Policial

Em 12 horas, Operação Maria da Penha atendeu 117 vítimas de violência doméstica e visitou 16 agressores em MT

Publicado


A Operação Maria da Penha da Polícia Militar atendeu 117  mulheres que foram  vítimas de violência e visitou 16 agressores em 14 municípios de Mato Grosso. A ação deflagrada na quarta- feira (25) mobilizou um efetivo de 68 policiais em combate aos crimes de violência contra a mulher. 

Com 431 medidas protetivas de urgência em mãos expedidas pelas Varas de Violência Doméstica e Familiar, os policiais puderam prestar  atendimento especializado à  117 mulheres, vítimas de violência. Desse total de casos, 97 seguirão recebendo o atendimento da Patrulha Maria da Penha,  23 casos foram concluídos e 11 situações foram encaminhadas à Rede de Atendimento à mulher em situação de violência doméstica. 

A operação liderada pela Coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da PM durou 12 horas e  identificou dois casos de descumprimento de medidas protetivas de urgência e realizou uma prisão em flagrante delito. 

A coordenadora de Polícia Comunitário e Direitos Humanos da PM, tenente – coronel Emirella Martins destaca que o objetivo da ação é fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas de urgência (MPUs) dando efetividade à Lei Maria da Penha, proteger as vítimas, evitar a reincidência das agressões e práticas criminosas de violência doméstica e reduzir estes tipos de ocorrências, principalmente os feminicídios. 

Em Barra do Garças, as equipes da Operação Maria da Penha flagraram um casal em vias de fato na rua após discussão por causa da guarda dos filhos. A PM encaminhou  o homem de 27 anos e a mulher  à delegacia. No município e na região do Pontal do Araguaia, nove mulheres e oito agressores foram visitados pelos  policiais militares. 

Veja Mais:  Investigado por crime bárbaro no sul de MT é localizado cinco anos depois

Na capital e em Santo Antônio de Leverger, a força tarefa realizou 54 atendimentos às vítimas. Durante a fiscalização das 235 novas  medidas de proteção de urgência, sendo identificado um descumprimento.  A Patrulha Maria da Penha seguirá acompanhando de perto 45 destas casos, potencializando o atendimentos às vítimas. 

A iniciativa  contou com a parceria do Tribunal de Justiça por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, varas de violência doméstica e familiar e de 09 Comandos Regionais da PM presentes na região metropolitana e em cidades do interior como Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Rondonópolis, Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Sinop, Sorriso, Cáceres, Primavera do Leste Pontes e Lacerda, Comodoro e Querência.  

A PM orienta a população a continuar denunciando os crimes de violência contra as mulheres via 190,  pelo 0800 65 3535 ou comparecendo a qualquer unidade policial. A instituição ressalta ainda que as vítimas podem contar com as equipes de Polícia Militar para protegê-las e deter os agressores.

 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook

Policial

PM prende três suspeitos e apreende droga e dinheiro em duas ocorrências em Várzea Grande

Publicado


Em duas ações distintas na repressão permanente ao tráfico de drogas, policiais militares prenderam três suspeitos e apreenderam droga e dinheiro no início da noite desta sexta-feira(15.01) em Várzea Grande, nos bairros Jardim Umuarama 2 e Jardim Maringá I, ambos na região do Grande Cristo Rei.

No Jardim Umuarama, por volta das 20hs, policiais da 15ª Companhia de Força Tática do 2º Comando Regional abordaram um homem(de 29 anos) e apreenderam com ele um tablete de maconha. A ação continuou e na casa dele foram apreendidas mais cinco barras e três pedaços grandes da mesma droga.

Na casa, que ele disse ser usada somente como esconderijo de droga, a equipe da Cia FT ainda apreendeu um rolo de papel filme e uma mochila que supostamente era usada para armazenar entorpecente quando saia para fazer entrega. A consulta do nome do suspeito apontou que tem quatro passagens criminais por tráfico e outros crimes.

No Jardim Maringá I, pouco antes, as 18hs, policiais do Grupo de Apoio(GAp) do 25º Batalhão de PM prenderam mãe e filho, a mulher de 43 anos e o filho de 22, por tráfico de droga.

Na sala de visita da casa a equipe GAp flagrou o preparo de droga para venda em porções e apreendeu 110 porções de maconha e pasta base, além de R$ 355,90 em espécie, recipientes onde misturavam os produtos, sacolas plásticas cortadas, entre outros produtos.

Veja Mais:  Casal é preso suspeito de fazer contrabando de defensivo agrícola

Os policiais continuam fazendo buscas aos dois homens que estavam em uma motocicleta próxima ao suspeito preso no momento da primeira tentativa de abordagem, ainda na rua, na frente da casa onde ocorreram as prisões. Esse suspeito correu para o interior da residência, onde estava a mãe embalando a droga, enquanto os motociclistas saíram em alta velocidade.

Os presos, a droga e demais materiais apreendidos nas duas ocorrências foram entregues no plantão da Central de Flagrantes da Polícia Civil, no Cis Parque do Lago.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Casal é preso suspeito de fazer contrabando de defensivo agrícola

Publicado


Policiais do 26º Batalhão da Polícia Militar prenderam um casal, o homem de 60 e a mulher de 38 anos, que foi abordado e preso na tarde desta sexta-feira (15.01), no pátio de uma empresa de guincho em Nova Mutum (268 km de Cuiabá). Marido e mulher haviam acabado de chegar trazendo cerca de 300 quilos de defensivos agrícolas supostamente contrabandeados do Paraguai.

Conforme narrativa dos policiais, inicialmente o homem revelou se tratar de suplemento animal para ser misturado ao sal, porém, uma apuração preliminar indicou que seria defensivo agrícola, ou seja, veneno para ser usado na plantação de grãos.

O produto veio do Paraguai, na fronteira com Mato Grosso do Sul, passou pela cidade da Cascavel, no Paraná, onde ganhou nova embalagem, e tinha como destino final um produtor de Lucas do Rio Verde. Durante a checagem os policiais também perceberam irregularidade na nota fiscal apresentada pelo casal.

O defensivo estava sendo transportado em uma caminhonete modelo Strada. A apreensão e prisões foram realizadas a partir de informações sobre carro suspeito de transportar contrabando, repassadas à PM por equipe da Polícia Rodoviária Federal. O casal, a caminhonete e o produto ficaram à disposição do plantão da Delegacia Municipal de Nova Mutum.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Mais:  PRF encontra 12 kg de pasta base de cocaína em caixa térmica dentro de ônibus em MT
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PRF encontra 12 kg de pasta base de cocaína em caixa térmica dentro de ônibus em MT

Publicado

 

Foto: Assessoria-PRF

Em 14 de janeiro, por volta das 21 horas e 40 minutos, no km 733 da BR 163, município de Sorriso-MT, uma equipe da PRF que realizava fiscalização com foco em veículos de transporte de passageiros resolveu abordar um ônibus que fazia a linha Cuiabá-MT x Guarantã do Norte-MT.

Ao entrar no ônibus e começar o procedimento de entrevista aos passageiros, os policias perceberam que uma senhora estava bastante nervosa e dando respostas incoerentes aos questionamentos que eram feitos. A passageira, de 36 anos, transportava no bagageiro do ônibus uma caixa térmica grande cheia de pequis congelados.

A equipe, desconfiada da situação apresentada, optou por fazer uma vistoria minuciosa na inusitada caixa térmica e descobriu que nela havia um fundo falso. Neste compartimento oculto da caixa, acabaram por encontrar 12,20 kg de pasta base de cocaína, embaladas em 12 tabletes, e mais 2,10 kg de cloridrato de cocaína. A passageira, que deverá responder pelo crime de tráfico de drogas, relatou ainda que a caixa foi carregada no município de Cuiabá e iria ser entregue em Altamira-PA.

A ocorrência foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil de Lucas do Rio Verde para o prosseguimento dos demais trâmites legais.

Comentários Facebook
Veja Mais:  Investigado por crime bárbaro no sul de MT é localizado cinco anos depois
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana