conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil inicia treinamento para formação de 21 operadores táticos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

“Muitos querem, poucos tentam e uma minoria consegue”. A frase é uma referência aos profissionais de segurança que atuam em operações especiais, em razão do grande esforço físico, psicológico e, sobretudo, perseverança, que exige do policial quando se candidata a cursos na área operacional, como o primeiro Curso de Operações Táticas Especiais (COTE), que pela primeira vez é realizado em Mato Grosso.

A capacitação inicia nesta segunda-feira (16.09), para treinamento e formação de 21 policiais dos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Acre, Rondônia e Minas Gerais.

O curso é uma iniciativa da Polícia Civil, por meio da Gerência de Operações Especiais (GOE) e a Academia da Polícia Civil (Acadepol), com duração de  aproximadamente 60 dias e carga horária de 800 horas/aulas. O certificado será expedido pela Acadepol.

Durante abertura da aula inaugural, ocorrida no Auditório da Polícia Civil, o delegado Marcos Aurélio Veloso e Silva, que é o coordenador geral do Cote, destacou que o curso é resultado de planejamento e espera ao longo de 21 anos, que se materializa neste ano.

“Hoje a Acadepol materializa o último ciclo no campo da instituição. Temos cursos em diversas áreas, de inteligência, investigação e outros operacionais. Realizamos dois Cot (Curso de Operações Táticas) e hoje entramos para o rol dos estados que formam operadores táticos”, disse o delegado, fazendo referência aos 12 estados da federação que já realizaram o curso.

Veja Mais:  Polícia Civil apreende adolescente com 7 quilos de maconha em Cuiabá

O delegado Marcos Veloso, assim como os diretores da Polícia Civil, Fernando Vasco, diretor de Atividades Especiais, e Welber Batista, fez referência ao delegado Ramiro Mathias, atual chefe da Gerência de Operações Especiais (Goe), pela determinação e comprometimento à frente da unidade operacional.

O diretor da Acadepol, delegado Welber Batista, também reforçou a importância da capacitação técnica e a larga experiência do delegado Marcos Veloso. “Os policiais que vão para Gerência de Operações Especiais fazem história. Ele está entre um dos melhores profissionais das forças de segurança do Brasil. Esse curso é realmente diferenciado”, afirmou.

Já o diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco, finalizou a aula inaugural destacando a presença dos estados da federal, assim como dos membros de outras instituições de Mato Grosso, como o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, que participam do COTE, que ocorre em Mato Grosso. “Queremos que todos se sintam em casa e tenham o mesmo tratamento que tive quando visitei esses estados, tratamento de irmãos”, disse Vasco.

Complexidade do Curso

Em 60 dias de intenso treinamento, os policiais deverão ser submetidos a várias atividades divididas em disciplinas teóricas e práticas em áreas diversas, visando o aperfeiçoamento técnico e tático dos servidores no âmbito da segurança pública, para emprego em missões especiais, ocorrências complexas ou de alto risco.

O delegado titular da Gerência de Operações Especiais, Ramiro Mathias, falou que antes mesmo de iniciar o curso, o policial, que precisa ter habilidade técnicas e controle psicológico, já passa por um rigoroso teste de aptidão física.

Veja Mais:  Operação “Fronteira Fechada II” prende seis na região de Tangará da Serra

“É o curso mais completo, que temos em termos de táticas operacionais no Brasil. A complexidade já começa no ingresso, no teste de aptidão física, que exige esforço físico muito grande, que não é qualquer pessoa normal que tem. Só policiais bem treinados conseguem atingir o nível de excelência de um operador. Além disso, psicologicamente, o policial precisa estar bem centrado para terminar o curso”, disse.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Justiça determina exoneração de delegada por improbidade e aplica multa em empresário de Rondonópolis

Publicado

Delegada Anaíde Barros-Foto: Assessoria

O juiz Francisco Rogério Barros, da Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública de Rondonópolis, determinou que a Secretaria de Estado de Segurança (Sesp) exonere imediatamente a delegada Anaíde Barros, lotada na Delegacia Especializada do Adolescente, em Cuiabá. A policial foi condenada por improbidade administrativa.

Além da perda do cargo, o magistrado exige que a delegada pague R$ 71,6 mil de multa. Também foi condenado a pagamento de R$ 77.2 de multa o empresário Nivaldo Duque dos Santos.

“Oficia-se à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso, para proceder à imediata exoneração da servidora pública Anaíde Barros De Souza, a qual exerce a função pública de Delegada de Polícia da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso”, diz parte da decisão.

Anaíde também está proibida de manter contrato com o Poder Público e receber benefícios.

Segundo os autos, a ação de improbidade foi proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) em 2006 e a sentença proferida em 2012. Narra o documento que em dezembro de 2005, a polícia realizou operação no “camelódromo” da cidade, tendo apreendido vários produtos falsificados na loja de Nivaldo, que era muito próximo da delegada.

Anaíde era a plantonista no dia da apreensão e após longa conversa com o empresário o orientou a adquirir produtos semelhantes aos apreendidos, porém originais. O comerciante fez o que foi mandado e entregou material legítimo à delegada, que os substituiu no momento de encaminhar à perícia para averiguação de autenticidade.

Veja Mais:  Etapa Guaporé do Fetran reúne 18 espetáculos sobre trânsito

“Conforme apontado na inicial, pela ré Anaide Barros de Souza Santos, na qualidade de Delegada de Polícia, foi realizada troca, junto ao setor de criminalística da Polícia Civil de Rondonópolis, da mercadoria apreendida no estabelecimento comercial do réu Nivaldo Duque Dos Santos, com quem mantinha amizade e posterior relação de namoro, por se tratarem de produtos tido como “piratas”, ou sejam, ilegais, por outros, regulares, antes que fossem encaminhados para serem submetidas à perícia técnica, em Cuiabá, a fim de que fosse verificada sua originalidade”, diz a sentença proferida em 2012.

A delegada nega toda a situação e recorreu ao Superior Tribunal Federal (STF) para reverter a condenação, mas teve o recurso negado.

Outro lado
A Secretaria de Segurança Pública informou que tomou conhecimento da decisão e encaminhou a determinação para a Polícia Civil.
A Polícia Civil informou que ainda não recebeu o documento.

 

Da redação com Gazeta Digital

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Motorista é detido suspeito de dirigir embriagado e bater em poste de energia no centro de Rondonópolis

Publicado

Poste danificado- Foto: PMMT

 J.M.J, 22 anos, foi detido na madrugada deste sábado (12) no centro de Rondonópolis, suspeita de embriaguez ao volante, direção perigosa e dano ao patrimônio público após colidir com veículo em um poste de energia na Avenida Dom Pedro II.

Consta no Boletim de Ocorrência (BO)  que a Policia Militar estava em rondas pela Avenida Dom Pedro II, quando passou pela guarnição um veículo Corola de cor preta em alta velocidade, o qual veio a colidir com um poste de energia próxima a um ponto de ônibus.

 O condutor do veiculo apresentava sinais de embriaguez, onde foi realizado o teste de alcoolemia, sendo constatado um total de 0,87 mg/l. e foi dado voz de prisão ao suspeito.

O suspeito foi entregue na 1ª Delegacia de Policia para Providências Cabíveis.

veículo apreendido- Foto: PMMT

O veículo foi apreendido e encaminhado para o Pátio Rondon.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Operação “Fronteira Fechada II” prende seis na região de Tangará da Serra
Continue lendo

Policial

Motorista é detida suspeita de embriaguez e causar acidente de trânsito em Rondonópolis

Publicado

Suspeita detida- Foto: PMMT

J.S.S, 25 anos, foi detida na manhã deste sábado (12) no bairro Parque Universitário por lesão corporal, ameaça e conduzir veículo automotor sob a influência de álcool ou substância psicoativa.

Consta no Boletim de Ocorrência, a Policia Militar foi acionada 190, onde informavam que haveria uma ocorrência de acidente de trânsito nas margens da BR-364, em frente a empresa Recapagens de Pneus Lodi. A guarnição policial em deslocamento pela Avenida Arapongas em frente a uma empresa de sucatas deparou com a suspeita em fuga e em visível estado de embriagues, onde foi abordada e detida.

Ao chegar no local do acidente, os PMs depararam com a vítima, onde relatou que estava transitando pela Avenida Capitão Ademir fazendo contorno para entrar na BR-364, quando a suspeita conduzindo o veiculo línea de cor preta, colidiu na traseira de sua moto, diante da situação a suspeita desceu do veículo acompanhada de um homem que estava sentado no banco do passageiro evadiu-se do local fugindo em um mototáxi.

 Foi feito o teste de embriagues com aparelho etilometro (baf-300) com ns: 04274, teste nº 00084, resultado de 1,10 mg/l.

A suspeita foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Policia para as devidas providências. O veículo foi encaminhado para o Pátio Rondon.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil apreende adolescente com 7 quilos de maconha em Cuiabá
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana