conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Somos tão insignificantes que jogamos enquanto choramos

Publicado

Desculpa, mas não sei o que escrever. Não sei enaltecer o gol santista no último instante. Nem Jean Mota, Cueva, Sampaoli. Não sei criticar o bom Soteldo pelo gol perdido. O inacreditável gol perdido. Falar sobre Pelé, Neymar, Robinho. Tudo é pequeno demais perto do que aconteceu na sexta. Qualquer assunto é pequeno demais. Nós somos pequenos demais.

Leia também: Presidente do Fla lamenta mortes: “Maior tragédia do clube em 123 anos”


Não sei falar sobre os meninos que se foram lá no Flamengo
Twitter/Reprodução

Não sei falar sobre os meninos que se foram lá no Flamengo

Não sei falar pelas dez mães que perderam seus filhos. O quarto vazio. A gaveta cheia de cheiro e carinho. Não sei falar pelas paredes que ficaram, os travesseiros que ficaram, os abraços que ficaram. As roupas. Os sonhos. Não sei falar sobre o menino que faria aniversário no sábado. E daria o primeiro pedaço de bolo pra mãe. Não sei falar de bola quando meu rosto não sorri. Muito pelo contrário: chora.

Leia também: Flamengo pagou apenas 10 das 31 multas cobradas pela prefeitura do Rio

Não sei falar sobre os sonhos que eles tiveram. Ainda que sejam os mesmos que os meus, um dia. Não sei falar sobre os arrepios que sentiram no primeiro teste, os desafios nesse curto espaço de tempo, o que pensavam. Como treinavam. Não sei falar de adolescentes no passado verbal. Não sei falar por eles. E não pretendo. E não acho justo escrever sobre os gols que saíram no final de semana.

Veja Mais:  Mulher é presa tentando entrar em estádio com drogas em fralda de bebê

Sei falar que não era para ninguém jogar. São Paulo, Salvador, Porto Alegre. BH, Manaus, seja lá o que for. Não era para disputar no final de semana. Era para abraçar. Apertado. Chorar junto. De mãos dadas. Era para pensar junto. Demonstrar carinho. Criar carinho.

Não sei escrever pelos que ficaram. Nem dizer pelos pais dos que escaparam. Não sei chorar o mesmo choro de ninguém. Meu sentimento é de impotência. Eu não sou ninguém. O futebol é muito pequeno. Títulos, brigas, carrinhos. Abraços são grandes. Mas rápidos. Discussões duram mais tempo do que abraços. E podem não terminar nunca. Sei escrever que também morremos ali. Todo mundo morreu um pouco.

Leia também: Ao som de “Parabéns a você”, vítima de incêndio no Flamengo é enterrada

A provável eliminação do São Paulo é pequena. O pouco futebol do Corinthians. A derrota do Palmeiras no clássico é pequena. Os milhões por Gabigol e Arrascaeta. Todos os campeonatos possíveis. As vitórias, empates, derrotas. Zico é pequeno. Adilio é pequeno. Andrade é pequeno. Todos que nasceram no Ninho são pequenos. Todos nós somos pequenos.

Não sei o que falar. Somos tão pequenos que chutamos enquanto choramos. Criticamos enquanto choramos.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook

Esportes

Jogadores mais rápidos do mundo: Bruno Henrique ultrapassa Gareth Bale na ponta

Publicado

Bruno Henrique alcançou velocidade de 38 km/h contra o Inter arrow-options
Libertadores / Twitter / Reprodução

Bruno Henrique alcançou velocidade de 38 km/h contra o Inter

A lista de jogadores mais rápidos do mundo ganhou mais integrante nesta semana: Bruno Henrique, atacante do Flamengo. E o atleta brasileiro, de quebra, já entra nesta relação assumindo a liderança absoluta.

Leia também: Da várzea a herói do Fla: em 7 anos, Bruno Henrique cumpre profecia do avô

No duelo diante do Internacional, na quarta-feira passada, pela Libertadores, Bruno Henrique  atingiu a incrível marca de 38 km/h em uma arrancada, segundo uma postagem da Fifa no Twitter.

A impressionante velocidade fez o flamenguista ultrapassar o galês Gareth Bale neste quesito. Um estudo recente divulgado pelo diário AS mostrou que o jogador do Real Madrid atingiu 36,9 km/h, sendo apontado, na ocasião, como atleta mais veloz do mundo.

Mas, agora, Bruno Henrique lidera essa lista.

Em uma outra relação de atletas velozes divulgada em 2017 pelo clube mexicano Pachuca, o atacante colombiano Orlando Berrío, do Flamengo, apareceu na segunda colocação .

Veja Mais:  Uefa multa Cristiano Ronaldo em 20 mil euros por gesto obsceno na Champions

Confira a lista do jogadores mais rápidos do mundo:

  1. Bruno Henrique (Flamengo) – 38 km/h
  2. Gareth Bale (Real Madrid) – 36,9 km/h
  3. Luis Advíncula (Rayo Vallecano) – 36,1 km/h
  4. Kylian Mbappé (PSG) – 36 km/h
  5. Iñaki Williams (Athletic Bilbao) – 35,7 km/h
  6. Pierre Aubameyang   (Arsenal) – 35,5 km/h
  7. Leroy Sané (Manchester City) – 35,4 km/h
  8. Mohamed Salah (Liverpool) – 35 km/h

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Repleto de reservas, Grêmio derrota o Athletico-PR

Publicado

Lance

Grêmio arrow-options
Reprodução/Grêmio

Grêmio encerra jejum no Brasileirão

Na Arena, o Grêmio fez o seu dever de casa e derrotou o Athletico-PR por 2 a 1. Com o placar, o Tricolor chegou aos 21 pontos, na 11ª colocação. O Furacão é o nono, com 22 pontos.

LEIA MAIS: Luan se irrita com pergunta de repórter: “adoram tumulto”

Na próxima rodada, o Grêmio visita o São Paulo, no Morumbi. Enquanto isso, o Furacão recebe o Ceará, na Arena da Baixada.

O jogo

O Grêmio começou o jogo elétrico. Logo aos 3 minutos, a zaga do Furacão deu bobeira, Thaciano recuperou a bola no campo de ataque e acionou Luan, que deslocou Santos e mandou para dentro do gol, 1 a 0.

Atordoado pelo baque, o Furacão demorou a reagir. Mesmo com o Tricolor repleto de reservas, o time paranaense encontrava dificuldades e a melhor chance veio com Rony. Após sobra da zaga, o atacante disparou uma bomba e tirou tinta do poste gaúcho.

Aos poucos, o Athletico começou a entrar no jogo e teve a principal oportunidade de empatar na casa dos 36 minutos. Em bela enfiada de bola, Vitinho saiu cara a cara com Júlio César e viu o goleiro salvar o Tricolor.

LEIA MAIS: Galo faz jogo ruim e perde para o Bahia no Brasileirão

Se o Tricolor abriu o placar logo nos primeiros minutos da etapa inicial, o Furacão começou com o pé no acelerador no segundo tempo e fez o seu gol aos 2 minutos. Cirino cruzou para trás e Rony, de voleio, deixou tudo igual na Arena.

Veja Mais:  Um mês depois de assassinato, promotor denuncia affair de Daniel por fraude

Não deu nem tempo de comemorar, o Grêmio reagiu de maneira rápida e após cruzamento de Galhardo, Thaciano desviou de cabeça para recolocar o time gaúcho em vantagem.

Aos 24 minutos, Renato Gaúcho promoveu a entrada do menino Patrick no lugar de Luciano. Logo no primeiro lance, o jovem foi derrubado por Márcio Azevedo na grande área e o juiz deu pênalti. Após revisão no VAR, o árbitro confirmou a penalidade. Na cobrança, Diego Tardelli bateu rasteiro no canto direito e Santos pegou.

LEIA MAIS: CBF e clubes definem modelo de fair play financeiro para 2020

Sem matar o jogo, restou ao Tricolor tentar segurar o ímpeto do adversário e buscar o contra-ataque. Nos minutos finais, com o Furacão aberto no sistema defensivo, Luan cruzou e Patrick exigiu ótima defesa de Santos.

GRÊMIO 2 X ATHLETICO-PR
Local: Arena, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 24/8/2019 – 17h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho(RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá(RJ)
Público/renda: 10.788 pagantes/R$ 355.594,00
Cartões amarelos: Romulo, Luciano, Juninho Capixaba (GRE), Léo Pereira (ATL)
Cartões vermelhos: –
Gols: Luan (3’/1ºT) Rony (2’/2ºT) Thaciano (6’/2ºT)

GRÊMIO: Júlio Cesar; Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Romulo, Thaciano e Luan (Darlan, aos 46/2ºT); Luciano (Patrick, aos 24/2ºT), Diego Tardelli (Michel, aos 36/3ºT) e Pepê. Técnico: Renato Gaúcho.
ATHLETICO: Santos; Khellven, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Abner, aos 40/2ºT); Wellington (Tomás Andrade, aos 23/2ºT), Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Vitinho (Braian Romero, aos 31/2ºT), Cirino e Rony. Técnico: Tiago Nunes.

Veja Mais:  Impasse entre Palmeiras e TV Globo está próximo do fim; entenda

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Após vitória do Grêmio, Luan se irrita com repórter: “adoram tumulto”

Publicado

Luan se irrita com repórter arrow-options
Reprodução/Twitter

Luan se irrita com repórter ao fim do jogo

Com gols de Luan e Thaciano, o Grêmio venceu o Ahtletico-PR pelo placar de 2 a 1 na Arena, em Porto Alegre (RS). O camisa 7 ultrapassou seu técnico Renato Portaluppi na artilharia histórica do time gaúcho, com 75 gols ante 74 do ídolo tricolor. Ao fim do jogo, um repórter do SporTV perguntou ao craque se já era possível “tirar uma com a cara do chefe”, e Luan esbravejou: “mas vocês gostam de um tumulto, também…”

LEIA MAIS: Galo faz jogo ruim e perde para o Bahia no Brasileirão

Esta pode ter sido a última partida de Luan com a camisa do Grêmio . O Atalanta (ITA) prepara uma oferta pelo jogador e pessoas próximas à negociação confirmam que as conversas estão encaminhadas.

Eleito o melhor jogador da Libertadores em 2017, quando o Grêmio sagrou-se campeão do continente, Luan acumula 25 jogos na temporada de 2019, com seis gols marcados.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Mais:  Brasil faz história no Mundial e fica em 6º no trampolim sincronizado feminino
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana