conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Policial

Terceira edição da Operação De Olho na Bomba inicia fiscalização de postos na região metropolitana

Publicado

A operação, que acontece entre os dias 11 a 15 de março, é coordenada pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e desenvolvida em parceria com Agência Nacional do Petróleo (ANP), Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem/Inmetro), Procon Estadual e Procon Municipal, com apoio de delegacias da região metropolitana.Aproximadamente 20 postos de combustíveis de Cuiabá e Várzea Grande serão alvos de fiscalização na terceira edição da operação “De Olho na Bomba”. O trabalho integrado foi deflagrado, nesta segunda-feira (11.03), por órgãos de defesa do consumidor com objetivo de detectar possíveis irregularidades ou fraudes em bombas de abastecimentos de veículos.

Segundo o delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo, os postos alvos da operação foram escolhidos com base em reclamações de consumidores que realizaram denúncias aos órgãos de defesa do consumidor contra os estabelecimentos. “A ação integrada começou na tarde desta segunda-feira (11) e até sexta-feira (15) aproximadamente 20 postos devem passar por fiscalizações”, disse o delegado.

Para se precaver, o consumidor pode através do CNPJ do estabelecimento, que se encontra nas bombas de combustível, verificar no site da ANP se o posto está ligado às redes credenciadas. Outro direito do consumidor é solicitar que seja realizado o exame de qualidade do combustível, antes que seja realizado o abastecimento.Orientações

Veja Mais:  Três são presos após assalto em farmácia de Cuiabá

Os postos são obrigados a manter em perfeitas condições de uso, os equipamentos que testam a qualidade e quantidade dos produtos, podendo ser realizados a pedido do consumidor:

Teste de proveta – mede a porcentagem de etanol anidro misturado a gasolina. O percentual deve ser de 27%. O teste de teor de etanol presente na gasolina é feito com solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) na concentração de 10% p/v, isto é, 100g de sal para cada 1 litro de água.

Teste de volume – no caso de suspeita da bomba apontar mais combustível do que o realmente colocado (fraude conhecida como “bomba baixa”), o consumidor pode exigir que o posto faça o teste na sua frente, usando a medida padrão de 20 litros aferida e lacrada pelo Inmetro. Se o visor da bomba registrar quantidade diferente da que foi adicionada ao recipiente de teste, reclame e denuncie. A diferença máxima permitida é de 100 ml para mais ou para menos.

Os postos de combustíveis não podem promover a “venda casada” (proibida por lei), ou seja, impor que você só possa comprar combustível junto com outro produto ou serviço; limitar a quantidade de combustível que vende a cada cliente; recusar a realização de testes previstos na legislação, quando solicitados pelo consumidor (teste de volume, teste de proveta, teste de volume); deixar de emitir a nota fiscal imediatamente à compra.Teste de Teor alcoólico do etanol –  o produto deve ser entre 92,5% a 95,4%, no etanol comum (etanol premium deve ter entre 95,5% e 97,7%). Para este teste, o equipamento é o termodensímetro, que deve estar fixado nas bombas de etanol. Observe o nível indicado pela linha vermelha, que precisa estar no centro do densímetro – não pode estar acima da linha do etanol. Observe também se o etanol está límpido, isento de impurezas e sem coloração alaranjada. Caso constate uma situação diferente, entre em contato com a ANP pelo Centro de Relações com o Consumidor (CRC).

Veja Mais:  Audiência Pública sobre violência doméstica ocorre na tarde desta sexta-feira

Outras orientações para garantir direitos no abastecimento de veículos estão na  Cartilha da ANP.

Comentários Facebook

Policial

Alunos de projeto social em Cuiabá recebem apoio da Polícia Civil

Publicado


Assessoria | PJC-MT

Mais de 60 crianças e adolescentes da região do bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, participaram nesta quarta-feira (19.02) das ações sociais da Polícia Judiciária Civil, desenvolvidas pelos projetos da Coordenadoria de Polícia Comunitária.

Alunos do projeto “Karatê-do” foram presenteados pela Polícia Comunitária com kits contendo uma garrafa de alumínio com a logomarca dos projetos sociais da Polícia Civil e uma bolsa personalizada com o brasão da instituição.

O projeto “Karatê-do” é realizado no bairro Osmar Cabral e tem apoio de voluntários e comerciantes da região. A ação visa promover de forma contínua as aulas de karatê, aulas de violão, entre outras atividades como palestras abordando temas variados.

O professor de artes marciais, Marcivon Nunes, pontua que a Polícia tem sido grande parceira, oportunizando encontros com os policiais que através de apresentação e palestras, permitem aos alunos a compreensão em fazer boas escolhas sem a influência negativa das drogas.

“Os alunos do karatê utilizam as camisetas dos projetos sociais como um uniforme para frequentarem as aulas”, conta o professor.

Conforme o coordenador da de Polícia Comunitária, Ademar Torres, os projetos sociais seguem os protocolos a fim de garantir que os participantes das ações (alunos, professores, aos pais e/ou responsáveis), compreendam sobre a importância da prevenção da violência, como o bullying, assim como o uso indevido de drogas lícitas e ilícitas, buscando engajamento nas atividades preventivas com base na filosofia da responsabilidade compartilhada.

Veja Mais:  Polícia Civil prende suspeito de escalar distribuidora para furtar bebidas

“Nossa intenção é ampliar as atividades de prevenção, por meio do apoio a projetos comunitários que promovam a educação e bem-estar dos jovens”, destacou o policial.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PRF prende quatro pessoas transportando drogas em Mato Grosso

Publicado


Os crimes ocorreram em Pontes e Lacerda, Primavera do Leste e Rondonópolis

Na última quarta-feira (19), quatro pessoas foram presas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Estado do Mato Grosso.

A primeira situação ocorreu em Rondonópolis, na BR-364, quando a equipe que fazia ronda visualizou um caminhão fazendo ultrapassagem em local proibido. Durante a abordagem, o motorista se demonstrou visivelmente alterado e ao ser questionado, admitiu ter ingerido alguns comprimidos de rebite. Também afirmou que trazia mais dos comprimidos para vender em Sorriso-MT. Foram encontrados 111 comprimidos da substância. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Rondonópolis

A segunda situação foi na BR-070, em Primavera do Leste, onde a equipe da PRF abordou o veículo I/Hyundai Tucson GL, na qual estavam o motorista e um passageiro. O motorista disse ter pego o carro emprestadado de seu irmão para ir de Rondonópolis à Redenção-PA, para trabalhar em uma fazenda e o passageiro disse estar apenas de carona. Com o auxílio dos cães farejadores, foram encontrados três tabletes de maconha. Os dois ocupantes do veículo alegaram desconhecer a droga. O caso foi encaminhado para Polícia Civil de Primavera do Leste.

A última situação ocorreu na BR-174, em Pontes e Lacerda, quando a equipe da PRF fazia fiscalização em um ônibus que realizava o itinerário Pontes e Lacerda a Cuiabá-MT. Durante a abordagem a um dos passageiros, o mesmo apresentou conversas divergentes e disse não possuir bagagem alguma. Porém, os policiais descobriram que ele levava uma mochila, dentro dela havia dois tabletes de maconha, pesando aproximadamente 1kg. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil de Pontes e Lacerda.

Veja Mais:  Homem suspeito de matar trabalhador rural em Juara é preso

SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito é detido em flagrante por furto em Rondonópolis

Publicado

Policiais militares de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) conduziram à delegacia na noite desta terça-feira (18.02), um homem por furto, no Loteamento Estrela Dalva.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia descrevia que o suspeito estaria transportando um carrinho de mão com duas janelas. Em diligência, os policiais encontraram o homem e confirmaram a informação. Questionado, o suspeito disse ser usuário de droga e que tinha furtado os materiais em um barracão. Acrescentou que iria vender para comprar entorpecente.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Homem acusado de violência doméstica é preso com arma e munições em Poconé
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana