conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Polícia Civil prende integrantes de associação criminosa que se passavam por policiais civis para prática de crimes

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Quatro integrantes de uma associação criminosa que se passavam por policiais civis para a prática de crimes foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (09.09), em trabalho realizado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Entre os presos estão, Halker Cristian Rodrigues Sampaio, Yuri Ramirez Porto e Silva, Erlon Fávio de Campos Júnior e Kairo Rodrigues Pereira, autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa armada, posse de munição e posse de arma artesanal, além de posse de drogas para consumo pessoal.

As investigações iniciaram após a GCCO receber denúncia de que no dia 05 de setembro um grupo armado que se identificava como policiais civis da própria Gerência, rendeu um advogado, mantendo-o privado de sua liberdade e realizando extorsão. Passada a ocasião da ação criminosa, o grupo manteve as ameaças e cobranças via mensagens e ligações durante o final de semana e na segunda-feira, quando a vítima procurou a GCCO.

Com a informação de que as ligações para a vítima eram realizadas de um hotel da Capital, os policiais da GCCO foram até o estabelecimento, onde conseguiram identificar o suspeito Halker, que se hospedou no hotel desde o dia 06 e deixou a local sem efetivar o pagamento dos consumos realizados. Enquanto os policiais estavam no hotel, Yuri, chegou a estabelecimento a procura de Halker.

Veja Mais:  Força Tática prende dois por tráfico e apreende máscara de terror em Rondonópolis

Questionado, Yuri acabou revelando o seu envolvimento com o grupo, e o local em que Halker estaria, outro hotel, no bairro Araés. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram até o local, onde encontraram Halker junto com os demais suspeitos Erlon e Kairo. Com eles, foi apreendido um simulacro de pistola, munições de calibre.38, além de uma porção de maconha,

Diante das evidências, os quatro suspeitos foram conduzidos a GCCO, onde Halker e Yuri foram reconhecidos como os autores da extorsão praticada contra o advogado. Interrogado, Yuri disse ser vigilante e informou aos policiais que possui armas de fogo na residência, sendo duas armas registradas, uma pistola calibre .380 e um revólver calibre .38.

Na residência do suspeito, os policiais localizaram uma arma de fogo artesanal, calibre 20 e munições do mesmo calibre, além de colete balístico e algemas.

Segundo a delegada, Juliana Chiquito Palhares, os levantamentos realizados pela equipe do GCCO indicam que a associação criminosa já atuou em outros crimes e que cabia ao suspeito Yuri, o fornecimento das armas para as ações do grupo. “Eles se passavam por policiais civis, e Halker já registrou dois boletins de ocorrência em que se passou por policial, registrando o extravio da sua carteira funcional e do porte de arma de fogo”, disse.

Os conduzidos foram autuados por associação criminosa armada e crimes da Lei n.º 10.826/2003 (posse da munição  posse da arma artesanal), além da posse de droga para consumo pessoal e serão apresentados na Audiência de Custódia na tarde desta quarta-feira (11).

Veja Mais:  PM frustra sequestro de mãe e filha e prende autor do crime

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook

Policial

Caminhão-tanque e trem colidem e provoca explosão em ferrovia em MT

Publicado

Foto: Assessoria

Uma forte batida entre um caminhão-tanque e um trem, na manhã deste sábado (14) provocou uma explosão em uma ferrovia, localizada na zona rural do município de Alto Taquari (480 km de Cuiabá-MT). Mesmo com a gravidade do acidente, ninguém ficou ferido.

De acordo com informações da empresa que administra o trecho, o motorista do caminhão decidiu cruzar a ferrovia no momento em que o trem carregado de milho passava. Porém, ele errou no cálculo e acabou se chocando fortemente contra transporte sobre trilhos.

O caminhoneiro conseguiu abandonar o veículo antes da explosão e não teve nenhum ferimento.

Bombeiros e profissionais da concessionária foram comunicados do fato e combateram as chamas no local do acidente. O caminhão estava transportando cerca de 200 mil litros de óleo diesel. Contudo, os profissionais envolvidos na operação conseguiram conter o fogo.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Após fuga alucinada e tiros 'Força Tática' realiza apreensão de 55 quilos de drogas em Rondonópolis
Continue lendo

Policial

Policiais civis recebem treinamento para prevenção e reação a violência urbana

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O treinamento constante para prevenção e reação contra a violência urbana é uma necessidade para os profissionais que atuam diariamente em ocorrências criminais. A capacitação ao policial, para que saiba agir adequadamente,  tanto durante o desempenho da atividade, quanto em seus momentos de folga, tem sido realizada pela Gerência de Operações de Especiais (GOE), para policiais de unidades da capital e do interior.

Na semana passada, atendendo pedido, 20 policiais civis da Delegacia da Polícia Civil de Barra do Bugres (168 km a Médio-Norte), participaram do treinamento, ocorrido nos dias 10 a 12 de setembro.

Nos três dias de curso realizado no município, os policiais civis receberam instruções e participaram de intenso treinamento de Combate Velado, Oficinas Drills, Situações de Sobrevivência, Porte velado, Saque velado e Teoria Sobrevivência Urbana em tempos de violência.

A realização do curso contou com a parceria do empresariado local, que investiu R$ 11 mil reais, com a aquisição de 3 mil munições 40 (pistola), além de outros parceiros que disponibilizaram o local apropriado.

A turma de 20 alunos, dentre investigadores, escrivães e o delegado da unidade, Renato Resende do Nascimento, recebeu certificado de 20 horas/aula, expedido pela Academia de Polícia Judiciária Civil (Acadepol).

Conforme um dos instrutores do Goe, investigador Edcarlos Campos, o curso traz o situações onde uma simples atitude errada pode resultar no pior, que é a morte. “Para que isso não aconteça, trabalhamos desde a observação até a ação, resultante dos vários conjuntos e cenários possíveis frente à criminalidade”, disse.

Veja Mais:  Polícia Civil inaugura novo prédio da Delegacia de Jauru e reforma da Regional de Pontes e Lacerda

O delegado de Barra do Bugres/MT, Renato Resende do Nascimento,  agradeceu policiais da GOE (Edcarlos, Otony, Gustavo e Daniel) pela disposição e desígnio em dividir os conhecimentos.

“Devemos sempre buscar a qualificação e capacitação dos nossos servidores, aprimorando as suas técnicas e visando a diminuição dos riscos atrelados à atividade policial, motivo pelo qual o treinamento é essencial”, afirmou.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ação integrada prende suspeito de participar de roubo e troca de tiros com policial em Cuiabá

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um dos participantes do roubo a transeunte que resultou na troca tiros com um policial civil, na tarde de sexta-feira (13.09), na região da Estrada do Moinho foi preso em flagrante logo após o crime em ação integrada das Forças Policiais da Capital. Além da prisão do suspeito, a ação resultou na apreensão de dois veículos (um carro e uma motocicleta) utilizados pelos criminosos e dinheiro.

O suspeito, A.C.S., deu apoio à fuga dos assaltantes e foi autuado em flagrante por roubo com aumento de pena por uso de arma de fogo e tentativa de homicídio. A prisão do suspeito aconteceu em ação integrada dos policiais de civis das Delegacias da Região Metropolitana, Polícia Militar com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

A ação teve início quando um investigador lotado na Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) visualizou o momento em que dois homens em uma motocicleta abordaram um pedestre para roubar a sua mochila, na região da Estrada do Moinho.

Diante da situação, o policial esperou o melhor momento para realizar a abordagem do suspeito, sendo surpreendido pelo passageiro da motocicleta que apontou a arma de fogo em sua direção, dando início a uma troca de tiros.  Imediatamente, o policial acionou as demais Forças de Segurança que imediatamente passaram a dar apoio a ocorrência.

Veja Mais:  Operação conjunta fecha cassino clandestino e apreende mais de 190 cigarros contrabandeados em Itaúba

Durante perseguição, os criminosos entraram no bairro Jardim Leblon, onde abandonaram a motocicleta Honda Titan e fugiram em um veículo Volkswagem Up que deu apoio a fuga dos suspeitos.Em diligências, os policiais conseguiram localizar o condutor do veículo, A.C.S. que questionado, confessou ter dado apoio aos assaltantes.

Com informações passadas pelo suspeito, os policiais identificaram os autores do roubo, sendo apreendido na casa de um deles R$ 2,6 mil que estavam escondidos em cima de um guarda-roupa. No momento da ação policial, o suspeito não estava em casa, porém a sua mãe confirmou que o filho passou em casa rapidamente trocou de roupas e saiu.

Em checagem no sistema, os policias identificaram o proprietário da motocicleta, que também não foi encontrado em sua residência, porém familiares confirmaram que ele utiliza o veículo todos os dias.

O participante do roubo responsável por conduzir o veículo foi conduzido a DRE, onde após ser formalmente interrogado foi lavrado o flagrante por roubo com aumento de pena e tentativa de homicídio. As diligências estão em andamento para realizar a prisão dos outros dois suspeitos identificados.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana