conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Carros e Motos

VW Up! será vendido apenas elétrico na Europa a partir de 2019

Publicado


VW Up! elétrico, ou e-Up!, é a opção mais imediata antes dos I.D, que terão a plataforma modular dos VW elétricos
Divulgação

VW Up! elétrico, ou e-Up!, é a opção mais imediata antes dos I.D, que terão a plataforma modular dos VW elétricos

A Volkswagen terá entre as novidades do Salão de Frankfurt (Alemanha), entre os dias 12 e 22 de setembro, o elétrico I.D e o fim das versões a combustão do Up! na Europa, uma vez que o modelo será encontrado por lá apenas movido a eletricidade.

LEIA MAIS: VW revela elétrico I.D. em testes antes do lançamento, já no ano que vem

A marca alemã passará a apostar usas fichas nos modelos elétricos no mercado europeu e o pequeno VW Up! , lançado em 2013, passará a ser encontrado apenas na versão elétrica, agora com algumas melhorias que também deverão ser adotadas nos clone do subcompacto, o Skoda Citigo e o Seat Mii, ambos os primeiros modelos elétricos de suas respectivas marcas.

Conforme o diretor de marketing da matriz da Volkswagen, Jurgen Stackamnn, a decisão de fabricar apenas versões elétricas do Up! tem entre as justificativas a impossibilidade de um modelo desse porte atender às rígidas normas de emissões de CO2 em vigor atualmente na Europa sem investimentos em mais tecnologia, o que seria economicamente inviável. Portanto, foi mais sensato passar oferecer apenas o carro com motor elétrico, mesma escolha feita pela Smart, por exemplo.

LEIA MAIS: Volkswagen confirma fabricação de novo crossover elétrico nos EUA

Veja Mais:  Mercedes mostra teaser do novo CLA,que será mostrado em janeiro

O Up! elétrico será oferecido pela Volkswagen até a chegada de um novo modelo que será fabricado em parceria com a empresa e.Go. A novidade promete ter o mesmo patamar de preço do Up!. Aliás, o segmento de subcompactos faz parte dos que não vão bem das pernas até na Europa, onde esse tipo de carro tem mais tradição. Isso porque as fabricantes precisam aliar lucratividade com os altos custos que envolvem os novos padrões de segurança e de emissões.

VW Up! conviverá com o elétrico I.D


VW I.D. chegará a conviver com o VW Up! elétrico, mas será uma opção mais moderna e refinada
NewsPress

VW I.D. chegará a conviver com o VW Up! elétrico, mas será uma opção mais moderna e refinada

Seguindo o modelo de sucesso adotado pela Tesla e por outras marcas de carros elétricos, a Volkswagen começa a aceitar pedidos de encomenda pelo hatch VW I.D a partir do próximo dia 8 de maio, revelou o executivo responsável pelo modelo, Jürgen Stackmann, durante a conferência anual do Grupo VW.

LEIA MAIS: Volkswagen elétrico da família I.D terá até 500 km de autonomia

Ainda conforme Stackmann, a Volkswagen espera que o novo modelo tenha todas as primeiras unidades da leva de lançamento vendidas antes do carro ser apresentado oficialmente no Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro. Será o primeiro de vários outros carros elétricos que serão lançados em seguida pela marca alemã.

Ainda não há dados oficiais a respeito, mas circulam nos bastidores informações que dão conta de que o I.D terá autonomia de cerca de 550 quilômetros e custará a partir de algo em torno de 30 mil euros (R$ 129 mil numa conversão simples). São números que precisam ser animadores para a dimensão que a marca pretende atengir nos próximos 10 anos.

Veja Mais:  Apesar da crise econômica, setor automotivo prevê bons resultados até fim do ano

LEIA MAIS: VW vai mostrar bugue elétrico conceitual no Salão de Genebra, em março

O Grupo Volkswagen quer lançar 70 novos modelos elétricos em uma década e vender cerca de 22 milhões de unidades nesse período. Isso inclui modelos da Porsche, Audi, Bentley e outras. Além disso, estima-se que em 2030, 40% dos modelos do portifólio das marcas do grupo alemão sejam elétricos, mas não devemos esperar que o VW Up! elétrico ainda esteja à venda até lá.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook

Carros e Motos

Mercedes de R$ 1,7 milhão tem 5 unidades vendidas no Brasil

Publicado


Mercedes AMG GTR Pro arrow-options
Divulgação

Mercedes-Benz AMG GTR Pro tem itens exclusivos baseados nos carros de corrida da marca alemã sediada em Stuttgart

A restrita lista dos supercarros mais caros do Brasil recebe mais um integrante: o Mercedes AMG GTR Pro, que tem 5 unidades vendidas o País, cada uma pelo equivalente a R$ 1,7 milhão. Ao todo, apenas 750 serão fabricadas. O modelo tem produção limitada e é considerado o mais rápido feito pela marca alemã com itens e acertos exclusivos para se aproximar dos carros de corrida.

LEIA MAIS: Veja quais são os 5 carros mais caros do Brasil hoje em dia

Estamos falando de um superesportivo com motor V8 4.0 biturbo, de 577 cv e 71,3 kgfm de torque, números para acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, diz a fabricante. Para conter todo esse ímpeto esportivo, o Mercedes AMG GTR Pro vem com freios de fibra de cerâmica que ficam parcialmente à mostra atrás das enormes rodas de aro 20.

Além disso, tanto a parte estrutural quando a aerodinâmica receberam mudancas em relação do AMG GTR convencional. Há defletores de ar e aerofólio de carbono, além de difusores na traseira para ajudar a manter o supercarro o mais grudado no chão possível. Para melhorar o arrefecimento do motor e dos freios, foram adotadas novas entradas de ar.

Muda também a suspensão, com ajustes manuais tanto das molas quanto dos amortecedores, seguindo o acerto adotado no AMG GT4 de competição. Para completar, instalaram novas barras estabilizadoras e vetorização de torque por frenagem, o que ajuda a tornar o carro ainda mais equilibrado nas curvas.

Veja Mais:  Aceleramos o Mercedes AMG GT C Roadster, conversível de mais de R$ 1 milhão

 LEIA MAIS: Aceleramos na pista o superesportivo Mercedes-AMG GT R de R$ 1,2 milhão

 Como não poderia deixar de ser em um superesportivo que deverá ser usado tanto nas ruas quanto nas pistas,  ao volante do Mercedes AMG GTR Pro é possível escolher por quatro modos de condução: básico, avançado pro e mestre, com variações em diversos ajustes, inclusive na atuação dos controles eletrônicos de estabilidade e tração.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Jeep Compass fica mais completo e caro na linha 2020

Publicado

Motor Show

Jeep Compass vinho arrow-options
Divulgação

Jeep Compass na versão S ficará R$ 8 mil mais caro e chegará nos R$ 195.990 como preço sugerido

Os novos equipamentos do série são a principal novidade da linha 2020 do Jeep Compass. É o que apontam materiais internos do fabricante a que a MOTOR SHOW teve acesso.

LEIA MAIS:  Por que o Jeep Compass é um dos carros mais desejados do Brasil?

O material não fala em mudanças mecânicas ou estéticas para o Jeep Compass, que segue disponível em cinco versões (Sport, Longitude, Limited, Trailhawk e S) e com os motores 2.0 flex de 166 cv (com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2) e 2.0 turbodiesel de 170 cv (com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4).

Segundo o material, aparentemente voltado para a área de vendas, a versão Sport Flex (R$ 116.990) terá a adição de chave presencial, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva. As configurações Longitude Flex (R$ 132.990) e Diesel (R$ 161.990) ganhará o retrovisor eletrocrômico além dos sensores de chuva e crepuscular. E a oferta do Park Assist no pacote Premium de opcionais do SUV médio .

LEIA MAIS: Jeep Compass x Kia Sportage: acompanhe essa briga boa de titãs

Nas Limited Flex (R$ 149.990) e Diesel (R$ 181.990), o SUV compacto passará a sair de fábrica com o banco do motorista com ajuste elétrico. Mesmo item que será de série também na configuração Trailhawk (R$ 181.990). Já a versão de topo S (R$ 195.990) agora terá teto solar panorâmico.

Veja Mais:  Honda Civic: 5 acertos e 5 erros da versão EXL

Em relação aos preços, o reajuste da maior parte das versões do Jeep Compass será de R$ 5 mil. Com exceção das configurações Sport Flex e Limited Flex e da topo de linha S.

Confira os preços do Compass 2020 e os reajustes em relação à linha 2019:
Sport Flex: R$ 116.990 (R$ 3 mil)
Longitude Flex: R$ 132.990 (R$ 5 mil)
Longitude Diesel: R$ 161.990 (R$ 5 mil)
Limited Flex: R$ 149.990 (R$ 3 mil)
Limited Diesel: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
Trailhawk: R$ 181.990 (R$ 5 mil)
S: R$195.990 (R$ 8 mil)

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Toyota anuncia que fará veículo de seis rodas para ser enviado à Lua

Publicado

veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação

Modelo de seis rodas da Toyota terá cabine pressurizada para ajudar nas missões dos astronautas a bordo

A Toyota anuncia que vai começar o desenvolvimento de um veículo de seis rodas para ser levado à Lua. Ainda conforme a marca japonesa, a fabricação dos primeiros componentes da versão conceitual vai começar no ano que vem para que os testes se iniciem a partir de 2021.

LEIA MAIS: Toyota mostra protótipo, no Salão de Tóquio, que valoriza ocupantes

Conforme as primeiras informações, o modelo lunar terá 6 metros de comprimento por 5,2 m de largura e 3,8 de altura. E será movido por células a combustível que usarão energia solar para ter as baterias recarregadas com ajuda de um painel removível, tudo para a missão do veículo na Lua.

Espera-se que os astranautas que estiverem a bordo do veículo da Toyota consigam operá-lo por seis semanas e que rodem cerca de 1.000 quilômetros. A cabine será pressurizada, o que vai ajudar nos trajes usados durante a operação.

Veículo Toyota na Lua arrow-options
Divulgação

Painel solar removível ajudará a recarregar as baterias das células a combustível do modelo da Toyota


Mais detalhes sobre o modelo da Toyota que será enviado até a Lua podem ser acessados pelo vídeo abaixo. A ideia é explorar áreas polares do solo lunar , o que inclui informações sobre a existência de água congelada no local. O novo veículo também deverá contribuir com o projeto de novos métodos de transporte para cobrir a superfície de outros planetas.

Veja Mais:  GM terá 11 lançamentos no Brasil em 2019 e aposta nos elétricos

LEIA MAIS: Toyota apresenta híbrido conceitual que mistura jeitos de SUVs e vans



Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana