conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Torcedor do River é esfaqueado e morto após festa pelo título da Libertadores

Publicado

A festa após o título da Libertadores do River Plate terminou em tragédia para um torcedor do clube. Exequiel Aaron Neris morreu na última segunda-feira (10) depois de ser esfaqueado enquanto voltava para casa ainda no domingo (9). As informações são do jornal argentino Clarín .

Leia também: Torcedor argentino tem parada cardíaca antes da final da Libertadores em Madri


Exequiel Aaron Neris, torcedor do River Plate, foi esfaqueado e morto após festa do título da Libertadores
Reprodução/Clarín

Exequiel Aaron Neris, torcedor do River Plate, foi esfaqueado e morto após festa do título da Libertadores

De acordo com a publicação, o torcedor tinha 21 anos e foi emboscado por fãs do Boca Juniors. Ele estava com a camisa do River Plate no momento do crime. A polícia de Misiones prendeu dois suspeitos após o acontecimento, sendo um de 18 anos e outro de 26. A artéria femoral, localizada na perna esquerda, foi atingida pela facada.

Leia também: Festa da torcida do River Plate em Buenos Aires acaba em confusão e 20 presos

Os investigadores encontraram a faca utilizada no ataque em um lixo próximo do local que Exequiel foi emboscado. Fora isso, a polícia apreendeu roupas que estavam com manchas de sangue em posse dos suspeitos.

As autoridades agora irão investigar para saber se o crime foi motivado por conta da rivalidade entre as torcidas. Lúcia, mãe de Exequiel, afirmou que o filho disse que foram torcedores do Boca Juniors que o atingiram. “Eles me atacaram por eu celebrar o jogo, por ser fã do River”.

Veja Mais:  James Harden supera Kobe Bryant e atinge marca histórica na NBA

A festa do título no obelisco em Buenos Aires

Leia também: Retrospectiva: Confira as maiores decepções do esporte no ano de 2018

O jornal informa ainda que vizinhos viram o jovem  torcedor correndo cerca de 100 metros após ser esfaqueado e que depois ele caiu perto da casa de um amigo e pediu para que seu irmão fosse avisado. Ele foi socorrido e levado a um hospital, mas morreu na segunda-feira por não resistir aos ferimentos.

Comentários Facebook

Esportes

Cyborg admite erros após ser nocauteada por Amanda Nunes: “Agi na emoção”

Publicado

Pouco mais de duas semanas após ser nocauteada por Amanda Nunes, no UFC 232, e perder o título dos pesos-penas (até 66kg), Cris Cyborg admitiu que não fez o que havia treinado durante nove meses antes do confronto e que agiu na emoção, ficando exposta para a sua compatriota.

Leia também: Técnico revela: “Amanda Nunes treina com homens, bate forte e alguns não gostam”


Cris Cyborg foi nocauteada por Amanda Nunes no UFC 232 e perdeu o título dos pesos-penas
Divulgação

Cris Cyborg foi nocauteada por Amanda Nunes no UFC 232 e perdeu o título dos pesos-penas

“Depois da luta eu não cheguei a ficar triste. Eu sempre tive isso certo na minha cabeça: um dia você perde, no outro você ganha. Eu treino, sempre treinei muito. Então, quando você perde uma luta, você não vai pensar assim: ‘Putz, eu deveria ter feito aquilo. Ou faltei aquele treino’. Não.”, confessou Cyborg em entrevista ao canal do YouTube do site PVT .

“Eu não tinha nada que não estivesse marcado: fiz esse treino, fiz aquele treino, fiz tudo. Na verdade, na luta eu não fiz o que eu treinei. Agi totalmente na emoção, que era uma coisa que eu não estava fazendo faz tempo. Vê a luta da Holly Holm, foi totalmente diferente. E essa luta eu nem lembro dela direito. Agi totalmente na emoção, totalmente fora do que eu tinha treinado”, acrescentou.

Veja Mais:  Roma anuncia parceria com Warner Bros. e lança comercial de Venom. Assista

Leia também: Após nocautear bandido no Rio de Janeiro, Polyana Viana tem luta marcada no UFC

Invicta entre 2005 e 2018, a paranaense citou sua vitória contra Holly Holm como exemplo do que deveria ter feito contra Amanda Nunes . Por partir pra cima com tudo, ela acabou nocauteada com apenas 52 segundos de luta.

“E o que eu sempre penso é o que eu sempre falei, que eu não iria ser invicta para sempre. Acho que fui abençoada de ter ficado tanto tempo invicta. Fiquei 13 anos. Fiquei dez anos campeã. Um dia acontece. E o dia da Amanda foi aquele dia. E quando você vai para a trocação, é 50% para cada lado. A gente tinha treinado para não fazer isso. Era para trabalhar, como aconteceu com a Holly Holm. Mas o instinto, ali, aconteceu”, disse.

A experiente lutadora também falou sobre o peso que saiu de suas costas com a primeira derrota após 13 anos, além de ressaltar o seu desejo de revanche. “Eu não sei explicar, mas caiu um peso das minhas costas. Eu não sei explicar, mas saiu um peso das minhas costas. (…) Eu realmente sei o que o Anderson (Silva) sentiu, o que talvez o (José) Aldo tenha sentido na luta dele (contra Conor McGregor). Sai um peso”, revelou.

“Após a luta, a primeira coisa que eu fiz foi mandar uma mensagem pedindo uma revanche. Luta é assim: quero a revanche. Aí a Amanda já mandou resposta falando em dois anos para dar a resposta. Eu quero a revanche porque eu acredito que mereço, por todo o tempo que eu fiquei invicta”.

Veja Mais:  Polícia ouve testemunha da morte do jogador Daniel; suspeitos são identificados

Campeã do antigo Strikeforce, Invicta FC e do UFC , Cris perdeu apenas uma luta em seis na principal organização de MMA do mundo atualmente. Curiosamente, sua única derrota havia sido a primeira, lá em maio de 2005, e ela lembrou desse revés para garantir que o legado continua. “A minha primeira luta eu perdi, pedi a revanche e nunca tive. E não foi isso que parou o meu legado. Continuei lutando. Tenho muito o que aprender”, garantiu.

Leia também: Anderson Silva diz que lutará pelo cinturão do UFC se vencer Israel Adesanya

“Até o (Evangelista) Cyborg falou: ‘Cris, já assistiu a sua luta?’. Eu falei com ele uns dois, talvez uns três dias depois da luta: ‘Eu não. Não vou assistir aquela luta’. E ele: ‘Não, não, você vai assistir aquela luta. Assista 100 vezes aquela luta’. E eu assisti. Chegou a doer. Mas eu assisti, porque ele falou: ‘Cris, a gente assiste para ver no que a gente errou, e não fazer novamente’”, finalizou Cyborg .

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Após jogo amistoso contra o Cuiabá; União E.C volta aos treinos com foco na estreia do Mato-grossense

Publicado

A equipe do União E.C após o jogo amistoso e derrota para a equipe do Cuiabá na tarde da segunda-feira (14) voltou aos treinos com foco na estreia no Campeonato Mato-grossense, no próximo dia (23) contra o Operário-VG na Arena Pantanal.

Amistoso

O Cuiabá saiu na frente marcando 2 gols de frente, o colorado diminuiu, e no final o Cuiabá marcou o terceiro gol.

A equipe se comportou bem, o treinador Odil Soares observou que o elenco precisa melhorar muito a parte física, e notou que o time sentiu a falta de ritmo de jogo e uma equipe mais solta e leve em campo, devido ao pouco tempo foram apenas doze dias de trabalho.

Mas o treinador ficou contente com a apresentação da equipe.

Treinador Odil Soares- Foto: Ilcimar Aranhas/ CIDADE NOS ESPORTES

“Os jogadores conseguiram fazer uma boa apresentação no primeiro tempo e acredito que até a estreia estará pronta, o amistoso serviu para fazer uma avaliação geral da equipe e estamos no caminho certo”. Disse o treinador.

Diretoria

Presidente colorado Edicarlos Olegini- Foto: Ilcimar Aranhas/ CIDADE NOS ESPORTES

 

O presidente colorado Edicarlos Olegini, avaliou de forma positiva realizar o jogo amistoso com uma equipe que subiu para a Série B do Brasileiro e manteve cerca de 12 jogadores e já vem treinando há cerca de 40 dias, um equipe de alto nível, já bem preparada mais adiantada e o União iniciou os treinos há doze dias com jogadores ainda se conhecendo.

Confira os jogos da 1ª Rodada do Mato-grossense

Dom Bosco x Operário F.C LTDA – Sábado, às 18h / Arena Pantanal

Araguaia x Mixto – Domingo, às 15h / Zeca Costa

Cuiabá x Luverdense – Domingo, às 16h / Arena Pantanal (Transmissão da TV Centro América)

Sinop x Juara – Domingo, às 18h / Gigante do Norte

Operário Várzea-grandense x União – Quarta-feira (23), às 20h30 / Arena Pantanal

Comentários Facebook
Veja Mais:  Diego Tardelli tem nova boa atuação e conduz Shandong à final da Copa da China
Continue lendo

Esportes

Ausência de Higuaín no Milan alimenta rumores sobre ida para o Chelsea

Publicado


Higuaín pode estar de saída do Milan
Reprodução / Getty Images

Higuaín pode estar de saída do Milan

Se preparando para a final da Supercopa da Itália, diante da Juventus, na Arábia Saudita, o Milan está enfrentando uma grande dor de cabeça: Gonzalo Higuaín, que pode estar de saída para o clube inglês.

Leia também: Lucas Paquetá agrada Gattuso em primeira semana no Milan: “Estou surpreso”

Desejado pelo Chelsea, o atacante de 31 anos não apareceu em uma foto do elenco rossonero tirada hoje (16), durante uma visita dos jogadores do Milan ao príncipe saudita e presidente da Autoridade Geral do Esporte do país árabe, Abdulaziz bin Turki Al-Faisal.

Leia também: Inter de Milão e Milan descartam reforma do San Siro para construir novo estádio

De acordo com o clube italiano, o argentino estava com “febre” e por isso não participou do encontro, no entanto, a ausência de Higuaín alimentou os rumores que ele deixará em breve o Milan. Nas redes sociais, os torcedores milanistas perguntaram onde estava o atacante, já outros chegaram a questionar se Higuaín já tinha partido para Londres assinar com o Chelsea .

Veja Mais:  James Harden supera Kobe Bryant e atinge marca histórica na NBA

Desde agosto no Milan, Higuaín possui apenas oito gols em 21 jogos. Apesar de estar em baixa, o atacante é desejado pelo Chelsea como um possível substituto de Álvaro Morata, que deverá reforçar o Atlético de Madrid.

Leia também: Cartola rebate críticas à Supercopa Italiana na Arábia Saudita: “Hipocrisia”

Com ou sem Higuaín em campo, Milan e Juventus disputarão hoje a final da Supercopa da Itália. O confronto deverá ter início a partir das 15h30 (horário de Brasília) e será jogado no estádio King Abdullah Sports City, em Jidá, na Arábia Saudita.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana