conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Carros e Motos

Smart inicia nova era, com novos carros e apenas motores elétricos

Publicado

source
Smart arrow-options
Divulgação

A nova linha Smart EQ Pure electric estreia elementos de design e interior inteligente

Carro pioneiro da mobilidade urbana, o Smart, da Daimler, marca da Mercedes-Benz, entra numa nova etapa ao ter toda sua gama de veículos convertida para elétrica. Identificada pela sigla EQ e abandonando definitivamente o motor à combustão, essa nova geração introduz um conceito inovador de compartilhamento de serviços digitais e surge também com visual atualizado.

LEIA MAIS: Mercedes-Benz apresenta a EQV, sua primeira minivan totalmente elétrica

A mudança dá início a um novo capítulo na história do veículo. “Somos o primeiro fabricante a mudar completa e sistematicamente de motores de combustão para os exclusivamente elétricos”, diz Daniel Lescow, executivo-chefe da Smart .

Os modelos EQ Fortwo (duas portas), EQ Forfour (quatro portas) e EQ Fortwo Cabrio (conversível) serão os primeiros da nova linha. “Para transitar na dia-a-dia ou dar uma escapada no fim-de-semana, os três apresentam um interior de alta tecnologia, estilo personalizável e um impressionante desempenho elétrico”, afirma o executivo.

Smart arrow-options
Divulgação

O Smart EQ fortwo recebeu nova grade de malha, faróis de LED e novo para-choque com aberturas verticais

Eles são alimentados por uma bateria de 17,6 kWh, que garante uma potência de 82 cv e uma autonomia de 140 a 159 km com uma carga conforme o modelo. Faz de 0 a 100 km em 12,7 segundos. Os carros têm carregador inteligente opcional de 22 kW com função rápida que permite a carga de 80 por cento da bateria em 40 minutos.

Veja Mais:  Citroën C4 Lounge: o que mudou para melhor e pior? Assista ao vídeo

Design e tecnologias

Smart arrow-options
Divulgação

O novo interior é conectado com um sistema de mídia inteligente e compatível com smartphones de novas gerações

Externamente, a linha de cupês é equipada com uma roda de liga leve de 15 polegadas e 5 raios duplos, pintada de preto com um acabamento de alto brilho e novas cores chamativas. Começando pela frente, os carros apresentam uma nova grade de malha, ladeada por novos faróis de LED. O para-choque foi modificado e contam com aberturas verticais. Na traseira, a mudança fica por conta das novas lanternas com filetes de LED.

LEIA MAIS: Clássicos que viram carros elétricos é a nova tendência

A cabine é ampla de acordo com a proposta do Smart mas há mudanças notáveis. Apresenta três acabamento distintos — laranja e preto, branco e preto e apenas preto.

Existe um sistema de informação e entretenimento com tela de 8 polegadas sensível ao toque que promete uma “integração perfeita” com smartphones. O sistema é interativo e fácil de usar. A navegação aparece em 3D e há compartilhamento de vários serviços ao vivo (por enquanto, disponível somente na Europa).

Smart arrow-options
Divulgação

Em fase de testes, o Smart autônomo está nos planos da Mercedes-Benz no projeto-case da montadora alemã

Fator importante para um carro de pequena dimensão e totalmente elétrico, a segurança é padrão Mercedes-Benz. A bateria elétrica tem uma estrutura robusta que oferece proteção contra deformações e, em caso de colisão, seus elementos de alta tensão são desativados.

Veja Mais:  Ônibus da Toyota das Olimpíadas traz tecnologia de carro elétrico

Nos planos da empresa há ainda um veículo mais avançado, o Smart Vision EQ Fortwo. Trata-se do projeto-case da Mercedes-Benz, que “promete ultrapassar os limites da mobilidade conectada, autônoma, compartilhada e serviços e elétrica”. Um veículo conceitual totalmente autônomo já está em teste na Alemanha.

Uma curiosidade é que, desde 2017, a Prefeitura de São Paulo utiliza dois Smart elétrico no serviço de patrulhamento do Parque do Ibirapuera, principal área de lazer da cidade. Cedido em comodato pela Mercedes-Benz à Guarda Civil Metropolitana, visa ser uma demonstração prévia — a primeira da América Latina — da possibilidade urbana de um modelo totalmente elétrico.

LEIA MAIS: Conheça a Polestar, marca de híbridos e elétricos com o DNA da Volvo

Depois de uma primeira etapa sem grande sucesso no Brasil, a Smart promete agora retornar ao mercado nacional com os modelos elétricos Smart EQ Fortwo e Forfour. Com apenas 3,5 metros, pode ajudar no transporte individual, no trânsito congestionado e no estacionamento em áreas urbanas. A questão é o preço: a partir de 20 mil dólares no exterior.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros e Motos

Veja as primeiras impressões ao volante do novo Chevrolet Onix Plus

Publicado

source
Chevrolet Onix Plus azul arrow-options
Divulgação

Novo Chevrolet Onix Sedan ficou mais próximo do Cruze, modelo médio que passa a ficar um patamar acima da novidade

O carro mais vendido do Brasil inicia o seu “segundo ciclo” com o lançamento do novo Chevrolet Onix Plus. Trata-se de uma renovação completa, feita sobre uma nova plataforma global e estreando a família de motores turbo da GM. A versão sedã já está sendo distribuída entre os concessionários no pacote Premier, enquanto o hatch ficará apenas para novembro.

LEIA MAIS: GM mostra detalhes e preços do novo Chevrolet Onix Plus

Na comparação com o Prisma – que segue vivo na versão Joy – o Chevrolet Onix Plus está 3,6 cm mais espaçoso no banco traseiro. A extensão para os joelhos melhorou graças ao novo desenho dos assentos dianteiros inteiriços. Apesar de ter espaço suficiente para levar quatro adultos e uma criança sem apertos, os passageiros mais altos que viajarem no banco traseiro poderão raspar a cabeça no teto.

Salvo não contar com saída de ar-condicionado para os ocupantes do banco traseiro, o Onix Plus traz entrada USB para carregamento de celular. A partir do pacote LT 1 (R$ 57.190), já passa a integrar o carregador por indução, item que marca presença em modelos bem mais caros. 

O acabamento é feito inteiramente em plástico duro, com revestimento em tecido no encosto de braço das portas dianteiras. A qualidade dos materiais não supera a do Fiat Cronos, mas a GM fez um bom trabalho ao apostar em texturas para acrescentar um toque mais refinado. Nesta versão Premier, há opção de escolher entre duas cores para o acabamento: creme e cinza.

Veja Mais:  Jaguar F-Type P300: gato selvagem mostra suas garras

A GM não poupou esforços para deixar o modelo ainda mais conectado. Na versão 2020, o Onix surge com exatamente o mesmo plano de internet a bordo do Cruze. Os pacotes fechados em parceria com a operadora Claro começam em R$ 29,90 e oferecem boa cobertura. Até mesmo nas regiões em que o sinal do celular fica mais fraco, consegui fazer “upload” o vídeo que você confere abaixo – diretamente do carro.

O sistema MyLink apresenta uma nova interface, também importada do Cruze. Mesmo não contando com GPS nativo, é possível espelhar Waze e Google Maps por meio dos recursos Apple CarPlay e Android Auto. A GM ainda oferece o sistema On Star, com serviços de emergência, conciérge pessoal e road service

Acelerando o Chevrolet Onix Plus

interior do Chevrolet Onix Plus arrow-options
Divulgação

Acabamento é simples, mas agrada. Faltaram as hastes para trocas de marcas atrás do volante com boa empunhadura

Nos primeiros minutos ao volante, presto atenção nas características que a Chevrolet preservou entre as duas versões. O painel do  Onix continua inclinado na direção do motorista, mas a linha H do banco foi rebaixada. Isso permite que o condutor se ajuste de forma mais esportiva no habitáculo. O volante multifuncional é simples, mas tem boa empunhadura.

LEIA MAIS: GM terá 11 lançamentos no Brasil em 2019 e aposta nos elétricos

Por alguns instantes, senti que estava dirigindo o Cruze. O Onix tem comportamento direto e estável, aceitando provocações em curvas rápidas sem “cantar” os pneus – mérito do controle de estabilidade, equipamento de série. O novo motor 1.0 de três cilindros com duplo comando de válvulas no cabeçote mostra disposição quando o motorista solicita seus 118 cv de potência e 16,8 kgfm de torque. 

Veja Mais:  Renaultusa poderes de personagem da “Caverna do Dragão” para evitar infração

A GM ainda não divulgou a aceleração de 0 a 100 km/h do modelo automático, mas fica claro que o sedã é ágil e topa retomadas com vigor. O câmbio de seis marchas é o mesmo da geração anterior, porém recalibrado. As trocas de marcha acontecem no momento certo e sem qualquer solavanco. 

Não há aletas para trocas atrás do volante, tampouco possibilidade de mudá-las pela alavanca. O time de engenharia encontrou a solução em dois pequenos botões no topo da manopla.

O isolamento acústico se mostrou satisfatório, mesmo quando elevei o motor aos 5.000 rpm no trajeto rodoviário. A Chevrolet declara que o modelo turbo pode aferir até 17 km/l na estrada, mas o melhor número que extraímos nos arredores de Porto Alegre foi 13,7 km/l – fora dos padrões de medição oficial, acelerando. 

Além das cinco estrelas para a segurança de adultos e crianças nos testes do Latin NCAP, o Onix Plus Premier chega às lojas equipado com sensor de ponto cego, assistente de estacionamento automático e farol tipo projetor. 

O porta-malas de 500 litros caiu para 469 l, mas a Chevrolet afirma que o espaço foi otimizado para atender às necessidades dos proprietários: “as pessoas carregam coisas, não malas”, brincam os executivos. 

 LEIA MAIS: GM mostra novo Tracker na China. SUV chegará ao Brasil em 2020

Conectado, seguro e econômico, o Chevrolet Onix Plus chega para balançar a categoria dos sedãs compactos. Por R$ 76.190, o modelo traz vários equipamentos e tecnologias de carros mais caros. Você ainda poderá solicitar um dos três pacotes de estilo disponibilizados pela GM: Adventure, Elegance e Sport.

Veja Mais:  Ônibus da Toyota das Olimpíadas traz tecnologia de carro elétrico

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Hyundai revela primeira imagem oficial do novo sedã compacto HB20S

Publicado

source

Motor Show

Hyundai HB20S azul arrow-options
Divulgação

Hyundai HB20S fica bem diferente da atual geração, principalmente quando visto de traseira



Depois de mostrar por inteiro o hatch HB20 e no mesmo dia em que a Chevrolet revelou o novo Onix Plus , a Hyundai divulga nesta  sexta-feira (13) a primeira imagem oficial da traseira do novo HB20S, cujo lançamento oficial acontece na próxima semana.

LEIA MAIS: Hyundai HB20 ainda pode surpreender o brasileiro?

A foto revela uma traseira de estilo fastback , pensada para dar ao modelo um visual mais esportivo. De acordo com a marca coreana, o porta-malas da nova geração do hatch passou de 450 litros para 475 litros.

LEIA MAIS: Hyundai HB20 tem detalhe do interior revelado antes da estreia

Junto da divulgação das primeiras imagens do novo HB20 , a Hyundai iniciou um cadastro de interessados em participar da pré-venda da nova geração do compacto. Até a tarde de hoje, a empresa somava mais de 56 mil inscritos.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Veja Mais:  Citroën C4 Lounge: o que mudou para melhor e pior? Assista ao vídeo
Continue lendo

Carros e Motos

Royal Enfield Bullet 500 ganha freio ABS na linha 2020

Publicado

source


Royal Enfield arrow-options
Divulgação

Royal Enfield Bullet 500 passa a ter mais segurança com freios a disco na roda traseira como item de série

A Royal Enfield acaba de anunciar a chegada de ABS e freio a disco na traseira da Bullet 500. O objetivo da marca é se enquadrar nas normas estabelecidas recentemente pelo Contran — a mesma que obrigou os freios combinados até nas motocicletas populares. O preço sugerido para o modelo topo de linha da fabricante é de R$ 19.990, nas concessionárias de São Paulo, Brasília (DF), Curitiba (PR) e Campinas (SP).

LEIA MAIS: Royal Enfield vai trazer as duas novas 650 cc ao Brasil, no início de 2020

O modelo, fabricado desde 1932 pela Royal Enfield , é um dos mais antigos do mundo ainda em produção. Apesar do visual distinto, tanto quadro quanto o motor são os mesmos presentes na Classic 500. Seu banco, porém, é inteiriço, as tampas laterais são quadradas e o para-lama traseiro é maior. Seu motor monocilíndrico de 499 cc de cilindrada, refrigerado a ar, de 27,2 cv e 4,2 kgfm.

As suspensões seguem o padrão e o garfo telescópico com tubos de 35 mm de diâmetro e curso de 130 mm na dianteira, junto a dois amortecedores a gás na traseira. O curso de 80 mm e o ajuste na pré-carga das molas foram pensados para dar mais conforto. Com 190 kg de peso total, o chassi tubular tipo diamante faz, por sua vez, com que tenha rigidez.

Veja Mais:  Reserva online proporciona descontos em estacionamentos de aeroporto

LEIA MAIS: Royal Enfield Classic 500 Pegasus tem edição limitada de 60 unidades

Já o painel tem dois instrumentos redondos que ficam embutidos sobre a mesa superior da suspensão dianteira, onde também está o farol, duas luzes de posição e a chave de ignição. Nele, estão contidos velocímetro analógico com hodômetro total e as luzes-espia. Entre elas, três indicadores do sistema de injeção de combustível, do ABS e de alerta de reserva no tanque de combustível.

LEIA MAIS: Confira como anda a Royal Enfield Himalayan com apelo aventureiro

Vale lembrar que as novas Interceptor 650 e Continental GT 650 chegam ao Brasil no primeiro semestre de 2020. Ambas carregam o mesmo conjunto mecânico, mas a diferença está no estilo. A Interceptor segue um visual mais clássico, enquanto a Continental GT aposta em característica mais esportiva, inspirada nas café-racers. Entretanto, as maiores novidades da Royal Enfield são chassi e motor totalmente novos. Este último tem dois cilindros paralelos e 648 cc, que rende 74 cv e 5,3 kgfm.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana