conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Rica em minerais águas termais traz benefícios para saúde e bem estar

Publicado

Foto: Assessoria

Com o cotidiano cada vez mais corrido e estressante, a procura por uma melhor qualidade de vida é essencial para a longevidade, por isso as pessoas estão buscando meios saudáveis para manutenção do corpo e da mente dentro de parâmetros recomendáveis pela medicina. Uma forte aliada para combater esses males segundo os especialistas são as águas termais, que são ricas em minerais famosas em revigorar as energias e ajudar no rejuvenescimento.

As mais fontes termais conhecidas mundialmente ficam localizadas na Itália e França, onde milhares de turistas as visitam como os reis da antiga Roma e os pensadores franceses, mas isso não significa que precise viajar para o exterior para usufruir dos benefícios das águas termais. Bem próxima de Rondonópolis, a 25 km do centro a Águas Quentes Cidade de Pedra oferece águas minerais de temperatura média de 42ºC, o complexo idealizado e construído em 2013 pelo empresário Waltencyr Santiago, que viu uma ótima oportunidade de ingressar no segmento de turismo, com a descoberta de águas termais em sua propriedade. “Nós compramos a área em 2009 e quando perfuramos o poço e jorrou água quente, começamos a projetar um empreendimento que atendesse a demanda dos rondonopolitanos e visitantes de nossa cidade e hoje chegamos a quase 5 mil pessoas por mês frequentando o nosso termas”, comentou.

TERAPIA – A fisioterapeuta Claudine Almeida Oliveira destaca que as terapias realizadas em águas termais servem com um ótimo complemento no tratamento em fisioterapia. “Hoje já se sabe bastante da importância da terapia das águas termais como auxilio em alguns tratamentos, pois elas apresentam vários benefícios aos pacientes em tratamento como: relaxamento muscular, analgesia e o empuxo aliviando o estresse sobre as articulações fazendo com que uma atividade de sustentação de peso, por exemplo, que pode ser contraindicado no solo, possa ser realizado com segurança no tratamento em águas quentes”, explicou.

Veja Mais:  Parceria garante oportunidade de negócios

A terceira idade é um dos grupos que mais se beneficia com os banhos em águas termais, a principal vantagem é em relação à mobilidade, pondera a especialista. “Já no caso de tratamento com idosos, o tratamento com banho em águas quentes, auxiliam os idosos na locomoção, já que fora da água, apresentam dificuldades de se locomover. Esse tipo de tratamentos não ajuda apenas na questão de saúde física dos pacientes, mas também no psicoemocional”, comentou.

Segundo o professor da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Caio Augusto Marques, o processo de surgimento das águas termais é natural e faz parte de um ciclo. “De modo simplificado, a origem das águas termais tem relação com o processo de infiltração da água. A água infiltra no solo e nas rochas, onde fica armazenada. Como há aumento de temperatura conforme aumento da profundidade, esta água se aquece. Junto a isso, tem o calor emanado da camada da Terra chamada Manto. Se a crosta terrestre for relativamente fina onde se tem água armazenada, o calor do Manto aquece. Essa água chega à superfície como uma nascente de rio, ou é puxada como as águas de poços artesianos”, explicou.

CONCEITO – Termalismo é o conjunto de relações e vantagens que derivam de deslocação e permanência de pessoas nas estâncias termais, com o fim de obterem melhores condições de saúde, ou evitarem sua degradação, mediante a utilização de fatores e meios terapêuticos. Já é prática médica reconhecida pela Organização Mundial de Saúde. Além disso, sempre exerceu forte fascínio sobre o homem, sendo a mais antiga opção natural de saúde, bem-estar e prazer.

Veja Mais:  Obras avançam e mais de 70% das ruas do Alfredo de Castro e Ananias já estão pavimentadas

Comentários Facebook

Rondonópolis

Praça do CEU no Residencial Margaridas ganhará campo de futebol society

Publicado

A Praça do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) ganhará, em breve, mais um equipamento público para atender os moradores da região do Residencial Margaridas. Com recursos próprios, a Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, deu início na construção do campo de futebol society,

“O campo ampliará as opções de lazer de crianças, jovens e adultos da região”, disse a gerente do departamento de obras e urbanismo da Secretaria Municipal de Esportes, Bruna da Silva, acrescentando que a empresa contratada já iniciou os preparativos do terreno para a construção do campo de futebol society, que será gramado e terá alambrado ao seu redor.

Orçada em R$ 448.707,26, essa obra faz parte dos investimentos que a gestão municipal vem realizando para o lazer, a convivência social e o estímulo de atividades esportivas, visando contribuir para o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida da população rondonopolitana.

“O esporte é uma ferramenta que proporciona lazer e qualidade de vida. A construção do campo, que atende uma reivindicação dos moradores, é um investimento que irá proporcionar mais lazer e também saúde aos moradores. Já que o esporte ajuda na prevenção de doenças e afasta crianças e jovens de risco social”, destaca Bruna.

Inaugurado em março do ano passado, o CEU, que teve um investimento de cerca de R$ 1,4 milhões, conta com outros equipamentos esportivos, como pistas de caminhada e skate, espaço para jogos, quadra poliesportiva coberta, academia de ginástica.

Veja Mais:  Prefeitura fortalece parceria para viabilizar a sede própria do Indea-MT em Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Marinha do Brasil realiza dois dias de atendimentos em Rondonópolis

Publicado

A Capitania Fluvial de Mato Grosso (CFMT), da Marinha do Brasil, está em Rondonópolis e realizará atendimento ao público nesta quinta e sexta-feira (27 e 28), das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 18 horas, em sala anexa a Secretaria Municipal de Cultura no Casario. Entre os serviços ofertados está a regularização de documentos de embarcações.

A articulação da vinda da CFMT é da Secretaria de Desenvolvimento Econômico que também conseguiu parceria com uma escola náutica para os interessados em obter a Arrais, carteira de habilitação necessária para conduzir embarcações.

A turismóloga responsável pelo Setor de Turismo da Prefeitura de Rondonópolis, Noemia Oliveira afirma que a vinda da CFMT é uma ótima oportunidade de atendimento aos moradores de Rondonópolis e de todas as cidades vizinhas, pois o deslocamento é muito menor quando comparado com a sede localizada em Cuiabá.

Maiores informações podem ser obtidas por meio de contato telefônico nos números 66 3411-5768 ou 3411-5764.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura realiza Mutirão de Negociação Fiscal de 18 de novembro a 18 de dezembro
Continue lendo

Rondonópolis

Reitora, Diretores de Institutos e professores da UFR são recebidos na prefeitura

Publicado


A Reitora da Universidade Federal de Rondonópolis Analy Castilho Polizel, os diretores dos quatro “Institutos Científicos” da instituição, bem como, o vereador Silvio Negri, e diversos professores, foram recebidos pelo prefeito municipal Zé Carlos do Pátio na manhã desta quarta-feira (26), em seu gabinete, para tratar de parcerias entre a administração municipal e a universidade.

Conforme a Reitora, o objetivo da visita, foi estreitar as relações e tratar de convênios e parcerias já existentes e futuras entre as entidades, no sentido de atender as demandas de Cursos e Projetos de Extensão, não apenas da instituição de ensino, mas sobretudo, do município.

O prefeito se mostrou sensível às propostas da reitora, se comprometendo em não apenas manter as atuais parcerias; NEATI – Núcleo de Estudos e Atividades da Terceira Idade; Central de Línguas e, Cursinhos, mas, também estabelecer novas parcerias.

Todavia, Ele solicitou à direção da UFR, para que adeque e direcione a grade de cursos de qualificação e formação acadêmica, de forma que desperte competências e habilidades direcionadas para a realidade do nosso mercado de trabalho; fazendo entre outras coisas, com que os acadêmicos (futuros profissionais), se interessem pelos cursos de exatas (matemática); física, e química, agronomia, entre outros, e o mais importante: que permaneçam no município após a graduação.

“É importante que a universidade esteja mais voltada para as demandas do mercado local e regional, criando cursos que atendam as demandas locais, como a formação de professores de física, química e matemática, que a gente não tem! E, ainda que, os futuros médicos; a maioria gente de fora, se interesse em ficar na região, ampliando a oferta de mão de obra médica; infelizmente ainda tão carente no município. Nós precisamos muito de médicos! O mercado local tem muita demanda e absorve toda a mão de obra que estiver disponível. E eu, quero fazer estas parcerias com a UFR”, garantiu o prefeito.

Veja Mais:  Câmara homenageia Lions Clubes de Rondonópolis

ELEVAÇÃO DE NÍVEL 

 Zé do Pátio, ainda reforçou a intensão em concretizar imediatamente a parceria com a UFR para a disponibilização de cursos na área de formação e qualificação de professores para elevação de nível, conforme exigência do PCCV.

Ele também destacou a parceria já existente entre o Instituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas (ICAT), e a Secretaria Municipal de Agricultura, na análise de solo e alimentos entre outros. Zé do Pátio garantiu que a prefeitura vai ajudar a completar o laboratório do ICAT, adquirindo os equipamentos necessários.

RESIDÊNCIA MÉDICA 

 Mas um dos assuntos mais importantes, foi a sugestão apresentada pela Universidade, no que diz respeito aos futuros acadêmicos de “residência médica”, que a partir de 2021, poderão estabelecer parcerias com o município, para atender nas unidades de saúde locais. A ideia é criar um atrativo de trabalho local que possa convencer os futuros médicos a permanecerem trabalhando no município, e suprir a demanda existente.

Outra proposta da reitora Analy, é também ampliar a participação dos acadêmicos de psicologia, farmácia e enfermagem nas unidades de saúde da atenção básica, que atendem as comunidades mais vulneráveis.

O prefeito designou a Secretária Municipal de Ciências e Tecnologia, Neiva de Col, para estabelecer estas parcerias com a UFR, realizando os encaminhamentos necessários para a assinatura dos respectivos convênios.

De acordo com o prefeito estas parcerias de colaboração entre a UFR e a Prefeitura, vão possibilitar ações efetivas que vão influenciar a correção e elevação do nível de ensino na rede municipal, aumentando por sua vez, os indicadores oficiais do IDEB e melhorando o nosso IDH, indicador que mede a qualidade de vida da população.

Veja Mais:  Câmara se posiciona a favor de concursados a agentes penitenciários
Fonte:

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana