conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Sem ser preso Justiça concede habeas corpus para suspeito de matar cliente em posto de combustível em Rondonópolis

Publicado

Maroan Fernandes Haidar Ahmed — Foto: Divulgação

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinaram a substituição do mandado de prisão expedido contra Maroan Fernandes Haidar Ahmed por medidas cautelares, entre as quais a entrega do passaporte.

Maroan, que nunca foi preso, é acusado de matar um cliente de uma conveniência em um posto de combustível em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2018 durante uma discussão por farol alto. O cliente, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, morreu no local.

Mesmo assim, os desembargadores entenderam que não há motivos para a prisão do acusado, que havia tido a prisão decretada pelo juiz Wagner Plaza Machado Junior, da Primeira Vara Criminal de Rondonópolis.Os desembargadores acolheram a tese da defesa de Maroan de que o resultado da perícia papiloscópica apontou que as digitais encontradas nas garrafas de água que estavam no carro, supostamente conduzido pelo acusado na ocasião do crime, não convergem com as dele. Também não convergem com as digitais dele aquelas encontradas na capa do volante do veículo.

Veja vídeo ‘Fábio’ sendo morto a tiro em Rondonópolis

Foragido, o jovem chegou a postar fotos de praia e outra foto com um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste.

Em janeiro deste ano, postou fotos de uma praia na internet.

O crime foi registrado em novembro do ano passado durante uma discussão por farol alto. O cliente, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, morreu no local.

Em uma das fotos – que ficam disponíveis por 24 horas -, Maruan mostra uma paisagem dentro de um barco com comidas e bebidas.

Na outra publicação, o jovem fotografou um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste.

Da redação com G1

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil conclui inquérito da operação Reditus com 57 alvos presos

Publicado


Assessoria | PJC-MT

 

A Polícia Judiciária Civil concluiu o inquérito policial da operação Reditus, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Rondonópolis (212 km ao Sul), com objetivo de combater uma facção criminosa envolvida em diversos crimes como tráfico de drogas, tortura, roubas e corrupção de menores.

A operação foi deflagrada em dezembro de 2019, visando dar cumprimento a 108 ordens judiciais, sendo 67 mandados de prisão preventiva e 41 de busca e apreensão domiciliar. Durante os trabalhos, 57 alvos tiveram as ordens judiciais de prisão cumpridas, sendo 45 presos em Rondonópolis, 10 em Pedra Preta, um em Cuiabá e um na cidade Amambai, Mato Grosso do Sul.

A operação também resultou na apreensão de R$ 12 mil em dinheiro, 08 veículos (05 carros e 03 motocicletas), avaliados em R$ 300 mil, além do fechamento de dois estabelecimentos comerciais utilizados pelo grupo criminoso para lavagem de dinheiro e 18 volumes de informações produzidos durante a investigação.

O procedimento investigativo presidido pelo delegado Santiago Rozendo Sanches e Silva foi concluído, na quinta-feira (17), e encaminhado para 7ª Vara do Crime Organizado de Cuiabá. “Foi uma das maiores operações já realizadas em Rondonópolis, desarticulando o grupo criminoso que atuava no município e região, destacando a volta do controle estatal em regiões antes dominadas pelo crime”, disse o delegado.

Veja Mais:  Buraco na ponte do Rio Sangradorzinho é consertado

Investigações

As diligências que resultaram na operação Reditus iniciaram em 2018 para apurar crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, tortura, roubos e corrupção de menores. Os trabalhos culminaram na identificação de suspeitos, alguns recolhidos em unidades prisionais de Rondonópolis e Cuiabá, e outros integrantes que circulavam livremente para região cometendo diversos crimes.

Conforme investigação da Polícia Civil de Rondonópolis, o grupo era bem estruturado e ordenado, com divisão de tarefas entre seus integrantes, responsável por grande parte das ocorrências praticadas na região do sul de Mato Grosso.

Durante monitoramento da associação, foi possível mapear o funcionamento, com a identificação dos membros e suas respectivas funções. As principais características dentro do grupo eram hierarquia, organização pré-definida com disciplina e gerentes, fluxo financeiro com pagamento de mensalidades, taxa sob o tráfico de droga, extorsão de empresários, entre outros.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis cumprem mandado de prisão contra foragido de SP

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Barra do Garças cumpriram na tarde desta quinta-feira (16.01) mandado de prisão contra um suspeito foragido do estado de São Paulo. O homem estava com prisão em aberto decretada pela Comarca de Panorama, no interior paulista, pelo crime de estelionato.

A Polícia Civil recebeu informação da Delegacia de Homicídios de Campo Grande de que o suspeito estava residindo em Barra do Garças. Após diligências, os policiais conseguiram localizar o foragido e deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva.

O suspeito será encaminhado a audiência de custódia, ficando à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  PM prende dois por tráfico e encontra droga enterrada em quintal em Pedra Preta
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende adolescente suspeito de roubo a loja no interior do estado

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá) apreenderam nesta quinta-feira (16.01) um adolescente suspeito pelo roubo a uma lan house na cidade. O crime ocorreu na noite de quarta-feira quando o suspeito entrou na loja, anunciou o roubo pedindo para entregar dinheiro do caixa e fugiu levando também celulares das vítimas.

Após comunicada do roubo, a Polícia Civil iniciou diligências e na tarde desta quinta-feira, os investigadores conseguiram identificar, localizar e apreender o adolescente e recuperar um dos celulares roubados.

O adolescente possui outras passagens pela polícia, tendo inclusive cumprido medida de internação provisória, determinada pela justiça, no Sistema Socioeducativo do estado.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Casal é detido por briga de faca em Rondonópolis
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana