Internacional

Centenário de Mandela tem discurso de Obama e programação extensa pelo mundo

Publicado

Os 100 anos de Nelson Mandela: líder sul-africano é homenageado por Barack Obama em evento em Joanesburgo
Reprodução/Twitter

Os 100 anos de Nelson Mandela: líder sul-africano é homenageado por Barack Obama em evento em Joanesburgo

O primeiro presidente negro da África do Sul, Nelson Mandela, que teve papel determinante no fim do sistema de segregação racial conhecido como “apartheid”, completaria o seu centenário nesta quarta-feira (18). Em homenagem aos 100 anos de Nelson Mandela, uma conferência ocorreu em Joanesburgo, com a participação do primeiro presidente negro norte-americano: o democrata Barack Obama.

Leia também: ‘Nelson Mandela implantou a cultura da morte’, diz Marco Feliciano

Em seu discurso pelos 100 anos de Nelson Mandela
, Obama chegou a se emocionar. Isso porque a luta de Mandela na África remete à vida do pai do democrata, que é do Quênia. Além disso, mesmo tomando posse do governo dos EUA dez anos depois do sul-africano deixar a presidência da África do Sul, Obama ainda teve que lidar com a desigualdade racial, durante seu governo.

“Deixe-me dizer no que eu acredito. Eu acredito na visão de Nelson Mandela
. Eu acredito em uma visão compartilhada por Gandhi, King e Abraham Lincoln. Acredito em uma visão de igualdade, justiça, liberdade e democracia multirracial, construída com base na premissa de que todas as pessoas são criadas iguais e dotadas, pelo nosso criador, de certos direitos inalienáveis”, disse Obama, em meio a aplausos.

Veja Mais:  Pesquisa Datafolha: João Doria lidera em São Paulo; Paulo Skaf é o segundo

“E acredito que um mundo governado por tais princípios é possível e que pode alcançar mais paz e mais cooperação na busca de um bem comum. Isso é no que eu acredito”, continuou. 

Em sua declaração, Barack Obama
chegou a alfinetar a gestão do republicano Donald Trump, sem citar seu nome. A provocação se deu quando ele falou a respeito da época “incerta e estranha” na qual vivemos, segundo o democrata.

“Dados os tempos estranhos e incertos em que estamos – e eles são estranhos e incertos – as notícias nos trazem, a cada dia, mais e mais manchetes perturbadoras”, afirmou. “E uma política de medo, ressentimento e retração começou a aparecer. É esse tipo de política que está agora em movimento, a um ritmo que teria parecido inimaginável há alguns anos”, continuou.

“A mídia social – antes vista como um mecanismo para promover o conhecimento, a compreensão e a solidariedade – provou ser igualmente eficaz na promoção do ódio, da paranoia e das teorias de propaganda e conspiração”, afirmou o democrata.

Comemorações pelos 100 anos de Nelson Mandela

O discurso de Obama
em Joanesburgo marcou o auge das celebrações do centenário do nascimento de Mandela. Porém, várias homenagens especiais serão realizadas no mundo inteiro, em homenagem à data.

Leia também: Coelho na orelha de Mandela revolta governo sul-africano

Uma extensa programação foi preparada em todo o mundo e inclui exposições, debates, iniciativas de incentivo à educação, ao voluntariado, publicação de livros, lançamento de filmes, músicas e concertos em tributo ao líder que dedicou sua vida à luta pela liberdade e abriu caminho para a consolidação da democracia no continente africano.

Veja Mais:  Advogado gravou Donald Trump falando sobre suborno a ex-modelo

Por sua contribuição à luta antirracista, o 18 de julho foi transformado pelas Nações Unidas (ONU) no Mandela´s Day
, o Dia Internacional Nelson Mandela – pela liberdade, justiça e democracia, uma forma de lembrar a dedicação e seus serviços à humanidade, com forte atuação também no enfrentamento ao vírus HIV e na mediação de conflitos.

Leia também: Winnie Mandela, militante da luta contra o apartheid, morre aos 81 anos

Apesar de ter sido chamado para discursar no evento que comemora os 100 anos de Nelson Mandela
, Obama e o sul-africano se viram uma única vez em vida. O encontro aconteceu em 2005, em Washington. Apesar disso, ambos os líderes expressavam sua admiração mútua publicamente.

* Com informações da Agência Brasil.

Comentários Facebook

Internacional

Salão do livro em Nova York abre inscrições para escritores

Publicado

Para quem sonha em ver seus livros rodando o mundo, o 5º Salão do livro de Nova York está com inscrições abertas para autores. Organizado pela ZL Books Editora, o evento acontece, dias 19 e 20 de junho, na Biblioteca Brasileira de Nova York (Brazilian Endowment for the Arts). Os interessados precisam se cadastrar, até dia 25 de abril, pelo e-mail [email protected].

O programa também conta com a realização de atividades culturais e palestra sobre literatura brasileira no mundo. O projeto Internacional existe há quase dez anos e já foi realizado em Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha), em algumas cidades da França e em Montreal (Canadá), além do Rio de Janeiro. 

 

Para Jô Ramos, escritora e idealizadora do evento, a iniciativa tem como objetivo disseminar a literatura de língua portuguesa para todos os cantos. Para ela, há muitos estrangeiros interessados no que é produzido no Brasil, além de brasileiros residentes no exterior que amam os escritores de língua portuguesa.

Ramos comenta que o salão do livro ajuda a valorizar o trabalho dos autores independentes e as pequenas editoras, ambos sem acesso ao circuito oficial literário brasileiro. “Projetos assim estimulam a preservação e a produção da nova literatura e dos novos autores”.

– Com intercâmbios culturais entre o Brasil e o exterior, desejamos criar mais oportunidades para que esses escritores possam conquistar novos leitores, além de acessar novas formas de divulgação da sua obra artística – diz.

Veja Mais:  Macaco escapa de zoológico na Suécia para comer batatas fritas no McDonald’s

 

Serviço:

5º Salão do Livro de Nova York

Inscrições pelo e-mail: [email protected]

Até dia 25 de abril

Evento acontece dias 19 e 20 de junho.

Horário: das 12h às 20h

Local: Brazilian Endowment for the Arts.

Endereço: 240 E 52nd Street, Nova York (USA).

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Crânio é encontrado no mesmo cômodo em que Luzia era mantida no Museu Nacional

Publicado


Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas
Reprodução/TV Globo

Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas

Bombeiros informaram nesta terça-feira (4) que um crânio foi encontrado em meios aos escombros deixados após o incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, em Cristóvão, zona norte da cidade. De acordo com informações da TV Globo
, a equipe estima que o achado seja uma parte de Luzia, o fóssil humano mais antigo já encontrado nas Américas.

Leia também: Defesa Civil interdita museu e diz que paredes internas podem desabar

O canal afirmou que um grupo de cientistas do Museu Nacional
realizará analises do material para descobrir se o crânio pertence ou não a Luzia. A ossada foi identificada no mesmo cômodo onde era mantida e, segundo relatos, estaria esfarelada.

A chuva ao longo da madrugada desta terça foi responsável pelos avanços nas buscas e por apagar focos de incêndio ainda remanescentes. A Defesa Civil do Rio de Janeiro comunicou que o local está interditado porque há chance de desabamento do telhado, laje e divisórias do prédio. Já na área externa, a avaliação feita por técnicos mostrou que a espessura das fachadas não apresenta risco iminente.

Acervos de Museu Nacional em cofres podem estar a salvo


Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ

Bombeiro que atuou no combate ao fogo durante o incêndio
, Rafael Luz
contou que se arriscou para salvar Luzia, mas acabou desistindo após se ferir durante o processo.

Veja Mais:  Pesquisa Datafolha: João Doria lidera em São Paulo; Paulo Skaf é o segundo

Leia também: Museu Nacional: vice-diretora diz que incêndio destruiu 90% do acervo

Luz disse que se queimou depois de a luva que estava usando derreter enquanto tentava destrancar o armário que abrigava o crânio de Luzia
. “Tentamos nos aproximar e abrir o armário, mas quando conseguimos, o móvel estava vazio. Na verdade, só tinha um ferro, que queimou os meus dedos. Doeu bastante. Saí do cômodo e chorei de frustração”, relembra.

Anteriormente, pesquisadores do museu levantaram a possibilidade de as peças mais raras e valiosas estarem “intactas” dentro de cofres e armários de aço especiais. Eles reconheceram que o trabalho será árduo, devido à temperatura ‘escaldante’ e da fragilidade da estrutura do prédio.

Leia também: Museu Nacional do Rio de Janeiro: para pesquisadores, dano é “irreparável”

A vice-diretora do Museu Nacional
, Cristiana Serejo, ressaltou que ao menos R$ 15 bilhões serão necessários para dar início à restauração do prédio, e que existem chances de itens estarem preservados após o incêndio. “A gente vai ter que aguardar. Mas a coleção de entomologia, de insetos, que ficava no terceiro andar, não resistiu. Isto foi uma perda gravíssima. Estava em armários compactadores, mas, como desabaram, foi um impacto muito grande”, concluiu.

*Com informações da Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

PT vai recorrer à ONU e ao STF por Lula candidato

Publicado


Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”
Divulgação

Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”

Após uma reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a direção do PT anunciou  nesta segunda-feira (3) que pretende recorrer novamente
ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir que a candidatura de Lula à Presidência da República seja registrada nas eleições de outubro.

Em entrevista coletiva após a visita, Fernando Haddad, atual candidato a vice na chapa petista disse que o partido vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula
”.

O PT prepara ainda dois recursos ao Supremo Tribunal Federal (STF), abordando questões eleitorais e criminais, para que não ocorra a necessidade de substituição do nome na chapa no prazo de dez dias, conforme definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que negou o pedido de candidatura na última sexta-feira (31).

Segundo Haddad, Lula decidiu continuar defendendo sua candidatura. “Nós sabemos que o povo está sofrendo uma crise sem precedentes. As pessoas estão com a vida cada vez mais difícil e o ex-presidente Lula é o caminho para a saída dessa situação”, afirmou.

“Denunciaremos à ONU
o não cumprimento do que determinou em relação à candidatura do ex-presidente Lula, assim como entraremos com recursos judiciais cabíveis para defender essa candidatura”, afirmou a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. 

Veja Mais:  Forças de segurança continuam nas comunidades do Rio de Janeiro

De acordo com o TSE, Lula não pode aparecer em propaganda política como candidato e está excluído da cédula eleitoral. Também nesta segunda feira, o ministro Luis Felipe Salomão  proibiu o PT de veicular propagandas
no horário eleitoral em que apresenta o ex-presidente como candidato. Foi fixada multa no valor de R$ 500 mil para o caso de descumprimento dessa determinação.

A decisão em caráter liminar (provisório) atende a pedido do Partido Novo , que argumentou na representação que, ao manter seus programas na TV e no rádio com Lula candidato, o PT
estava “desafiando” o TSE, uma vez que a maioria dos ministros da corte decidiu, na madrugada do último sábado (1º), barrar a candidatura do ex-presidente com base na Lei da Ficha Limpa.

Leia também: O que resta à defesa de Lula? Recurso no STF ainda pode tornar petista candidato

Haddad defendeu que a Coligação “O Povo Feliz de Novo” teve prazo muito exíguo para ajustar todas as plataformas de propaganda eleitoral, uma vez que a decisão do TSE sobre a candidatura de Lula
foi tomada na madrugada de sábado. Ele apontou que foram tomadas medidas ainda na madrugada pra ajustar a decisão, chamando os profissionais em suas casas para fazer as adequações.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana