conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

“Povo está indo às ruas defender o futuro dessa nação”, diz Bolsonaro sobre atos

Publicado


presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro também disse que pela “primeira vez na história” um presidente está cumprindo promessas de campanha


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, neste domingo (26), que o povo está nas ruas nos  atos pró-governo para “defender o futuro da nação” e dar um recado para à velha política. A declaração foi dada durante uma vista a Igreja Batista Atitude da Barra, no Rio de Janeiro.

“Hoje é dia que o povo está indo às ruas para defender o futuro dessa nação. Com firme propósito de dar recado para aqueles que teimam, com velhas práticas, não deixar que esse povo se liberte. Agradeço mais uma vez a consideração e a simpatia de todos”, disse Bolsonaro

Ele disse, ainda, que “pela primeira vez na história do Brasil” um presidente está cumprindo o que prometeu durante a campanha. “Os problemas se avolumam. Se fosse só eu a sofrer, estava feliz. Mas quem está ao meu lado, seja parente ou não, também sofre. São 208 milhões de pessoas às quais eu devo obediência, lealdade e o norte que tem que ser dado para o futuro do nosso país Não há um dia sequer que eu não agradeça a Deus pela minha vida. Somente com a força de vocês, nós poderemos governar”.

Pelo Twitter,  o presidente também apoiou o comparecimento nos atos . Na semana passada, Bolsonaro afirmou que  não participaria das  manifestações  convocadas em apoio ao seu mandato. O presidente teria dito que não iria aos atos para demonstrar “respeito pelo cargo e por suas resposabilidades”.

Veja Mais:  Incêndios na Califórnia já deixaram 25 mortos e 110 desaparecidos

“Idiotas úteis”

No último dia 15, manifestantes contrários ao governo de Bolsonaro também realizaram protestos por todo o Brasil contra os cortes de gastos com Educação. Na data, o presidente chamou os protestantes da oposição de “militantes”, “idiotas úteis” e “massa de manobra”

“É natural, é natural, mas a maioria ali é militante. Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”, disse  Bolsonaro .

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook

Nacional

Procuradores votam hoje indicação para a PGR, mesmo sem compromisso de Bolsonaro

Publicado

candidatos à PGR
Divulgação/ANPR

Dez candidatos concorrem à indicação para lista tríplice da PGR; votação ocorre nesta terça-feira

Cerca de 1.200 procuradores de todo o Brasil votam nesta terça-feira (17), das 10h às 18h30, em seus favoritos a compor a lista tríplice para o cargo de chefe da Procuradoria-Geral da República (PGR). Dez candidatos concorrem oficialmente ao posto atualmente ocupado por Raquel Dodge – que também corre por fora para ser reconduzida ao cargo mesmo estando de fora da lista.

A lista tríplice tem sido respeitada desde 2003 pelos presidentes da República do período (Lula, Dilma e Temer), mas o atual chefe do Poder Executivo, Jair Bolsonaro (PSL),  não se comprometeu a seguir a indicação dos procuradores ao definir quem assumirá a PGR a partir de setembro – o que abre brecha para a recondução de Dodge.

A atual detentora do cargo – responsável por representar o Ministério Público Federal (MPF) em processos junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) e por denunciar suspeitos com prerrogativa de foro privilegiado, tais como deputados, senadores e ministros – disse, na semana passada, que “está à disposição” para o caso de Bolsonaro querer mantê-la na função .

Em debate realizado no último dia 4 em São Paulo , os reforçaram a importância da lista tríplice , fazendo apelo para que todo o processo de votação não seja em vão. Dodge não participou de nenhum dos debates promovidos pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), que organiza a votação. 

Veja Mais:  O que sai de um buraco negro?

 “A lista é um progresso para o País. Isso é reconhecido por todas as forças políticas. Ela garantiu maior visibilidade, com os candidatos expondo de maneira aberta não apenas para os colegas, mas para a sociedade como um todo, por isso, você tem uma pessoa que sairá não só com a liderança da casa, mas também com respeitabilidade técnica e independência”, defendeu o procurador regional José Robalinho Cavalcanti, que era presidente da ANPR até o mês passado.

Raquel Dodge
Divulgação/Governo de Transição

Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em conversa com o presidente Jair Bolsonaro

Na votação desta terça, cada um dos votantes pode escolher para sua lista até três candidatos dentre os dez postulantes ao cargo – o maior número de candidatos já registrado desde 2001.  O resultado da votação deve ser divulgado logo após o término da eleição. Após Bolsonaro escolher seu indicado, o nome será ainda avaliado pelo Senado.

São candidatos a assumir a PGR: 

  • Vladimir Aras , procurador regional. Foi secretário de cooperação jurídica internacional da PGR durante a gestão de Rodrigo Janot;
  • José Robalinho Cavalcanti , ex-presidente da ANPR. É procurador regional em Brasília e já atuou como auditor do Tribunal de Contas da União;
  • Antônio Carlos Fonseca , subprocurador-geral da República. Atua no Superior Tribunal de Justiça na área de direito público;
  • Blal Dalloul , membro do MPF há 34 anos. Atua no 30º Ofício Criminal da Procuradoria Regional da Republica na 2ª Região (PRP2);
  • José Bonifácio de Andrada , vice-presidente do Conselho Superior do MPF, foi também vice-procurador-geral da República em 2016;
  • Lauro Cardoso , ex-oficial das forças especiais do Exército. Foi secretário-geral do MPF por seis anos;
  • Luiza Frischeisen , eleita para o Conselho Superior do Ministério Público Federal, Luiza coordena a 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF;
  • Mario Bonsaglia , membro do MPF desde 1991, integra a 6ª Câmara de Coordenação e Revisão desde o ano passado;
  • Nívio de Freitas , atuou na força-tarefa da Lava Jato em processos junto ao STJ, em 2015. Atualmente, Nívio é coordenador da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF;
  • Paulo Eduardo Bueno , foi advogado de presos políticos e diretor da Associação dos Advogados Latino Americanos pela defesa dos direitos humanos. 
Veja Mais:  Inep obtém dispensa de licitação e contrata nova gráfica para o Enem

Além dos candidatos oficiais, outros nomes despontam como possíveis surpresas para a indicação do presidente Bolsonaro à PGR . É o caso, além de Dodge , do subprocurador-geral Augusto Aras, que foi procurado há poucas semanas para conversa com dois filhos do presidente , o senador Flávio e o deputado Eduardo, conforme reportou a IstoÉ . Também podem surgir como surpresas os procuradores Guilherme Schelb (defensor do Escola sem Partido) e Ailton Benedito (que tem simpatia de Olavo de Carvalho).

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Temperatura continua elevada nesta terça e São Paulo tem dia de sol e tempo seco

Publicado

sol
Futura Press

Massa de ar seco que predomina sobre o interior do País impede a chegada das frentes frias a Região Sudeste

As temperaturas continuam altas nesta terça-feira (18) , em São Paulo. De acordo com a  previsão do tempo  do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), a massa de ar seco continua inibindo a formação de nuvens e garantindo um dia ensolarado e sem previsão de chuvas. 

previsão do tempo para São Paulo  é de que as mínimas oscilem em torno dos 15°C, enquanto as máximas cheguem aos 26°C. A madrugada termina com poucas nuvens e o dia começa ensolarado com predomínio do sol. O índice de umidade do ar deve declinar e ficar próximo aos 35%, o que aumenta os índices de poluição do ar e o risco de incêndios florestais.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  MP rebate Flávio Bolsonaro e diz que ele jamais se apresentou, apesar de convite
Continue lendo

Nacional

São Paulo tem campanha de vacinação e atendimento ao público LGBTI, nesta terça

Publicado

Vacinação
undefined

Campanha de vacinação será realizada nesta terça, na República

As temperaturas continuam altas em São Paulo, nesta terça-feira (18). De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE), o surgimento do sol ao longo do dia ajuda a elevar as temperaturas e reduzir a sensação de frio. Os percentuais de umidade continuam em declínio e não há previsão de chuva. As mínimas oscilam em torno dos 15°C, enquanto as máximas chegam aos 26°C.

Leia também: Uso de simulador para obtenção de CNH passa a ser facultativo

O rodízio na cidade de  São Paulo  vale hoje para veículos com placa de final 3 e 4 das 7h às 10h da manhã e das 17h às 20h da noite. Nesses períodos, fica proibida a circulação desses veículos na região do centro expandido, no perímetro entre as marginais Pinheiros e Tietê, a Avenida Luís Ignácio de Anhaia Mello e a Avenida Salim Farah Maluf.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não prevê a interdição de nenhuma via e os trens da CPTM e do   Metrô devem operar normalmente.

Os usuários que passarem pela estação República (linha 3-Vermelha e linha 4-Amarela), nesta terça, terão a oportunidade de se vacinar contra a febre amarela, sarampo, caxumba e rubéola, entre às 10h e às 17h.

Leia também: Filho havia sonhado com morte de pastor, revela Flordelis durante velório

Já no Terminal A.E.Carvalho, localizado na zona leste de São Paulo , a Secretaria Municipal dos Direitos Humanos promoverá uma ação para prestar serviços ao público LGBTI. Das 13h às 18h, uma unidade móvel será instalada e contará com dois articuladores sociais que prestarão serviços como de assistência social, assessoria psicológica e jurídica. O atendimento aos passageiros é gratuito e não interfere na operação das linhas.

Veja Mais:  Alinhados, Maia e Alcolumbre dizem que “terão de aturar Bolsonaro por dois anos”

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana