Mato Grosso

Estado garante distribuição de vacinas contra a Covid-19 em tempo recorde aos municípios

Publicado


O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (SES-MT), trabalha em uma força tarefa para que a vacina contra a Covid-19 chegue aos municípios o mais rápido possível. A ação faz parte do Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso e prevê, caso necessário, o apoio de seis aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O envio será feito assim que o Ministério da Saúde disponibilizar o imunizante, afirma o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, ao sinalizar que o Estado está preparado para a distribuição da vacina – seja via terrestre ou áerea.

“Assim que recebermos a vacina no aeroporto, o Estado vai iniciar a distribuição. Cuiabá e Várzea Grande terão acesso aos medicamentos imediatamente. Na sequência, considerando a quantidade que recebermos, o Estado vai encaminhar os imunizantes para os 14 polos regionais, que serão a ponte de distribuição aos municípios”.

Com o objetivo de promover a adequada logística da vacina, com segurança, efetividade e equidade, a SES vai ampliar a Rede de Frio Estadual e já viabiliza uma Central Estadual e mais quatro Centrais Regionais (Barra do Garças, Cáceres, Rondonópolis e Sinop), assim como a aquisição de equipamentos de refrigeração e frota adequada para distribuição terrestre. O investimento estimado é de R$ 2,2 milhões.

Atualmente, a Rede de Frio Estadual conta com uma Central Estadual localizada em Cuiabá, 14 Centrais Regionais localizadas nas regiões de saúde de Mato Grosso, aproximadamente 756 Salas de Imunização ativas, além de um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).

Veja Mais:  Seplag disponibiliza Cédula C para declaração de IRPF

De acordo com Gilberto Figueiredo, a vacinação seguirá o Plano Nacional de Imunização (PNI), definido pelo Ministério da Saúde. No entanto, a logística, bem como a segurança necessária para a distribuição das vacinas e dos insumos para a aplicação, serão disponibilizadas pelo Governo do Estado.

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição será feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e o Ministério da Defesa. Nos casos em que for necessário, o Ciopaer disponibilizará sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

Nos próximos dias, os 141 municípios de Mato Grosso devem começar a receber as agulhas que já se encontram em estoque e que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19. A SES também providenciou a aquisição suplementar de 6,5 mil seringas para o enfrentamento de vacinação, com investimento na ordem de R$ 2,8 milhões.
 
Vacinas

No plano de vacinação do Governo Federal está a vacina AstraZeneca, produzida pela Fiocruz, em parceria com a Universidade de Oxford, e o imunizante CoronaVac, vacina produzida pela farmacêutica SinoVac em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. Ambas indicadas para pessoas acima de 18 anos e com aplicação de duas doses. O prazo para a segunda dose da CoronaVac é de 14 a 28 dias, sendo de 90 dias para a AstraZeneca.

Enquanto não há a confirmação do envio por parte do Governo Federal, da quantidade de doses a ser enviada aos Estados, a equipe da SES alinha estratégias para a logística de vacinação, reforçando que, havendo qualquer alteração no PNI, o plano estadual se adequará à mudança.

Veja Mais:  Escola Julieta Borges entrega apostilas e marca plantão pedagógico

“Não sabemos se iremos receber as duas vacinas. Sabemos que iremos receber vacina. Se recebermos 270 mil doses para esse primeiro grupo vamos praticamente iniciar a vacinação de todos, se recebermos um lote inferior a isso, nós vamos pactuar regionalmente com os secretários municipais sobre qual estratégica iremos adotar. O Governo de Mato Grosso vai atuar com as vacinas adquiridas pelo Ministério e, se no futuro houver a disponibilidade para fazer aquisição de vacinas, faremos a compra para ampliar a cobertura vacinal no estado”, concluiu Figueiredo.

De acordo com o Plano Nacional de Imunização, os grupos prioritários para a campanha são trabalhadores da área da saúde (incluindo profissionais da saúde, profissionais de apoio, cuidadores de idosos, entre outros), pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população idosa, indígena aldeado em terras demarcadas aldeados, comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas, população em situação de rua, comorbidades, trabalhadores da educação, pessoas com deficiência permanente severa, membros das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de cargas e população privada de liberdade.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Escola Julieta Borges entrega apostilas e marca plantão pedagógico

Publicado


A escola Estadual Julieta Xavier Borges, localizada em Barra do Bugres (168 km a médio-norte da Capital), encerrou na sexta-feira (26.02) a entrega das primeiras apostilas do ano letivo de 2021.

A diretora, Andreia Rodrigues Geres, destaca que o atendimento foi agendado pelos professores com os pais ou responsáveis dos 262 alunos matriculados na escola.

“Desde o início do ano letivo, os professores orientam as atividades do dia via WhatsApp e entram online pelo link do aplicativo Google Classroom. Quem tem dificuldades em acessar a internet, pode optar pelo material impresso”, assinala.

Todo o trabalho de entrega das apostilas obedeceu às regras de biossegurança. Um profissional da educação ficou no portão medindo a temperatura. Um banner logo na entrada indicava o uso obrigatório de máscara de proteção individual.

Na entrada da sala, um “dispenser” com álcool gel assim como um frasco do produto foi colocado na mesa. Nos corredores, cartazes de alerta sobre a Covid-19.

Plantão

Nesta semana a escola inicia o plantão pedagógico. Serão 30 minutos de atendimento com cinco alunos por sala, para não haver aglomeração. O agendamento é realizado também pelos grupos de WhatsApp.

A coordenadora pedagógica, Renata Cristina Silva Rodrigues, ressalta que os professores estão empenhados em promover a aprendizagem, fazendo a mediação com os estudantes tanto online, quanto presencial nos plantões “tira dúvidas”.

Veja Mais:  Ação conjunta apreende caminhão carregado com quase 245 quilos de drogas

A gestora lembra que os professores estão trabalhando com as intervenções pedagógicas referente às habilidades não consolidadas e observadas por meio das avaliações diagnósticas.

Além disso, os professores trabalham com atividades práticas que fazem parte complementar do currículo contínuo. “Todos estão fazendo um ótimo trabalho e o incentivo das famílias dos estudantes vem sendo imprescindível neste período de ensino remoto. Isso é positivo”, comemora.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Por irregularidades, TCE-MT determina que empresa restitua quase R$ 90 mil ao erário de Sinop

Publicado

 

Clique para ampliar

O Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) julgou como parcialmente procedente Representação de Natureza Interna acerca de supostas irregularidades em pregão presencial realizado pela Prefeitura de Sinop. O certame referia-se à contratação de empresa privada para prestação de curso de formação da Guarda Municipal.

A decisão, votada por unanimidade durante a sessão extraordinária remota de sexta-feira (26), estabeleceu à empresa contratada multa e ressarcimento ao erário do valor de R$ 87 mil, com a incidência dos acréscimos legais  de juros de mora e correção monetária, tendo como termo inicial a data do pagamento indevido (2 de julho de 2018). O Pleno também aplicou multa de 20 UPFs/MT à então gestora do município e à pregoeira responsável pelo trâmite.

Isso porque, de acordo com o relator do processo, conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, este tipo de capacitação só pode ser promovida diretamente pelo órgão ou  em celebração de convênio com outros entes públicos, sendo vedada sua aplicação por entidades privadas.

Deste modo, votou seguindo parcialmente o parecer do Ministério Público de Contas (MPC). “Entendo configurada contratação irregular pelo Município, tendo em vista que o Estatuto Geral das Guardas Municipais, previsto na Lei Federal 13022 de 2014, não permite a realização do curso por entidades privadas. Esta cautela é de fácil observância porque é prevista expressamente em lei”, avaliou.

Veja Mais:  Políticas públicas, igualdade de gênero e empreendedorismo feminino são temas de evento realizado em parceria internacional entre OIT e Fatec Senai MT

Clique aqui e confira o vídeo completo do julgamento.

Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]
Flickr: clique aqui

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT lamenta morte de ex-deputado estadual e ex-prefeito de Mirassol D’Oeste

Publicado


O Governo de Mato Grosso lamenta o falecimento do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Mirassol D’Oeste, Edvaldo Rodrigues Paiva, aos 72 anos. Ele sofreu um infarto no sábado (27.02), não resistiu e faleceu no domingo (28.02).

O governador Mauro Mendes lembrou que Edvaldo foi um dos pioneiros de Mirassol D’Oeste. “Foi o primeiro prefeito do município eleito pelo voto popular e lutou pela emancipação da cidade. Desejo força e que Deus ilumine a família e amigos neste momento difícil”.

Edvaldo Rodrigues Paiva também foi vereador em Mirassol D’Oeste, em 1976. Em 2016, chegou a disputar novamente a prefeitura do município, mas ficou em segundo lugar na eleição.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Ação conjunta apreende caminhão carregado com quase 245 quilos de drogas
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana