conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Nacional

“Acordei com saudade”, diz mãe de menino que gravou despedida, morto pelo pai

Publicado

Érica Kuasne e Matheus Gabriel arrow-options
Reprodução

Érica Kuasne e Matheus Gabriel

Um dia após sepultar o corpo do filho, Matheus Gabriel , de 9 anos, Érika Kuasne  escreveu: “Hoje acordei com saudade de você. Bom dia, meu bebê. Te amo meu bebê. Amor eterno.”

Antes, Érika  agradeceu o apoio que vem recebendo. “Venho agradecer a todos que no momento mais difícil estiveram do lado da minha família. Obrigado ao mundo pelas mensagens, pois recebi muita força de pessoas que nem sequer me conhecem. Eu louvo a Deus por isso, pois eu sei que daqui pra frente tudo se fará novo. Recebam todos minha eterna gratidão.”

Leia também: “Adeus, mãe”: antes de bater carro em caminhão, ex manda filho gravar despedida

O menino morreu em um grave acidente provocado pelo pai, inconformado com o fim do casamento há cerca de 3 anos. Antes de bater de frente em uma carreta, Marco Antônio Alves, de 45 anos, enviou áudios e mensagens para Érika ameaçando matar Matheus. Logo depois de mandar o menino gravar um vídeo de despedida à mãe, Érika soube do acidente. 


Em entrevista à Folha de Londrina, Érika contou que se separou de Marco por causa da violência que sofria durante 9 anos. Segundo ela, várias denúncias foram feitas contra o ex-companheiro, que chegou a ser preso sob a Lei Maria da Penha, com a qual conseguiu uma medida protetiva. 

Veja Mais:  Senado analisa MP que permite redução de salários e jornada durante calamidade

Ela disse que na quarta-feira, um dia antes de provocar o acidente, Marco a obrigou a entrar no carro dele sob ameaça. Ele pedia para ela voltar, caso contrário, jogaria o carro na frente de uma carreta. Quando conseguiu convencê-lo a descer do carro, foi para outro município, para casa de familiares.

Matheus Gabriel, de 9 anos arrow-options
Reprodução/ Facebook

Matheus Gabriel, de 9 anos


Érika e o filho Matheus Gabriel arrow-options
Reprodução/ Facebook

Érika e o filho Matheus Gabriel



Comentários Facebook

Nacional

Senado é iluminado de laranja para marcar o Dia de Luta contra Queimaduras

Publicado


.

Desta segunda-feira (1º) até o fim de junho, o edifício e a cúpula do Senado Federal serão iluminados em laranja em alusão ao Dia Nacional de Luta contra Queimaduras, celebrado no dia 6 de junho e instituído pela Lei 12.026, de 2009. O pedido da iluminação foi feito pelo deputado federal Roberto de Lucena (Podemos-SP), presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prevenção de Queimaduras e Atenção Global ao Paciente Queimado da Câmara Federal.

O Ministério da Saúde classifica queimaduras como “feridas traumáticas causadas, na maioria das vezes, por agentes térmicos, químicos, elétricos ou radioativos”. Elas costumam afetar os tecidos de revestimento do corpo humano e, nos casos mais graves, podem até atingir músculos, tendões e ossos.

Ainda de acordo com o ministério, cerca de 1 milhão de incidentes com queimaduras acontecem por ano no Brasil, com aproximadamente 2,5 mil mortes por conta desse tipo de ferimento.

Atualmente, o país oferece, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), uma rede especializada no atendimento de queimaduras, com estruturas que vão de ambulatórios a Unidades de Terapia Intensiva (UTI). No DF, o Hospital Regional da Asa Norte (HRan) é uma das maiores referências do Centro-Oeste nesse tipo de tratamento.

A lei que incluiu o dia de conscientização sobre queimaduras no calendário nacional teve origem no PLS 154/1999, do ex-senador Lúcio Alcântara, que era médico.

Veja Mais:  Projetos legalizam ensino a distância na educação básica em caráter excepcional

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Empregado demitido pode receber seguro-desemprego após estabilidade do benefício emergencial

Publicado


.

O direito ao seguro-desemprego é mantido em caso de demissão após o fim do período de estabilidade relativo ao recebimento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM). Ouça o que diz o consultor legislativo do Senado Eduardo Módena, especialista em Direito do Trabalho.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Senador defende PEC que restrinja decisões individuais de ministros do STF
Continue lendo

Nacional

Bolsonaro pede que apoiadores não saiam às ruas no próximo domingo

Publicado


.

O presidente Jair Bolsonaro pediu hoje (1º) a seus apoiadores que não compareçam às ruas no próximo domingo (7), quando estão previstas manifestações contrárias ao governo. Ontem (31), houve tumulto na Avenida Paulista, em São Paulo, quando a polícia militar tentou dispersar atos contrários e favoráveis ao governo.

Nas últimas semanas, aos domingos, grupos que apoiam o presidente têm se manifestado pela continuidade das ações do Executivo e com críticas à atuação do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF). Em Brasília, eles se reúnem na Esplanada dos Ministérios e Praça dos Três Poderes, onde o presidente também comparece para cumprimentá-los.

“Estão marcando domingo um movimento, né? Deixa sozinho domingo. Eu não coordeno nada, não sou dono de grupo, não participo de nada, eu só vou prestigiar vocês que estão me apoiando, fazem um movimento limpo, decente, pela democracia, pela lei e pela ordem. Eu apenas compareço. Não conheço praticamente ninguém desses grupos. Eu acho que, já que marcaram para domingo, deixa eles domingo lá”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada, em Brasília.

Na manhã desta segunda-feira, os seguranças da Presidência encaminharam os apoiadores para uma área interna do Alvorada, longe da imprensa, onde Bolsonaro parou para cumprimentá-los. Normalmente, eles ficam em um espaço reservado aos visitantes na área externa da residência oficial. A conversa foi transmitida ao vivo na página pessoal do presidente no Facebook.

Veja Mais:  Senado é iluminado de laranja para marcar o Dia de Luta contra Queimaduras

Edição: Narjara Carvalho

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana