conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Repórter é impedida de realizar seu trabalho e ameaçada de ser presa por oficial da PM em Rondonópolis

Publicado

Momento em que a repórter estava sendo retirada do local-Foto: Assessoria

Na noite deste domingo (8) enquanto os profissionais da imprensa de Rondonópolis realizavam os trabalhos em mais uma ação da Policia Militar de Rondonópolis no combate a criminalidade, segunda as informações, os profissionais  foram coagidos pelo Oficial do dia, Tenente Figueiredo. Os relatos dos profissionais que testemunharam o ocorrido, citaram que estava há mais de 30 metros da cena do  crime, registrando a ocorrência como já é de costume, quando o Tenente Figueiredo ordenou que a imprensa se retirasse do local e que se não saísse iriam mandar prender os profissionais da imprensa. A repórter  Izabel Torres, da TV Cidade Record, questionou ao Tenente Figueiredo, o motivo  porque a imprensa teria que sair do local, já que ninguém estava invadindo a cena do crime. Não concordando com a indagação,  a repórter Izabel Torres foi tirada a força do local pelo tenente Figueiredo.

Vários colegas de imprensa, indignados com a atitude do oficial saíram em defesa de Izabel Torres e foram solidários a colega da imprensa.

Após o ocorrido Izabel pronunciou em um grupo de Whatsapp onde constam cerca de 78 profissionais da imprensa, grupo este criado pelo comando do 5º Batalhão da Policia Militar. “Agradeço a solidariedade dos companheiros da Imprensa. Sem dúvida alguma devemos encarar esse fato como um caso isolado. Ao longo do tempo temos estabelecido um bom relacionamento com a Polícia Militar, cada um respeitando o trabalho e o espaço do outro. Quero crer que o comportamento deste oficial em questão, não seja, nem de longe o suficiente para prejudicar este relacionamento, e também o trabalho do dia a dia. Que permaneça o respeito e a parceria já estabelecidos. Por fim, somente lamentar o fato ocorrido, e mais uma vez, deixar claro, que o nosso papel é informar e formar opinião. Em momento algum o nosso intuito é prejudicar o trabalho de qualquer que seja o órgão ou instituição. Assim como encaramos o fato como caso isolado, reiteramos que trata-se do comportamento de uma pessoa e não da Corporação”. Disse a repórter Izabel Torres.

Veja Vídeo:

Veja Mais:  Polícia Civil autua suspeito por tráfico de drogas no CPA

Nota de esclarecimento da Policia Militar

O Comandante do 5º Batalhão da Policia Militar (5ºBPM) Tenente Coronel Gleber Candido Moreno, através do 4º Comando Regional divulgou nota.

 A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso através do seu 4° Comando Regional 5° BPM vêm a público, diante das inúmeras mensagens, videos e fotos apresentados nos grupos de aplicativo de mensagens, esclarecer que os fatos que se apresentam, em tese, delineados, não constituem e nunca constituíram a POSTURA da Polícia Militar perante ao serviço da IMPRENSA, mas sim de membros isolados, os quais serão todos identificados e suas condutas apuradas através do devido PROCESSO LEGAL.

O cerceamento do trabalho da imprensa não condiz com a nossa política de COMANDO, porém, a invasão de local isolado para ser periciado, vale ressaltar que constitui CRIME, e de responsabilidade do OFICIAL CPU da Polícia Militar no exercício do seu dever, através das atribuições de Polícia Judiciária Militar, onde o perímetro deste isolamento é determinado pela autoridade policial que primeiro chegar ao local.

ESCLARECEMOS ainda que nossa missão constitucional está prevista no art.144, ou seja a Polícia Ostensiva e a Preservação da Ordem  Pública e a isso somos fiéis e dedicados e ressaltamos que a Corporação não compactua com desvios de condutas de qualquer um dos seus integrantes.

Somos a única instituição deste Estado presente em TODOS os 141 municípios e desde o ano 1835 nos dedicamos diuturnamente para Servir e Proteger a todos e reafirmamos esse compromisso.

GLEBER CANDIDO MORENO – TEN CEL PM
Comandante do 5° BPM

Veja Mais:  Foragido da Justiça com diversas passagens tem prisão cumprida em Chapada dos Guimarães

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende mulher que tentava transferir veículo utilizando documento falso

Publicado


Assessoria | PJC-MT

Uma mulher que usava documento falso para transferir para o seu nome a motocicleta do marido já falecido foi presa em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (23.01), em ação realizada pela equipe da Divisão Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá).

As diligências iniciaram após a equipe da DERF ser acionada pelo cartório do 2º Ofício da Comarca de Sorriso. Segundo as informações, na segunda-feira (20), a mulher compareceu no estabelecimento para fazer o reconhecimento de sua assinatura, porém ao entrarem em contato com cartório de Várzea Grande foi informado que se tratava de uma falsificação.

Também foi informado que o selo de autentificação não foi gerado pelo Cartório de Várzea Grande, como constava no documento de Certificado de Registro de Veículo, apresentado pela suspeita. Ao ser abordada pelos policiais da DERF, a suspeita disse que a motocicleta estava em nome do seu marido, que faleceu há dois anos.

Ela disse que o veículo estava apreendido e precisava dele para trabalhar e por isso procurou o proprietário de uma autoescola em Matupá que disse que poderia ajudar na liberação do veículo, cobrando R$2,5 mil para “fazer os documentos” e reconhecer firma. Após receber os documentos, a mulher foi orientada a fazer o reconhecimento da assinatura no Cartório de Sorriso, ocasião em que foi descoberta.

Veja Mais:  Mais duas instituições são beneficiadas com a doação de tênis apreendidos em operação de combate a pirataria

Diante da situação, a suspeita foi conduzida a Delegacia de Sorriso, onde após ser interrogada foi autuada em flagrante pelo crime de uso de documento falso. As investigações continuam em andamento para localizar o suspeito de falsificar os documentos.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis recebem orientações sobre Nova Lei de Abuso de Autoridade

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Policiais da Gerência de Operações Especiais da Polícia Judiciária Civil participaram nesta sexta-feira (24.01) de uma palestra sobre a Lei 13.964/2019 – Nova Lei de Abuso de Autoridade. As orientações foram repassadas pelo delegado Marcel Gomes Oliveira, que atua na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá.

O objetivo foi orientar os policiais quanto aos novos tipos penais, e suas consequências, proporcionando conhecimento necessário para a atuação policial e evitando que incorrer em crime previsto na nova lei.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Programa social da Polícia Civil leva orientações a estudantes de Jauru
Continue lendo

Policial

Polícia Civil realiza buscas para localizar menino desaparecido em Nova Ubiratã

Publicado


Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção (DHPP) de Sorriso (442 km a Oeste de Cuiabá), realizou diligências no distrito de Entre Rios, município de Nova Ubiratã (502 km ao Norte) para tentar localizar o menino, Claudemir Quintino Ramos, de 10 anos, desaparecido há aproximadamente 40 dias. 

A ação, que visava dar cumprimento a três mandados de busca e apreensão domiciliar entre outras verificações, contou com apoio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da equipe especializada de Operações de Buscas com Cães do Corpo de Bombeiros Militar.

O desaparecimento do menor foi registrado no dia 19 de dezembro, pela mãe da criança, na Delegacia de Nova Ubiratã. Segundo a comunicante, o filho havia saído de casa há cerca de quatro dias e não retornou. Desde então, a Polícia Civil realiza diligências para encontrar o garoto, sendo o caso encaminhado para a DHPP de Sorriso.

Segundo o delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, as buscas realizadas em casas de pessoas que tinham relacionamento próximo com o menino, tinham o objeto de apreender aparelhos celulares que possam auxiliar nas investigações do desaparecimento.

Durante os trabalhos, a equipe do Corpo de Bombeiros com auxílio dos cães farejadores também realizaram buscas em locais em que pudessem ser encontradas pistas do paradeiro do menino. “As investigações estão em andamento e todo o material colhido durante a ação será averiguado com objetivo de levantar alguma informação que possa auxiliar na localização da vítima”, disse o delegado.

Veja Mais:  Programa social da Polícia Civil leva orientações a estudantes de Jauru

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana