conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Saúde atua para dar continuidade em obras de PSFs que foram paralisadas

Publicado

Foto: Assessoria

A Secretaria Municipal de Saúde está trabalhando para a retomada das obras remanescentes de Postos de Saúde da Família (PSFs) em algumas regiões da cidade. A intenção é resolver os problemas que levaram a paralisação das obras o mais rápido possível e finalizar os processos licitatórios para a retomada das obras.

O PSF do Marechal Rondon estava com as obras paradas, uma nova licitação foi feita e a Construtora São Lucas, vencedora do processo, já recebeu ordem de serviço e retomou a obra, hoje com 10,89% da construção realizada. Uma nova licitação está em andamento para a obra complementar de drenagem e muro de arrimo, que será feita na área. O PSF do Marechal Rondon será construído com recursos do Ministério da Saúde com contrapartida do município.

Também foi concluída a atualização orçamentária do PSF do Jardim Liberdade e o processo de licitação deve ter início nos próximos 10 dias. A demora no início da obra ocorreu depois que a empresa vencedora da licitação desistiu da construção mesmo antes de dar início às obras, que conta com recursos do Ministério da Saúde, mais contrapartida municipal.

No Residencial Dom Pedro Casaldáliga, a obra do PSF também foi paralisada após desistência da empresa vencedora da licitação, que efetuou apenas 14,26% da construção. Com recursos do Ministério da Saúde, o projeto passa por uma reprogramação orçamentária para que se dê início a um novo processo de licitação.

Veja Mais:  Com novos maquinários, Prefeitura recuperará cerca de 80 km de estradas na Gleba Rio Vermelho

Já o PSF do Jardim Morumbi está com as obras paralisadas depois que duas empresas desistiram de finalizar a construção. Uma nova licitação teve início, após a atualização orçamentária da obra, que tem 32,46% do projeto executado. A obra do PSF do Jardim Morumbi é proveniente de recursos do Ministério da Saúde com contrapartida da Prefeitura.

Obras em andamento

Também estão em construção em Rondonópolis outros seis PSFs. As obras já estão sendo finalizadas no Residencial André Maggi e em andamento no Mathias Neves, Dom Osório, Verde Teto, Alfredo de Castro e no Parque das Águas.

As obras são realizadas com recursos do Ministério da Saúde e contrapartida municipal.

Comentários Facebook

Rondonópolis

34ª edição da Corrida da Bandeja acontece no domingo (22) em Rondonópolis

Publicado

Imagens da 33ª Corrida- Foto: Ilcimar Aranhas

Acontece no próximo domingo (22), em Rondonópolis, a 34ª edição da Corrida da Bandeja, que já se tornou tradição na cidade. O evento será realizado na Avenida Otaviano Muniz, com início às 14h30.

A competição será organizado pelo Sindicato dos Empregados no Comércio de Bares, Restaurantes, Churrascarias, Pizzarias, Lanchonetes, Boates e Similares Sul/MT(Sindecombares/Sul-MT), a corrida celebra o encontro dos funcionários do setor da Região Sul de MT.

A premiação surpresa serão para os 5 primeiros colocados no masculino e feminino. Terá também a corrida para o público da terceira idade.

O percurso da corrida para a categoria masculina terá 800 metros e para as mulheres 400 metros.

Para o atleta, a prova consiste levar uma bandeja com guardanapo, garrafa e copo, sem deixar derramar o líquido que é colocado em ambos os recipientes. Caso o competidor derrame qualquer quantidade do líquido, está automaticamente desclassificado.

“Teremos a participação da Associação da Terceira idade de Rondonópolis, além de garçons de Rondonópolis, outras cidades como Campo Grande, Cuiabá e Primavera do Leste”. Disse Aurinetes presidente do Sindicombares/SUL.

Qualquer pessoa que tenha interesse poderá participar da corrida, e poderão fazer a inscrição que é gratuita no local da prova. Maiores informações (66) 9.9212-9800

Comentários Facebook
Veja Mais:  Prefeitura de Rondonópolis lança obras do Parque Encontro das Águas nesta quarta-feira (8)
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeito recebe entidades e reafirma compromisso de continuar parceiro da Santa Casa

Publicado

Foto: Helder Faria

O prefeito Zé Carlos do Pátio recebeu, na manhã desta sexta-feira (20), no auditório da Prefeitura de Rondonópolis, representantes de 32 entidades da sociedade civil organizada para falar sobre a situação crítica que vive a Santa Casa.

Na ocasião, Pátio reafirmou o compromisso do município continuar parceiro da instituição. No entanto, ressaltou que, por se tratar de uma instituição privada e não pública, a administração municipal só pode repassar recursos mediante prestação de serviços.

“A Santa Casa é uma empresa privada, com CNPJ, que presta serviço e emite nota. Nós, a prefeitura, contratamos a Santa Casa e pagamos pelos serviços hospitalares que realiza. Ela não pode receber sem prestar serviço”, enfatizou o prefeito, lembrando que, por entender a gravidade da situação que a instituição passa, o município está ajudando até onde é possível.

“Já ajudamos e estamos dispostos a continuar com esta relação de parceria.  Por conta da situação, já adiantamos vários meses de incentivos para amenizar. No entanto, o município não pode fazer mais do que está sendo feito. Não podemos dar um plus que a Santa Casa quer, só podemos, legalmente, pagar mediante produção”, explicou o prefeito.

Pátio disse ainda que a Prefeitura está disposta a contratualizar mais serviços com a Santa Casa, mas reclamou que a instituição não está conseguindo atender as demandas do município. “Cabe a eles realizarem o que precisamos, mas não estão conseguindo por falta de capacidade. Queremos contratar mais serviços da Santa Casa. Para nós (município) é muito melhor pagar por serviços realizados aqui em Rondonópolis do que em outros municípios, como Cuiabá e Poxoréu, por exemplo, que estamos tendo que fazer hoje para cumprir a nossa meta de zerar as filas que existiam em diversos tipos de exames e cirurgias”, assinalou.

Veja Mais:  Parceria com PM garante realização do Proerd na rede municipal

Ele lembrou que no início de 2017 o município tinha uma demanda reprimida de mais de 8.800 cirurgias de vários tipos. Hoje, as filas estão praticamente zeradas. “Vamos zerar todas. De exames, a mesma coisa. Mamografias, por exemplo, tínhamos mais oito mil mulheres na fila. Hoje, não tem mais demanda reprimida, fazem aqui na cidade. Contratamos o Cedir para realizar este e outros exames”, comentou o prefeito. “Estamos valorizando as instituições da cidade”.

A partir de dados de recursos investidos no setor e pagamentos de serviços realizados pela Santa Casa nos últimos dez anos, que foram apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde, Izalba Albuquerque, ele destacou que o município, investe hoje praticamente o dobro dos 15% que é obrigado a investir do seu orçamento em Saúde. “Estamos investindo mais do que o Estado e a União juntos”, comparou, lembrando que o financiamento da Saúde Pública no Brasil é tripartite, ou seja, as responsabilidades são divididas entre União, Estado e Município.

“Estamos pagando, pagamos à vista os serviços que contratamos. Nunca atrasamos, o que demonstra o nosso compromisso.  É inegável que há problema de gestão, a Santa Casa tem que melhorar. Mas também tem que envolver mais o governo do Estado e a União”,

Um dos representantes das 32 entidades presentes, o presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Rondonópolis, Stalin Paniago, ressaltou a importância do prefeito receber a sociedade civil organizada da cidade para tratar da Santa Casa de Misericórdia. “É muito importante esta abertura que o prefeito está dando para conversarmos sobre a movimentação da sociedade para ajudar a solucionar esta situação crítica da Santa Casa, que atende pelo SUS não só Rondonópolis, mas outros municípios da região”, disse.

Veja Mais:  Agentes de combate a endemias de Rondonópolis devem receber incentivo financeiro adicional pelo 2º ano consecutivo

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Diretoria do Comsan apresenta a conselheiros os avanços no saneamento básico da cidade

Publicado

Foto: Assessoria

Os avanços nas obras de saneamento básico, bem como os resultados dos últimos anos em investimento, foram os assuntos apresentados aos integrantes do Conselho Municipal de Saneamento Ambiental – Comsan, durante reunião realizada na sede do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, no Monte Líbano, nesta sexta-feira (20). A presidente do Conselho e diretora geral do Sanear, Terezinha Silva de Souza, explicou que o trabalho de 12 anos trouxe resultados positivos. O último deles foi a premiação do Instituto Trata Brasil, que classificou Rondonópolis entre as seis cidades do Brasil que mais avançam em saneamento básico.

Segundo ela, Rondonópolis deve atingir, até o final do ano de 2020, a Universalização do Saneamento. “A cidade está sendo preparada para os próximos 10 anos. Muito foi feito e a previsão é fazer ainda mais. Estamos com projetos para o esgotamento sanitário dos bairros que ainda não contam com o serviço. Aprovados estes projetos, atingimos 100% de esgoto na cidade. No quesito água, a duplicação da Estação de Tratamento vai garantir que o abastecimento seja reforçado. Esse trabalho só foi possível, porque as gestões assumiram o desafio de executar as obras do PAC”.

Terezinha informou aos conselheiros que recebeu o convite do Governo Federal para ir, junto ao diretor técnico da autarquia, Hermes Ávila, à Brasília apresentar as boas experiências no saneamento básico aplicadas em Rondonópolis. “É muito importante para a cidade ser convidada para apresentar seus projetos em saneamento. Isso porque, somos umas das poucas empresas de saneamento do Centro-Oeste geridas pela administração pública. É sinal de que dá certo, basta saber como aplicar bem os recursos e ter bons projetos”, defendeu.

Veja Mais:  Parceria com PM garante realização do Proerd na rede municipal

Hermes Ávila, diretor técnico da autarquia, apresentou as obras que estão acontecendo na cidade. “Concluímos a duplicação da Estação de Tratamento de Esgoto, a implantação do sistema de esgotamento sanitários em bairros como Poroxo, Jardim Iguaçu, Atlântico e Europa e estamos finalizando em outros, como Sagrada Família, Colina Verde e Parque São Jorge. Outro grande avanço é a obra do desarenador que, após concluída, deve otimizar a captação de água do Rio Vermelho, que é o responsável hoje por 49% do abastecimento da cidade. A cidade está evoluindo neste setor e são muitas obras que ainda estão previstas até o final de 2020”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana