conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Curiosidades

Por que a companhia dos cães aumenta a expectativa de vida das pessoas?

Publicado

Uma pesquisa Sueca, com 3,4 milhões de pessoas, demonstrou que os proprietários de cães tiveram menor risco de morte (1).

Os cientistas acompanharam o histórico médico destas pessoas durante 12 anos. O grupo dos não donos de cachorros tiveram mais doenças e mais mortes durante este período.

Foto: Assessoria

efeito protetor de compartilhar a vida com cães foi ainda mais significativo em pessoas que viviam sozinhas. Vários outros estudos já demonstraram que viver sozinho traz vários riscos para a saúde da pessoa. Principalmente, risco para a saúde mental. Pessoas que vivem sozinhas estão mais sujeitas à depressão, ansiedade e doenças cardiovascular do que pessoas que vivem em família com vários membros. Neste estudo ficou demonstrado que ter um cão reduziu em 33% o risco de morte dos solitários (durante os anos do estudo).

No Brasil, setenta milhões de pessoas moram sozinhas. Segundo o IBGE (Síntese de Indicadores Sociais de 2015) grande parte destas pessoas são idosas.

Imaginemos a situação: a idosa vai ao supermercado e compra comida para sua casa. Todos os dias, ela cozinha apenas para si mesma. Come sozinha, lava panelas sozinha. Será que ela terá motivação para continuar cozinhando para si mesma?

Uma grande dificuldade de quem vive sozinha é que não há com quem compartilhar. Ou seja, ela não divide o trabalho com ninguém. Não divide os resultados, os planos, o diálogo, etc. Falta para ela sentido para viver, motivos para se sentir útil, vínculos que lhe permita amar e ser amada.

Veja Mais:  Mulher pede para suas convidadas do casamento usarem o vestido de noiva delas

O amor é um grande motivador

Se sentir útil é um ótimo motivador. Compartilhar incentiva a ter uma vida dinâmica. Durante a formação da raça humana, sobreviveram aquelas pessoas que criaram grupos fortes capazes de compartilhar, dividir, se protegerem mutuamente e viverem vínculos profundos entre si. Na alimentação, por exemplo: todos buscavam comida. Se um conseguia a comida, todos comiam. Como eram vários membros, sempre alguém conseguia alimentos para sustentá-los. Esta inter-relação reforçava os vínculos emocionais e gerava bem estar.

A vida comunitária foi sendo diminuída pelo desejo de autonomia das pessoas. Cada pessoa quer ter sua própria vida, com o mínimo de dependência. Quanto mais a pessoa quer ter a liberdade de decidir, menos espaço existe para o compartilhar. Afinal, viver em grupo exige abrir mão de parte de sua autonomia.

Se dois amigos combinam de sair, os dois devem estar de acordo com as escolhas. Se vários membros de uma família vão sair, também  deve haver uma decisão em comum. Tudo que é comum limita a autonomia. O problema é que a autonomia ao longo dos anos torna a vida humana mais cara, complicada e com menos motivação.

Aí que entram os animais de estimação. São formas de amar, compartilhar, dividir. Donos de cachorro possuem uma fonte extra de prazer, porque a existência do animal torna a vida da pessoa mais dinâmica e mais repleta do servir. Muita gente diz que é o cachorro quem leva o dono para passear; diz que o cão enche a vida de seu dono de atividades. Ao elevar o ânimo, eleva a resistência imunológica. Aumentam os exercícios, aumentam o bem estar.

Veja Mais:  Cuidado com os nudes! Sogra rouba fotos íntimas de genro do celular da filha

Seja a família, seja um animal doméstico, ter alguém para amar e cuidar muda a vida das pessoas. Presos tornam-se mais dóceis ao cuidar de um animal (2), crianças tornam-se mais sociáveis e idosos encontram no amor ao bicho uma forma de viver com mais sorrisos nos lábios. Isto significa viver com pensamentos mais positivos.

Concluindo:

“Enquanto cada um cuida da própria vida, os animais permitem que cuidemos deles.

Nossa biologia é preparadíssima para sentir ENORME prazer em cuidar.

Servir ao próximo dá energia, alegria, dinamismo, força e sentido para a vida.

Os animais deixam que façamos por eles o que não conseguimos fazer por outros da espécie humana.” (3)

O ser humano nasceu com a necessidade de ter o que ou quem amar. Ele precisa do amor para ter dinamismo, motivação e bem estar. Isto exige interação, vínculo e interligação, o que somente é possível vivendo em grupos (mesmo que seja só uma pessoa e um cão).

É a capacidade de vivenciar o amor o grande responsável pelo aumento da expectativa de vida de quem tem um cachorro de estimação.

Por Regis Mesquita é o autor do Blog Psicologia Racional e da coluna “Comportamento Humano” aqui no site Carta Campinas

Comentários Facebook

Curiosidades

Noiva sugere que madrinha grávida faça aborto para não “estragar casamento”

Publicado

Casos de “bridezillas” são mais comuns do que podemos imaginar. Dessa vez, a atitude de mais uma noiva deu o que falar. Em uma publicação em um grupo do Facebook, uma das madrinhas explica a situação constrangedora que viveu com uma de suas amigas durante o planejamento da cerimônia.

Leia também: Noiva expulsa convidados do casamento por levarem filhos sem permissão

noiva surtando no celular
shutterstock

Noiva sugere que madrinha faça aborto para não ter problemas em seu casamento; caso repercutiu negativamente

“Cerca de um ano antes do casamento, descobri que estava grávida. Sempre me disseram que eu não poderia ter filhos – e obviamente minha filha não estava planejada, mas engravidei. Então, contei à noiva e esperava que ela ficasse feliz com a notícia, mas não foi isso que aconteceu”, começa.

A mulher continua a explicação. “Ela, imediatamente, me disse que eu ficaria tão estressada em escolher meu vestido no pós-parto . Ainda me lembrou que era um casamento que não teria crianças e, após explicar o quanto isso seria difícil para mim, me questionou, por mensagem de texto, se eu não achava melhor fazer um aborto”, diz.

Leia também: Noiva é criticada após alegar que madrinha grávida vai acabar com seu casamento

A autora da publicação diz que precisou ler a mensagem várias vezes antes de acreditar que era verdade. “Perguntei se ela havia sugerido aquilo de forma séria para que eu fizesse o seu casamento ser mais suave. Ela me disse que eu estava arruinando a minha vida e depois ligou para a mãe dela para que ela me falasse sobre o aborto”, explica.

Veja Mais:  Thammy e namorada planejam filho

Em seguida, conta que a mãe da noiva enviou uma mensagem. “Ela disse parabéns e falou que sempre estaria lá para me apoiar, não importa o que eu escolhesse, e para eu ligar para ela caso precisasse de orientação”, diz.

Leia também: Noiva não quer que irmã seja sua madrinha por estar “visivelmente grávida”

“Obviamente, não falei com a noiva novamente. Recebi o convite de casamento e nunca confirmei a minha presença. Uma gestante de oito meses tomou o meu lugar de madrinha e usou um vestido que facilmente teria acomodado o meu corpo pós-parto”, ressalta.

Repercussão nas redes sociais

noiva no celular
shutterstock

A história da noiva rendeu diversos comentários negativos na internet. “Realmente perturbador”, diz um

Alguns membros do grupo ficaram em choque com a história e a atitude da noiva . “Pedir a alguém para fazer um aborto para garantir que o casamento seja tranquilo é realmente perturbador”, diz um. “Inacreditável”, comenta outro. “Espero que você tenha amigos muito melhores agora”, sugere mais um.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Surpresa! Mulher só descobre gravidez na hora do parto

Publicado

A britânica Klara Dollan, de Londres, acordou e achou que seria mais um dia normal na sua rotina. No entanto, começou a sentir dores no estômago na hora de ir trabalhar. Mal sabia ela que, na verdade, tratava-se de uma gravidez.

Leia também: Adolescente acorda de coma e descobre que deu à luz 

Mulher com filha no parque
Reprodução/Facebook

Klara Dollan achou que estava apenas com dor de estômago, mas, na verdade, eram as contrações de uma gravidez surpresa

Para aliviar as dores, ela tomou apenas um parecetamol antes de seguir para o trabalho, afinal, era seu primeiro dia em um novo emprego. Ao site “The Guardian” , ela conta que algumas horas depois trabalhando seguiu passando mal e precisou voltar para casa. Lá, descobriu que o mal-estar era, na verdade, uma gravidez e, sozinha, deu à luz uma menina em seu próprio banheiro.

Klara fala que um vizinho a ouviu gritando e chamou uma ambulância. Apesar de toda a confusão a filha, Amelia, nasceu saudável.

Leia também: Mulher descobre gestação 30 minutos antes do parto acontecer

Gravidez surpresa

Mãe e filha sentadas no parque
Reprodução/Facebook

A britânica estava acostumada a não ficar menstruada e tomava anticoncepcional, por isso nem chegou a cogitar gravidez

A britânica conta que estava acostumada a não ficar menstruada e que tomava pílula anticoncepcional para se prevenir, mas havia parado por duas semanas. Klara chegou a ganhar peso, mas achou que era uma consequência do fim do relacionamento com o pai da criança. Não desconfiava que estava grávida .

Veja Mais:  Mulher traindo o marido é descoberta por conta do Google Street View

“Não havia nada aparecendo. Eu não estava sentindo nada. Não tinha sintomas, desejos, náusea, nada”, fala ela ao jornal. Por conta disso, a hora de dar à luz foi uma grande surpresa. “Meu corpo estava apenas me dizendo para acabar com aquela dor. Então, vi uma cabeça saindo. Eu fiquei em choque absoluto”, lembra.

Leia também: Com barriga chapada, mulher descobre que estava grávida apenas no 9º mês

De acordo com as informações do “The Guardian”, é mais comum do que se imagina uma mulher seguir com uma gestação sem saber. Inclusive, existe um nome para o fenômeno. Para os médicos, chama-se “ gravidez enigmática”. Um estudo publicado em 2002 no “British Medical Journal” aponta que acontece em cerca de uma em cada 2,5 mil gestações.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Curiosidades

Sogra descobre que não terá netos e pede reembolso pelo casamento do filho

Publicado

A sociedade é um reduto de pressões… Se o casal está junto a mais tempo, logo vem a pergunta: “Quando sai o casamento?”. Se já são casados, a pressão é pela chegada dos filhos. Esse tema gerou uma briga grande em família entre uma sogra e uma nora, que resolveu desabafar em um fórum online.

Sogra clama por netos, mas não sabe que filho fez vasectomia e nora ligou as trompas. Veja detalhes dessa história
shutterstock

Sogra clama por netos, mas não sabe que filho fez vasectomia e nora ligou as trompas. Veja detalhes dessa história

Leia também: Por que engravidar no mundo atual não é uma opção para estas mulheres

Sem se identificar, a mulher fez um post no Reedit detalhando relacionamento difícil com a sogra por causa da cobrança incessante por netos. A história envolve crise de choro e até um pedido de reembolso pelo que foi gasto no casamento.

Sogra x nora

Sogra vive em pé de guerra com a nora porque sonha com netos, e briga familiar vai parar em fórum online
shutterstock

Sogra vive em pé de guerra com a nora porque sonha com netos, e briga familiar vai parar em fórum online

De acordo com a mulher em seu relato no fórum, a mãe do marido fazia perguntas sobre quando viriam os netos desde a época do noivado. Tudo só piorou depois da união, mesmo que ela e marido, que hoje já são casados há cinco anos, tenham deixado claro que estão 100% seguros que não querem ter filhos.

Leia também: Como é criar uma criança em um mundo que diz abertamente que odeia crianças?

Veja Mais:  Mulher pede para suas convidadas do casamento usarem o vestido de noiva delas

A mulher conta ainda que o marido já passou por uma  vasectomia e ela fez laqueadura. Entretanto, ela diz que até pouco tempo a sogra não sabia desses procedimentos.

Ela detalha ainda mais um episódio complicado com a mãe do marido. Recentemente, em um churrasco de família , a mulher ficou controlando o que a autora do post iria beber porque um filho poderia estar a caminho.

“Ela disse: ‘Por favor, é hora de vocês finalmente levarem isso a sério. Deixe essa cerveja de lado e finalmente diga que podemos esperar que vocês estão tornando a família algo oficial”.

A autora do post fala ainda que a conversa sobre os netos durou 15 minutos, até que ela perdeu a paciência e contou sobre as cirurgias dela e do marido para não terem filhos.

Ela diz que a mãe do marido não reagiu nada bem à notícia, chorou e ainda fez uma exigência: queria o reembolso do valor que havia pago no casamento do filho com a nora – 400 libras usadas no jantar de ensaio para o casamento.

No fórum, a mulher quer saber se a atitude dela foi errada e também opniões sobre a exigência da “monster-in-law”. A discussão, segundo reportagem do Mirror, já soma mais de 300 comentários e muitos apoiam a nora.

“Você não está errada. Odeio pessoas que fazem pressão sobre decisões importantes das nossas vidas. Não é a vida e não é uma escolha dela vocês terem ou nõ filhos”, escreve um usuário do Reddit.

Veja Mais:  Mulher paga por limpeza, mas acaba com faxineira bêbada dormindo em sua cozinha

Outro acha que o valor exigido pela sogra é até pouco comparado a toda dor de cabeça que parece ter sido os últimos anos. “Não parece um preço alto para calá-la para sempre”.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana