Política MT

Deputado Thiago Silva defende criação de centros de reabilitação pós-covid nas cidades-polo

Publicado

Foto: Assessoria

Preocupado com o percentual de pessoas que ficaram com sequelas pós-covid, o deputado estadual Thiago Silva (MDB) apresentou a indicação 2593/2021 para que o Estado possa criar centros de reabilitação nas cidades-polo de Mato Grosso.

A indicação tem por objetivo atender os pacientes que obtiveram sequelas respiratórias, motoras ou emocionais decorrentes do coronavírus. Estima-se que a cada 10 pacientes recuperados, oito ainda apresentem sintomas de Covid nas duas semanas após a cura da doença, sendo, portanto, necessário o tratamento destas sequelas o quanto antes para que estas não convertam-se em deformidades permanentes.

“Queremos que o Estado tenha essa atenção especial com as pessoas que ficaram com sequelas e precisamos criar nas cidades-polo, centros de recuperação para fazer este atendimento pelo Sistema Único de Saúde”, disse o deputado Thiago.

O centro de reabilitação poderá ser composto por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, educadores físicos, nutricionistas e psicólogos.

Em reunião na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (3), o deputado Thiago parabenizou a luta do vereador de Rondonópolis Dr. Jonas pela implantação do centro de reabilitação para pessoas que ficaram com sequelas da covid na unidade de reabilitação Nilmo Júnior.

Durante a reunião, que também contou com a presença do senador Welinton Fagundes, vereadores Reginaldo, Marildes, Dico, secretário de saúde Vinicius, deputados Sebastião Rezende e Wilson Santos, o deputado Thiago reforçou junto dos colegas parlamentares o pedido ao secretário da Assembleia deputado Eduardo Botelho para o Legislativo ajudar na implantação do “Corujão da Vacina” para o atendimento 24 horas e um centro de triagem em Rondonópolis.

Veja Mais:  Famílias carentes do Médio-Norte recebem auxílio alimentação

De acordo com o servidor público Wiliam Lima, essa indicação é de grande valia para atender milhares de pacientes que precisam de atendimento especializado para a recuperação e voltar às atividades normais.

Comentários Facebook

Política MT

Republicanos Mulher elege nova presidência Estadual e municipais, e realiza debate sobre políticas públicas para mulheres vítimas de violência

Publicado

Angelita Amorim – presidente Republicanos Mulher

O partido Republicanos Mulher elege nova presidência em MT, e realiza debate sobre violência contra mulheres em evento realizado de forma híbrida: presencial e virtual, na próxima segunda-feira (10), às 8h, no Hotel Delmond em Cuiabá, a vice-prefeita de Alto Garças, Angelita Amorim assume a presidência do Republicanos Mulher em Mato Grosso, e para liderar o partido em Cuiabá, a empossada será a advogada Drª. Patrícia Araújo.

Após a solenidade de posse, às 9h30, ocorrerá o “Debate para Discutir Políticas Públicas para Mulheres Vítimas de Violência em Mato Grosso”, com a presença confirmada para compor a mesa presencialmente, respeitando todas as orientações sanitárias em combate ao Covid-19, a  secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, primeira dama de Sinop, Scheila Pedroso da Silva, e presidente da Associação para Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso (APDM), ex-senadora e deputada estadual, Serys Marli, e a vereadora por Rondonópolis, Kalynka Meirelles (Republicanos).
Também participarão as primeiras-damas e secretárias de assistência social dos municípios, além de autoridades do combate à violência contra a mulher.
De acordo com Adilton Sachetti, presidente do Republicanos em Mato Grosso, a nova diretoria do Mulheres Republicanas em Mato Grosso e nos municípios visa garantir a representatividade feminina na política, e nas tomadas de decisões.
“As pautas femininas ganham maior força com mais mulheres sendo representadas no Executivo e Legislativo, em  busca dos seus direitos e lutando contra as diferenças sociais”, pontua.
Comentários Facebook
Veja Mais:  Relatório aponta superávit de quase R$ 2 bilhões
Continue lendo

Política MT

Dr. Gimenez destaca importância do Programa Ser Família Emergencial à Região Oeste

Publicado


Deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Em agenda em Pontes e Lacerda nesta sexta-feira (07), o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) destacou a importância do Programa Ser Família Emergencial que vai contemplar aproximadamente 12,6 mil famílias dos 22 municípios da Região Oeste de Mato Grosso.

Esta é mais uma ação conjunta do Governo do Estado com o parlamento estadual no enfrentamento à pandemia. “Participei com orgulho da entrega simbólica dos cartões a algumas famílias beneficiárias em Pontes e Lacerda que estão passando por extrema necessidade, esse recurso vai garantir alimento à mesa do cidadão”, comemorou.

A cerimônia de entrega de cartões de auxílio a 349 famílias ocorreu na Câmara Municipal de Vereadores, com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, do deputado estadual Valmir Moretto, do prefeito Alcino Barcelos, dos vereadores e demais autoridades de Pontes e Lacerda.

“Nossa primeira-dama Virginia Mendes está de parabéns pela iniciativa, que contou com o apoio irrestrito dos 24 deputados. Como recurso assegurado pelo governo e o parlamento, vamos disponibilizar o auxílio de R$ 150 às famílias pelos próximos três meses”, acrescentou Dr. Gimenez.

Também nesta sexta-feira, a equipe do Dr. Gimenez participou da entrega de cartões às famílias em outros municípios da região, entre eles, Mirassol D’Oeste e Curvelândia, onde 1.194 famílias serão contempladas, segundo a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

Veja Mais:  Famílias carentes do Médio-Norte recebem auxílio alimentação

“Estamos muito felizes com o apoio do Governo e da primeira-dama a Mirassol D’Oeste, porque estamos vivendo um momento bastante difícil, de crise econômica, de saúde pública e as prefeituras realmente não têm condições de fazer frente a tantas demandas, toda ajuda é bem-vinda”, agradeceu o prefeito Héctor Alvares Bezerra.

No total, 100 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza serão atendidas pelo Programa Ser Família Emergencial, em todos os 141 municípios. Do total de R$ 45 milhões investidos, R$ 10 milhões são do Legislativo, que devolverá parte do duodécimo de 2021. Além disso, a Casa de Leis pretende distribuir cerca de 30 mil sacolões de alimentos para famílias de baixa renda no estado.

O parlamento estadual vem atuando de maneira proativa no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com a aprovação de mais de 50 leis e investimentos que superam R$ 34 milhões. Em 2020, foram mais de R$ 14 milhões, dos quais R$ 10 milhões para abertura de novos leitos de UTI para pacientes Covid e R$ 4 milhões doados aos hospitais filantrópicos, entre eles, o Hospital de Câncer.

Ser Família Emergencial – Confira o número de famílias beneficiadas na Região Oeste, segundo a Setasc: Araputanga (729), Cáceres (5.331), Campos de Júlio (579), Comodoro (574), Conquista D’Oeste (140), Curvelândia (242), Figueirópolis D’Oeste (89), Glória D’Oeste (291), Indiavaí (24), Jauru (180), Lambari D’Oeste (416), Mirassol D’Oeste (952), Nova Lacerda (335), Porto Espiridião (190), Reserva do Cabaçal (195), Rio Branco (231), Salto do Céu (66), São José dos Quatro Marcos (453), Sapezal (152), Vale do São Domingos (202), Vila Bela da Santíssima Trindade (615).

Veja Mais:  Pavimentação do Distrito Industrial de Campo Verde é discutida no Ministério de Desenvolvimento Regional
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Botelho destaca importância de projeto que garante certificação de qualidade dos alimentos artesanais

Publicado


A sessão plenária desta semana foi marcada pela aprovação do projeto de lei 51/19 que estabelece a necessidade de criação de mecanismos para a certificação de qualidade dos alimentos artesanais produzidos pelas microempresas e pela agricultura familiar. De autoria do primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM), a proposta vai ajudar os pequenos produtores, já que engloba produtos alimentícios artesanais produzidos com características tradicionais, culturais e regionais.
“Aprovamos essa lei sobre os produtos de microempresas e artesanais, para facilitar e que possam colocar nos mercados para comercializar. É uma proposta que vai ajudar muito, especialmente a agricultura familiar, aquele que produz o frango caipira, o doce caseiro. Enfim, vai ajudar muito. É mais uma atitude nossa em favor dos pequenos produtores e artesãos. É isso que estamos fazendo para ajudar os que precisam!”, afirmou Botelho, ao destacar a parceria com o deputado Wilson Santos (PSDB). 
Objetivo, segundo o parlamentar, é incentivar a agricultura familiar tradicional e o processo produtivo artesanal, preservando suas características conforme a cultura regional e a atividade produtiva de microempresas e da agricultura familiar. Aguardando a sanção do governador Mauro Mendes, a nova lei determina também o estabelecimento de critérios de qualidade, garantindo a segurança alimentar.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Republicanos Mulher elege nova presidência Estadual e municipais, e realiza debate sobre políticas públicas para mulheres vítimas de violência
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana