Carros e Motos

Chevrolet Silverado tem lançamento adiado na Argentina

Publicado


source
Chevrolet Silverado foi exibida na Argentina em dezembro de 2020, com grande aceitação do público
Divulgação

Chevrolet Silverado foi exibida na Argentina em dezembro de 2020, com grande aceitação do público

A picape grande Chevrolet Silverado teve seu lançamento adiado por tempo indeterminado na Argentina. O modelo foi mostrado na região em dezembro de 2020, com promessa de início das vendas ainda no primeiro trimestre deste ano.

Segundo a Chevrolet , o lançamento da Silverado não será cancelado na Argentina, mas sim postergado. A medida foi tomada para priorizar de veículos de maior apelo na região.

Restrições fiscais do governo argentino e o desabastecimento de microchips semicondutores no mercado global também estão relacionados com o adiamento.

A Chevrolet Silverado foi adiada sem ter o preço final revelado na Argentina. No Chile, onde há isenção de impostos para veículos importados, o modelo 3.0 Turbodiesel LTZ pode ser adquirido por 36.759.100 pesos, que equivalem a R$ 264 mil.

Você viu?

No Brasil

O adiamento do lançamento da Chevrolet Silverado na Argentina é um balde de água fria nos clientes que esperavam o retorno do modelo ao Brasi l. A picape premium é produzida em Silao, no México, o que beneficia a isenção de taxas de importação para o nosso mercado. Dessa forma, a Silverado poderia ter valor mais competitivo que os modelos da Ram.

Veja Mais:  Como levar carga extra no carro sem ser multado

Os modelos importados para o Mercosul seriam equipados com motor 3.0 turbodiesel de 6 cilindros, capaz de desenvolver 281 cv de potência e 63 kgfm de torque. A transmissão automática é de 10 velocidades.

Na versão LTZ , a mais cotada para a região, a Chevrolet Silverado  conta com seis airbags (frontais, laterais e cortina), sistema de frenagem de emergência, rodas de alumínio aro 18, head-up display configurável, câmera 360° para manobras e iluminação interna em LED.

A Silverado LTZ tem capacidade de carga útil de 780 kg. No reboque, a pode levar até 4,355 kg, segundo a ficha técnica do site da Chevrolet do Chile.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros e Motos

Como levar carga extra no carro sem ser multado

Publicado


source
Suporte de bicicletas pode exigir uso de régua de sinalização, com luzes e placa adicionais
Divulgação

Suporte de bicicletas pode exigir uso de régua de sinalização, com luzes e placa adicionais


Está com o carro cheio e vai utilizar um bagageiro externo ou levar as bicicletas das crianças em um suporte externo? Pois a legislação de trânsito  determina regras para o transporte de cargas do lado de fora dos carros de passeio e comerciais leves.


De acordo com a Resolução nº 349/2010 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), o uso do bagageiro de teto é permitido, mas desde que a carga transportada e do suporte não ultrapassem 50 cm de altura ou o comprimento e a largura máxima da parte superior do veículo. Mesmo o uso do porta-malas também tem regras, com a bagagem sendo limitada à altura da linha dos vidros para não obstruir a visibilidade do condutor.

Nas caso das picapes , é permitido o transporte de cargas com a tampa da caçamba aberta, mas desde que o balanço traseiro (composto pela distância entre o centro do eixo traseiro e o final da carga excedente) não ultrapasse 60% do valor da distância entre os dois eixos do veículo.

Extensor de caçamba é opção dentro da lei para transportar cargas maiores em picapes
Divulgação

Extensor de caçamba é opção dentro da lei para transportar cargas maiores em picapes


Você viu?

A carga extra deve ser sinalizada com uma régua ou extensor de caçamba, equipado um sistema de sinalização luminosa e refletiva. No caso de a placa traseira ficar encoberta, será necessário a instalação de uma chapa adicional ao lado direito da traseira do veículo.

Veja Mais:  Jeep Gladiator se prepara para a estreia na Argentina

O transporte de bicicletas pode ser feito por meio de suportes específicos no teto (situação em que não se aplica a regra de altura máxima de 50 cm dos bagageiros) ou na traseira do automóvel.

Se o suporte encobrir a placa ou as luzes do veículo, vale a mesma regra das picapes para a instalação de um régua sinalizadora com placa e luzes adicionais.

Multas e punições

Levar carga de maneira irregular pode dar em multa de até R$ 293,47 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação
Divulgação

Levar carga de maneira irregular pode dar em multa de até R$ 293,47 e 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação


Vale destacar que rodar com a chapa de identificação encoberta é considerado infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, perda de sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e a apreensão do veículo.

A carga em condição irregular em carros de passeio é punida com multa de R$ 195,23 e perda de 5 pontos na habilitação. Já o transporte de carga fora das especificações da portaria em uma picape também é considerado uma punição grave. Nestes dois casos, o veículo fica retido até que seja resolvido o problema da bagagem fora dos padrões.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Fiat 500 elétrico está a caminho e deve chegar em meados do ano

Publicado


source
Fiat 500e deverá chegar ao Brasil apenas na versão topo de linha Icon, por mais de R$ 250 mil, com a alta do dólar
Divulgação

Fiat 500e deverá chegar ao Brasil apenas na versão topo de linha Icon, por mais de R$ 250 mil, com a alta do dólar

Mesmo com a cotação do dólar nas alturas, a Stellantis segue com o plano de trazer ao Brasil seus modelos elétricos de híbridos, apesar de manter certa cautela. A novidade agora é que o Fiat 500 elétrico está prestes a estrear no Brasil, o que deve acontecer em meados do ano, comforme apurou a reportagem de iG Carros.

Portanto, o Fiat 500 elétrico vai chegar às lojas do Brasil antes do Peugeot 208 e-GT , outro elétrico da Stellantis (PSA + FCA), que chegou a ser apresentado à imprensa no ano passado, mas que segue em previsão de chegar às lojas do País, em função das conjunturas atuais. 

Para trazer híbridos e elétricos ao Brasil (a previsão é de três modelos até 2022), a Stellantis já anunciou parceria com a Enel X, empresa de soluções energéticas. Além disso, a marca planeja fazer investimentos na infraestrutura necessária para a recarga de híbridos plug-in (como o Compass 4Xe ) e elétricos. A ideia é trabalhar em soluções para carregamento fácil, conectividade e segurança para simplificar a vida dos clientes que optam por dirigir um veículo eletrificado.

O novo Fiat 500 elétrico deverá ser trazido apenas na versão topo de linha Icon, com preço acima dos R$ 250 mil, portanto, abaixo dos R$ 283.950 do BMW i3, ou dos R$ 274 mil do Chevrolet Bolt.  O carro é equipado com um motor elétrico de 87 kW (118 cv), vai de 0 a 100 km/h em apenas 9 segundos, atinge 150 km/h e tem 320 km de autonomia.

As baterias de íon-lítio do Fiat 500 elétrico têm capacidade de 42 kWh e foram projetadas para a recarga rápida nos postos de energia. Ele é capaz de recuperar 80% de sua carga total em apenas 35 minutos, ou garantir 50 km de autonomia com apenas 5 minutos na tomada.

É possível utilizar wallbox de 7,4 kW, com capacidade para completar a energia das baterias por completo em pouco mais de seis horas. Em uma tomada comum, o tempo necessário sobe para 14 horas, conforme a FCA .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Renault comemora crescimento de serviço de carros por assinatura

Publicado


source
Serviço tem quatro planos de assinatura customizáveis de longa duração; confira todos os detalhes
Divulgação

Serviço tem quatro planos de assinatura customizáveis de longa duração; confira todos os detalhes

A Renault comemora o crescimento do On Demand , novo serviço de carros por assinatura  que já conta com 1,5 mil contratos e mais de 400 veículos entregues desde janeiro. Segundo a Abla (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis), essa modalidade que já foi incorporada por várias fabricantes deve dobrar até 2023.

O serviço tem quatro planos de assinatura customizáveis de longa duração para os veículos Kwid Zen 1.0 , Kwid Outsider 1.0 , Stepway Iconic 1.6 CVT e Duster Iconic 1.6 CVT . Os planos são de 12, 18, 20 ou 24 meses, com valores que partem de R$ 1.059 mensais. 

Planos incluem incluem manutenção preventiva, seguro contra roubo, furto e incêndios e assistência 24 horas
Divulgação

Planos incluem incluem manutenção preventiva, seguro contra roubo, furto e incêndios e assistência 24 horas

O Renault On Demand pode ser contratado de forma 100% online pelo site oficial do serviço. Para a contratação e determinação do valor, o cliente também terá que escolher um plano de quilometragem mensal que pode ser de 500, 1.000, 1.500 e 2.000 quilômetros mensais.

Veja Mais:  SUV elétrico para 7 pessoas, Volkswagen ID.6 aparece em teasers

Todos os planos do Renault On Demand incluem manutenção preventiva, troca de peças, substituição dos pneus, seguro contra roubo, furto e incêndios e assistência 24 horas com reboque, chaveiro, retorno ao domicílio e carro reserva. 

“Estamos atingindo um público mais jovem do que o que temos na base de financiamentos, o que significa que estamos trazendo novos clientes para a Renault”, diz Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. “Também estamos atraindo o interesse do segmento de pequenas empresas”.

Um novo mercado

Além da Renault , as marcas Audi , Caoa , Fiat , Jeep , Nissan e Volkswagen também aderiram aos carros por assinatura como alternativa. Segundo a UCorp, startup de soluções de mobilidade com foco em veículos sustentáveis, este novo padrão de negócios deverá impulsionar a eletrificação no Brasil.

Um bom exemplo é a Tesla , que chegou ao Brasil com o novo serviço de carros por assinatura da Osten Fleet. Com planos a partir de R$ 15.960, o cliente poderá levar um dos modelos elétricos da marca premium para a casa com limite anual de até 36 mil quilômetros. Apesar de contar com o Zoe em sua gama de produtos no Brasil, a Renault ainda não incluiu o modelo 100% elétrico nos serviços do On Demand . A  nova geração do modelo vai ser lançada no País no fim do mês. 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana