conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Rondonópolis

Vereadores recebem diferentes grupos da sociedade

Publicado

Foto: Assessoria

Os vereadores de Rondonópolis receberam alguns segmentos da sociedade durante a Ordem do Dia desta terça-feira (04). O primeiro grupo a conversar com os legisladores foi o do funcionalismo público municipal, que pede a supressão da Classe B, ou seja, a extinção da realização do curso de 240 horas, do Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos – PCCV. Sem ele, os servidores ficariam, após a posse e o período do estágio comprobatório, aptos a fazerem pós-graduação e, com isso, elevarem de nível na categoria.

“Gostaríamos que este curso fosse substituído por outros feitos na Semed, visto que o de 240 horas tem que ser ministrado pelo Ministério da Educação e são horas corridas, o que causa prejuízo aos que o fazem. Pedimos a revisão do PCCV neste sentido”, explicou Reuber Teles, vice-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Rondonópolis – Sispmur.

O segundo grupo a ter o direito de fala na Ordem do Dia foi a diretoria da Associação dos Surdos de Rondonópolis – Assuroo, que solicitaram o apoio para a construção da sede própria. “Agradecemos a acessibilidade que estamos encontrando na Câmara de Vereadores e a aceitação para com os surdos. Não viemos reclamar, longe disso. Viemos pedir o apoio para a construção da nossa sede própria, com acessibilidade, pois vemos muitos surdos escondidos por não nos conhecerem, não saberem da associação. Antes ficávamos desesperados por não sabermos onde buscarmos ajuda, agora encontramos apoio em vocês [legisladores] e queremos mais uma vez contarmos com isso”, explicou o presidente da Assuroo Sérgio Gonçalves, por meio da interpretação de Genival Lima e Rosemeire Lima.

Veja Mais:  Mutirão de Saúde no distrito de 'Nova Galileia'

O presidente da Casa de Leis, Rodrigo da Zaeli sugeriu que, com relação a primeira demanda, o sindicato fizesse uma proposta e apresentasse a Câmara de Vereadores, para, posteriormente, debatê-la com o prefeito. No segundo caso, Zaeli e os demais vereadores se comprometeram a falar com o prefeito Zé Carlos do Pátio sobre o assunto.

EM TEMPO

Para fechar a pauta da Ordem do Dia, os vereadores receberam representantes da União dos Negros de Rondonópolis – Unegro Pantanal que, na oportunidade, solicitaram o apoio dos legisladores quanto ao Projeto de Lei 310/2018, de autoria de lideranças partidárias da Assembleia Legislativa, que altera dispositivo da Lei nº 7.879, de dezembro de 2002, data do aniversário da morte de Zumbi dos Palmares e Dia Nacional da Consciência Negra. Pela nova redação, a data permanece como comemorativa no calendário com fins de reflexão, sem o status de feriado estadual. O ato desagradou o movimento negro do município, que se prontificou a fazer uma carta de repúdio aos deputados estaduais.

“A justificativa não se justifica. Dizer que a data causa prejuízo econômico é desonesto. Fazer um projeto neste sentido é demonstrar um racismo institucional. Porque não fazem menção quanto a outros feriados? Essa data é o dia que fazemos palestras, difundimos a cultura e debatemos a importância do movimento negro para todos. Seria válido esses deputados se preocuparem com a saúde, educação e não com temas como este. É lamentável”, disse a presidente da Unegro, Luzia Aparecida do Nascimento.

Veja Mais:  Equipe da Educação Ambiental do Sanear faz balanço das ações realizadas e apresenta sugestões para 2019

Zaeli disse que fará uma carta de recomendação aos deputados, para que não levem a frente este projeto, pois a proposta representa uma perda de direitos históricos e um desrespeito a luta dos movimentos negros. Segundo ele, no estado há uma grande parcela de negros e afrodescendentes e isso não pode ser deixado de lado. “Vamos apoiar a iniciativa do movimento e falaremos com os deputados, cada um com seus colegas de partido, para que a pauta seja retirada da Assembleia Legislativa”, concluiu.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Prefeitura e Sesc levam atendimento odontológico para mais de 400 pessoas

Publicado

Foto: Assessoria

Um convênio entre a Prefeitura de Rondonópolis e o Sesc por meio da carreta da odontologia vai permitir o atendimento de 400 pessoas, entre adultos e crianças, classificadas pelo Cras como em situação de extrema pobreza no bairro Alfredo de Castro por 90 dias. Os serviços já foram disponibilizados e estão em andamento.

O coordenador da Odontologia do Município, Fabrício Amâncio de Carvalho, explica que a carreta odontológica conta com quatro consultórios, com dois dentistas disponibilizados pelo município e outros dois pelo Sesc.

Nos 90 dias do convênio, na carreta serão feitos os atendimentos básicos em odontologia, como limpezas, restaurações, tratamentos de gengiva e extrações. Os pacientes que necessitarem de atendimentos secundários, como cirurgias, extração de ciso, próteses dentárias e crianças de zero a cinco anos que precisarem de atendimento especializado, serão encaminhados para as consultas nos centros odontológicos do município, localizados em algumas unidades básicas de saúde.

A definição dos serviços a serem ofertados, segundo o coordenador da odontologia, foi feita com apoio da própria comunidade que ajudou a organizar as prioridades da região com relação aos atendimentos odontológicos que serão ofertados.

Comentários Facebook
Veja Mais:  MUTIRÃO FISCAL: Vereadores participam de lançamento oficial da campanha para negociação de dívidas
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeito encaminha demandas com a comunidade da zona rural

Publicado

Foto: Assessoria

Famílias de pequenos produtores e lideranças de comunidades rurais de Rondonópolis estiveram na tarde desta quinta-feira (18) com o prefeito Zé Carlos do Pátio. Na pauta da reunião estavam diversos pedidos de melhorias das estradas rurais e também solicitações nas áreas da saúde e da agricultura familiar na região dos Assentamentos Dom Oscar Romero, Tietê e João do Feiche.

Liderados pelo vereador Bilu do Depósito de Areia, os pequenos produtores aproveitaram o encontro com o prefeito para pedir melhorias e também dar encaminhamento em alguns pedidos que são considerados urgentes porque estão prejudicando, por exemplo, a comunidade escolar da região. Em um dos pontos reclamados o prefeito solicitou reparo que será feito já na semana que vem.

Melhorias nas condições das estradas, perfuração de poços artesianos, construção de tanques para criação de peixes foram alguns dos pedidos feitos pelos representantes das comunidades, além da manutenção de pontes, como é o caso do córrego Begarel e do Chico da Égua, uma delas teve os pilares destruídos pela força das águas na última chuva.

O prefeito acionou o secretário de Infraestrutura e de Agricultura e Pecuária, a presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), além de representantes das Secretarias Municipais de Saúde e de Planejamento para acompanharem a reunião e fazer os devidos encaminhamentos.

O pedido pela reforma no posto de saúde na região do Tietê também foi atendido pelo prefeito que determinou a colocação de mais um médico para atender na unidade a cada 15 dias. Essa mesma comunidade também solicitou cursos de artesanato para ensinar, principalmente as mulheres, a fazerem artesanato.

Veja Mais:  Estudantes devem fazer o cadastro ou recadastro para garantir o Passe Livre

Famílias de pequenos produtores e lideranças de comunidades rurais de Rondonópolis estiveram na tarde desta quinta-feira (18) com o prefeito Zé Carlos do Pátio. Na pauta da reunião estavam diversos pedidos de melhorias das estradas rurais e também solicitações nas áreas da saúde e da agricultura familiar na região dos Assentamentos Dom Oscar Romero, Tietê e João do Feiche.

Liderados pelo vereador Bilu do Depósito de Areia, os pequenos produtores aproveitaram o encontro com o prefeito para pedir melhorias e também dar encaminhamento em alguns pedidos que são considerados urgentes porque estão prejudicando, por exemplo, a comunidade escolar da região. Em um dos pontos reclamados o prefeito solicitou reparo que será feito já na semana que vem.

Melhorias nas condições das estradas, perfuração de poços artesianos, construção de tanques para criação de peixes foram alguns dos pedidos feitos pelos representantes das comunidades, além da manutenção de pontes, como é o caso do córrego Begarel e do Chico da Égua, uma delas teve os pilares destruídos pela força das águas na última chuva.

O prefeito acionou o secretário de Infraestrutura e de Agricultura e Pecuária, a presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), além de representantes das Secretarias Municipais de Saúde e de Planejamento para acompanharem a reunião e fazer os devidos encaminhamentos.

O pedido pela reforma no posto de saúde na região do Tietê também foi atendido pelo prefeito que determinou a colocação de mais um médico para atender na unidade a cada 15 dias. Essa mesma comunidade também solicitou cursos de artesanato para ensinar, principalmente as mulheres, a fazerem artesanato.

Veja Mais:  MP determina que Corpo de Bombeiros fiscalize empresas em Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura vai entregar cerca de 1.200 itens de locomoção entre cadeiras de rodas, bengalas e outros

Publicado

Cerca de 1200 pacientes com problemas de locomoção vão receber gratuitamente equipamentos que auxiliam no deslocamento e na rotina de casa e fora dela. Os itens serão entregues aos pacientes de Rondonópolis e de outras cidades da região Sul de Mato Grosso no dia 23 de abril, no Espaço Cultural Casario.

O objetivo principal dessa entrega é garantir a mobilidade, ou seja, o direito de ir e vir das pessoas com deficiência, que reflete no aumento da autoestima, na integração nas ações de proteção e cuidado, e principalmente no aumento da qualidade de vida dessas pessoas.

No total serão entregues 832 meios auxiliares de locomoção, que são andadores, bengalas para adultos e crianças e as bengalas canadenses e 356 cadeiras de rodas (para pessoas paraplégicas e tetraplégicas) e também as de banho, sendo 168 cadeiras só para Rondonópolis. Os equipamentos são adaptados para cada tipo de deficiência e algumas reguladas especificamente de acordo com a necessidade do paciente.

Além de Rondonópolis, os pacientes das cidades vizinhas Alto Garças, Araguainha, Campo Verde, Dom Aquino, Guiratinga, Jaciara, Juscimeira, Paranatinga, Pedra Preta, Poxoréo, Primavera do Leste e São Pedro da Cipa também serão contemplados.

A gerente do departamento de ações programáticas da Secretaria Municipal de Saúde, Mariuva Valtentim informou que as OPMs têm como objetivo ampliar a participação na sociedade e a independência das pessoas com deficiência, proporcionando assim maior autonomia, qualidade de vida e inclusão social, contribuindo na superação de barreiras.

Veja Mais:  Mutirão de Saúde no distrito de 'Nova Galileia'

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana