conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

Vaticano reabre túmulos para resolver mistério de garota desaparecida há 36 anos

Publicado

tumulo arrow-options
Reprodução/Vatican News
Apesar de expectativa, nada foi encontrado nos túmulos

Os túmulos de duas princesas foram reabertos pelo Vaticano, na manhã desta quinta-feira (11), na tentativa de encontrar os ossos de Emanuela Orlandi, jovem desaparecida em 1983, aos 15 anos de idade. O local é normalmente usado para enterrar integrantes de instituições católicas de língua alemã e não pode receber a visita de turistas.

Leia também: Esquema de ‘lavagem cerebral’ induzia crianças a denunciarem pais por abuso

O caso aconteceu no dia 22 de junho de 1983, quando Emanuela voltava para casa, localizada dentro do Vaticano , depois de uma aula de flauta e desapareceu após ter sido vista, pela última vez, em um ponto de ônibus no centro de Roma, na Itália.

Durante anos, a família ficou intrigada com o sumiço da menina e chegou a pensar que o acontecido poderia estar ligado com o fato de o pai de Emanuela ser um funcionário do Estado da Cidade do Vaticano, na época.

Foi então que, em março deste ano, a família da adolescente recebeu uma carta anônima que era acompanhada pela foto de um anjo que ficava no túmulo do cemitério Teutônico do Vaticano.

Após uma petição geral para que o túmulo fosse aberto, um tribunal estatal da Cidade do Vaticano aceitou o pedido e o túmulo foi aberto. Porém, a grande surpresa: estava completamente vazio.

Veja Mais:  Três presos são torturados por dia no Rio de Janeiro, diz relatório

Leia também: Operação da PF prende dois suspeitos de ligação com a máfia italiana

De acordo com comunicado da Santa Sé, a operação não encontrou nenhum resto mortal da menina nos sepulcros. Além disso, nem os ossos das duas princesas – Sophie von Hohenlohe, que morreu em 1836, Carlotta Frederica de Mecklenburg, que morreu em 1840 – que deveriam estar enterrados no local não estão lá.

“A pesquisa teve êxito negativo: não houve nenhuma descoberta humana na urna funerária”, informou o diretor da assessoria de imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti.

O irmão da jovem desaparecida confirmou a informação e ressaltou que sua família precisa continuar as buscas. “Acredito que teremos que continuar e esperar por uma colaboração honesta. Enquanto eu não encontrar Emanuela, é meu dever procurar a verdade”, afirmou Pietro Orlandi.

Segundo assessoria de imprensa da Santa Sé, o país não investigará o desaparecimento da menina, já que isso é trabalho das autoridades italianas fora do Vaticano

*Com informações da Ansa.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook

Nacional

Menina morre após picada de escorpião; avó passa mal com notícia e também falece

Publicado

Menina de 7 anos morreu após ser picada por escorpião. Ao receber a notícia%2C a avó também faleceu arrow-options
Reprodução
Menina de 7 anos morreu após ser picada por escorpião. Ao receber a notícia, a avó também faleceu

Uma menina de 7 anos morreu após ser picada por um escorpião , na última segunda-feira (14), em Franco da Rocha , Região Metropolitana de São Paulo. Ao saber da morte da neta, a avó , de 63 anos, passou mal e faleceu no hospital. Elas foram enterradas nesta terça-feira (15) no Cemitério da Paixão, que fica na mesma cidade.

Leia também: Idoso é preso ao sair de motel com menina de 11 anos

Por volta das 5h15 da segunda-feira, a menina foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do município, mas o local não tinha aplicação de soro. A orientação da própria prefeitura de Franco da Rocha é que em casos semelhantes o paciente seja encaminhado para um hospital de referência da região, no caso a Santa Casa de Francisco Morato, cidade vizinha.

Um médico da UPA a transferiu, então, para o Hospital Estadual Dr. Carlos da Silva Lacaz, em Francisco Morato, onde tem uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Quando o soro chegou, cerca de 8h, os médicos aplicaram, mas a criança não resistiu e morreu. No mesmo dia, por volta das 20h40, a avó da menina deu entrada na mesma UPA com uma parada cardiorrespiratória. A equipe médica tentou reanimá-la, mas ela também faleceu.

Veja Mais:  Bolsonaro diz que é ‘desumano’ dar aos pobres o atendimento de médicos cubanos

A prefeitura da cidade informou ainda que 25 pessoas foram picadas por escorpiões neste ano e que este foi o primeiro caso de morte. A Polícia Civil já investiga se houve falha no atendimento da menina, já que a equipe que a socorreu não seguiu o protocolo.

Leia também: Menino de 3 anos tem parte do pênis amputada em cirurgia de fimose

Em nota, a prefeitura de Franco da Rocha defendeu os procedimentos da equipe médica  com a menina : “A criança foi atendida de imediato pela equipe de plantão da UPA, que a estabilizou e preparou para transferência. O médico optou pela transferência ao Hospital Estadual Lacaz, também em Francisco Morato, que possui estrutura de UTI e é a referência para atendimento pediátrico na região, onde ela recebeu o soro e não resistiu, vindo a falecer.”

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Idoso é preso ao sair de motel com menina de 11 anos

Publicado

source
homem detido na frente de caminhão arrow-options
PRF / DIVULGAÇÃO
Idoso foi preso após sair com menina de motel

Um idoso de 70 anos foi preso em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal após sair de um motel com uma menina de 11 anos na cidade de Ji-Paraná, em Rondônia.

Segundo a PRF, policiais que faziam ronda perceberam o carro saindo de um motel com uma passageira de baixa estatura e interceptaram o veículo. A princípio, o homem afirmou que tinha apenas levado a criança para conhecer o local, mas a menina negou a versão.

Leia também: Bebê morre após ser estuprada por amigo da família

Segundo a vítima, o homem era um vizinho que tinha costume de acompanhar a menina e a mãe na hora de fazer compras, pagando sempre parte dos alimentos. Ele teria desviado do caminho em uma das idas ao mercado, seguido para o motel e cometido os abusos .

Em seguida, o homem ameaçou parar de pagar as compras da família se ela contasse a história para a mãe e ainda deu R$ 60 para a menina não falar nada. O idoso foi preso por estupro de vulnerável e a menina encaminhada ao Conselho Tutelar.

Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  Bolsonaro comemora entrada de empresa aérea europeia no Brasil
Continue lendo

Nacional

Menino de 3 anos tem parte do pênis amputada em cirurgia de fimose

Publicado

source
médico arrow-options
Free Stock Photo / Reprodução
Médico não admitiu o erro e foi encontrado morto dias depois

Um menino de 3 anos teve parte do pênis amputada durante uma cirurgia de fimose na cidade de Malacacheta, em Minas Gerais. O médico responsável não admitiu o erro e foi encontrado morto dias depois do procedimento. 

Leia também: Sobrevivente do desabamento tira selfie nos escombros e manda para família

A criança foi submetida a uma cirurgia de fimose no hospital Municipal Dr. Carlos Marx. O pai do menino conta que o procedimento, que duraria no máximo 30 minutos, durou cerca de 4 horas. Após pedir para a enfermeira retirar o curativo, não conseguiu visualizar o membro.

Ele afirma ainda que o local estava todo ensanguentado e havia uma espécie de gaze enrolada, simulando que o pênis estaria ali. O médico responsável pelo procedimento foi chamado, mas já havia ido embora. Outro cirurgião presente no local afirmou que não poderia avaliar a criança porque não havia participado da cirurgia. 

No dia seguinte, a criança foi transferida para o hospital de Teófilo Otoni, onde passou por dois novos procedimentos cirúrgicos para reconstrução do membro. O laudo aponta que houve laceração do prepúcio e somente no futuro será possível saber se poderá recorrer a uma prótese. 

O cirurgião responsável foi encontrado morto em casa dias após o procedimento. A causa da morte ainda não foi divulgada. 



Fonte: IG Nacional
Comentários Facebook
Veja Mais:  Criminosos explodem bancos e fecham principal via de acesso a Campos do Jordão
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana