Mato Grosso

Batalhão Ambiental encaminha homem à Delegacia após flagrante de extração ilegal de madeira

Publicado


Policiais militares do Batalhão de Proteção Ambiental encaminharam à Delegacia um homem de 58 anos de idade, por crime de extração ilegal de madeira, na tarde de segunda- feira (03.05), em Lambari D’Oeste. Além da madeira, um trator foi apreendido na ação policial.

A PM chegou ao suspeito após denúncia. No local indicado, uma fazenda na zona rural do município, os oficiais constataram que o homem não possuía autorização dos órgãos ambientais para a extração da madeira apreendida. Um trator Valmet, carregado de lascas de madeira ilegal, também foi apreendido.

O suspeito alegou que retirava a madeira para construir cercas na propriedade. Como não tinha a documentação necessária para realizar a extração, ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Rio Branco. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Atendimentos prioritários para as mães: saiba quais são esses direitos

Mato Grosso

Domingo (09): Mato Grosso registra 24 óbitos por Covid-19 nas ultimas 24h

Publicado

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (09.05), 373.121 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.149 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 260 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 373.121 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.140 estão em isolamento domiciliar e 353.259 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 417 internações em UTIs públicas e 343 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,68% para UTIs adulto e em 43% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (79.065), Rondonópolis (27.379), Várzea Grande (25.604), Sinop (19.538), Sorriso (12.911), Tangará da Serra (12.284), Lucas do Rio Verde (11.537), Primavera do Leste (10.187), Cáceres (7.939) e Alta Floresta (7.173).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 323.270 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 69 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (08), o Governo Federal confirmou o total de 15.145.879 casos da Covid-19 no Brasil e 421.316 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 15.082.449 casos da Covid-19 no Brasil e 419.114 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Veja Mais:  Dupla de Mato Grosso lança música em homenagem às mães

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Após 82 dias internada por causa da Covid-19, esteticista recebe alta e terá 1º Dia das Mães com a família

Publicado


Uma trajetória de luta pela vida é o que protagonizou a esteticista Márcia Mendes Leão, 32 anos, que agora pode se considerar uma vitoriosa contra a covid-19. Ela ficou internada 82 dias no Hospital São Mateus, em Cuiabá. A saga começou em fevereiro, quando ela deu entrada no hospital e depois ficou 30 dias internada na UTI, chegando a ter uma parada cardíaca durante o momento mais preocupante do tratamento.

Antes do contágio por covid, Márcia já teve uma história de perda. Em 2019 ela teve um bebê, que morreu oito horas depois do nascimento. O momento de tristeza não a impediu de conquistar o sonho de ser mãe novamente. Um ano depois ela engravidou novamente e nasceu Brenda Flor Alberto Mendes Leão, que hoje tem nove meses.

Em uma verdadeira luta pela vida e contando com todos os esforços da equipe de médicos, enfermeiras e técnicos do Hospital São Mateus, Márcia recebeu alta nesta sexta-feira (7) e irá para casa sob assistência de um serviço de home care.

O grande presente para o Dia das Mães para Márcia, que é a possibilidade de retornar para casa, foi antecedido por um momento especial. Nesta quinta-feira (6), Márcia recebeu uma carta de seu marido Hugueney Alberto Silva, 51 anos, em nome da sua filha Brenda que expressou o carinho por ela.

Veja Mais:  Recuperada da Covid-19, tenente-coronel da PM de MT é homenageada pelo filho que a tem como fonte de inspiração

“Feliz Dia das Mães meu amor Márcia Mendes Leão. Você foi uma grande guerreira. Sabemos que você passou por muitas dificuldades e superou. Sabemos da sua luta para ter a Brenda. O nosso primeiro filho Deus levou para Ele. Depois começou uma grande batalha para engravidar e o senhor Deus nos ouviu e veio a Brenda, linda e inteligente como você. Mais essa batalha que você venceu com a ajuda de Jesus Cristo, seu primeiro Dia das Mães completo está chegando. Você vai estar com a Brenda, com certeza. Será um dia muito importante para você e para a Brenda. Ela te ama e eu também”, diz a carta.

Para a enfermeira Karoline Augusta Pereira de Melo, do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, que acompanhou Márcia ao longo de todo o tratamento, esse momento de recebimento da carta nas vésperas de sua alta do Hospital coroou uma trajetória de muitos esforços e luta pela vida.

“Além da Márcia, outras mães que estão internadas no Hospital São Mateus também receberam cartas de seus filhos e familiares. As mensagens foram enviadas para nós e transcrevemos em uma carta que é lida na hora das refeições. É sem dúvidas um momento emocionante porque são mães já fragilizadas pela covid-19 e que há muitos dias não veem seus familiares. Essa ação é uma forma que encontramos para tornar o Dia das Mães mais humanizado e queremos continuar essa prática para os familiares possam se encontrar de alguma forma com seus entes queridos”, explica a enfermeira.

Veja Mais:  Ser Família Emergencial contempla 979 famílias em cidades da fronteira

A diretora-geral do Hospital São Mateus, Marilda Venzel, destaca que as práticas humanizadas são fundamentais para ajudar na recuperação da saúde dos pacientes e que fazem a diferença em momentos simbólicos como é o Dia das Mães.

“É um gesto simples, mas que transmite o carinho e o amor tão necessários para a recuperação dos pacientes. Também é oportunidade dos filhos expressarem seus sentimentos às suas mães neste momento no qual não se pode dar um abraço amoroso”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Ação solidária leva marmitas a famílias em situação de vulnerabilidade

Publicado

Mais de 150 voluntários se mobilizam para fazer e distribuir as refeições em Cuiabá e Rondonópolis

Mais de 10 mil marmitas já foram distribuídas nos primeiros dias da campanha solidária da Associação Braseiro “AmarMita – A Quentinha Bem”. Lançada no mês passado, a ação tem como objetivo alimentar mais de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade, em Cuiabá e Rondonópolis, com a doação diária de marmitas.

Na impossibilidade de realizar o Festival Braseiro esse ano, por conta da pandemia do coronavírus, a Associação criou a campanha das marmitas como alternativa para continuar realizando seus trabalhos sociais.

Entre a equipe do Braseiro e demais pessoas que se voluntariaram para ajudar na causa, o time da AmarMita já soma mais de 150 voluntários que se mobilizam todos os dias para preparar as refeições. A distribuição é feita no horário da janta, para 300 pessoas em Cuiabá, na Comunidade Nossa Senhora da Bakita e mais 370 em Rondonópolis, no Residencial Ana Carla.

A campanha foi pensada para acontecer durante 30 dias, mas a intenção é seguir distribuindo as marmitas mesmo após esse período, enquanto as doações estiverem chegando para a Associação Braseiro.

“Estamos muito felizes porque estamos fazendo a diferença na vida dessas pessoas. Obviamente não estamos levando só a marmita em si, mas levando também afeto e carinho. Tem sido muito bacana e gratificante não só para aquelas pessoas que estão recebendo as marmitas, mas para os voluntários que estão produzindo esse alimento também”, destaca Marco Túlio, um dos organizadores.

Veja Mais:  Laboratório de comunicação e cultura promove inclusão digital e fomenta economia local

Ele lembra que há diferentes formas de ajudar essa campanha. Seja se voluntariando na produção das refeições, ajudando na divulgação ou através das doações, para que o grupo consiga cumprir com o objetivo dessa ação solidária.

Cada marmita custa R$6,00. Com a doação de R$180,00 é possível oferecer comida diariamente a uma pessoa por 30 dias. Com R$ 900,00, as refeições chegam até o prato de cinco pessoas, e assim progressivamente, mas qualquer valor será bem-vindo.

As doações podem ser feitas através do PIX ou transferência:

Chave PIX: 65 999631589

Transferências:

Banco: 748 Sicredi

Agência: 0809

Conta: 25899-8

Razão Social: ASSOCIAÇÃO BRASEIRO

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana