conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Secretário faz visita técnica no terreno do Parque Tecnológico

Publicado

Nessa quinta-feira (10.01), o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso, Nilton Borgato, visitou o terreno onde será construído o Centro de Inovação. Ele esteve acompanhado da superintendente de Inovação, Lecticia Figueiredo, o superintendente de Gestão Sistêmica, Fabio Vieira Alves e a equipe do Parque Tecnológico.

O objetivo da visita foi o de conhecer a área e traçar as ações para 2019. O parque será construído em Várzea Grande, no bairro Chapéu do Sol, com investimento de R$ 8 milhões e recursos provenientes de Termo de Cooperação Técnica celebrado com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat). São 80 hectares, sendo 16 deles voltados para instituições públicas, empresas âncoras e startups, mais 64 hectares para abrigar empresas inovadoras e já consolidadas, que tenham foco em inovação.

O secretário Nilton Borgato gostou da área destinada para a construção do Centro de Inovação. “O Parque Tecnológico é de extrema importância para as empresas do nosso Estado, pois irá acelerar a inovação e o desenvolvimento econômico de Mato Grosso”, afirmou Borgato.

No entorno do Parque Tecnológico, já estão em construção os novos campi da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

A superintendente de Desenvolvimento Cientifico, Tecnológico e de Inovação, Lecticia Figueiredo explica que o parque será um ambiente voltado à criação, desenvolvimento, disponibilização de soluções tecnológicas e atração de empresas inovadoras ao mercado. “O objetivo principal do Parque será trabalhar com as áreas de Agronegócio, Biotecnologia, Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC’s – hardwares e softwares, Geociências, Química verde e Novos materiais”.

Veja Mais:  Equipe do MTPrev participa da 64ª Reunião do Conselho Nacional

Borgato aproveitou para agradecer a parceria com a Prefeitura Municipal de Várzea Grande. “Esse empreendimento vai transformar a região e o nosso Estado em um polo de tecnologia e inovação”.

A expectativa é de que o Parque movimente mais de 1,3 mil empregos diretos e indiretos nos três módulos de funcionamento: Parque Tecnológico (espaço para o desenvolvimento de inovação pelas empresas), parque de serviços (focado na promoção de serviços para empresas, indústrias e comunidades) e Parque científico (espaço para formação e qualificação de pessoas, núcleos de universidade, laboratórios e centros de P&D).

Comentários Facebook

Mato Grosso

CGE vai fiscalizar suspensão de despesas

Publicado

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) vai fiscalizar junto aos órgãos estaduais o cumprimento do decreto (nº 08/2019) que estabelece medidas de contenção de despesas no Governo de Mato Grosso pelo período de seis meses, especialmente em relação à suspensão das despesas de custeio especificadas nos artigos 7 e 8 da normativa.

O monitoramento será executado com o auxílio da inteligência da informação. É que a CGE possui estrutura de tecnologia que permite aos auditores do Estado cruzar dados (trilhas de auditoria) e obter paineis de comportamento de situações sensíveis no exato momento em que ocorrem, o que possibilita mais agilidade na identificação de riscos.

Com isso, os auditores podem alertar de maneira célere os gestores das secretarias sobre eventuais práticas inadequadas logo no início dos trâmites para a execução das despesas, contratações e folha de pagamento.

Outra frente de atuação será indicar aos gestores as recomendações de redução de despesas já emitidas pela própria CGE em trabalhos anteriores de auditoria e controle, mas que não foram implementadas à época.

A CGE também vai auditar as licitações e os contratos na hipótese da identificação de indícios de irregularidades quando da reavaliação dos contratos vigentes estabelecida no Decreto Estadual nº 08/2019.

Pode ser que o contrato em questão já tenha sido objeto de auditoria pela CGE. Neste caso, o trabalho será reencaminhado ao atual gestor da pasta a que se refere o contrato para auxiliar nas decisões administrativas. 

Veja Mais:  Com aval de ministro, governador decreta calamidade financeira

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Recursos vão auxiliar no transporte escolar e em programas sociais de MT

Publicado

O transporte escolar é um dos direitos básicos do aluno e sua manutenção está entre os desafios do poder público. A secretária de Estado de Educação, Marioneide Angélica Kliemaschewsk, afirma que com os repasses do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), proposto pelo Governo do Estado, será possível assegurar a melhoria da prestação desse serviço em Mato Grosso.

“A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) se sente honrada em poder colaborar no processo de conclusão da cidadania e o Fethab será importante para isso”, frisa Marioneide. A secretária explica que implementar o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE) ainda é um obstáculo à administração pública e que precisa ser superado.

“Esse serviço custa hoje R$ 102 milhões (ano em MT) e apenas pouco mais de R$ 4 milhões vem do governo federal. O restante é proveniente da Fonte 100 do Estado (receita própria), que tem capacidade limitada e isso dificulta os repasses aos municípios”.

Os recursos do Fundo vêm justamente para assegurar o transporte escolar, fazendo com que o aluno chegue em tempo hábil à escola. “Sem o Fethab nós não conseguiremos realizar de forma satisfatória esse serviço”, ponderou Marioneide.

Assistência Social

O dinheiro do Fethab também chegará em boa hora e dará respaldo aos programas da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência social, que atendem principalmente cidadãos em situação de grande vulnerabilidade social.

Veja Mais:  Empresário é atacado no rosto por cobra sucuri em MT

“É um recurso de fundamental importância e que vem a contribuir muito com nossos projetos e programas, impactando diretamente na vida da população mato-grossense”, afirmou a secretária da pasta, Rosamaria Carvalho.

Jane Barros Reis e os filhos estão hoje entre os beneficiados pela política de assistência social do Governo. Foto: José Medeiros/Gcom MT

Conforme a secretária, está sendo conduzida uma avaliação de todas as ações da pasta para definir as prioridades da gestão. “O Fethab vai fortalecer financeiramente a secretaria como um todo”.

Projeto de Lei

O Governo do Estado enviou na segunda semana de janeiro à Assembleia Legislativo uma proposta que altera a Lei do Fethab. Na prática, a mensagem propõe ampliação da arrecadação com mudanças nas alíquotas que incidem sobre a comercialização de produtos do agronegócio, incluindo as operações voltadas à exportação.

Pelo Projeto de Lei, 65% dos repasses ao Fethab serão destinados ao Tesouro Estadual, visando investimentos em ações nas áreas de segurança pública, educação e assistência social. A mensagem integra o pacote de leis denominado “Pacto por Mato Grosso”, que busca estabelecer parâmetros legais para conter as dificuldades financeiras enfrentadas atualmente pelo Estado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

CGE lamenta falecimento de ex-ouvidora da Saúde

Publicado

Como responsável pela coordenação técnica da Rede de Ouvidorias do Governo de Mato Grosso, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) manifesta sua solidariedade com os familiares e amigos da servidora Debbiê Caporossi Soares, que faleceu nesta quinta-feira (17.01) em decorrência de câncer.

Debbiê foi ouvidora setorial da Secretaria de Estado de Saúde (SES) no período de 26/05/2015 a 03/02/2016, quando se afastou do serviço público para tratar da doença.

O corpo da servidora está sendo velado na Capela Jardins (Sala Roseiras), em Cuiabá. O sepultamento está marcado para esta sexta-feira (18.01), às 15h30, no Cemitério da Piedade.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Regional de Alta Floresta realiza fiscalização em Paranaíta
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana