Rondonópolis

Com período chuvoso, atenção no combate à dengue deve ser redobrada em Rondonópolis

Publicado

Com o retorno do período chuvoso em Rondonópolis, a atenção com os focos do Aedes Aegypti deve ser redobrada pela população. Nesta quinta-feira (26), equipes da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) do município estiveram realizando um mutirão de combate à dengue na região dos bairros Carlos Bezerra e Edelmina Querubim. Agentes de combate às endemias visitaram as residências, identificaram focos de larvas do Aedes Aegypti e orientaram os moradores sobre as medidas que devem ser adotadas para evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya.

A UVZ informa que apesar de o Levantamento Rápido de Índices para o Aedes Aegypti (LIRAa) realizado nos dias 3, 4 e 5 de novembro indicar uma infestação predial de 0,9% na cidade, índice considerado satisfatório, alguns bairros preocupam pelo alto índice de infestação. No Jardim das Flores, por exemplo, foi registrada uma infestação predial de 7,25%, índice considerado de alto risco para epidemia, e na Vila Olinda e no Jardim São Bento, foram registradas infestações de 2,75% e 1,96%, respectivamente, o que representa estado de alerta para epidemia.

O LIRAa é o levantamento da quantidade de criadouros de Aedes Aegypti identificados em determinadas regiões e indica o índice de infestação predial, que é considerado satisfatório quando for menor de 1%, situação de alerta para epidemia quando compreendido entre 1% e 3,9% e de risco quando maior que 3,9%.

Veja Mais:  Rondonópolis pode ganhar duas unidades das Lojas Riachuelo

As equipes de agentes de combate às endemias explicam que a maior parte dos focos com larvas de Aedes Aegypti vem sendo encontradas em pneus abandonados, caixas de água, bebedouros para animais domésticos, brinquedos infantis jogados em quintais, lixo acumulado em quintais e terrenos baldios, e até mesmo em tampinhas de garrafa e sacolas plásticas jogadas em locais inapropriados.

A orientação é manter pneus em locais cobertos ou descartá-los adequadamente, caixas de água sempre tampadas, bebedouros de animais higienizados diariamente e não deixar lixo nos quintais ou terrenos baldios. A população também deve ficar atenta em não deixar brinquedos infantis em locais abertos, pois acumulam água e geram criadouros de Aedes Aegypti. Além disso, quem tem piscina deve ter atenção especial, mantendo a água limpa de forma adequada.

O trabalho dos agentes de combate às endemias é feito ao longo de todo o ano em todas as regiões da cidade. As equipes estão sempre com identificação (uniformes e crachás) e os moradores devem permitir que elas entrem nas residências para que se realize a identificação de possíveis criadouros.

Dengue

Conforme dados do Ministério da Saúde, em 2020, mesmo em meio a pandemia de coronavírus, foram registrados mais de 820 mil casos de dengue no Brasil, somente no primeiro semestre. Os estados do Acre, São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal concentraram a grande maioria dos casos.

Veja Mais:  Diagnosticado com covid-19 por duas vezes, radialista Gino Rondon recebe alta médica

Em Rondonópolis, de acordo com dados da Vigilância Epidemiológica do município, foram confirmados 1.249 casos de dengue entre janeiro e 18 de novembro deste ano. Destes, 39 casos foram de dengue com sinais de alarme e um caso foi registrado como dengue grave (dengue hemorrágica). Em 2020, a cidade não teve casos confirmados de zika e chikungunya até 18 de novembro.

Sintomas

A dengue é causada por quatro tipos diferentes de vírus e os principais sintomas são febre alta, dores de cabeça e no corpo, além de fraqueza e os casos mais graves podem causar dor abdominal intensa e contínua, vômitos e sangramento de mucosas.

Comentários Facebook

Rondonópolis

Seletiva para ator ‘Pornô’ em Rondonópolis termina com Boletim de Ocorrência

Publicado

 

Um servidor público e um amigo não identificados, ambos de 41 anos, procuram a Polícia Civil após terem seus números de telefone inclusos em um anúncio de contratação de atores de filmes pornográficos que circula na internet desde ontem (14).  O caso foi registrado nessa quinta (14) no bairro Vila Operária, no município de Rondonópolis (a 217 Km de Cuiabá).

Uma das vítimas relatou no Boletim de Ocorrência que recebeu um anúncio para contratação de ator pornô e que os números de telefone celular dele e de mais um amigo estavam fixados na imagem que rivalizou nas redes sociais nessa quinta.

No anúncio constava vários requisitos aos interessados em ser um ator pornô, como por exemplo, não ter vergonha, disponibilidade para viagens, pênis mínimo de 13 centímetros e não ter nojo do órgão feminino. O cachê ofertado era de R$ 1,6 mil. Para participar da seletiva, os candidatos teriam que pagar R$ 15,00 reais.

Da redação com RD News

Comentários Facebook
Veja Mais:  Após intervenção de Claudinei, Coder recupera ponte que liga a comunidade da Três Pontes
Continue lendo

Rondonópolis

Diagnosticado com covid-19 por duas vezes, radialista Gino Rondon recebe alta médica

Publicado

Flávia ( de amarelo) comemora alta do pai Gino Rondon: “Só quero abraçar e levar ele para a casa”. (Foto: Henrique Kawaminami)

Diagnosticado com covid-19 por duas vezes, o radialista Gino Rondon, 66 anos, cruzou a porta do Hospital da Unimed na tarde deste sábado (dia 16) com status de sobrevivente.

“É um milagre. Ele tem diabetes, pressão alta, três stents no coração. Mas venceu. O médico disse que a situação era gravíssima”, afirma a filha Flávia Rondon, 40 anos.

A dupla vitória de Virgínio Aleixo Rondon Gomes da Silva, o Gino Rondon, sobre a doença é uma história que começa ser contada em setembro de 2019. Ele é chefe de gabinete em Itiquira (Mato Grosso) e fez exame naquela ocasião após contato com caso positivo. A doença foi confirmada, mas veio com sintomas leve, tratados em casa.

Em 4 de dezembro, Gino chegou a Campo Grande, onde mora a filha, para se submeter a procedimento de cateterismo, que estava agendado para dia 8. Logo na chegada, apresentou sintomas gripais e teve o segundo exame positivo para o novo coronavírus.

Gino (à direita) teve covid duas vezes e, na última, precisou ser entubado. (Foto: Henrique Kawaminami)

Ele ficou isolado na casa da filha. Mas, na sequência do diagnóstico, veio a torrente de problemas de saúde: infarto e edema agudo pulmonar. “Ele ficou muito fragilizado pela covid”, conta Flávia.

Veja Mais:  Deputado Claudinei destinará emenda para a Secretaria de Esporte e Lazer de Rondonópolis

No dia 4 de janeiro, o quadro se agravou  e o paciente foi internado às pressas no hospital com severa falta de ar. Na madrugada seguinte foi entubado. Sem poder estar perto, a família se valeu da fé, com campanha de orações.

Gino respondeu bem ao tratamento, os aparelhos foram sendo retirados e, finalmente,  pôde trocar a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por um quarto. “Deu o sopro da vida novamente. Chegou morrendo, a respiração dele zerou. Só quero abraçar e levar ele para a casa”, diz Flávia.

Da redação com Campo Grande News

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Vereador Cláudio da Farmácia testa positivo para Covid-19

Publicado

Foto: Assessoria

O Vereador Cláudio da Farmácia testou positivo para Covid-19, tem sintomas leves, e como teve alteração da coagulação do sangue, vai tomar medicação injetável a partir de hoje (16), com acompanhamento médico e isolado em sua residência.

Cláudio da Farmácia passou por uma angioplastia em 2019, quando teve que colocar uma mola na veia do coração, ficando uma semana afastado dos trabalhos, por esse motivo todo cuidado é necessário.

A esposa Cida Pinheiro está internada na Santa Casa com Covid-19 e a filha Mariana Carvalho em isolamento em casa.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Deputado Claudinei destinará emenda para a Secretaria de Esporte e Lazer de Rondonópolis
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana