de Polícia de Alta Floresta, juntamente com todo material apreendido, interrogados e posteriormente colocados à disposição do Poder Judiciário da Comarca local.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Excesso de velocidade foi a infração mais cometida pelos motoristas nas BRs do MT no feriadão
Continue lendo

Policial

Delegacia de Sorriso recebe R$ 70 mil em equipamentos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia da Polícia de Sorriso foi contemplada com R$ 70 mil em equipamentos de inteligência, entregues na última sexta-feira (12), pelo Sindicato Rural e o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), por meio da Aprosoja, para reforças as atividades de segurança no município.

O secretário de Segurança, Alexandre Bustamente, e o delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola, o diretor do interior, a desembargadora Maria Erotildes Kneip, participaram da entrega que contemplou também a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ao todo são R$ 110 mil na aquisição de equipamentos para contemplar as instituições, sendo R$ 70 mil para a Polícia Civil, que serão usados nas investigações policiais e serviço de inteligência. São rádios, máquinas gopro, escada táticas, algemas de mão e pé, lanternas, impressora, entre outros itens de inteligência.  

O recurso é oriundo da iniciativa privada e ainda da Justiça, referente a termos de ajustamento de condutas (TAC). Na ocasião foi entregue uma placa de agradecimento pelos serviços policiais prestados na regiáo. 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil cumpre mandados e prende suspeito em flagrante por tráfico na Capital
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana