conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Tecnologia

Xiaomi lança impressora de bolso que será vendida por menos de R$ 200

Publicado

source

Olhar Digital

A Xiaomi lançou mais um novo produto de terceiros pela plataforma YouPin. O dispositivo chamado de Youdao Memobird G4 é uma impressora de bolso que funciona através de um aplicativo no smartphone e é capaz de imprimir documentos via Bluetooth. 

Leia também: Apple pode perder pódio para Xiaomi entre as maiores vendedoras de smartphones

mini impressora de bolso xiaomi arrow-options
Reprodução/Xiaomi

Mini impressora de bolso da Xiaomi não usa tinta para impressão

Youdao Memobird G4 não depende de tinta para funcionar. O equipamento utiliza o método de impressão térmica e produz documentos em alta definição, com 360dpi. Segundo a Xiaomi, a única grande limitação é imprimir apenas em preto e branco. 

O app para smartphone oferece uma série de conteúdos educacionais prontos para impressão. A ideia é que ele facilite a visualização e resolução de exercícios para estudantes. 

mini impressora de bolso xiaomi arrow-options
Reprodução/Xiaomi

mini impressora de bolso xiaomi

A impressora de bolso Youdao Memobird G4 tem uma dimensão de 86,8 × 79,3x39mm e pesa apenas 165g. Ela também possui uma bateria de lítio de 900mAh que pode ser carregada em apenas 2 horas, suportando impressão contínua de 8 rolos de papel.

Leia também: Acabou a espera: Xiaomi inaugura sua primeira loja física no Brasil

O dispositivo está atualmente disponível para pré-encomenda no Xiaomi Youpin por 299 yuans, cerca de 170 reais. 

Via: GizmoChina

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Veja Mais:  Google está abordando pessoas para coletar fotos de seus rostos
publicidade

Tecnologia

Ok, Google! Nubank, Rappi, iFood e Banco do Brasil chegam ao Assistente

Publicado

source

Olhar Digital

google assistente arrow-options
Unsplash

Google Assistente ganha novos recursos


Desde quarta-feira (05) o Google Assistente começou a reconhecer marcas como Banco do Brasil, Nubank, iFood e Rappi . Desta maneira, o assistente virtual pode realizar serviços bancários e de delivery, sendo possível efetuar desde uma transferência bancária até mesmo pedir uma refeição via comando de voz.

Além de ter acesso ao Google Assistente , é necessário possuir o aplicativo em que se gostaria de realizar o serviço baixado. O passo a passo ainda é o mesmo de outras operações com o assistente e basta dizer “Ok, Google…” e completar com o que você deseja fazer. No caso do iFood ou Rappi é possível falar, por exemplo: “Ok Google, acompanhar meu pedido no (aplicativo)” que a tela será direcionada para o mapa de rastreamento do delivery do programa.

Leia também: Você diz ‘por favor’ à assistente virtual?

Com o Nubank e Banco do Brasil , o recurso torna possível realizar transferências bancárias , consultas de saldos de conta, faturas de cartão de crédito e pagamentos. A lógica é a mesma dos aplicativos de comida, sendo apenas necessário falar “Ok Google, quero ver o saldo no (banco)”, por exemplo.

A parceria entre Google Assistente e essas empresas parece ser o começo de uma ampliação para outros segmentos. “Em um primeiro momento, contamos com esses quatro parceiros, mas reforçamos que é uma tecnologia aberta, que qualquer desenvolvedor de aplicativos no sistema Android poderá implementar em seus serviços”, afirma Walquiria Saad, líder de parcerias de produto para o Google Assistente no Brasil, por meio de nota divulgada à imprensa.

Veja Mais:  Paul Allen, cofundador da Microsoft, morre aos 65 anos

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Quer saber como cada animal enxerga? Este software vai te mostrar

Publicado

source

Olhar Digital

abelha arrow-options
Unsplash/v2osk

Software mostra como os animais enxergam o mundo


Humanos e outras espécies enxergam o mundo de maneiras diferentes, desde tons de cores distintos até padrões e níveis de brilho. Com o intuito de mostrar como os animais veem as coisas , um grupo de pesquisadores lançou um software de código aberto chamado Quantitative Color Pattern Analysis (QCPA). 

“Criamos um software que permite aos usuários captar imagens digitais, filtrar as informações visuais que os animais contêm de acordo com as limitações dos sistemas de perspectiva deles, analisar esses dados para obter informações altamente detalhadas sobre o design e, finalmente, visualizá-las”, afirmou Cedric van den Berg, criador da tecnologia, ao Digital Trends .


Apesar de o projeto provavelmente ser requisitado por muitas pessoas somente pela curiosidade, ele pode fornecer informações valiosas aos cientistas. Por exemplo, saber como os animais percebem o mundo pode ajudar a entender melhor os mecanismos de camuflagem e cores de aviso que eles emitem para defesa. Além disso, a tecnologia possibilita obter mais informações sobre modos de sinalização sexual e exibições territoriais.

Leia também: Conheça o robô que pode brincar com seu gato quando você estiver fora de casa

Entretanto, não é somente a ciência que pode se beneficiar com o QCPA. Novas ferramentas voltadas para o mundo animal podem obter dados do software para facilitar a compatibilidade do objeto com os animais. “Estamos vendo novas aplicações o tempo todo, à medida que os usuários adotam a estrutura e começam a usá-la”, revelou van den Berg.

Veja Mais:  Paul Allen, cofundador da Microsoft, morre aos 65 anos

Um artigo que descreve o estudo, que resultou na criação do trabalho, foi publicado na revista científica Methods in Ecology and Evolution, na segunda-feira (2).

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

TikTok: como entrar e o que fazer na rede social do momento

Publicado

source
TikTok arrow-options
shutterstock

Como usar o TikTok?


É a quarta maior rede social do mundo em número de usuários. Foi o aplicativo mais baixado no mundo para iOS em 2018. Neste ano, ultrapassou Facebook e Instagram em número de downloads na App Store e Google Play Store. Sim, estamos falando do TikTok . Afinal, o que há de tão legal nele para gerar tamanho sucesso?

A rede social de vídeos curtos tem feito cada vez mais sucesso no mundo todo, sobretudo entre o público mais jovem. De acordo com uma pesquisa feita pela Infobase Interativa, 41% dos usuários da rede social tem entre 16 e 24 anos . A chamada geração Z toma conta do aplicativo, compartilhando e consumindo vídeos de até 15 segundos. Os mais populares são os de dublagem de músicas, esquetes de comédia, memes e desafios. 

Leia também: Internautas criam ilusão de ótica “psicodélica” em novo desafio viral das redes

Como entrar no TikTok?

O TikTok é uma rede social que funciona apenas através do aplicativo . Por isso, para começar a utilizá-la, é preciso fazer o download pela  App Store ou Google Play Store . O aplicativo também possui a versão Lite , que ocupa menos espaço de armazenamento. 

Se sua intenção for só consumir conteúdo, fazer o download do app já é o suficiente. No TikTok , não é preciso fazer um cadastro para conseguir assistir aos vídeos que aparecem na timeline ou procurar por perfis e hashtags. 

Leia também: TikTok lança seu primeiro celular; confira as especificações

Se você deseja produzir vídeos e interagir com outras pessoas, porém, é preciso se registrar na rede social . Para isso, é só seguir os seguintes passos dentro do aplicativo do Tiktok :

  1. Clique no ícone do perfil, no canto direito inferior;
  2. Selecione como você quer criar uma conta, seja através de outra rede social, da conta Google ou do endereço de email;
  3. Siga as recomendações que aparecerem nas páginas seguintes para finalizar a criação da sua conta.
Veja Mais:  Paul Allen, cofundador da Microsoft, morre aos 65 anos

Pronto, você já está cadastrado no TikTok e pode começar a produzir vídeos, seguir pessoas e publicar conteúdos. Para criar um novo vídeo, é só clicar no ícone “+”, no centro inferior da tela. Na lateral direita da câmera aparecerão várias ferramentas simples e intuitivas de edição de vídeo, como filtros e modificador de velocidade. Em cima, é possível adicionar uma música à produção. 

aplicativo TikTok arrow-options
Captura de tela

O aplicativo tem ferramentas bastante simples de edição de vídeos


Vídeos curtos e edição simples

O maior diferencial do TikTok é a facilidade com que usuários podem realizar edições de vídeo de forma bastante simplificada na plataforma. Para Isabela Ventura, CEO da Squid, empresa especializada em marketing de influência, o segredo do sucesso do TikTok é justamente esse. “Se antes você precisava sair de um aplicativo de uma rede social para ter outro aplicativo para fazer toda a edição, para depois jogar o vídeo dentro da rede social, hoje o tiktok trouxe essa facilidade de não precisar de outros aplicativos para gerar esses vídeos e para precisar editar”, comenta. 

Leia também: Conheça o TikTok, aplicativo que bateu o WhatsApp em número de downloads

Além disso, Isabela afirma que os resultados dos vídeos editados fazem sucesso justamente pela rapidez – cada publicação tem, no máximo, 15 segundos. “Você entra no TikTok achando que vai ficar cinco segundos e fica meia hora, uma hora tranquilamente sem parar. Acho que os vídeos são extremamente viciantes para quem consome”, afirma a especialista. 

Veja Mais:  Milhões de chineses têm dados em aplicativos de empréstimo vazados

A rede social do público teen?

Essa rapidez, facilidade e alta conectividade são os aspectos que fazem do TikTok um sucesso entre a geração mais jovem. Os nativos digitais estão bem mais acostumados ao smartphone do que ao computador, por exemplo, o que alavanca o sucesso do aplicativo entre a geração Z

Mas se engana quem pensa que o público teen é o único alvo da rede social do momento . O sucesso do TikTok começou entre os mais novos, mas muitos adultos já vêm se interessando em fazer parte dessa rede de pessoas. “O Facebook também não começou com a minha mãe e com a minha avó, o Facebook começou com os adolescentes e, hoje, minha mãe e minha avó estão lá dentro. Então esse é um movimento cultural e natural de todas as redes sociais”, explica Isabela, que acredita que o TikTok ainda deve crescer bastante entre o público mais velho. 

Leia também: Google e Apple barram downloads do aplicativo TikTok, ex-Musical.ly, na Índia

Sucesso nacional

Embora o TikTok tenha ganhado muita popularidade em países como a China – país onde nasceu e mantém um terço do total de usuários -, o Brasil também já vem sendo palco para o sucesso da rede social. Por aqui, o TikTok se fundiu com o finado musical.ly em agosto de 2018, o que alavancou ainda mais o sucesso da plataforma por aqui. 

Veja Mais:  É hora de revisar: conheça 6 aplicativos que vão te ajudar no ENEM

Assim como o fenômeno de criação de ídolos no YouTube , os chamados TikTokers também fazem muito sucesso no Brasil, movimentando milhões de fãs na rede social. Por aqui, porém, ainda falta que a marca seja reconhecida mais amplamente, sobretudo entre o público mais velho. “Se eu converso com uma pessoa de 10, 15 anos, ela já conhece TikTok. Mas se eu perguntar para uma pessoa de 30 sobre o TikTok, a chance dela falar ‘não conheço’ é grande. Então, acho que precisa de tempo e disseminação da marca no país”, avalia Isabela, que acredita que em alguns meses já veremos uma mudança nesse sentido por aqui. 

Instagram de olho na concorrência

Um dos maiores concorrentes do TikTok , hoje, é o Instagram , inclusive pela grande presença do público teen . E, assim como o Instagram percebeu o crescimento do Snapchat e criou o recurso de Stories , agora a rede social mira no sucesso do TikTok para acrescentar novas ferramentas. 

Leia também: Inspirado no TikTok, Instagram lança recurso ‘Cenas’; saiba como usar

No mês passado, o Instagram criou o recurso “Cenas”, que funciona de forma parecida com o TikTok , facilitando a criação de vídeos curtos para serem compartilhados na timeline. O teste começou no Brasil , o que pode indicar que o Instagram estaria tentando investir em mercados nos quais o TikTok ainda não pegou completamente.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana