conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Carros e Motos

Veja 5 esportivos que gostaríamos de ter, mas o juízo não permite

Publicado


source

Sabe aquele negócio que você realmente gostaria de fechar, mas se pensasse duas vezes sobre o assunto sairia correndo? Pois bem, quem curte automóveis já está acostumado com essa sensação.

LEIA MAIS: Etanol ou gasolina? Especialista dá dicas sobre como identificar o melhor combustível

O modelo em questão é bonito, exclusivo, legal de dirigir e está com um preço convidativo no mercado de seminovos; mas se você levar em conta tudo que será gasto em uma eventual peça que dê defeito, o sonho logo se transformaria num pesadelo. Partindo disso, a reportagem do iG lista cinco esportivos que gostaríamos muito de levar para a garagem, mas a sanidade e o juízo ainda não permitiram.

1 – Mini Cabrio John Cooper Works 1.6 2012 – entre R$ 74 mil e R$ 79 mil

Mini JCW arrow-options
Divulgação

Poucos carros têm tanta personalidade quanto o Mini Cooper. Pena que a manutenção custe o olho da cara

Por trás do rostinho carismático e fofo do Mini Cabrio John Cooper Works se esconde uma fera indomável. O pequeno esportivo britânico entrega a 211 cv de potência e 26,51 kgfm de torque, derivados de um motor 1.6 que também equipa modelos de BMW, Peugeot e Citroën. Seu câmbio era manual, de seis marchas, proporcionando aceleração até 100 km/h em apenas 6,5 segundos.

Ser proprietário de um Mini Cooper é difícil. O mecânico Robson Silva contou à Oficina Brasil que o motor precisa caber em um pequeno espaço no cofre, e tudo ficou apertado. “É inacessível! Se for preciso tirar alguma peça, teremos que desmontar o carro inteiro”, advertiu. O Mini JCW surge nos classificados online por valores que alternam entre R$ 74 mil e R$ 79 mil.

Veja Mais:  Renault mostrará versão elétrica do Kwid no Salão de Xangai, na China

2 – VW Jetta Variant 2.5 2011 – entre R$ 37 mil e R$ 43 mil

VW Jetta Variant arrow-options
Divulgação

Até os dias de hoje, a VW Jetta Variant é lembrada como uma das peruas mais belas do mercado brasileiro

Se você acompanha o iG Carros, sabe que jogamos pelo time ‘Salvem as Peruas’. A Jetta Variant foi uma das mais legais dos últimos anos, com visual clássico alemão, muita tecnologia e o motor 2.5 que muitos diziam ser “meio propulsor de Lamborghini Huracán”. Bem, isso não é verdade, mas a Jetta Variant não deixa de ser um monstro familiar. São 170 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, com câmbio automático Tiptronic de seis marchas.

Como sabemos, a manutenção da linha premium da Volkswagen costuma ser bem cara, e não à toa, várias peças são compartilhadas com os carros da Audi. Por mais que adquirir uma Jetta Variant não seja necessariamente uma loucura para quem realmente curte peruas esportivas, é melhor deixar uma (boa) grana reservada para a manutenção.

3 – BMW 328 Touring 2.8 1997 – entre R$ 35 mil e R$ 40 mil

BMW 328i Touring arrow-options
Divulgação

Encontrar uma BMW 328i Touring em bom estado será sempre uma tarefa difícil; seu custo de manutenção é de carro zero quilômetro

Já dizia o velho ditado: “nada mais caro que uma BMW barata”. Portanto, para um lunático que deseja desfilar com uma perua alemã de 1997, pagar R$ 38 mil por uma Série 3 da geração E36 pode compensar.

Veja Mais:  Nissan Kicks Surf surge com chuveiro portátil, chave-pulseira e mais. Veja vídeo

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Duster, que chega em breve

Equipada com motor 2.8 24V de 193 cv de potência e 28,5 kgfm de torque, a 328i Touring desperta todos os nossos gatilhos. Tinha até controle de estabilidade e tração para administrar tanta força. Infelizmente, o valor cobrado pelas peças de qualquer BMW não está nem aí para a idade do veículo. Sempre será uma verdadeira “bica”.

4 – Subaru Impreza WRX 2.5 2008 – a partir de R$ 58 mil

Subaru Impreza WRX 2009 arrow-options
Divulgação

Você dificilmente encontrará um Subaru Impreza WRX 2008 que não tenha sido alterado

Se o plano é comprar um Impreza WRX, você dificilmente encontrará um modelo original. Os “subaristas” são adeptos da cultura do tuning, portanto, é normal encontrar modelos com downpipe, filtro de ar especial e reprogramação de motor e câmbio.

O motor 2.5 desenvolve 230 cv de potência e incríveis 32,63 kgfm de torque. O câmbio manual de cinco velocidades transmite a força às quatro rodas, garantindo total aderência na hora de acelerar. De acordo com a marca, o WRX pode atingir 100 km/h em 6,5 segundos. Como um carro de nicho, as peças do Impreza também são bem caras.

5 – Peugeot 306 Cabriolet 2.0 1995 – a partir de R$ 25 mil

Peugeot 306 Cabriolet arrow-options
Divulgação

O charmoso Peugeot 306 Cabriolet poderia entrar para a lista de “clássicos esquecidos”, com motor 2.0, de 123 cv

Poucas pessoas sabem que é possível tirar onda de carro conversível por um valor acessível. É o caso do Peugeot 306 Cabriolet , com capota de lona, que pode ser encontrado nos classificados online a partir de R$ 25 mil – em bom estado, claro.

Veja Mais:  Nova Triumph Street Scrambler 1200 XE acaba de chegar ao Brasil

LEIA MAIS: Porsche apresenta novas versões GTS de Cayman e Boxster

Além de ser estiloso, o 306 Cabriolet é reconhecido pelo prazer ao volante. Seu motor 2.0 entrega 123 cv de potência e 18,3 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco velocidades. Há força suficiente para atingir 100 km/h em 12 segundos.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros e Motos

Toyota revela teaser de novo SUV compacto híbrido

Publicado


source
Toyota arrow-options
Divulgação

Toyota

A Toyota revelou o teaser de seu novo SUV compacto para o mercado europeu. O modelo híbrido que compartilha sua base com o Yaris será apresentado oficialmente durante o Salão de Genebra (Suíça) e ficará posicionado abaixo do C-HR. Contra seus rivais híbridos, o novo SUV da Toyota , exclusivo para o mercado europeu, terá o diferencial da tração integral nas versões mais caras.

LEIA MAIS: Toyota confirma investimento para produzir SUV inédito no Brasil

Apesar da imagem escurecida, podemos identificar alguns detalhes. A traseira é alta e tem um pequeno spoiler que lembra bastante o Prius . O logo da Toyota aparece centralizado, com o característico contorno azulado dos modelos híbridos. As lanternas traseiras são horizontalizadas, seguindo a identidade visual de todos os carros da marca.

O novo SUV não será a única novidade da Toyota para o evento. Além dele, a marca também terá a apresentação do novo RAV4 híbrido plug-in, com motor 2.5 de aproximadamente 300 cv. De acordo com a marca, o modelo terá autonomia de 60 km apenas no modo elétrico.

LEIA MAIS: Toyota Corolla Hybrid x VW Golf GTE: comparativo eletrizante

Outra atração do Salão de Genebra será o lançamento do Mirai , o veículo movido a células de hidrogênio, em sua versão sedã. Ele terá novo motor 1.6 de três cilindros capaz de render até 257 cv de potência. Entre os esportivos, a Toyota contará com a apresentação do Yaris GR e a Hilux Dakar , ambos pela subdivisão esportiva da marca japonesa, a Gazoo Racing.

Veja Mais:  Ferrari lança o conversível F8 Spider que será vendido no Brasil em breve
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Trinity pilotará a nova Ducati Scrambler 1100 Pro em Matrix 4

Publicado


source
Ducati arrow-options
Divulgação

Nova Ducati Scrambler com Trinity no comando e Keanu Reeves na garupa

Com a produção do 4º filme da saga Matrix, Carrie-Anne Moss, a atriz que interpreta Trinity, escolheu a nova Ducati Scrambler 1100 Pro para ser sua colega de fugas e aventuras. É nela que, em uma cena, Keanu Reeves aparece na garupa, possivelmente fugindo dos agentes da Matrix. Mas, sobre isso e outros detalhes, só poderemos descobrir após a estréia do filme, que está programada para o dia 21 de maio de 2021.

LEIA MAIS: Novas Triumph aparecem no próximo filme de 007, que estreia em abril

Por outro lado, a Ducati Scrambler utilizada no 4º filme de Matrix recebe adaptações. Para as cenas em que a moto é rebocada, os discos dianteiros foram retirados. O escape também não aparece — muito provavelmente para o tradicional sobretudo que Neo veste não acabar se prendendo no componente.

LEIA MAIS: Ducati inicia as encomendas da Superleggera V4, a moto mais cara do Brasil

Em uma outra imagem — todas foram publicadas em uma fanpage não-oficial de Keanu Reeves no Twitter — a moto aparece estática com Carrie-Anne Moss atrás, virada de costas. Na foto, os discos dianteiros estão instalados. Uma curiosidade sobre Matrix Reloaded é que a Ducati lançou uma série especial em homenagem ao filme, mas com a 998. Reeves ficou com uma na época e, até onde se sabe, ainda possui a moto.

Veja Mais:  Veja 5 carros que deveriam voltar ao Brasil

LEIA MAIS: Ducati Mark 3, vocação esportiva

Não é a primeira vez que uma Ducati é a grande estrela de Matrix . No segundo filme da franquia, uma Ducati 996 é pilotada pela personagem Trinity. A escolha pela marca se dá na proposta de esportividade que, sem ela, os personagens não conseguiriam fugir dos agentes da Matrix. O mesmo ocorre com Daniel Craig no novo filme de James Bond, que recentemente foi visto guiando uma Triumph Scrambler em cenas de ação .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Aguardada no Brasil, VW Amarok V6 sobe para 258 cv na Argentina

Publicado


source
VW Amarok arrow-options
Divulgação

VW Amarok V6 chega apostando em um visual mais arrojado, com itens escurecidos, e potência elevada

Chega à argentina uma atualização para a VW Amarok V6. Com novo acerto no motor, passa dos 225 cv aos 258 cv. E após alterações no visual, a picape média estreia uma nova versão topo de linha, a Black Style, com visual escurecido. Lá, inclusive, o modelo pode ser comprado na versão Comfortline, o que para o mercado brasileiro não está disponível. Considerando que a produção que abastece o Mercosul acontece na Argentina, o Brasil deve receber a novidade em breve, por cerca dos R$ 220 mil.

LEIA MAIS: Veja 5 motivos para comprar a Volkswagen Amarok V6 e não Hilux SRX

Com base na versão Extreme, a nova VW Amarok aposta na cor preta. Entre os equipamentos, vem com faróis bixênon, ar-condicionado digital de duas zonas, quatro airbags, central multimídia câmera de ré e mais. O que muda na nova Amarok V6 é o acabamento preto para o para-choque dianteiro e no santantônio da picape média .

LEIA MAIS: Linha 2020 da Volkswagen Amarok; confira os preços

O responsável pela maior cavalaria é um novo mapa para a central eletrônica de injeção. Além de gerar 258 cv, pode chegar ao pico de 272 cv no modo Overboost (antes chegava a 244 cv). O torque também fica maior. Passa de 56,1 kgfm para 59,1 kgfm. Os resultados são 33 cv e 3 kgfm a mais. por outro lado, manteve a transmissão automática de 8 marchas e tração integral 4Motion. Com este conjunto, a fabricante diz que a picape chega a 205 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos.

Veja Mais:  VW Fox e SpaceFox recebem três estrelas do Latin NCAP em testes de colisão

LEIA MAIS: Ford Ranger vs. VW Amarok: qual desvaloriza mais?

Entre outros equipamentos, a VW Amarok V6 Extreme, na configuração Black Style, conta com sensores de chuva e crepuscular, sistema multimídia Discover Media, com tela colorida sensível ao toque de 6,33 polegadas, leitor de CD, duas entradas para SD-Card, Aux in e porta USB. É possível parear via Bluetooth dois celulares simultaneamente e operar telefone e áudio (streaming).

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana