Rondonópolis

Assinada ordem de serviço para construção da praça em frente ao IFMT

Publicado


A batida forte dos instrumentos de percussão da fanfarra anunciou na manhã desta quarta-feira (12) uma novidade para a comunidade escolar do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e também para os moradores da Vila Mineira: a assinatura da ordem de serviço para construção de uma praça.

O prefeito Zé Carlos do Pátio fez questão de participar do ato que aconteceu no ginásio poliesportivo do IFMT ao lado da diretora do campus Rondonópolis, Laura Ayoama. O projeto da praça contempla espaços de convivência, bancos, lixeiras e ainda um equipamento completo de academia popular.

Orçada em cerca de R$ 235 mil, a nova praça vai ter um trabalho paisagístico com plantio de mudas de plantas nativas do cerrado. As espécies vão receber atenção especial por parte de um professor do IFMT que vai acompanhar todo o desenvolvimento das mudas até a fase adulta das árvores.

A praça, segundo a diretora Laura Ayoama, faz parte de um projeto maior na questão de acesso ao campus e também será o ponto onde os alunos e a comunidade que mora no bairro vai chegar ou embarcar nos ônibus do transporte coletivo. Na nova praça também será feita a instalação do abrigo de ônibus.

“Esse investimento vai fazer a diferença para os nossos alunos e funcionários pois eles poderão passar mais tempo no campus que até então não tinha nenhuma área de convivência. E o bom é que a comunidade que vive no entorno do campus também será beneficiada”, comentou a diretora.

Veja Mais:  Avenida Daniel Clemente começa receber novo asfalto

Zé do Pátio lembrou que o IFMT foi construído na época em que foi prefeito em seu mandato anterior por isso tem um carinho grande pelo Instituto. “Queremos fazer de Rondonópolis referência em educação. Com a criação da Secretaria de Ciência e Tecnologia vamos dar mais oportunidade de estudos para os jovens com mil vagas em cursos do Senai e 1.500 vagas no cursinho pré-vestibular”, destacou o prefeito.

A secretária de Ciência e Tecnologia, Neiva de Cól e o secretário de Habitação e Urbanismo do município, Paulo José Correa também participaram da assinatura da ordem de serviço comemorada por dezenas de alunos do campus.

Fonte:

Rondonópolis

Raio X: O que tem por trás dos Kit Covid-19 encontrados no lixo em Rondonópolis?

Publicado

O que tem por trás dos medicamentos para Covid-19 encontrados na lixeira da Praça Brasil em Rondonópolis? A notícia publicada na página do Site Portal MT onde em um vídeo mostra uma servidora da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (CODER) achou os medicamentos no lixo, causou muitos burburinhos e espanto aos internautas e até mesmo críticas a gestão municipal.

A Coluna Raio X durante todo o dia desta quarta-feira (12) montou um quebra cabeça buscando informações, e chegou a conclusão do motivo em que certos irresponsáveis em plena pandemia onde diversos pessoas necessitam do Kit Covid-19, estes jogaram no lixo.

Buscando informações, o município de Rondonópolis não tem nenhuma responsabilidade pela atitude dos irresponsáveis, pois o ato não foi praticado por  servidor da saúde municipal.

A informação que chegou ao Raio-x, é que estes cidadãos que excluíram o uso do Kit Covid-19, foi ao local na região central em um maravilhoso projeto implantado pela iniciativa privada para atender as pessoas com sintomas da Covid-19, ali caso sejam constatado os sintomas, ali mesmo já sai medicados. Porém teve os que agiram de má fé, com intuito de ter beneficio próprio, usar de artimanhas para afastar do serviço.

Atestado Médico Covid-19

 Algumas pessoas foram até o local com má intenção e usou isso como forma de pegar atestado e afastar do trabalho, sem interesse de usar os medicamentos, jogaram no lixo. O protocolo da Organização Mundial de Saúde preconiza que pessoas com sintomas sejam isoladas por um período de 14 dias.

Veja Mais:  Projeto Sentinela já atendeu há mais de 10 mil pessoas até esta segunda-feira (11)

A partir de então, algumas portarias governamentais, notas técnicas e protocolos do Ministério da Saúde passam a respaldar e orientar o fornecimento de atestado de afastamento do trabalho a todos os pacientes portadores de sintomas respiratórios suspeitos de Covid-19, bem como de seus contatos familiares, mesmo sem realização de consulta presencial.

Para os pacientes com sintomas, deve-se realizar o fornecimento de atestado de afastamento do trabalho pelo período de 14 dias a partir da data de início dos sintomas. Ou seja, se o atendimento ocorreu quatro dias após o início do quadro, por exemplo, o médico deve fornecer atestado com dez dias de afastamento.

Apesar de a definição de caso suspeito ser a presença de síndrome gripal, pacientes com qualquer sintoma respiratório, com ou sem febre, devem ser afastados, de modo a realizar o isolamento o mais precocemente possível. É essencial lembrar as recomendações de higiene e proteção individual e domiciliar para esses pacientes.

Absurdo; Kit Covid-19 são encontrados no lixo em Rondonópolis

Absurdo; Kit Covid-19 são encontrados no lixo em Rondonópolis

Posted by Portal MT on Tuesday, August 11, 2020

Continue lendo

Rondonópolis

Simulado de acidente com produtos perigosos é realizado na BR-163 em Rondonópolis

Publicado

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (12.08) em Rondonópolis, em frente a empresa Transcamila na BR-163  o simulado operacional com cenário envolvendo acidente de trânsito e produtos perigosos. O evento foi realizado pelo 3º Batalhão Bombeiros Militar de juntamente com a Polícia Rodoviaria Federal (PRF), Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA), Rota do Oeste e a empresa Transcamila.

 O cenário do simulado consistia em uma colisão traseira de um carro de passeio com um caminhão transportando agrotóxico. No carro de passeio tinha uma vítima que ao inalar o produto perigoso ficou desacordada. Neste tipo de ocorrência a Rota do Oeste isola o local e aciona o Corpo de Bombeiros Militar para retirar a vítima do local do acidente e conter o vazamento do produto perigoso. As roupas de proteção para este tipo de ocorrência são especiais, pois requer maior proteção dos socorrista de modo a evitar a contaminação com o produto. Depois que o Bombeiro Militar retira a vítima da área quente (local onde aconteceu o acidente) leva a vítima para um local para fazer a sua descontaminação com água abundante e sabão neutro (local denominado área morna). E todos os outros apoios como ambulância e suporte ficam no local denominado de área fria. É importe salientar que cada produto perigoso possui uma distância mínima e um procedimento específico a ser respeitado.

Foto: Assessoria

Os simulados têm como objetivo preparar as equipes de cada força de forma a respeitar e sincronizar o atendimento para uma rápida e eficiente resposta a aquela vítima que necessita de um atendimento.

Veja Mais:  Simulado de acidente com produtos perigosos é realizado na BR-163 em Rondonópolis

Continue lendo

Rondonópolis

Vândalos furtam fiação elétrica da iluminação pública da praça do Jardim Belo Horizonte em Rondonópolis

Publicado

.

A praça pública do bairro Jardim Belo Horizonte foi alvo de vândalos que furtaram cabos de energia elétrica prejudicando a iluminação do local. As equipes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) estiveram no local nesta quarta-feira (12) verificando a ação.Um dos bancos da praça também foi furtado.

A Gerente de Departamento de Obras e Urbanismo da Secretaria de Esporte e Lazer, Bruna da Silva, informou que um boletim de ocorrência será registrado para apurar os fatos.

Conforme verificado os vândalos levaram 12 metros de cabo de 10 milímetros e 20 metros de cabo multiplexado de 16 milímetros. A pasta já está tomando todas as medidas cabíveis para solucionar o problema.

A secretaria também pede a colaboração da comunidade para denuncie a ação criminosa para que assim seja preservado o equipamento público.

PRAÇA NOVA

A praça pública do Jardim Belo Horizonte foi entregue à comunidade há cerca de três meses e ocupa uma área de 10.800 m². A obra foi custeada com recursos próprios do município, na ordem de R$ 464.245,40. No local foram construídos passeios públicos externos, pista de caminhada, mesa de jogos, tabela tripla de basquete, iluminação, paisagismo, academia popular e play ground infantil, entre outros.

A praça representa um importante espaço público de lazer, entretenimento e diversão para a comunidade não apenas do residencial Jardim Belo Horizonte, mas sobretudo para os bairros circunvizinhos, como Moradas de Parati, Jardim Tropical e Jardim Esmeralda.

Veja Mais:  Respiradores Falsos; Liminar decreta indisponibilidade de bens dos envolvidos em aquisição

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana