conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre 100% dos mandados da operação da venda ilícita de CNH’s

Publicado

Foto: Assessoria

A operação “Mão Dupla” cumpriu 100% dos mandados de prisão e busca e apreensão, expedidos no âmbito da investigação conduzida pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz). A operação foi realizada na manhã desta quarta-feira (05.12) e desarticulou um esquema de compra e venda de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) operado de dentro do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT).

Vinte servidores do Detran-MT estão entre os presos, além de 15 colaboradores,  que são instrutores e donos de autoescolas, com atuação conjunta de  servidores, formando um “verdadeiro balcão de negócios” para o comércio de CNH’s.

Todos serão indiciados em crimes de corrupção ativa e passiva, inserção de dados falsos no sistema Detrannet e organização criminosa.

A operação “Mão Dupla” (alusiva aos dois sentidos de uma via),  iniciada nas primeiras horas desta quarta-feira,  mobilizou 180 policiais civis (delegados, investigadores e escrivães) para o cumprimento de 60 ordens judiciais, sendo 25 mandados de prisão preventiva e 35 buscas e apreensões nas cidades de Cuiabá (13 presos), Várzea Grande (4 presos), São Félix do Araguaia (3 presos), Chapada dos Guimarães (1 preso), Campo Verde (2 buscas), Tangará da Serra (1 preso), Juína (1 preso) e Rondonópolis (2 presos). Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

Na operação vasta documentação foi apreendida nos endereços das pessoas investigadas e ainda três veículos (Hilux, S10 e Sandeiro), supostamente comprados com dinheiro ilícito da venda de CNH’s. Todos os mandados foram cumpridos na casa dos investigados e não houve mandados na sede do Detran ou em Ciretran’s do interior e nem para autoescolas. Os documentos, como processos para obtenção de CNH, serão analisados e submetidos à perícia.

Veja Mais:  PRF recupera caminhão furtado em MT

Dois veículos, uma Hilux e um Sandero, estavam na casa de um examinador em Várzea Grande e a Hilux foi apreendida no endereço de outro examinador, em Cuiabá.

O coordenador da operação, delegado Sylvio do Vale Ferreira Junior, informou que após a veiculação da operação pessoas que adquiriram CNH de forma ilícita já procuraram a Polícia Civil de forma voluntariamente.

“A Delegacia orienta as pessoas que adquiriram carteira de habilitação de maneira criminosa e, que voluntariamente contribua com informações na investigação, procurem a Polícia Civil, pois nesses não poderão ser presas em flagrante”, disse o delegado.

As investigações do inquérito policial 210/2017 iniciaram com informações repassadas pela Coordenadoria de Fiscalização de Credenciados do  Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), e denúncias que chegaram à Especializada, sobre a venda ilícita de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A organização criminosa operava no agenciamento de candidatos que não detém capacidade técnica, para serem aprovados nos exames práticos e teóricos de direção veicular. Eles eram cooptados a fazer o pagamento da CNH, sem necessidade de realizar os testes, apenas assinavam as listas de presença e os laudos de provas. Após iam embora sem realizá-los.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

PRF apreende 2 mil pacotes de cigarros contrabandeados em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Na tarde desta quarta-feira (12) por volta das 14h30  a equipe PRF estava em ronda em frente a uma fábrica de cerveja, no KM 116 da BR 163, no município de Rondonópolis-MT, quando visualizou um veículo suspeito FIAT/FIORINO FLEX,  cor branca, de placas de Campo Grande/MS.

De pronto, a equipe deu ordem de parada ao citado veículo.

O veículo era conduzido por  A. P. B., de 49 anos, que  ao ser abordado, aparentou bastante nervosismo.

Quando indagado o que transportava  no baú do veículo, informou que transportava cigarros oriundos do Paraguai. Ao abrir o baú, a equipe encontrou aproximadamente 2.000 pacotes de cigarros paraguaios. Questionado a respeito, informou que pegou a carga em Ponta Porã/MS, que iria entregá-la em Rondonópolis/MT.

Diante dos fatos o homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia Federal de Rondonópolis/MT, assim como o veículo e a carga para os procedimentos que o caso requer.

Comentários Facebook
Veja Mais:  PRF recupera caminhão furtado em MT
Continue lendo

Policial

Caminhoneiro encontra médico pedindo socorro e com as mãos feridas no Anel Viário em Rondonópolis

Publicado

Médico Edno Nogueira- Foto: Aquivo pessoal

O médico Edno Nogueira, desaparecido desde a manhã desta quarta-feira (12), foi encontrado por um motorista de um caminhão boiadeiro por volta das às 21 horas de hoje, as margens do anel viário, em Rondonópolis.

De acordo com informações iniciais o médico está bem, consciente, apenas com ferimentos em uma das mãos.

O motorista do caminhão se deparou com um homem pedindo socorro com as mãos feridas, as margens do anel viário. Após isso, ele entrou em contato com a Polícia Militar (PM) que encaminhou o médico para uma unidade hospitalar.

O Caso

O Médico havia desaparecido pela manhã e seu veículo uma caminhonete, foi encontrada com vestígios de sangue no bairro Lucia Maggi. Na residência da vitima também havia vestígios de sangue.

A Policia Civil investiga o caso.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Policia Militar prende suspeitos por receptação no Bairro Pindorama
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende dois homicidas por crime praticado em outubro na Capital

Publicado

Dois suspeitos de cometerem um homicídio em 03 de outubro deste ano foram presos na terça-feira (11) pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil.

O crime ocorreu no bairro Nova Esperança (estrada de Santo Antônio), por volta das 23h.

Na ocasião, suspeitos armados renderam a vítima Hugo Adolfo Artivo, 41, quando chegava em sua residência e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. Os autores fugiram e a vítima veio a óbito ainda no local.

De acordo com as informações obtidas no dia do crime, algumas horas antes do fato, os criminosos teriam ido até a casa da vítima em busca de seu filho, um adolescente de 15 anos que não estava no local. Segundo testemunhas, eles estariam armados e ameaçaram a vítima e seu filho de morte.

Após a ameaça, a vítima teria saído de casa à procura do filho, e quando retornava em sua motocicleta, foi surpreendida pelos autores do crime que o aguardavam na porta da residência.

As investigações, conduzidas pelo delegado da DHPP Frederico Murta, apontaram para a identidade dos suspeitos, que tiveram as prisões temporárias decretadas pelo Judiciário.

Odelson Morais da Costa, conhecido como “Fumaça” e Mikael Maycon de Almeida Gomes foram presos na mesma residência no bairro Nova Esperança.

Os dois investigados possuem diversas passagens policiais anteriores por roubo e tráfico de drogas. Ambos foram encaminhados para audiência de custódia e seguirão para a Penitenciária Central do Estado (PCE).

Veja Mais:  Ação integrada prende membros de facção com função de executar rivais

O trabalho de investigação prossegue no sentido de esclarecer a motivação do crime. Indícios apontam para provável envolvimento de uma facção criminosa à qual pertencem os dois homens presos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana