Tecnologia

“Dose 1 OK”: usuários do Tinder podem usar stickers para avisar que se vacinaram

Publicado


source
Tinder cria Central da Vacinação
Unsplash/Kon Karampelas

Tinder cria Central da Vacinação

O Tinder anunciou nesta quinta-feira (12) a criação da chamada Central de Vacinação no Brasil. Com a novidade, o aplicativo de relacionamento vai permitir que usuários informem em seus perfis que estão vacinados, além de terem acesso a diversas informações oficiais sobre a vacinação contra a Covid-19.

O recurso será lançado oficialmente no dia 18 de agosto e conta com a parceria do movimento Unidos Pela Vacina e dos governos estaduais de todo o Brasil. A ideia é incentivar os usuários do Tinder a tomarem a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

“Trazer informação sobre a eficácia das vacinas é essencial para voltarmos a conviver socialmente de forma segura e o Tinder tem o orgulho de apoiar essa iniciativa tão importante. Esperamos que os stickers ajudem a deixar mais fácil e divertido para os membros do app compartilharem seu status de vacinação, para que sigam fazendo conexões significativas no Tinder”, disse Rodrigo Fontes, Diretor do Tinder no Brasil, em comunicado à imprensa.

“A Central de Vacinação do Tinder é mais um passo fundamental para a ampliação do conhecimento, da conscientização e do engajamento da sociedade civil, principalmente dos jovens, frente à vacinação contra a Covid-19 no país”, completou Claudia Sender, membro de diversos conselhos empresariais e integrante da frente de Comunicação do Unidos Pela Vacina.

Veja Mais:  Moraes determina e Twitter retira do ar conta de Roberto Jefferson

Confira os recursos que estarão presentes no Tinder:

  • Stickers para o perfil: usuários vão poder adicionar figurinhas ao seu perfil com frases como “Vacinas Salvam Vidas”, “Dose 1 OK”, “Vou Tomar a Vacina” e “Imunização”;
  • Banners educativos: espaços destinados para publicidade no aplicativo foram cedidos ao Unidos Pela Vacina, a fim de conscientizar os usuários do Tinder;
  • Locais de vacinação: uma aba no aplicativo vai mostrar informações oficiais dos sites dos governos estaduais a respeito da vacinação contra a Covid-19.

Comentários Facebook

Tecnologia

Xiaomi 12 é homologado: celular pode ter Snapdragon 898 e recarga de 100 W

Publicado


source
Xiaomi 11 Lite 5G NE, antecessor do Xiaomi 12
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi 11 Lite 5G NE, antecessor do Xiaomi 12

A Xiaomi já está se preparando para lançar o Xiaomi 12. O possível sucessor do Mi 11 recebeu dois certificados de homologação nos últimos dias, sugerindo que a estreia pode estar próxima. Espera-se que o celular da marca chinesa seja anunciado com câmera de 50 megapixels e recarga rápida de 100 watts na ficha técnica avançada.

A documentação aponta para dois modelos: 2201122G e 2201123G. Os códigos homologados pela Comissão Econômica da Eurásia (EEC) estão cotados a serem destinados às edições globais do Xiaomi 12 e Xiaomi 12 Pro, respectivamente. O telefone também passou pela BIS, agência equivalente à Anatel da Índia.

Leia Também

Ainda não se sabe quando a nova geração de celulares da Xiaomi marcará sua estreia. Mas a data não deve estar tão distante assim, uma vez que o Xiaomi Mi 11 com Snapdragon 888 foi anunciado no fim de dezembro, na China. Já a versão global do celular marcou a sua estreia em fevereiro (dessa vez com carregador na caixa).

O que esperar do Xiaomi 12?

A linha Xiaomi 12 tende a suceder a família Xiaomi Mi 11. Tal como o modelo apresentado no fim do ano passado, espera-se que a edição convencional da categoria englobe o que há de mais poderoso no momento. Neste caso, as apostas giram em torno do suposto Qualcomm Snapdragon 898, possível nome do chip que vai receber o bastão do Qualcomm Snapdragon 888.

É o que aponta Digital Chat Station, que já antecipou outras informações sobre a ficha técnica do lançamento da Xiaomi. Além do chip, a edição convencional do smartphone também pode sair da caixa com recarga rápida de 100 watts. A câmera tripla de 50 megapixels também deve tomar o lugar do sensor principal de 108 MP do Mi 11.

Os demais detalhes sobre o smartphone ainda são um mistério. Mas é esperado que o lançamento chegue às lojas com uma bateria grande em sua ficha técnica avançada, por exemplo. Para refrescar a memória, o Mi 11 foi lançado no Brasil junho com tela de 120 Hz, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento por R$ 8 mil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Disney+ terá 13 filmes da Marvel na proporção IMAX com barras pretas menores

Publicado


source
Disney+ terá nova qualidade de reprodução de vídeos
Unsplash

Disney+ terá nova qualidade de reprodução de vídeos

O Disney+ vai exibir treze filmes da Marvel na proporção IMAX. A partir de 12 de novembro, títulos como Pantera Negra, Viúva Negra e Vingadores poderão ser assistidos com barras pretas menores na televisão. A atualização para o IMAX Enhanced chegará aos assinantes no segundo aniversário da plataforma de streaming da Disney.

A mudança tende a fazer com que os filmes ocupem mais espaço da tela de TVs, já que os conteúdos passarão utilizar a proporção 1,90:1. Consequentemente, as barras pretas ao redor da imagem serão reduzidas, pois o novo formato é mais próximo da proporção das televisões (16:9) e tem uma altura 23% maior que o formato 2,35:1 (widescreen).

A atualização para o IMAX Enhanced também pode garantir outras melhorias, como o som imersivo DTS. Mas é importante observar que isto não significa que os filmes vão aderir ao formato IMAX exibido em cinemas. Neste caso, os conteúdos da Marvel receberão a proporção de imagem próxima ao formato IMAX para melhorar a exibição em telas de televisão com o aspecto 16:9.

Leia Também

Você pode comparar as diferenças entre as proporções no vídeo a seguir:

Filmes da Marvel vão usar proporção IMAX no Disney+

A melhoria chegará a treze filmes da Marvel em 12 de novembro de 2021, durante o Disney+ Day. Esses conteúdos adaptados terão selos para indicar a disponibilidade da atualização. Além disso, os assinantes também poderão optar por reproduzi-los em widescreen. Confira, a seguir, a lista de títulos que vão adotar a nova proporção: 

  • Capitão América: Guerra Civil;
  • Capitã Marvel;
  • Doutor Estranho;
  • Guardiões da Galáxia;
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2;
  • Homem de Ferro;
  • Homem-Formiga e a Vespa;
  • Pantera Negra;
  • Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (estreia em 12 de novembro);
  • Thor: Ragnarok;
  • Vingadores: Guerra Infinita;
  • Vingadores: Ultimato;
  • Viúva Negra.

Procurada pelo Tecnoblog, a assessoria da Disney informou que ainda não há confirmação da novidade para o Brasil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Meta, ex-Facebook, é acusada de roubar nome e logo de outras empresas

Publicado


source
Meta é o novo nome do Facebook
Reprodução

Meta é o novo nome do Facebook

Recentemente, o  Facebook trocou de nome e passou a se chamar Meta. O título, porém, é o mesmo de várias outras empresas ao redor do mundo, inclusive no Brasil. As informações são da Folha de S. Paulo.

Nos Estados Unidos, o caso foi parar na Justiça. Por lá, a empresa Meta PCs, que fabrica computadores, afirma que pediu o registro do nome em agosto e que estaria disposta a vendê-lo para a Meta (ex-Facebook) por pelo menos US$ 20 milhões.

Aqui no Brasil, há várias empresas com esse nome. De acordo com a Folha, a maior delas é uma consultoria de transformação digital do Rio Grande do Sul, que tem mais de 2,5 mil funcionários e já alcança oito países. A empresa brasileira chegou a fazer piada quando Mark Zuckerberg anunciou a mudança de nome: “Não compramos o Facebook. Ainda não!”, publicaram no LinkedIn.

A Meta de Zuckerberg não conseguiu nem uma @ na própria rede social Instagram. Como a conta @meta pertence a uma revista sobre motociclismo, a empresa optou por usar a @wearemeta, que significa “nós somos Meta”.

À Folha, Genaro Galli, professor de branding da ESPM, disse que a escolha de nome foi um tropeço da gigante de tecnologia, sobretudo porque “meta” é uma palavra genérica e que se encaixa em vários setores.

Leia Também

“O caminho normalmente é criar um nome totalmente novo, um espaço que está em branco para a empresa criar as associações desejadas na mente das pessoas”, disse ele.

Além do nome, o símbolo que representa a Meta também não é original – parecido com o que representa o infinito. Na última semana, a consultoria de comunicação colombiana MileniumGroup e o aplicativo de saúde alemão M-Sense se manifestaram alegando que o novo logotipo do ex-Facebook são muito similares aos seus.

A justificativa usada por Zuckerberg para a escolha do nome Meta foi a de aproximação do metaverso , realidade virtual que a companhia pretende desenvolver nos próximos anos.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana