conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil fecha o cerco contra jogos de azar na região do Coxipó

Publicado

Dois estabelecimentos comerciais na região do Coxipó, em Cuiabá, foram fechados pela Polícia Judiciária Civil, durante ações da 3ª Delegacia de Polícia, deflagradas para apurar denúncias anônimas visando intensificar o combate aos jogos de bingo na Capital.

Duas pessoas responsáveis pelos locais que promoviam os jogos de azar foram conduzidas e autuadas no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pela prática de contravenção penal considerada delito de menor potencial ofensivo.

O trabalho operacional contou com apoio das equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERRFVA), da 2ª Delegacia de Polícia, da Secretária da Ordem Pública do Município e Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB).

Uma das ações foi realizada na noite de quinta-feira (28.03), sendo constato a existência de jogo do bingo, funcionando no estabelecimento comercial conhecido como “Cabeça de Boi”, no bairro Parque Ohara.

A outra fiscalização ocorreu na última quarta-feira (13.03), tendo como endereço alvo da ação, um estabelecimento denominado “Manda a Boa”, no bairro São Gonçalo.

Em ambas as casas comerciais foram verificadas a falta de alvará de localização que é exigido pela Prefeitura. Os dois locais também não possuíam alvará de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI).

Na ocasião foram lavradas as infrações administrativas, bem como havia mesas e veículos nas calçadas, impedindo passagem de pedestre, razão pelo qual foi confeccionado pela Secretaria de Mobilidade Urbana as devidas infrações.

Veja Mais:  Empresário é preso por receptação e adulteração de semirreboque

Conforme o delegado titular da 3ª Delegacia de Polícia, Richard Damasceno Ferreira Lage, os dois estabelecimentos atraíam grande público de pessoas.

“As interdições foram necessárias por questão de segurança, considerando a contravenção penal tipificada no artigo 50 do Decreto Lei 3.688/1941. Além dos estabelecimentos não possuíam licenças necessárias para funcionamento, reunindo considerável quantidade de pessoas, com isso gerando risco em potencial aos frequentadores”, destacou.

Objetos vinculados aos fatos também foram apreendidos como microcomputadores, notebooks, máquinas leitoras de código de barras utilizadas para registrar as cartelas do bingo, cartelas com códigos de barras, globos, projetores, caixas de som, microfones, mesa de distribuição de som e certa quantia em dinheiro.

Dois proprietários dos respectivos estabelecimentos foram encaminhados para Delegacia, interrogados e autuados no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e responderão os procedimentos criminais em liberdade.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende membros de organização criminosa que age em Água Boa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Cinco mandados judiciais, sendo três de prisão e dois de busca e apreensão, decretados pela Comarca do município de Água Boa (730 km a Leste) contra membros de uma organização criminosa, que age em crimes na região.

As ordens foram cumpridas na quarta-feira (21.08) pela Polícia Civil de Àgua Boa com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e a Regional de Rondonópolis.

As ordens de prisão e busca e apreensão foram expedidas pela Justiça, após investigação da Delegacia de Polícia de Água Boa, para apurar um roubo ocorrido em uma residência no bairro Vila Nova, no mês de fevereiro deste ano.

Durante o assalto os criminosos agiram com violência e grave ameaça contra as vítimas rendidas. Foram roubados diversos produtos e objetos como joias, além de uma caminhonete S10.

O inquérito policial instaurado resultou no indiciamento de cinco pessoas (dois homens, uma mulher e dois menores), por roubo qualificado e organização criminosa.

Dos três mandados de prisão, dois alvos (um homem e uma mulher) encontram-se atualmente recolhidos em unidades prisionais, sendo ele preso na cidade de Rondonópolis e ela na cadeia feminina em Cuiabá.

O trabalho operacional para cumprimento dos respectivos mandados foi realizado simultaneamente pela equipe de policiais civis da Delegacia Regional de Rondonópolis e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

O terceiro alvo do pedido de prisão foi localizado e preso pelos policias civis em uma residência no bairro Guarujá, município de Água Boa. Também foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão domiciliar nos endereços dos bairros Guarujá e Universitário, locais onde os integrantes residiam.

Veja Mais:  Investigações da Polícia Civil resultam na apreensão de armas, dinheiro e cartões do Bolsa Família

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ação conjunta combate furtos de água em Cuiabá

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil, em ação conjunta com a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), prendeu em flagrante um morador do bairro Jardim Imperial, em Cuiabá, por furto de água mediante fraude no sistema de abastecimento, popularmente conhecido por “gato”.

 A fraude é fruto de fiscalização realizada pela empresa Águas Cuiabá, que após constatação de indícios de crimes, vem comunicando a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) da Capital, para responsabilização criminal dos donos dos imóveis.

Em um mês houve a requisição de 30 perícias para constatação de fraudes no abastecimento de água em bairros da capital, em apurações de mais de 500 registros de furtos de água comunicados na Polícia Civil, somente no primeiro semestre de 2019.

Na terça-feira (20), J.C.T, 44 anos, foi flagrado pelo segunda vez praticando a fraude, por meio de ligação clandestina para ter acesso ao fornecimento de água, prejudicando outros moradores da região com a perda ou redução do volume de água que chega em suas redes residenciais de abastecimento. Ele foi apresentado em audiência de custódia na última quarta-feira (21).

No imóvel, além de uma residência também funciona uma oficina. Esse mesmo endereço, no dia 26 de julho deste ano, já tinha sido alvo de perícia que constatou o furto de águas, mas logo após, mesmo havendo notificação, houve novamente a ligação clandestina.

Veja Mais:  Homens são presos com revólver no Trevo do Lagarto em Cuiabá

A empresa Águas Cuiabá informou que havia 8 notificações anteriores de interrupção no fornecimento de água na mesma localidade. Os trabalhos de fiscalização tanto da empresa, quando da Polícia Civil e Politec foram intensificados para melhoria no abastecimento de água em Cuiabá, com foco na conscientização e penalização dos autores.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandado contra ex-tabelião que forjou documento em Jaciara

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um idoso ex-tabelião e procurado pela Justiça de Jaciara, com quatro mandados de prisão decretados em seu desfavor, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de quarta-feira (21.08), em Cuiabá, durante ação da Gerência Estadual de Polinter e Capturas.

Natural do estado da Bahia, Eurico Victor de Oliveira, 79, estava com quatro ordens judiciais de prisão, expedidas pelo juízo da Comarca de Jaciara (144 km ao Sul), pelos crimes de falsificação de documento público, estelionato, uso de documento falso, entre outros.

O suspeito foi localizado pelos policiais civis da Polinter, após minucioso trabalho investigativo para levantar o paradeiro do foragido. Após monitoramento ele foi preso na quarta-feira (21), em uma residência no bairro Despraiado, na Capital.

Eurico Victor de Oliveira foi denunciado pelo Ministério Público Estadual, nos autos de processo que correu entre os anos 2001 e 2002. Ele desempenhava a função de Tabelião Substituto no Cartório do 1ºOfício do município de Jaciara, ocasião em que falsificou documentos com o propósito de adquirir uma propriedade rural com área de terra de aproximadamente 484 hectares.

Segundo apurado, o idoso em coautoria elaborou a procuração falsa, forjou e inseriu em documento público, informações inidôneas consignadas em documentos destinados a gerar direitos e obrigações.

Com a prisão do suspeito em cumprimento aos mandados judiciais, Eurico Victor de Oliveira, foi conduzido à Polinter para as providências necessárias, e, posteriormente, apresentado para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

Veja Mais:  Após ameaçar mulher homem é preso com arma de uso restrito na Vila Goulart

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana