Mato Grosso

Batalhão Ambiental da PM resgata tamanduá- bandeira ferido no Cinturão Verde

Publicado


.

Policiais do Batalhão de Proteção Ambiental da Polícia Militar resgataram um tamanduá-bandeira, na quarta-feira (23.09), no bairro Cinturão Verde, em Cuiabá. A PM encaminhou o animal silvestre que apresentava alguns ferimentos para a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). 

Por volta das 10h, uma equipe de militares recebeu uma solicitação de resgate de animal silvestre na região da Linha 14, no Cinturão Verde, zona rural de Cuiabá. Os policiais identificaram que o animal se tratava de um tamanduá-bandeira e que o mamífero apresentava ferimentos na região do focinho, pata traseira e na cauda. 

Diante do quadro de saúde do animal, a polícia conduziu o tamanduá para a Universidade Federal de Mato Grosso para receber cuidados adequados que a situação requer. 

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

 
Fonte: GOV MT

Veja Mais:  Filhote de veado-catingueiro é levado para Santuário de Elefantes após tratamento no PAEAS

Mato Grosso

Sema suspende atividades do Parque Mãe Bonifácia

Publicado


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) suspende temporariamente, a partir desta sexta-feira (30.10), as atividades do Parque Estadual Mãe Bonifácia. 

O fechamento ocorre devido a morte de sete macacos saguis e atende os protocolos de segurança biológica. As atividades estarão suspensas até que os laudos da necropsia dos animais estejam concluídos e haja garantia de segurança da saúde da população e dos animais. 

Os laudos serão divulgados pela Unidade de Vigilância em Zoonoses da Prefeitura de Cuiabá que está analisando amostras coletadas. 

As equipes da Sema e do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental estão realizando varreduras sanitárias em todo perímetro do Parque.

Fonte: GOV MT

Veja Mais:  Município de Ribeirãozinho está com risco moderado de contaminação de Covid-19 em Mato Grosso
Continue lendo

Mato Grosso

Município de Ribeirãozinho está com risco moderado de contaminação de Covid-19 em Mato Grosso

Publicado


Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (29.10) mais uma atualização do panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O Boletim Informativo n° 235 mostra (a partir da página 12) que o município de Ribeirãozinho configura na classificação com risco “moderado” para contaminação do novo coronavírus.

Os demais 140 municípios estão na classificação de risco “baixo”, indicado pela cor verde e não apresentam grandes riscos de contaminação. Nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco “muito alto”, indicado pela cor vermelha que representa alerta máximo de contaminação.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

Veja Mais:  Equipe de obras da SES já esteve no Hospital Metropolitano para verificar incidente após chuva

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Filhote de veado-catingueiro é levado para Santuário de Elefantes após tratamento no PAEAS

Publicado


Um filhote de veado-catingueiro que estava em tratamento no Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (PAEAS) do Pantanal, com ferimentos graves na boca, está recuperado e foi encaminhado ao Santuário de Elefantes, em Chapada dos Guimarães.

O filhote foi encontrado em uma estrada próximo a um assentamento rural de Rosário do Oeste, sem a mãe e com abscesso na região oral. O animal foi entregue às autoridades competentes e encaminhado ao PAEAS para ser atendido por veterinários locais. O bicho não foi uma das vítimas das queimadas.

Participou da ação de resgate e transporte do veado-catingueiro até o Santuário de Elefantes, que o recebeu por meio de um Termo de Guarda, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Militar e Polícia Militar de Proteção Ambiental

Até o momento, o Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres já atendeu 182 animais silvestres.

Toda vida importa

O PAEAS Pantanal está em atividade desde o dia 30 de agosto é um dos instrumentos de resposta aos incêndios florestais e integra as ações do Centro Integrado Multiagências (Ciman).

A força-tarefa para atendimento aos animais reúne esforços de órgãos do Governo de Mato Grosso, Governo Federal, entidades de classe, terceiro setor e instituições privadas e já distribuiu até o momento mais de 7 milhões de litros de água e 68 toneladas de alimentos em mais de 16 mil pontos estratégicos.  

Veja Mais:  Filhote de veado-catingueiro é levado para Santuário de Elefantes após tratamento no PAEAS

O grupo é coordenado pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo e é formado pelas secretarias de Meio Ambiente e Segurança Pública, BPMPA, Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar, Programa REM-MT, Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Marinha do Brasil. 

Assembleia Legislativa, Prefeitura de Poconé, Juizado Volante Ambiental e Ibama também estão presentes. A UFMT atua por meio do Hospital Veterinário, Centro Acadêmico de Medicina Veterinária e Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres. O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) também apoia as ações.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária e a Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso compõem o grupo. Do terceiro setor, a Ampara Silvestre, Associação de Defesa do Pantanal (Adepan), Instituto Mata Ciliar, Ecotrópica, É o Bicho MT, Instituto Luísa Mell, Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD), Reprocon e SOS Pantanal somam esforços. Já da iniciativa privada apoiam a ação a Integral Pet, laboratório VET Vida, Vivet, Clínica Anjo da Guarda e Pantaneiro Clínica Veterinária.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana