conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Esportes

Brasil abre o placar contra Senegal, cede empate e decepciona mais uma vez

Publicado

jogo do brasil arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil x Senegal

Depois de perder para o Peru e empatar com a Colômbia nos dois últimos amistosos, o Brasil decepcionou mais uma vez ao empatar com Senegal nesta quinta-feira (10). A seleção brasileira abriu o placar logo aos 8 minutos do primeiro tempo com gol de Firmino, mas acabou diminuindo o ritmo e não conseguiu se impor.

Leia também: Tite convoca lateral do Botafogo para amistosos da seleção brasileira

Aos 45, ainda da primeira etapa, Marquinhos fez pênalti em Mané e Diédhiou converteu, deixando tudo igual. Na segunda etapa, as duas equipes continuaram tentando, Neymar teve uma falta para cobrar aos 44 do segundo tempo, mas o jogo terminou 1 a 1.

QUE TOQUE!

Em um início forte da Seleção Brasileira , com as linhas altas e dificultando a saída de bola de Senegal, uma mudança tática de Tite surtiu efeito relâmpago. Escalado na meia-direita, Gabriel Jesus descolou belo passe em profundidade para Firmino, que tocou por cima do goleiro e abriu o placar para o Brasil aos nove minutos.

Brasil x Senegal arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil x Senegal


CAIU DE PRODUÇÃO

Após o gol marcado, a atuação do Brasil, que prometia ser consistente pelos primeiros minutos fortes, foi decaindo. A então marcação alta foi recuada, e com isso Senegal cresceu na partida e passou a levar muito perigo ao gol de Ederson, que fez bela defesa para evitar gol de Sadio Mané.

Veja Mais:  Formar X Revelar

Leia também: Seleção brasileira tem volta de Gabigol e destaques de Athletico-PR e Grêmio

CASTIGO

Mal nos minutos finais de partida, a Seleção Brasileira sofreu o empate praticamente no último lance de perigo do primeiro tempo. Sadio Mané, ao seu melhor estilo, fez bela jogada individual, entortou Marquinhos e foi derrubado na área. Pênalti para Senegal, cobrado com categoria por Diedhiou para decretar o empate.

NEM ASSUSTOU

No segundo tempo, a marcha lenta que o Brasil atuou na parte final da primeira etapa continuou sendo a tônica da partida. O ataque brasileiro não conseguiu criar chances de perigo, e o goleiro Gomis sequer fez uma defesa difícil.

brasil e senegal arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil x Senegal


NO LUCRO

Nos 15 minutos finais de partida, quem ficou mais perto do gol da vitória foi a seleção senegalesa. Em dois minutos, dois chutes de fora da área assustaram Ederson. O primeiro de Sarr, o goleiro brasileiro fez bela defesa, e no segundo, de Sadio Mané, a trave foi quem evitou o pior para o Brasil.

Leia também: Ex-Seleção não vê futuro de jogador do Flamengo com Tite

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1×1 SENEGAL
Local: Estádio Nacional de Singapura, Singapura (SIN)
Data-Hora: 10/10/2019 – 9h (de Brasília)
Árbitro: Muhammad Taqi Aljaafari (SIN)
Auxiliares: Ronnie Koh Min Kiat (SIN), Lim Kok Heng (SIN)
Cartões Amarelos: Marquinhos 45’/1T, Alex Sandro 26’/2T (BRA); Kouyaté 5’/2T, Koulibaly 22’/2T (SEN)
Gols: Firmino (9’/1T, 1-0), Diedhiou (46’/1T, 1-1)

Veja Mais:  Plenário pode votar hoje suspensão das dívidas de clubes de futebol durante pandemia

BRASIL: Ederson; Dani Alves, Marquinhos, Thiago Silva, Alex Sandro (Renan Lodi); Arthur (Matheus Henrique), Casemiro, Coutinho (Richarlison); Jesus, Firmino (Everton) e Neymar
Técnico: Tite

SENEGAL: Gomis; Gassama, Salif Sané, Koulibaly e Coly; Gueye (Badou Ndiaye), Kouyaté (Sarr), Sarr (Thioub), Diatta e Sadio Mané; Diedhiou (Diallo)
Técnico: Aliou Cisse

Comentários Facebook

Esportes

Conselho Deliberativo do Mixto agenda reunião para homologar renúncia e marcar eleição

Publicado

Foto: Assessoria

Depois do pedido de renúncia do ex-presidente Walter Fernandes, o Conselho Deliberativo do Mixto marcou reunião extraordinária para o dia 15 de junho para homologar a saída do antigo conselho gestor e marcar a eleição.

O presidente do Conselho Deliberativo, Sargento Joelson, assinou o documento de convocação para todos os conselheiros aptos a votar para decidir o futuro do Mixto.

A reunião com os conselheiros do Mixto será por videoconferência para evitar aglomeração. Além de homologar a saída da antiga diretoria e marcar a data da eleição, serão apresentadas as contas de 2019 e Campeonato Mato-grossense deste ano.

A eleição do novo conselho gestor também será discutida. Como os prazos para inscrições de chapas e data do pleito. Somente terão direito a voto os conselheiros adimplentes, seguindo o estatuto do clube.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Covid-19: etapa Brasil do Tour de France é adiada para novembro
Continue lendo

Esportes

Flamengo renova com Jorge Jesus até junho de 21 por 4 milhões de euros

Publicado

Jorge Jesus continua no Flamengo até junho de 2021. A novela da renovação do contrato do treinador com o clube terminou em final em feliz nesta terça-feira (2). O primeiro sinal veio do vice-presidente do futebol rubro-negro carioca, Marcos Braz, que publicou na conta pessoal dele no Twitter, às 17h31, uma bandeira de Portugal, país de origem do Mister.

O contrato de Jesus expiraria no dia 19 deste mês. O técnico chegou ao Brasil em junho do ano passado, conquistando praticamente tudo o que disputou. Foram cinco títulos – Copa Libertadores da América e Campeonato Brasileiro, em 2019, e Recopa, Supercopa do Brasil e Taça Guanabara, em 2020, e apenas quatro derrotas em 51 jogos, com 38 vitórias e nove empates.

 técnico Flamengo Jorge Jesus
Jorge Jesus terá salário de 4 milhões de euros – Alexandre Vidal / Flamengo/Direitos Reservados

O novo contrato do Mister traz a possibilidade de ele deixar o Flamengo, caso surja proposta de um clube europeu. “Ele está sempre de olho no Velho Continente, o sonho dele é voltar para lá. Mais um ano é bom para o time, porque é quase o mesmo elenco campeão de 2019”, analisa Mário Silva, comentarista da Rádio Nacional.

O treinador deverá receber aproximadamente quatro milhões de euros (cerca de R$ 23 milhões), além de outras premiações. Neste primeiro ano de Flamengo, Jesus faturou algo em torno de R$ 15 milhões.

Veja Mais:  Flamengo renova com Jorge Jesus até junho de 21 por 4 milhões de euros

Edição: Sergio du Bocage

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Plenário pode votar hoje suspensão das dívidas de clubes de futebol durante pandemia

Publicado

.
Najara Araújo/Câmara dos Deputados
Ordem do dia para votação de propostas
Deputados também poderão votar MP que beneficia pequenas e médias empresas

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar hoje o projeto de lei que suspende os pagamentos de dívidas dos clubes de futebol durante o período de calamidade pública relacionada ao novo coronavírus.

Segundo o PL 1013/20, do deputado Hélio Leite (DEM-PA), ficam suspensos parcelamentos de débitos de clubes junto à Receita Federal, à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e ao Banco Central, previstos no Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut).

Devido às medidas de isolamento social e restrições de aglomerações, os jogos dos campeonatos nacionais e estaduais foram suspensos ou ocorreram sem público, diminuindo uma das principais fontes de receita dos clubes.

Microempresas
Também na pauta consta a Medida Provisória 944/20, que concede uma linha de crédito especial para pequenas e médias empresas pagarem sua folha de salários por dois meses durante o estado de calamidade pública decorrente do coronavírus.

Chamado de Programa Emergencial de Suporte a Empregos, o mecanismo prevê o aporte de até R$ 34 bilhões da União.

Entretanto, no dia 22 de abril, a Câmara aprovou o Projeto de Lei 1282/20, do Senado, que já foi convertido na Lei 13.999/20 e abordou o tema aproveitando parte das regras da MP 944/20, criando o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Veja Mais:  Jogadores e clubes brasileiros se posicionam contra o racismo

Segundo o texto aprovado, da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), micro e pequenas empresas podem pedir empréstimos de valor correspondente a até 30% de sua receita bruta obtida no ano de 2019.

O empréstimo contará com garantia de R$ 15,9 bilhões da União por meio do Fundo Garantidor de Operações (FGO-BB), a ser gerido pelo Banco do Brasil. A intenção é garantir recursos para as empresas e manter empregos durante o período de calamidade pública decorrente da emergência da Covid-19.

Contratação de médicos
Os deputados podem votar ainda requerimentos de urgência para projetos de lei como o PL 750/20, do deputado João Roma (Republicanos-BA), que autoriza todos os municípios a subcontratarem médicos por meio do programa Médicos pelo Brasil, gerenciado pela Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde (Adaps).

Atualmente, o programa é restrito a locais de difícil provimento ou de alta vulnerabilidade.

Outro projeto com pedido de urgência pautado é o PL 2835/20, do deputado José Guimarães (PT-CE), que dá preferência à mulher no recebimento do auxílio emergencial com duas cotas por família uniparental quando houver conflito de dados no cadastro em relação às informações declaradas pelo pai.

O projeto está apensado ao PL 2508/20, da deputada Fernanda Melchionna (Psol-RS), que tem a mesma intenção, especificando que o homem somente poderá receber duas cotas do benefício se comprovar a guarda unilateral dos dependentes.

Veja Mais:  Plenário pode votar hoje suspensão das dívidas de clubes de futebol durante pandemia

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana