conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Simininas fazem bonito na passarela da 10ª Edição do Moda Kids

Publicado

As meninas assistidas pelo Programa Siminina, do bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, fizeram bonito na passarela na noite do último sábado (05), em mais uma edição do desfile Moda Kids realizada no Hotel Fazenda Mato Grosso.

Para esse ano, o evento que já acontece há dez anos, promovido pelo produtor de moda, Edson Gilherme, ganhou um tom especial. Carinhosamente cuidado pela primeira-dama Márcia Pinheiro por meio de parceria firmada, toda renda arrecada será destinada para a construção da segunda sala de ballet do programa para essa Unidade.

Mais de 800 pessoas na passarela, entre meninos, meninas, bebês e mães com seus filhos abraçaram essa importante causa social que irá contribuir com esse projeto que atende mais de 1.200 meninas com idade entre 05 e 14 anos.

Lara da Silva, 08 anos, foi uma das modelos escolhidas disse que desde que recebeu a notícia de ter sido uma das escolhidas não dormiu mais uma noite inteira de sono. “Fiquei muito, mas muito feliz e emocionada. Realizei mais um desejo que pensei que nunca poderia se realizar”, contou. 
Ana Carolina Soares dos Reis, 09 anos disse ter ficado muito empolgada até chegar o grande dia. “Sempre quis desfilar e agora realizei o meu desejo. Obrigada tia Márcia e tia Dalma pelo enorme carinho com a gente”, declarou.

Veja Mais:  Pinheiro lamenta falecimento do conhecido pediatra Dr. José Fernando Vinagre

A primeira sala de Ballet entregue foi no mês de agosto desse ano, no Distrito do Sucuri, totalmente equipada com espelhos, papel de parede personalizado, azulejada e com barras fixas para prática de ballet. Ações que comumente contam com parcerias da iniciativa privada. “Quando levamos oportunidade para essas crianças praticarem atividades como ballet, ainda mais em comunidades distante do centro é porque estamos pensando nas pessoas. O nosso compromisso é justamente oferecer oportunidade pra as pessoas e nessa linha tem sido o Siminina, onde temos buscado parceiros e amigos que estão ajudando a promover mais inclusão social para que no futuro essas meninas venham a se tornar grandes mulheres”, disse a primeira-dama Márcia Pinheiro.

“É muito bom poder trabalhar com o que gosta e ainda ajudando a dar um novo sentido a vidas destas meninas, pois a passarela fashion é maravilhosa, o palco da vida é, no entanto, supremo. Sobretudo, o Moda Kids, coloca em um mesmo espaço pessoas que têm condições financeiras, com aquelas que dentro da pirâmide social vivem mais à margem, criando uma grande rede do bem”, declarou o produtor de moda, Edson Guilherme.

A coordenadora do programa, Dalma Beatriz Monteiro comentou que, apesar de já ser o terceiro ano que as meninas participam do desfile, cada vez é uma emoção diferente, sem explicação. Com isso, podemos afirmar, salientou Dalma, que a sociedade entendeu e atendeu ao chamado para a construção de mais uma sala para atender o Programa Siminina, que dentre os princípios está no trabalho e formação dessas meninas como futuras mulheres preparadas tanto psicologicamente como profissionalmente. “É uma honra, mais uma vez participar desse grandioso evento. As nossas meninas já participam do Moda Kids por três anos consecutivos. Apesar da frequência, cada ano uma emoção diferente”, enfatizou.

Veja Mais:  Prefeitura participa de Mutirão Limpa Nome da CDL e oferece desconto em negociações

Na oportunidade, Edson Guilherme não escondeu a satisfação de estar à frente da organização. “O que mais o emociona é o quanto estes eventos são capazes de mudar a vida destas garotas. 15 meninas do projeto desfilaram, vestidas com as marcas mais famosas do país”, destacou. 

O programa na Capital atende estas menores, por meio de um trabalho extracurricular oferecendo desde aulas de música, reforço escolar, aprendizagem de idiomas, judô, informática, artesanato, até aulas de balé. “Isso demonstra que o Siminina se transformou em referência de sucesso na parceria público-privado. A palavra que resume esse momento é gratidão. O meu muito obrigado a todas essas pessoas que contribuíram para que mais um sonho voltado ao programa seja concretizado. Estou muito feliz”, concluiu Márcia Pinheiro.

 

 

 

Comentários Facebook

Na Capital

Policlínica do Planalto não receberá pacientes na noite desta quinta-feira, 27

Publicado


A Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá comunica à população que a Policlínica do bairro Planalto terá os atendimentos interrompidos das 19h desta quinta-feira (27) até as 00h de sexta-feira (28). A paralisação será necessária para execução de reparos na parte elétrica da unidade e culminará no desligamento do quadro geral de energia. Durante a interrupção, a orientação da Secretaria é que a população busque pelos serviços em outras unidades da rede SUS.

 

 

 

Comentários Facebook
Veja Mais:  Treze unidades de saúde da região Oeste estão abertas neste sábado
Continue lendo

Na Capital

Defesa Civil monitora o volume de chuva em Cuiabá

Publicado

 

A Defesa Civil, ligada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, realiza o monitoramento do volume de chuva registrado na Capital. O mais recente levantamento aponta que até a data de hoje (27), o acumulado chegou a 243 milímetros (mm), o que representa um acréscimo de 15% se comparado ao mesmo período do ano passado. A média histórica, para fevereiro nos últimos dez anos, é de 210 milímetros.

Com base nos dados já coletados, estima-se que até o último dia do mês de fevereiro, o acumulado deverá aumentar ainda mais, entre  10 e 15 mm, do total de volume já registrado. Segundo o coordenador operacional da Defesa Civil Municipal, tenente-coronel Paulo Selva, a média esperada para o mês de março é um pouco menor, com a previsão de 170 milímetros, mas o trabalho de monitoramento terá continuidade. “A Defesa Civil está trabalhando ainda, com uma situação de normalidade, embora em alguns pontos da cidade tenhamos áreas mais propensas a alagamentos”.

Considerando o volume já registrado desde o início do ano e como medida preventiva, a Defesa Civil estuda implementar o trabalho já desenvolvido com a efetivação de equipes plantonistas para o período noturno e finais de semana. Caberá aos profissionais, juntamente com as equipes do Corpo de Bombeiros, o desenvolvimento de um trabalho suplementar considerando as situações decorrentes de intempéries, como deslizamentos e desabamentos. O coordenador ainda orienta ainda à população que se mantenha alerta ao menor sinal de incidentes. Pede ainda que o socorro (por meio do canal de emergência 193) seja acionado.

Veja Mais:  Criação da Ouvidoria da Educação é abordada na Semana Pedagógica

“É essencial que diante de uma situação de iminente perigo as pessoas mantenham a calma, procurem locais seguros e acionem os órgãos competentes para o devido socorro. Evite se locomover pelas enxurradas, não se abrigue ou estacione debaixo de árvores, e também não utilize equipamentos elétricos no caso de eles estarem molhados ou em locais úmidos, por causa das descargas elétricas. Isso são alguns cuidados que protegem à vida diante de uma tempestade,” orienta.

Serviço:

As pessoas que se encontrarem expostas às situações de risco e precisarem de resgate devem acionar, em  primeiro contato, o setor de urgência e emergência do Corpo de Bombeiro pelo número 193. Em casos de possíveis desmoronamentos, rachaduras, entre outros, a população pode acionar a Defesa Civil pelo número (65) 3623-9633.

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Cuiabá confirma responsabilidade fiscal e recebe nota positiva na Capacidade de Pagamento

Publicado


Conforme projetado pelo Executivo municipal, a gestão conseguiu, pela primeira vez, colocar o Município em situação fiscal real que resultou na avaliação B de Capacidade de Pagamento (CAPAG), realizada pelo Tesouro Nacional. A análise leva em consideração os indicadores Endividamento, Poupança Corrente e Liquidez, sendo que em dois deles a Capital foi apreciada como A e em outro como B. Dessa forma, na média geral Cuiabá ficou com B, índice considerado positivo.

A partir do estudo da receita e despesa corrente, a CAPAG é responsável por avalizar a situação fiscal dos Estados e Municípios que pleiteiam contrair empréstimos com a garantia da União. Seguindo o diagnóstico, é possível mensurar se a realização de uma operação de crédito representa algum risco para os cofres públicos. O cálculo é efetuado em concordância com as definições da Portaria STN nº 882/2018.

CAPAG

 

“Somos um case de sucesso em um momento no qual as maiorias das Capitais e boa parte dos Estados se encontram em uma crise fiscal sem precedentes. Para se ter uma ideia, na Poupança Corrente, que representa o equilíbrio entre despesa e receita, estamos com nota B. Na Liquidez, que significa o dinheiro em caixa para pagar as obrigações financeiras, recebemos nota A. Por fim, no Endividamento, que determina a capacidade de contrair novos financiamentos, também somos A”, explica o prefeito Emanuel Pinheiro.

Veja Mais:  Prefeitura participa de Mutirão Limpa Nome da CDL e oferece desconto em negociações

Conforme demonstrativos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), publicado no Portal Transparência do Município, em 2019 a Prefeitura de Cuiabá apresentou resultados financeiros positivos. Segundo os dados, o superávit orçamentário foi de R$ 9 milhões. Nesse período R$ 157 milhões foram investidos em obras de infraestrutura, montante equivalente a 7,5% da receita corrente liquida. Ao mesmo tempo, o gasto com pessoal ficou em 50,10%, abaixo do limite prudencial de 51,30%, estabelecido pela LRF.

Outro destaque positivo é que, conforme a Constituição Federal, os Municípios devem destinar ao menos 25% da receita para a área da Educação e, em 2019, Cuiabá aplicou 27,37%. Já para da Saúde, foram dedicados 22,55%, ficando bem acima do exigido, que é de 15%. Nesse mesmo contexto, o resultado primário da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) foi de R$ 35,7 milhões, ultrapassando a meta estabelecida na LDO/2019 que era de R$ 8,5 milhões. 

Também abaixo do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 120%, os dados do setor financeiro do Executivo apontam que a Capital possui uma dívida consolidada de 35,55%. Vale destacar que, no exercício de 2019, o Município amortizou R$ 57,7 milhões de dívida contraída em gestões anteriores, sendo que, de 2017 a 2019, foram pagos R$ 41,2 milhões somente de empréstimos resultante do extinto programa Novos Caminhos. 

Veja Mais:  Reparo na malha viária do Residencial Buriti é iniciado

“Os dados mostram o nosso zelo, responsabilidade ao contrair empréstimos importantes e investir na melhoria da qualidade de vida da população. Estabelecemos esse teto de 35% para que os próximos gestores da nossa Capital tenham essa margem e possam buscar investimentos de forma responsável e garantindo o pagamento regular. Estamos promovendo o desenvolvimento social de Cuiabá sem comprometer o caixa do Município”, pontua Pinheiro.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana