conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

Toffoli pede que PF e PGR apurem caso de passageiro que chamou STF de “vergonha”

Publicado

Dias Toffoli entendeu que o ministro Lewandowski foi ofendido durante o voo a Brasília e que passageiro deve ser punido
Conselho Nacional de Justiça – CNJ 13.09.2018
Dias Toffoli entendeu que o ministro Lewandowski foi ofendido durante o voo a Brasília e que passageiro deve ser punido

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, pediu na noite desta quarta-feira (5) que a Polícia Federal (PF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR) se debrucem sobre o caso do passageiro de avião que abordou o ministro Ricardo Lewandowski em um voo para chamar o STF de “vergonha”
.

Segundo Dias Toffoli, Lewandowski foi ofendido na abordagem e, por causa isso, o caso precisaria ser apurado pelos órgãos competentes e as “providências cabíveis” deveriam ser tomadas imediatamente. O passageiro em questão é o advogado Cristiano Caiado de Acioli.

Em sua defesa, o advogado garante que usou “toda a etiqueta necessária” para falar com o ministro da Suprema Corte. Ele diz ainda que tratou Lewandowski “com o pronome devido” e exerceu o seu “direito básico” de manifestação, o que consta na Constituição Federal.

É claro, no artigo 5º da Constituição, o quanto é livre ao cidadão brasileiro “a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”. Porém, por se tratar de um ministro do STF, tal liberdade é passível de desacato e, por isso, o advogado foi detido logo após se dirigir a Lewandowski.

A crítica foi feita em um voo da companhia Gol, que partiu do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com destino ao Aeroporto Internacional de Brasília, na última terça-feira (4). O ministro Luís Roberto Barroso também estava no voo.

Veja Mais:  Vamos ensinar meninos a levar flores e a abrir porta para mulheres, diz Damares

Logo após a manifestação do advogado, o ministro Lewandowski disse: “vem cá, você quer ser preso? Chamem a Polícia Federal, por favor”. Depois disso, por exigência de agentes federais, o passageiro foi obrigado a permanecer na aeronave até que Lewandowski deixasse o aeroporto. Em entrevista ao jornal  O Estado de São Paulo
, o advogado afirmou que não recebeu nenhuma informação sobre os motivos para que permanecesse retido.

Essa não é a primeira vez que um ministro do Supremo é hostilizado durante voos. Gilmar Mendes também foi xingado em viagem realizada em avião comercial, em janeiro. Dias antes, ele tinha sido xingado durante viagem a Portugal . Um brasileiro encontrou o magistrado em um restaurante e perguntou se ele “não tinha vergonha na cara”.

O ofício emitido ontem por Dias Toffoli está dirigido à procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, e ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a quem a PF é subordinada.

Comentários Facebook

Nacional

Menina morre após picada de escorpião; avó passa mal com notícia e também falece

Publicado

Menina de 7 anos morreu após ser picada por escorpião. Ao receber a notícia%2C a avó também faleceu arrow-options
Reprodução
Menina de 7 anos morreu após ser picada por escorpião. Ao receber a notícia, a avó também faleceu

Uma menina de 7 anos morreu após ser picada por um escorpião , na última segunda-feira (14), em Franco da Rocha , Região Metropolitana de São Paulo. Ao saber da morte da neta, a avó , de 63 anos, passou mal e faleceu no hospital. Elas foram enterradas nesta terça-feira (15) no Cemitério da Paixão, que fica na mesma cidade.

Leia também: Idoso é preso ao sair de motel com menina de 11 anos

Por volta das 5h15 da segunda-feira, a menina foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do município, mas o local não tinha aplicação de soro. A orientação da própria prefeitura de Franco da Rocha é que em casos semelhantes o paciente seja encaminhado para um hospital de referência da região, no caso a Santa Casa de Francisco Morato, cidade vizinha.

Um médico da UPA a transferiu, então, para o Hospital Estadual Dr. Carlos da Silva Lacaz, em Francisco Morato, onde tem uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Quando o soro chegou, cerca de 8h, os médicos aplicaram, mas a criança não resistiu e morreu. No mesmo dia, por volta das 20h40, a avó da menina deu entrada na mesma UPA com uma parada cardiorrespiratória. A equipe médica tentou reanimá-la, mas ela também faleceu.

Veja Mais:  Mais de 600 pessoas desapareceram e 66 morreram nos incêndios na Califórnia

A prefeitura da cidade informou ainda que 25 pessoas foram picadas por escorpiões neste ano e que este foi o primeiro caso de morte. A Polícia Civil já investiga se houve falha no atendimento da menina, já que a equipe que a socorreu não seguiu o protocolo.

Leia também: Menino de 3 anos tem parte do pênis amputada em cirurgia de fimose

Em nota, a prefeitura de Franco da Rocha defendeu os procedimentos da equipe médica  com a menina : “A criança foi atendida de imediato pela equipe de plantão da UPA, que a estabilizou e preparou para transferência. O médico optou pela transferência ao Hospital Estadual Lacaz, também em Francisco Morato, que possui estrutura de UTI e é a referência para atendimento pediátrico na região, onde ela recebeu o soro e não resistiu, vindo a falecer.”

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Idoso é preso ao sair de motel com menina de 11 anos

Publicado

source
homem detido na frente de caminhão arrow-options
PRF / DIVULGAÇÃO
Idoso foi preso após sair com menina de motel

Um idoso de 70 anos foi preso em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal após sair de um motel com uma menina de 11 anos na cidade de Ji-Paraná, em Rondônia.

Segundo a PRF, policiais que faziam ronda perceberam o carro saindo de um motel com uma passageira de baixa estatura e interceptaram o veículo. A princípio, o homem afirmou que tinha apenas levado a criança para conhecer o local, mas a menina negou a versão.

Leia também: Bebê morre após ser estuprada por amigo da família

Segundo a vítima, o homem era um vizinho que tinha costume de acompanhar a menina e a mãe na hora de fazer compras, pagando sempre parte dos alimentos. Ele teria desviado do caminho em uma das idas ao mercado, seguido para o motel e cometido os abusos .

Em seguida, o homem ameaçou parar de pagar as compras da família se ela contasse a história para a mãe e ainda deu R$ 60 para a menina não falar nada. O idoso foi preso por estupro de vulnerável e a menina encaminhada ao Conselho Tutelar.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  Recompensa? Desafeto de Flordelis, filho teria empregado irmãos que a acusaram
Continue lendo

Nacional

Menino de 3 anos tem parte do pênis amputada em cirurgia de fimose

Publicado

source
médico arrow-options
Free Stock Photo / Reprodução
Médico não admitiu o erro e foi encontrado morto dias depois

Um menino de 3 anos teve parte do pênis amputada durante uma cirurgia de fimose na cidade de Malacacheta, em Minas Gerais. O médico responsável não admitiu o erro e foi encontrado morto dias depois do procedimento. 

Leia também: Sobrevivente do desabamento tira selfie nos escombros e manda para família

A criança foi submetida a uma cirurgia de fimose no hospital Municipal Dr. Carlos Marx. O pai do menino conta que o procedimento, que duraria no máximo 30 minutos, durou cerca de 4 horas. Após pedir para a enfermeira retirar o curativo, não conseguiu visualizar o membro.

Ele afirma ainda que o local estava todo ensanguentado e havia uma espécie de gaze enrolada, simulando que o pênis estaria ali. O médico responsável pelo procedimento foi chamado, mas já havia ido embora. Outro cirurgião presente no local afirmou que não poderia avaliar a criança porque não havia participado da cirurgia. 

No dia seguinte, a criança foi transferida para o hospital de Teófilo Otoni, onde passou por dois novos procedimentos cirúrgicos para reconstrução do membro. O laudo aponta que houve laceração do prepúcio e somente no futuro será possível saber se poderá recorrer a uma prótese. 

O cirurgião responsável foi encontrado morto em casa dias após o procedimento. A causa da morte ainda não foi divulgada. 



Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  STF decide hoje se a Justiça Eleitoral pode julgar crimes da Lava Jato
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana