conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Reeducandos celebram união civil e religiosa durante casamento coletivo

Publicado

O Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) foi o cenário para a concretização de um sonho de 24 reeducandos. Eles e as suas respectivas companheiras celebraram nesta quarta-feira (12.12) a união civil e religiosa durante um casamento coletivo na unidade prisional.

Os noivos são reclusos do CRC e uma das noivas é custodiada da Penitenciária Ana Maria do Couto May, da capital. Os casais tiveram o compromisso selado por um pastor e um representante do serviço notarial. 

A cerimônia foi organizada pela direção do Centro de Custódia, associação dos servidores do CRC, penitenciária feminina e igrejas. Apoiaram o evento: grupo musical Louvor e Aliança; grupo de apoio aos familiares dos detentos (Gafar) que auxiliou as noivas com roupas e maquiagem; empresa Flores e Folhas Floricultura, que fez a doação dos doces, bolos, arranjos e decoração e a Defensoria Pública do Estado, que conseguiu junto ao cartório a gratuidade da taxa da união civil. 

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas, e os diretores do CRC e penitenciária feminina, Winkler de Freitas Teles e Maria Giselma Ferreira, respectivamente, receberam os noivos e seus familiares durante a cerimônia.

“Esse momento é importante para os recuperandos e seus familiares. A partir de agora eles teram um vida compartilhada e isso pode contribuir para o processo de ressocialização”, acredita Fausto. Este é o segundo casamento coletivo de grande porte ocorrido neste ano. O primeiro foi em agosto na PCE onde 27 casais oficializaram a união. 

Veja Mais:  Secretários adjuntos irão comandar Cultura e Agricultura Familiar em janeiro em MT

Segundo o diretor do CRC, Winkler, a ideia da celebração surgiu dos próprios internos que já possuíam união estável e desejavam oficializar a relação. “Nós abraçamos essa ideia e com a equipe de assistência social da unidade e psicóloga fomos atrás das documentações necessárias e dos documentos daqueles presos que não possuíam”, conta. 

Participaram do casamento a promotora de Justiça, Josane de  Fátima Guariente; juiz da 2° Vara Criminal da Capital, Geraldo Fidelis; secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Alves Flores; superintendente João Fernando Feitoza; diretora adjunta da penitenciária feminina, Devanete Silva; presidente do Conselho Estadual de Atenção a Diversidade Sexual, Valdomiro Arruda e representantes do Gafar.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Polícia Militar troca de comando em Nova Mutum

Publicado

A Polícia Militar fará nesta sexta-feira (22) a passagem de comando do 14ª CR, em Nova Mutum (a 264 quilômetros de Cuiabá). Em lugar do tenente-coronel Claudio Fernando Carneiro Souza, assumirá o coronel Marcos Vieira da Cunha. A cerimônia de troca será às 10 horas, no Auditório do Sindicato Rural do município, região central.

Serviço

Evento: Troca de comando em Nova Mutum

Data: 22/03 (sexta-feira)

Horário: 10h

Local: Sindicato Rural de Nova Mutum, Avenida dos Canários, nº 841, centro.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Veja Mais:  Reforma da recepção social do Hospital Regional de Sinop está em fase de acabamento
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil inaugura sede da Delegacia de Porto Esperidião

Publicado

A Polícia Judiciária Civil inaugura, nesta quinta-feira (21), a sede própria da Delegacia de Polícia de Porto Esperidião (326 km a Oeste de Cuiabá). A unidade passa a funcionar na região central do município, visando melhor atender os moradores.

A nova Delegacia de Polícia de Porto Esperidião foi instalada por meio do Termo de Cooperação nº. 0368/2017, firmado entre a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), por meio da Polícia Judiciária Civil, e a Prefeitura Municipal de Porto Esperidião.

A unidade da Polícia Civil está em um imóvel locado pela Prefeitura Municipal, na Rua Ernesto da Silva, bairro Parque das Américas, Porto Esperidião, centro da cidade. A delegacia conta com salas apropriadas e ambientes adaptados para os trabalhos policiais, bem como para servir o cidadão.

Nove servidores, sendo seis investigadores e três escrivães de polícia, coordenados pelo delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, desempenham as  atividades e atribuições de polícia judiciária, no atendimento a ocorrências e esclarecimentos de ilícitos penais.

Desde o ano de 2008, a Delegacia Municipal de Porto Esperidião funcionava no prédio do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), que fica na Rodovia BR 174. A localidade tornava difícil acesso à população, por estar fora da cidade. As vítimas, muitas vezes, deixavam de comparecer para registrar boletins de ocorrências, fazendo somente em casos graves e de emergência.

Veja Mais:  Reforma da recepção social do Hospital Regional de Sinop está em fase de acabamento

A localização antiga da unidade também dificultava o deslocamento dos policiais, nas atividades diárias de expediente e atendimentos a ocorrências gerais. Para o escrivão de polícia, Renato Antônio Moraes Castro, que exerce suas funções há 18 anos no município, pelo fato de estar anexa ao Gefron, a Polícia Civil também deixou de ter uma identidade própria, sendo às vezes confundida pelo cidadão.

“Importante destacar a gratidão aos amigos e parceiros do Grupo Especial de Fronteira, por todos os anos de companheirismos em ceder o espaço, para os trabalhos em prol da segurança pública, fato que nos honrou e engrandeceu muito”, agradeceu o escrivão de polícia.

O policial avalia que, com a inauguração do prédio próprio, a população terá sanado o desejo de ter mais próximo um aparato de combate a criminalidade, como a Polícia Civil, o que vai promover o atendimento mais rápido e eficaz, facilitando os trabalhos também servidores lotados na unidade.

Participam da cerimônia de inauguração o prefeito de Porto Esperidião, Martins Dias de Oliveira, o delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, o diretor de interior, Walfrido Franklin do Nascimento, o delegado regional da Delegacia de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, entre outras autoridades e convidados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Estudantes de MT concorrem à premiação na área de Agrárias durante feira nacional

Publicado

Os vencedores da 10ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (MECTI), Marcelo Ribeiro Vilela e Thallisson Alves de Santana dos Santos, da Escola Técnica Estadual de Poxoréu, estão participando da 17ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), que está ocorrendo esta semana na Universidade de São Paulo (USP).

Eles desenvolveram o projeto ‘Capim Citronela como Repelente Natural de Moscas causadoras da Miísea’, que fez com que ganhassem em primeiro lugar a MECTI do ano passado.

Para Marcelo, o reconhecimento faz querer fazer mais pesquisa. “Nosso projeto ganhou em todos os requisitos da MECTI, então avançamos ainda mais a nossa pesquisa para ajudar todos àqueles que não conheciam sobre o composto da citronela e com isso, todos nós ganhamos”.

Segundo ele, o simples fato de participar de uma feira de ciências como a Febrace é suficiente para expandir os horizontes do aluno e do professor orientador. “Como orientador, eu fico emocionado de ver que o pouco que eu consegui transferir de conhecimento, eles fizeram crescer de uma maneira incrível. Todo professor tem dentro de si um orientador de trabalho de pesquisa. Às vezes ele ainda não está desperto, mas quando ele desperta, não dorme mais”.

A superintendente de Desenvolvimento Cientifico, Tecnológico e de Inovação, Lecticia Figueiredo, afirma que os projetos apresentados na Febrace são a melhor prova do potencial que os brasileiros têm de inovar e de buscar novas soluções. “As feiras de ciências são um dos melhores mecanismos para descobrir os talentos e incentivar os jovens a buscarem a ciência, a serem cidadãos conscientes do mundo, sempre buscando uma vida melhor”.

Veja Mais:  Sistemas fazendário são restabelecidos nesta quinta-feira (14)

O professor destaca que a metodologia científica possibilita que os estudantes despertem competências e habilidades necessárias para cidadãos atentos às transformações do mundo. “Quando se envolve jovens em projetos, estimulamos a leitura, a pesquisa, a comunicação e argumentação. Eles passam a ver sentido no estudo e no que estão fazendo”.

O estudante Thallisson Alves de Santana dos Santos não esconde a realização de poder participar da Febrace, evento em que todos os estudantes só se credenciam se forem premiados em uma das feiras de ciências habilitadas. “Para nós, ter sido selecionado para expor nosso projeto é uma grande conquista. É como se eu estivesse participando de uma Copa do Mundo, representando o nosso país”, compara o estudante.

A participação em eventos científicos tem sido uma oportunidade que Thallisson considera fundamental para seu desenvolvimento educacional. “A gente sabe que para que um trabalho de pesquisa avance, além dos resultados obtidos, é importante divulgá-lo e ter a avaliação de outras pessoas e é esta oportunidade que estamos tendo ao participar de eventos como este, quando ocorre também muita troca de informação”.

Lecticia conta que eles ainda estão concorrendo à premiação da Febrace na área de Agrárias. “Estamos torcendo para que a próxima sexta-feira (22) eles voltem vitoriosos para Mato Grosso”.

Febrace

Participam da Febrace estudantes do ensino fundamental, no ensino médio e técnico de instituições públicas e privadas de todo o Brasil. São inscritos projetos individuais ou em grupos de até três pessoas, com a participação de um professor orientador. Os projetos enquadram-se nas áreas das Ciências (Exatas, da Terra, Biológicas, da Saúde, Agrárias, Sociais e Humanas) e Engenharia.

Veja Mais:  TCE começa por Cuiabá a capacitação de gestores e servidores municipais

Os critérios utilizados para a seleção são criatividade e inovação; conhecimento científico do problema; maneira como foram levantados os dados e conduzido o projeto; profundidade da pesquisa e clareza de apresentação na documentação do projeto.

Durante a mostra, os estudantes são avaliados por 300 professores mestres e doutores, que identificam os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada categoria. Os ganhadores serão contemplados com troféus, medalhas e certificados.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana