conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Política MT

Presidente da Comissão de Saúde fala sobre avanços na área

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato grosso, presidida pelo deputado Adalto de Freitas (Patriota), realizou nesta quarta-feira, (12) audiência pública com a finalidade de prestar contas e balancetes referentes à Secretária Estadual de Saúde e do Fundo Estadual de Saúde, referente ao 2º quadrimestre de 2018.

Para o presidente da Comissão, Adalto de Freitas a audiência foi muito importante e teve a finalidade essencial de apresentar transparências das ações da Secretaria do Estado de Mato Grosso. “Observamos a prestação de contas de maneira clara e evidente com os dados demonstrados. Eu  não tenho dúvida que a saúde no estado vive um momento que muito se espera, mas que na prática não acontecia, vivíamos num passado muito recente um momento dificílimo na condução da pasta”, pontou.

Representando o secretário Luiz Soares, o técnico Vagner Simplício fez um pronunciamento relatando que houve mudanças nos indicadores da pasta em 2018. “Existem alguns fatores principais para essas mudanças. No ponto de vista do quadrimestre tivemos a oportunidade de operar melhor nosso processo de gestão,  essa equipe desde o ano passado tem trabalhado muito, ficou  notado que no ano de 2018, temos um controle melhor de todas nossas políticas que começamos a construir lá trás, então, com certeza em 2019, quem assim estiver a frente da pasta estará com todos os nortes definidos”.

Veja Mais:  Ciclo de palestras em escolas públicas aborda violência contra mulheres

Simplício ressaltou ainda alguns avanços que estão definidos como as macrorregionais de saúde e a importância de se fazer uma melhor organização. Ele destacou que estão sendo dotados, atualmente, 11 hospitais, sendo 10 regionais e um estadual,  com mil leitos para pacientes e  cerca de 100 leitos de UTIs, diretamente dos hospitais  regionais, e também atendimentos importância muito grande cirurgia cardiológica, e estendendo  para farmacológica, e oferecendo mais serviços com menos recursos essa foi a tentativa que nós conseguimos fazer tendo a frente  o secretario  Luiz Soares , fazendo uma gestão de dinheiro público maior eficiência como oferecer mais serviços com menos recursos foi nosso foco.

“Observamos que os avanços foram enormes especialmente neste ano de 2018, tenho a satisfação em dizer que a audiência transcorreu com debate de alto nível, sempre pautado pela informação levando ao público e a sociedade e autoridade o reconhecimento os avanços que a saúde publica conquistou, finalizou Adalto”.      

A técnica do núcleo de Gestão da secretaria de Saúde, Luceni Grassi,  apresentou um relatório com a prestação de contas, contendo o montante e fonte dos recursos aplicados no período e ainda comparação com o quadrimestre passado. Ela  explicou que do ponto de vista orçamentário foi muito complicado, porém,  ocorreu  diversas ações da saúde desenvolvidas pela pasta que culminaram  para a melhoria da saúde.

Grassi elencou alguma obras e projetos que obtiveram avanços dentre elas destacou:  a entrega do Centro Reabiliatação Integral dom Aquino Correa (Cridac) e obras de reformas no Hospital Adalto Botelho e ainda a parte de medicamento que estão  regularizados. 

Veja Mais:  Mato Grosso institui Dia da Equoterapia

“Como reza a Constituição, essa audiência venho mostrar o que o Estado  vem fazendo em prol da saúde pública da população mato-grossense. Estamos prestando conta de forma transparente do que está sendo feito para a melhoria da saúde no estado”, enfatizou Grassi.

A prestação de contas é uma exigência legal, estabelecida pela Lei Complementar 141/2012, a qual determina que os gestores da pasta da saúde –  deverão, a cada quatro meses, prestar contas de suas atividades em audiências públicas realizadas nas respectivas Casas Legislativas.

Comentários Facebook

Política MT

Thiago Silva faz lançamento de projeto musical para crianças

Publicado

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva – MDB, fez o lançamento do projeto Tocando em Frente, em Rondonópolis. A iniciativa, que tem o apoio do parlamentar, apresenta como finalidade a formação de músicos para igrejas e comunidade em geral.

O lançamento da ação aconteceu em um dos polos do projeto, na Assembleia de Deus Ministério Madureira, região do Jardim Iguaçu. O trabalho vai atender jovens e adolescentes de 8 a 16 anos de idade, que tenham vontade de aprender a dominar acordes do violão e produzir música. “É uma bela inciativa. Hoje igrejas da cidade, de qualquer denominação, encontram dificuldade para formar músicos. Tenho certeza que essa iniciativa vai ajudar tanto na formação de novos talentos e incluir muitos jovens que não teriam condições de pagar aulas particulares. Além do mais eles receberão as orientações dentro de um templo religioso, o que afasta de perigos como a violência e drogas”, conta Thiago.

Além do Jardim Iguaçu, o Tocando em Frente também estará presente também em outros 4 polos, e terá capacidade inicial para 150 jovens. “Vamos começar com esses núcleos, onde identificamos uma grande demanda do público-alvo. Conforme a procura estudaremos a ampliação para outras regiões da cidada”, explica o pastor Jorge Estevan.

Os alunos terão como instrutor e renomado músico Valdick Arantes, que depois passar uma temporada na Europa volta para o Brasil para aplicar um método de aprendizagem para violão. “Lá no velho continente eles estimulam o aluno que teve um progresso maior a trabalhar com outro que com menos progresso. Dessa forma os dois aprendem e assim fica mais fácil evoluir. É um método bem prático. Logo esses garotos estarão espalhados pela cidade e darão muito o que falar. Essa é uma bela inciativa”.

Veja Mais:  Deputada Janaina Riva encerra 1º mandato no topo da produção legislativa

Thiago Silva afirma ainda, que o trabalho poderá ser expandido para outros municípios, conforme os resultados obtidos em Rondonópolis. “Pela seriedade das pessoas que estão a frente do Tocando em Frente tenho certeza que será um sucesso. Apoiarei este projeto e assim que ele estiver a todo vapor em Rondonópolis vamos trabalhar pela implantação em outros municípios. Música é vida e forma cidadão de bem”, completa.

As aulas do Tocando em Frente são de graça. Informações estão disponíveis pelo telefone 9994-6224, com Flávia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputado defende Parque Tecnológico para Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) pediu, por forma de indicação, que o Governo do Estado, viabilize a implantação do Parque Tecnológico no município de Rondonópolis. O parlamentar esclarece na justificativa que o Parque Tecnológico tem como foco promover pesquisa e inovação e propiciar a cooperação entre instituições, universidades e empresas que atuam na área de tecnologia.
O parlamentar ainda explica que com o Parque Tecnológico o desenvolvimento de novas modalidades de pesquisa e gestão e até mesmo atração de indústrias pode ter um ganho em Rondonópolis e região.  “O nosso objetivo é que Rondonópolis possa agregar valor à matéria prima, exportar conhecimento para o Brasil e exterior, gerando assim emprego e renda, se tornando um polo tecnológico”, disse o parlamentar.
Thiago, quando foi vereador em Rondonópolis, trabalhou em diversos projetos ligados a área de tecnologia e educação. Ele foi o autor da lei que criou a Semana Municipal de Ciência e Tecnologia que instituiu a Feira de Ciência e Tecnologia e Inovação (Feciti), a Lei da Inovação, a medalha Jovem Cientista e o COMCITI – Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia, fomentando a discussão e incentivando a população na busca por troca de experiências e inovação tecnológica.
Na Assembleia, o deputado preside a Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Lei sancionada proíbe o uso de soda cáustica em escolas de MT
Continue lendo

Política MT

Requerimento ao TRE pede informações sobre o desempenho do cadastramento biométrico do Araguaia

Publicado

Foto: Marcos Lopes

 Durante a sessão de quarta-feira (22.03) o deputado Dr. Eugênio (PSB) apresentou um requerimento pedindo informações ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), sobre o número do desempenho do cadastramento biométrico dos eleitores das cidades de Água Boa, Barra do Garças, Canarana e Nova Xavantina.

O pedido de informações apresentado pelo parlamentar visa o acompanhamento em números e percentuais de cadastros biométricos que foram efetivados nas 26 cidades que se encontram com o processo e prazo regulamentado pela Portaria CRE/MT nº 1/2019.

Recentemente, o parlamentar esteve em Água Boa e realizou o cadastramento biométrico. “Resido na cidade de Água Boa e já fiz meu cadastro, porém tenho recebido algumas indagações dos cidadãos acerca do processo em curso. Por isso quero ter em mãos os dados, para acompanhar de fato o processo”, argumenta Dr. Eugênio.

Na tribuna, Dr. Eugênio falou sobre o prazo estabelecido pelo TRE e destacou que “o gabinete recebeu um pedido de um aumento do prazo para o cadastramento que vence agora no final de março”.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Guilherme Maluf defende reativação da loteria estadual de Mato Grosso
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana