Rondonópolis

Ação da Prefeitura beneficia famílias da Reserva Tadarimana

Publicado


 Famílias indígenas da etnia Boe Bororo, que residem na Reserva Tadarimana, localizada no município de Rondonópolis, receberam, no último sábado (8), cestas básicas contendo alimentos perecíveis e cobertores. Com intuito de minimizar a necessidade de famílias indígenas, a ação solidária realizada na aldeia central da Reserva Tadarimana pela Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social, também realizou a entrega de cartões do Ser Família Emergencial, o auxílio emergencial disponibilizado pelo governo de Mato Grosso que irá atender as famílias com o valor de R$ 150 por cinco meses. 

A Reserva Tadarimana ocupa uma área de 9,7 mil hectares do município de Rondonópolis, abrigando mais de 600 indígenas em nove aldeias. Ao todo, segundo a Secretária Municipal de Promoção e Assistência Social, Neiva de Col, foram entregues na ocasião: 149 cestas básicas contendo cerca de 20 quilos de alimentos perecíveis, 150 cobertores e 105 cartões do auxílio emergencial Ser Família. 

Ela explica ainda que das 149 cestas de alimento entregues, 82 foram doadas pela Justiça Comunitária, que tem a juíza Maria Mazzarello como coordenadora na comarca do município de Rondonópolis. “Essa ação solidária do sábado teve como objetivo oferecer um auxílio emergencial para as famílias indígenas durante esse período de pandemia”, comentou. 

“Já havíamos entregue antes 50 cestas por meio da Justiça Comunitária para famílias de bairros da cidade. Agora, demos continuidade à entrega de mais 149 cestas básicas de alimento à comunidade indígena do nosso município, sendo que 82 foram provenientes de doação da Justiça Comunitária e as outras que o município adquiriu com os recursos que têm para o enfrentamento da Covid-19 “, completou Neiva.

Veja Mais:  Rondonópolis tem o melhor saneamento do Centro-Oeste por três anos consecutivos no Ranking ABES da Universalização do Saneamento

 A ação solidária realizada pela Prefeitura de Rondonópolis, com o intuito de contribuir para a segurança alimentar dos indígenas da Reserva Tadarimana, contou, além da Justiça Comunitária, com a parceria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Energisa, Associação dos Transportadores de Cargas (ATC) e Associação Nacional das Empresas Agenciadoras de Transporte de Cargas (ANTC).

Comentários Facebook

Rondonópolis

Alunos assistem à palestra de Conscientização Ambiental de Prevenção às Queimadas

Publicado


Alunos de escolas municipais e particulares de Rondonópolis participaram nesta quarta-feira (17) de uma palestra, através de videoaula, com o tema Conscientização Ambiental de Prevenção às Queimadas Urbanas. As videoaulas fazem parte do Plano de Operação da Temporada de Incêndios Florestais do Comitê Municipal do Fogo.

A expectativa é que a palestra alcance cerca de 18.656 crianças do ensino fundamental, faixa etária das crianças de 05 a 10 anos de idade, sendo as escolas privadas contempladas: Escola Adventista, Escola Centro Integrado de Ensino, Escola Master Unidade Khalil, Escola Leibniz, e nas 72 escolas municipais de Rondonópolis.

Dentre os objetivos das videoaulas, destaca-se a conscientização deste público infantil quanto a importância da preservação do meio ambiente, os malefícios das queimadas para a saúde da população e a biodiversidade, assim como  dicas de prevenção às queimadas e ações sustentáveis que não agridem o nosso ambiente.

Diversas entidades públicas representativas como o Corpo de Bombeiros, o Ministério Público Estadual, a Câmara Municipal, o Juizado Volante Ambiental (JUVAM), a Secretaria Municipal de Agricultura, Defesa Civil e GASP; Secretaria de Governo e Secretaria de Receita; 18º GAC; Polícia Militar Ambiental; SEMA-MT; e IBAMA, integram o “Comitê Municipal de Gestão do Fogo”; um instituto criado por força da Lei. Nº 6880/de 19 de setembro de 2011 e que vai conjuntamente às citadas instituições, coordenar e levar a efeito a Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios Rurais e Urbanos no município de Rondonópolis durante a chamada temporada das queimadas em 2021. A campanha vai se estender até novembro deste ano.

Veja Mais:  Vereador Roni Cardoso indicou tapa buracos e lama asfáltica no bairro Dom Osório

Confira a videoaula:

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Vereador cobra pagamentos dos salários atrasados dos cooperados da Coopervale e criação de autarquia em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

O vereador Investigador Gerson (MDB) demonstrou preocupação com os cooperados da Coopervale, cooperativa que foi alvo da operação “Esforço Comum”, do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Na sessão de ontem da Câmara, o parlamentar utilizou a tribuna da Casa de Leis para expor sua indignação e fazer cobranças em favor destes trabalhadores.

Na oportunidade, o vereador cobrou também a criação da autarquia que vai administrar o transporte público de Rondonópolis e então possa colocar em funcionamento os ônibus que já foram comprados e estão parados.

“Tem que ser criada a autarquia e urgente, pois a prefeitura já comprou 22 ônibus e foi aprovada, por essa Casa de Leis, a autorização para que o prefeito Zé Carlos possa comprar mais 28 ônibus. Minha preocupação é que depois de criada a autarquia ficará à disposição da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SETRAT). Porém, apesar de toda competência da atual secretária Mara Gleibe, a mesma vem atuando em duas pastas. É preciso nomear um secretário exclusivo para a Secretaria de Trânsito, pois temos um trânsito caótico e um transporte público ineficaz”, sentenciou o Investigador Gerson.

Durante a sessão, foi apresentada a minuta do projeto, pelo líder do prefeito na Casa, vereador Reginaldo Santos, que versa sobre a criação da autarquia e o mesmo será debatido nas próximas sessões.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Vereador cobra pagamentos dos salários atrasados dos cooperados da Coopervale e criação de autarquia em Rondonópolis
Continue lendo

Rondonópolis

CDL emite nota contra ‘Lockdown’ em Rondonópolis

Publicado

A Câmara de Comércio dos Lojistas de Rondonópolis (CDL) divulgou hoje (16) manifestação contra a decretação da ordem de bloqueio da cidade. Depois que a classificação de risco do município mudou, a hipótese foi discutida novamente, e a classificação voltou ao status de “risco muito alto” de Covid-19 esta semana.

De acordo com o decreto do governo estadual, as mudanças na classificação de risco exigirão restrições adicionais para conter a disseminação da doença. Essas medidas incluem ‘lockdown’ obrigatório por pelo menos 10 dias e suspensão de serviços públicos não essenciais.

O decreto de ‘lockdown’, além de obstruir a circulação de pessoas e suspender todas as atividades não essenciais, depende da posição técnica do Comitê de Gestão de Crise – o comitê ainda não foi convocado para discutir o assunto.

Veja a seguir a íntegra da nota enviada à imprensa pela direção da CDL Rondonópolis:

LOCKDOWN NÃO! A Câmara de Dirigentes Lojistas de Rondonópolis (CDL), vem, por meio desta, se posicionar expressamente contrária a mais uma interrupção das atividades que movimentam a economia, gerando emprego e renda no município. Dizemos, em mais este momento, LOCKDOWN NÃO!

Entendemos, enquanto entidade representante dos setores da atividade econômica local, que tal proibição nos levará, novamente, à culpabilização de empregadores e empregados que a todo momento têm se mantido vigilantes no cumprimento dos protocolos de biossegurança adotados em prol do combate à pandemia da Covid-19.

A CDL de Rondonópolis defende a ação mais rigorosa por parte dos agentes fiscalizadores, com a aplicação de sanções severas a quem descumpre tais medidas de segurança. Não concorda, porém, com a generalização das penas a todo o comércio e outras atividades.

Neste momento de grave crise, desemprego e, especialmente, pequenas empresas fechando definitivamente suas portas, a restrição imposta de forma generalizada, além de ineficaz no controle da pandemia –como já apontado em situações anteriores no município- se mostra a grande geradora de um segundo colapso: o econômico.

Em favor da vida, nesta nota, a CDL de Rondonópolis roga por mais investimentos e melhorias na estrutura hospitalar, aliado à intensificação das ações fiscalizatórias. Ainda neste sentido, em prol de todos os rondonopolitanos, reafirma seu compromisso pelo direito ao trabalho e ao sustento de cada família. Serviço essencial é todo aquele que põe o pão na mesa.

A atividade econômica responsável não é a culpada pelo crescimento dos números. Não são estes empregados e empregadores os vilões desta triste história.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Rondonópolis tem o melhor saneamento do Centro-Oeste por três anos consecutivos no Ranking ABES da Universalização do Saneamento
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana