Economia

Ex-ministro Abraham Weintraub é reeleito diretor-executivo do Banco Mundial

Publicado


source

Brasil Econômico

Abraham Weintraub falando ao microfone
Agência Brasil

Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação e atual diretor-executivo do Banco Mundial

O ex-ministro da Educação  Abraham Weintraub  foi reeleito nesta sexta-feira (30) para mais dois anos de mandato como diretor-executivo do conselho do  Banco Mundial . A informação foi divulgada pela própria instituição hoje e o mandato começa no domingo (1º).

Weintraub já ocupava a diretoria-executiva do banco como substituto, em uma espécie de “mandato-tampão” que termina neste sábado (31).

Segundo o Banco Mundial, o ex-ministro foi eleito como representante de Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago.

Weintraub deixou o MEC em junho, em meio a uma série de polêmicas. Alvo de dois inquéritos – um que  apura declarações racistas contra chineses e outro sobre ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Weintraub foi indicado pelo governo Bolsonaro para uma vaga fora do país.

Além disso,  o ex-ministro chamou os ministros do STF de “vagabundos” e disse que todos eles deveriam ser presos na reunião ministerial de 22 de abril. O comentário deixou o clima ainda pior para que Weintraub continuasse no governo.

Veja Mais:  British Airways envia aviões Airbus A380 para armazenamento na Espanha

Economia

Auxílio: nova parcela chega a 5,1 milhões de pessoas nesta quarta; veja grupos

Publicado


source
Auxílio
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Dois grupos recebem o valor do auxílio nesta quarta-feira; confira

Nesta quarta-feira (dia 25), 3,5 milhões de trabalhadores nascidos em março vão receber o depósito de mais uma parcela do  auxílio emergencial da Caixa Econômica Federal. Os saques e as transferências bancárias, no entanto, somente estarão liberados para este grupo no dia 4 de janeiro. Por enquanto, o dinheiro poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem.

Essas pessoas ainda vão receber uma parcela de R$ 600 (aqueles que começaram a receber o auxílio emergencial em julho, por exemplo, ou tiveram o pagamento suspenso em algum momento e depois liberado) ou uma cota da extensão de R$ 300 (como os que receberam o primeiro benefício em abril, maio ou junho). Tudo vai depender de quando começaram a receber o pagamento da Caixa Econômica Federal.

Esses trabalhadores são informais, autônomos, desempregados sem seguro-desemprego, microempreendedores individuais (MEIs) e inscritos no Cadastro Único sem direito a Bolsa Família. Eles se inscreveram pelo aplicativo Caixa / Auxílio Emergencial , pelo site da Caixa e pelos Correios.

Bolsa Família

Ainda nesta quarta-feira, 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com Número de Identificação Social (NIS) de final 7 vão sacar o auxílio emergencial extensão, de R$ 300.

Veja Mais:  Confira o progama de governo proposto por Covas e Boulos para a economia de SP

Até o dia 30 de novembro, um grupo será contemplado a cada dia, até chegar àqueles beneficiários com NIS de final 0. O saque poderá ser feito com o cartão original do programa social, numa agência da Caixa , numa casa lotérica ou num correspondente Caixa Aqui.

Calendário do programa social

Quem está inscrito no programa social receberá o pagamento conforme o cronograma:

  • 17 de novembro – NIS de final 1
  • 18 de novembro – NIS de final 2
  • 19 de novembro – NIS de final 3
  • 20 de novembro – NIS de final 4
  • 23 de novembro – NIS de final 5
  • 24 de novembro – NIS de final 6
  • 25 de novembro – NIS de final 7
  • 26 de novembro – NIS de final 8
  • 27 de novembro – NIS de final 9
  • 30 de novembro – NIS de final 0

Contestação de benefício cancelado

Os inscritos no Bolsa Família que vinham recebendo a extensão de R$ 300, mas tiveram o último pagamento cancelado, já podem apresentar uma contestação à decisão do governo de cortar o pagamento.

O prazo de reclamação, que começou a contar no domingo (dia 22), vai até 2 de dezembro. Todas os pedidos deverão ser feitos pelo site da Dataprev.

Continue lendo

Economia

British Airways envia aviões Airbus A380 para armazenamento na Espanha

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Calebe Murilo

British Airways envia aviões Airbus A380 para armazenamento na Espanha

Definitivamente o ano de 2020 vai ficar marcado na história da aviação. A pandemia mudou a dinâmica do mercado de maneira abrupta. Companhias aéreas de todo o mundo, principalmente as operadoras do gigante Airbus A380 tiveram que se adaptar a nova realidade, com a queda na demanda.

Conforme apresentado nos resultados do Grupo IAG, referentes ao segundo semestre, foi considerado manter as 12 unidades do quadrijato da British Airways fora de operação por tempo indeterminado. Possivelmente, estes retornarão à ativa a medida que houver crescimento na demanda.

Recentemente, a companhia inglesa enviou duas unidades para armazenamento no aeroporto espanhol de Teruel, matriculados G-XLEA e G-XLEB. Anteriormente, essas estavam localizadas em Chateauroux, na França, porém, gradativamente estão sendo transportadas para aeroportos espanhóis.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Foto: Aeroporto de Teruel © via Twitter.

Sendo um dos modelos mais afetados no cenário pandêmico, dada sua alta capacidade, muitos desses jatos foram estocados ou descontinuados das operações. No continente europeu, duas companhias deixaram de voar com o gigante, a francesa Air France e a alemã Lufthansa.

Atualmente, apenas algumas unidades dessas aeronaves estão voando para companhias como a árabe Emirates e a chinesa China Southern, principalmente em voos de cargueiros e de repatriação.

O post British Airways envia aviões Airbus A380 para armazenamento na Espanha apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Veja Mais:  Black Friday terá descontos reduzidos este ano; entenda por que
Continue lendo

Economia

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Publicado


source

Agência Brasil

.
Reprodução: ACidade ON

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375


Em um dia de euforia nos mercados globais, a bolsa de valores encostou em 110 mil pontos, e o dólar teve a maior queda em uma semana. A sessão foi marcada por notícias nos Estados Unidos que animaram os investidores em todo o planeta.


O índice Ibovespa, da B3, fechou esta terça-feira (24) aos 109.786 pontos , com alta de 2,24%. O indicador está no nível mais alto desde 21 de fevereiro, antes de os primeiros casos oficiais de covid-19 serem registrados no país. Na ocasião, o índice tinha fechado em torno dos 113 mil pontos.

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375. Essa foi a maior queda diária desde o dia 17, quando a moeda tinha recuado 1.97%. A divisa operou em baixa durante todo o dia, até fechar próxima da cotação mínima da sessão.

Vários fatores contribuíram para o otimismo no mercado financeiro . Entre eles, a escolha da ex-presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) Janet Yellen para ser a próxima secretária do Tesouro norte-americano foi bem recebida pelo mercado.

Veja Mais:  Dono da Havan recebe apoio de Eduardo Bolsonaro ao dizer que vai abrir lojas

Com um histórico de política monetária expansionista em sua gestão no Fed, Yellen pode promover mais ações que injetem dinheiro na economia norte-americana, o que empurra para baixo a cotação do dólar em todo o planeta.

O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou acima dos 30 mil pontos pela primeira vez na história.

Os preços do petróleo retornaram aos maiores níveis desde 5 de março, uma semana antes de a pandemia do novo coronavírus ser declarada. O petróleo do tipo Brent, usado como referência para o mercado internacional, fechou em alta de 3,9%, a US$ 47,86 por barril. O petróleo do Texas teve ganho de 4,3%, sendo vendido a US$ 44,91 o barril.

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana