conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Na Capital

Um novo tempo para a saúde dos cuiabanos

Publicado

Estamos virando uma página da nossa história em Cuiabá, estamos levando a saúde pública para um outro patamar na nossa Capital. A inauguração do novo Pronto Socorro é só o começo das mudanças que estão por vir. Estamos trabalhando diuturnamente para inaugurarmos a nova unidade. Mas apenas a obra física não é suficiente, temos que inovar em tudo! Isso inclui a gestão do hospital.

Há décadas sofremos acompanhando, dia após dia, a nossa população nos corredores do Pronto Socorro, em condições que não dão orgulho para nenhum gestor, em especial para mim que tenho como meta humanizar os serviços públicos na nossa amada Capital. Quero que todos tenham a qualidade dos serviços voltados para o respeito com o cidadão.

Por isso, encaminhei a apreciação dos dedicados membros do Conselho Municipal de Saúde a proposta do modelo de gestão que dá certo em Cuiabá: a gestão do Hospital São Benedito.

O São Benedito é um case de sucesso, ele é referência de atendimento pelo SUS. Na última pesquisa realizada sobre o hospital, a taxa de satisfação do usuário alcançou 99%, dentro da classificação bom e ótimo. A excelência de prestação de serviço público de saúde que o São Benedito oferece, humanizado, eficiente, digno, respeitando o cidadão é o motivo desse alto índice de satisfação.

Veja Mais:  Pais aprovam alimentação das escolas municipais de Cuiabá

Quero obter a mesma qualidade no novo Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá. Por isso propus que a Empresa Cuiabana de Saúde, responsável pela gestão do São Benedito, seja também a responsável em gerir o novo Pronto Socorro. Importante ressaltar que minha decisão está no fato da Empresa Cuiabana de Saúde ser uma empresa 100% pública; pertencente à Prefeitura Municipal de Cuiabá e com um histórico de excelência na gestão pública.

Com a Empresa Cuiabana de Saúde gerindo o novo Pronto Socorro teremos uma série de vantagens, dentre elas a agilidade na tomada de decisões e realização de atos administrativos. Por ser uma empresa pública, ela não está presa ao “retrocesso prejudicial” de burocracia da administração direta, avançando, portanto, a eficiência nos seus processos e eficácia nos seus propósitos. Tenho certeza que essa iniciativa vai garantir um sucesso muito maior na referência e excelência dos serviços prestados pela empresa pública de saúde.

Estamos realizando um sonho da população cuiabana entregando o novo Pronto Socorro e temos que aproveitar o momento para virar a página da história da saúde pública na Capital, oferecendo respeito ao usuário, humanização, excelência e eficiência dos serviços públicos prestados. Se eu não fizer isso, vou apenas mudar o problema de endereço. Nas mãos da Empresa Cuiabana de Saúde tenho certeza que conseguiremos oferecer a mesma qualidade, porque é assim que pretendo administrar: inovando e garantindo mais qualidade de vida para a nossa população.

Veja Mais:  Prefeitura oferece curso sobre sustentabilidade na administração pública

Quero pedir o apoio de toda sociedade, da classe política, aliados ou não, para que juntos possamos melhorar a saúde de Cuiabá. É hora de darmos as mãos e trabalharmos com muita determinação, amor e sensibilidade para construir a capital dos nossos sonhos.

Comentários Facebook

Na Capital

Construída para ser espaço multiuso, Arena Pantanal é impedida de receber grandes eventos

Publicado

Google

Idealizada para ser um espaço multiuso, além de receber jogos de futebol, a Arena Pantanal é impedida de sediar eventos de grande porte. Um dos exemplos foi a recente desautorização para a realização do Festival 300 anos no estádio, em comemoração ao tricentenário de Cuiabá. 

No dia 3 de outubro do ano passado, a Prefeitura de Cuiabá protocolou na Secretaria-adjunta de Esportes e Lazer do Governo do Estado, ofício solicitando a Arena Pantanal como palco das festividades dos 300 anos da Capital. No documento, foi informado que seriam três dias de comemoração, com shows nacionais, regionais e religiosos, além de apresentações lúdicas, com entrada simbólica para a população (1 kg de alimento não perecível) e sem custos para os cofres públicos municipais.

A realização do Festival 300 Anos na Arena Pantanal representaria a geração de aproximadamente 10 mil empregos diretos e indiretos, tendo em vista que a expectativa era de receber mais de 40 mil pessoas por dia. Com isso, mais de R$ 4 milhões seriam injetados na economia, além de aumento na ocupação dos hotéis e bares. Também deixam de ser arrecadados, 140 toneladas de alimentos não perecíveis para serem distribuídos para as famílias carentes de Cuiabá.

O próprio edital de licitação para a construção do novo estádio previa um espaço para eventos, como shows, feiras, convenções, além da realização de partidas de futebol: “Aviso de licitação – concorrência edital n° 017/2009 (Arena Multiuso – novo verdão), publicado pelo então governador Blairo Maggi, defensor da construção do espaço multiuso.

Veja Mais:  Semob garante linhas de ônibus e monitoramento do trânsito na final do Peladão

PROTEÇÃO AO GRAMADO

Várias visitas técnicas na Arena Pantanal foram realizadas pelas equipes da Prefeitura de Cuiabá, Governo do Estado, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, patrocinadores e fornecedores regionais e nacionais para mapear o evento. A preservação e cuidado do gramado já havia sido questionada. De antemão, o Município se colocou à disposição para fazer todos os reparos e benfeitorias necessárias no estádio, e foi feita pesquisa sobre empresa que possui material específico para proteção do gramado.

Após os levantamentos, foi definido que o piso a ser utilizado como proteção do gramado seria o Easyfloor Plus, um polipropileno de alta resistência e impacto.  A empresa contratada, por meio de patrocínio da iniciativa privada, é a mesma que atende estádios como: Allianz Parque, Arena Pernambuco, Arena Grêmio, Estádio Beira Rio, Arena Dunas, Estádio Mineirão, Estádio do Canindé e Arena da Amazônia.

“Além de se preocupar com a melhor proteção para o gramado, foi solicitado pelo Governo do Estado que a Prefeitura de Cuiabá fizesse seguro da grama e da Arena em geral, além de garantir ainda que caso houvesse qualquer dano, todos os reparos necessários seriam realizados”, lembrou o secretário de Inovação e Comunicação, Júnior Leite.

Mesmo com as garantias, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) se opôs a realização do evento.

ARENAS MULTIUSO

O Allianz Parque, estádio do Palmeiras, recebeu megashows em seu estádio. Coldplay, Paul Mccartney. Foo Fighters, Katy Perry, Aerosmith, Roberto Carlos e festivais nacionais como o Villa Mix já foram realizados no local.

Veja Mais:  Cerca de 360 quilos de materiais recicláveis são doados para cooperativa

Somente em 2017, o estádio do Palmeiras recebeu 17 noites de apresentações, com público acumulado de 600 mil pessoas somente em 2017. Naquele ano, o Allianz Parque foi o estádio com o maior número de grandes shows do mundo.

Na contramão do que é praticado nos grandes centros, a Arena Pantanal é vetada para receber grandes eventos como o Festival 300 e acumula gasto anual de R$ 3 milhões para ser mantida, de acordo com levantamento do Jornal O Globo do final do ano passado.

SESSÃO DE USO

Após o protocolo em outubro e visitas técnicas na Arena Pantanal, assim que a atual gestão do Governo do Estado assumiu o mandato, foi encaminhado à organização do Festival 300 Anos, e-mails listando os documentos necessários para serem entregues para a assinatura da sessão de uso. O documento não estipulava prazo de entrega.

Com os documentos solicitados em mãos, a organização aguardava apenas o protocolo do projeto de segurança do Corpo de Bombeiros, que normalmente é emitido entre 10 a 15 dias antes de qualquer evento.

Júnior Leite explica que como o evento não foi custeado pela Prefeitura de Cuiabá, qualquer tipo de multa que houver não será para o Município, e sim para a organização do evento. Confirma que está em diálogo desde quinta-feira (21) com os patrocinadores e contratados para discutir o assunto e evitar multas.

Veja Mais:  Mutirão da Limpeza é levado para o bairro Santa Isabel

Muitos contratados, como a dupla Zezé di Camargo e Luciano já abriram mão de cobrar multa da organização do evento, alguns dos patrocinadores já se colocaram à disposição para arcar com eventuais custos que ocorrerem de multas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Sugestão de pauta: Regional Norte debate saúde pública neste sábado

Publicado

Davi Valle

Moradores da Regional Norte recebem a Pré-Conferência em Saúde para debater melhorias para a saúde pública de Cuiabá, neste sábado (23). O encontro, que é realizado pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) da Capital acontecerá das 8h às 18h, na Escola Estadual Dione Augusta Silva Souza, e tem o objetivo de colher propostas para a 13ª Conferência Municipal de Saúde. As propostas colhidas vão subsidiar o Município na construção de políticas em saúde. 

Será aberta a participação de usuários e trabalhadores do Sistema Único Saúde (SUS), gestores e prestadores de serviços –  seguindo a ordem citada em 50% para o primeiro segmento e 25% para os dois subsequentes. 

Os delegados da Regional Oeste que irão compor a Conferência Municipal serão eleitos democraticamente no local.

SERVIÇO

Pauta: Regional Leste recebe Pré-Confência neste sábado (23)

Hora: 8h às 18h

Local: Escola Estadual Dione Silva Souza, Avenida Tuiuiú nª 45, CPA IV

DEMAIS CRONOGRAMAS

25/03 (segunda-feira) – ETAPA RURAL (Rio dos Peixes)

Local: Escola Municipal Estevão Alves Correa

Horário: 7h30 às 10h30

28/03 (quinta-feira) – ETAPA RURAL (Guia/Aguaçú)

Local: Escola Municipal Udeney Gonçalves de Amorim

Horário: 7h30 às 10h30

30/03 (sábado) REGIONAL LESTE

Local: Escola Estadual Antônio Cesário de Figueiredo Neto – Travessa Francisco de Siqueira nº 195 – bairro Bandeirante

Horário: 8h às 18h

Veja Mais:  Cerca de 360 quilos de materiais recicláveis são doados para cooperativa

Comentários Facebook
Continue lendo

Na Capital

Prefeitura leva serviços de limpeza para o bairro Santa Isabel

Publicado

Luiz Alves

O bairro Santa Isabel, situado na região Oeste da Capital, receberá neste sábado (22) a 21ª edição do programa Mutirão da Limpeza, em 2019. A ação da Prefeitura de Cuiabá atende a cada fim de semana uma comunidade diferente, levando a prestação de prestarão diversos serviços de zeladoria.

No total, mais de 250 servidores participarão da operação de limpeza, ajudando a melhorar o visual da localidade e a qualidade de vida dos moradores. No período das 7h às 11h, serão realizados os serviços de limpeza das ruas, pintura de meio-fio, roçagem, capinação, poda de árvores e manutenção da iluminação pública.

Durante o mutirão, também será feita a eliminação de bolsões de lixo. Para a execução desse serviço, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos levará todo maquinário necessário para a execução da operação. A meta é efetuar a limpeza total de todas as áreas identificadas e dar a destinação correta aos resíduos retirados.

Do mesmo modo, os moradores terão a oportunidade de fazer o descarte de materiais inservíveis, de maneira segura e dentro da lei, por meio do programa Cata-treco. A medida é considerada fundamental para evitar que objetos sem mais utilidade como sofás, geladeiras, fogões, dentre outros, sejam lançados irregularmente em locais inapropriados.

A orientação é que, antecipadamente, o cidadão faça a limpeza de seu quintal e já deixe esses materiais separados para o recolhimento.

Veja Mais:  Prefeitura oferece curso sobre sustentabilidade na administração pública

Serviço

Assunto: Realização do programa Mutirão da Limpeza

Local: Santa Isabel

Horário: 7h às 11h

Data: 22 de março, sábado

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana