Saúde

Compra errada de respiradores gerou rompimento de contrato com Iabas, diz Witzel

Publicado


source

Agência Brasil

Witzl
Antonio Cruz/Agência Brasil

“Não podemos continuar com erros, eles precisam ser corrigidos”, diz Witzel

O governador do Rio, Wilson Witzel, alegou a compra errada de respiradores para pacientes de Covid-19 para romper o contrato com organização social Iabas – Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde, responsável pela construção de sete hospitais de campanha.

Em vídeo publicado na internet nesta quarta-feira (3), Witzel sustentou que sua decisão de romper o contrato e intervir nos hospitais foi tomada após a informação de que os 500 aparelhos que a organização está comprando não são respiradores, mas carrinhos de anestesia, que não podem ser utilizados nas unidades de saúde.

Derrota: Assembleia do Rio derruba 17 dos 18 vetos de Witzel

“Não podemos continuar com erros, eles precisam ser corrigidos. A Fundação Estadual de Saúde assume [os hospitais] para concluir as obras, operar o sistema e deixar um legado. Esses hospitais de campanha serão muito importantes para a reabertura da economia, para gerar empregos e, principalmente, para ajudar no futuro com cirurgias eletivas”, disse o governador.

O Iabas se manifestou, em nota, dizendo que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) tinha conhecimento das aquisições contratadas, inclusive dos respiradores acoplados a carrinhos de anestesia. Segundo a entidade, o equipamento é recomendado pela Associação Médica Brasileira como alternativa para tratar pacientes de covid-19, diante da escassez de respiradores no mercado mundial.

Veja Mais:  Brasil tem 71,4 mil mortes pela Covid-19 e 1,83 milhão de casos confirmados

Rio de Janeiro tem 5.686 óbitos e 56.732 casos de Covid-19

“O Iabas informa que, desde o início das negociações para compra dos carrinhos de anestesia em substituição aos respiradores, a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro sempre esteve informada. É consenso internacional a utilização de carrinhos de anestesia como ventiladores, principalmente no momento atual, em que sistemas de saúde do mundo inteiro estão em busca desses equipamentos, o que leva à escassez do produto”, afirmou a empresa.

Medidas judiciais

Diante do rompimento de contrato e a retomada pelo governo estadual de sete hospitais, o Iabas disse que tomará medidas judiciais para assegurar os seus direitos: “Diante do decreto de intervenção, cabe ao Iabas, em primeiro lugar, colaborar na transferência dos hospitais para o novo gestor, para, na sequência, tomar as medidas judiciais necessárias para assegurar os direitos de nossa instituição.”

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Com 631 novos registros, Brasil chega a 72,1 mil mortes causadas pela Covid-19

Publicado


source
Sepultamentos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida
Alex Pazuello/Semcom

Ministério da Saúde atualiza situação pandêmica do Brasil


O novo levantamento do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (12) mostra que o  Brasil registrou 631 novas mortes causadas pela Covid-19 em 24 horas. O total agora é de 72.100. O crescimento é de 0,9%. A taxa de letalidade é 3,9%.


Já o número de casos confirmados do novo coronavírus (Sars-CoV-2) foi para 1.864.681. Desse total, 24.831 casos só de ontem para hoje. O crescimento é de 1,3%.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

O levantamento de ontem da pasta registrou 1.071 óbitos e 39.023 casos em 24 horas. Até então, o Brasil tinha 71.469 mortes e 1.839.850 pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 17.848 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 11.415 mortes.

Os estados que registram maior número de casos são: São Paulo (371.997), Ceará (136.785), Rio de Janeiro (129.684), Pará (125.714) e Bahia (105.763).

Veja Mais:  Em recorde inédito, EUA registram mais de 66 mil casos de Covid-19 em 24h
Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Cientistas alertam para distúrbios cerebrais em casos de Covid-19

Publicado

 

source

BBC News Brasil

dois homens fazem testagem da covid-19

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Pesquisadores tentam entender se Covid-19 pode causar danos cerebrais

Complicações neurológicas graves  — que incluem inflamação, psicose e delírio — foram descobertas em 43 casos de pacientes com Covid-19 por pesquisadores da University College London (UCL).

Indivíduos sofreram com problemas variados, como distúrbios cerebrais, derrames, danos centrais ao nervo e outros efeitos graves no cérebro, segundo a pesquisa.

O estudo publicado na revista científica Brain também revela um aumento nos casos de uma condição conhecida como encefalomielite aguda disseminada (Adem, na sigla em inglês). Esse aumento coincidiu com a primeira onda de casos de Covid-19 no Reino Unido, em março deste ano.

O número de casos aumentou de uma média de um por mês para um por semana. A Adem pode ser provocada por uma infecção viral como o novo coronavírus .

“Se vamos ter uma epidemia de grande escala de danos cerebrais ligados à pandemia (de Covid-19) — talvez parecida com o surto de encefalite letárgica dos anos 1920 e 1930 depois da pandemia da gripe espanhola de 1918 — ainda não sabemos dizer”, diz Michael Zandi, do Instituto de Neurologia da UCL.

Veja Mais:  Com 631 novos registros, Brasil chega a 72,1 mil mortes causadas pela Covid-19

Cientistas não encontraram traços de Covid-19 no líquor, o fluido corporal presente no cérebro. Isso sugere que o vírus não ataca diretamente o cérebro. Eles especulam que o dano cerebral seria causado pela resposta do sistema imunológico ao novo coronavírus.

“Dado que o coronavírus só está aí desde poucos meses, não temos ainda noção sobre os danos de longo prazo que ele pode causar”, diz o médico Ross Peterson, da UCL, que também participou da pesquisa.

“Os médicos precisam estar cientes dos possíveis efeitos neurológicos, já que o diagnóstico precoce pode melhorar o resultado para os pacientes.”

Cientistas ainda tentam entender o impacto que a Covid-19 pode ter no cérebro.

Outro estudo recente identificou danos cerebrais em 125 pacientes que estiveram em estado grave por conta do novo coronavírus. Quase metade deles havia sofrido derrame devido a algum coágulo que se formou. Outros apresentaram inflamação cerebral, psicose e sintomas de demência.

Um dos autores do estudo, o professor Tom Solomon, da Universidade de Liverpool, disse à BBC que está claro que existe uma relação entre o vírus e os danos cerebrais.

“Parte é devido à falta de oxigênio no cérebro . Mas parece haver muitos outros fatores, como problemas de coagulação e uma resposta híper-inflamatória do sistema imunológico.”

No Canadá, o neurocientista Adrian Owen lançou um estudo global para tentar determinar como o vírus afeta a cognição.

Veja Mais:  Em recorde inédito, EUA registram mais de 66 mil casos de Covid-19 em 24h

“Nós já sabemos que os sobreviventes de UTIs estão vulneráveis para danos cognitivos”, disse.

“Então com o número de pessoas recuperadas de Covid-19 crescendo, está ficando cada vez mais nítido que mandar as pessoas da UTI para casa não é o final da história para essas pessoas. É só o começo das suas recuperações.”

Michael Zandi, da UCL, diz que também havia ligações entre danos neurológicos e doenças como a Sars e a Mers. Mas no caso da Covid-19 isso está acontecendo em uma escala muito maior.

O mais parecido com a situação atual, segundo Zandi, foi o surto de uma doença misteriosa logo após a pandemia de gripe espanhola, em 1918.

A doença conhecida como encefalite letárgica apareceu no mundo naquela época e afetou mais de um milhão de pessoas. Há poucas pistas sobre as causas da doença e sobre a possibilidade de a influenza ser o gatilho para ela.

A doença causava problemas motores semelhantes ao Mal de Parkinson e uma espécie de coma.

O correspondente médico da BBC, Fergus Walsh, diz que é importante não se traçar comparações exageradas entre a Covid-19 e a gripe espanhola de 1918. Mas no caso desses sintomas de problemas neurológicos, será necessário estudar mais os impactos de longo prazo da doença no nosso cérebro.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Em novo recorde, EUA registram mais de 66 mil casos de Covid-19 em 24h

Publicado


source
donald de trump de máscara
Reprodução/CNN

O presidente Donald Trump usou máscara pela primeira vez em público


A Universidade Johns Hopkins afirma que os Estados Unidos bateram novo recorde de registro de casos de Covid-19 em um dia. No último sábado (11), foram 66.528 novos infectados pelo novo coronavírus . Na sexta (10), foram 71 mil novos casos em 24 horas .


Em quatro dias na última semana, quase que seguidos, o epicentro da pandemia no mundo registrou 60 mil novos casos em 24 horas. Agora, o país tem 3,2 milhões de pessoas infectadas. Os mortos chegam a 135 mil, sendo 760 no último dia.

A Flórida é um dos estados com cenários mais preocupante e registrou 10.360 novas infecções e 95 óbitos. No entanto, isso não impediu o estado de reabrir dois parques temáticos da Disney World, em Orlando.

Trump de máscara

Pela primeira vez, o presidente do país, Donald Trump , fez uso de máscara em público. A visão era tentar amenizar sua imagem negativa diante do combate à Covid-19 .

no entanto, fontes afirmaram à imprensa que os assessores de Trump precisam implorar para que o presidente usasse o equipamento.

Veja Mais:  Medicamentos para azia podem aumentar risco de contrair Covid-19

Mesmo em meio ao cenário, o presidente assinou a  saída oficial do país da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta semana.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana