Carros e Motos

Fazer a manutenção preventiva garante vida útil prolongada do motor

Publicado


source
Líquido do sistema de arrefecimento deve ter a proporrcão correta de aditivo
Divulgação

Líquido do sistema de arrefecimento deve ter a proporrcão correta de aditivo

O sistema de arrefecimento dos veículos é de suma importância para manter a temperatura ideal do motor. Para isso, é importante sempre fazer a manutenção como a troca de mangueiras de refrigeração, válvula de expansão termostática, termo interruptor, flanges e conectores, além do líquido refrigerante, naturalmente.

No caso do líquido de arrefecimento , é importante realizar a troca preventiva do fluido e abastecer o sistema com o aditivo, conforme a recomendação do fabricante. Esse agente de resfriamento foi desenvolvido para controlar o calor gerado pelo motor, mantendo-o nas melhores condições de temperatura. Dessa forma, problemas no sistema de arrefecimento podem causar grandes prejuízos, por isso é importante orientar o cliente para procurar a oficina se observar qualquer anormalidade.

De acordo com a Valclei, marca parceira da DPK, empresa especializada na distribuição de peças automotivas no Brasil, alguns componentes podem causar mais problemas em relação aos outros do sistema, como a válvula termostática , que tem a função de controlar o fluxo do líquido de arrefecimento dentro do motor.

Para isso, alerta para a verificação durante o aquecimento do motor se há diferença de temperatura entre as mangueiras de entrada e saída. As mangueiras devem apresentar as mesmas temperaturas após a abertura da válvula. Tanto as mangueiras como as abraçadeiras necessitam de atenção especial, observando a perda de flexibilidade ou microtrincas e crostas internas, para realizar a troca.

Veja Mais:  Câmara aprova cobrança de pedágio proporcional à distância percorrida

Na dúvida, leve até uma empresa especializada e procure sempre recomendações da mesma, bem como o especialista que for fazer o check list de todos as peças que compõe o sistema de refrigeração do veículo .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook

Carros e Motos

Rodízio noturno é flexibilizado na cidade de São Paulo; veja os horários

Publicado


source
Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada
Divulgação

Medida tem validade até o próximo dia 23, quando poderá ser postergada ou flexbilizada

A cidade de São Paulo terá horários mais permissivos no rodízio noturno a partir desta segunda-feira (10). Nos dias úteis da semana, o rodízio passa a vigorar de 21h às 5h do dia seguinte, conforme o último número da placa, substituindo o antigo horário que tinha validade entre 20h e 5h.

A medida que tem validade até o próximo dia 23 faz parte do Plano São Paulo de contenção ao avanço do novo coronavírus e tem o objetivo de desestimular o tráfego noturno. O arranjo poderá ser postergado se a doença avançar, ou flexibilizado se os indicadores mostrarem descenso. Confira a tabela abaixo:

Final da placa: 1 e 2 – das 21h de segunda-feira até 5h da terça-feira 3 e 4 – das 21h de terça-feira até 5h da quarta-feira 5 e 6 – das 21h de quarta-feira até 5h da quinta-feira 7 e 8 – das 21h de quinta-feira até 5h da sexta-feira 9 e 0 – das 21h de sexta-feira até 5h do sábado

As restrições valem para a região do Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’ Escragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Veja Mais:  Descubra os mais diferentes tipos de faróis escamoteáveis já inventados

Para caminhões, continuam valendo as regras convencionais, com rodízio das 7 às 10h e das 17h às 20h, conforme a placa. O descumprimento acarreta em multa de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Palhetas do limpador de para-brisa exige manutenção e trocas periódicas

Publicado


source

Apesar de muitos não atentarem, as palhetas do limpador de para-brisa merecem os devidos cuidados e atenção, mesmo em épocas de isolamento social por conta da pandemia. Por isso, é bom ficar atento e verificar o acessório antes de sair. Imagine, por exemplo, ao trafegar por uma estrada chuvosa à noite e mal sinalizada, você perceber que suas palhetas não estão funcionando como deveria. A sua segurança estará em risco!

Para isso, especialistas no assunto dão algumas dicas de como manter e prolongar a vida útil deste importante item. Apesar de a substituição da palheta ser necessária uma vez por ano, existem casos em que é necessário trocá-la antes, como em climas mais gelados, típicos de inverno. O tempo frio pode ressecar o acessório diminuindo drasticamente a sua eficiência.

Palhetas de para-brisa precisam de cuidados simples para mantê-las sempre em ordem
Divulgação

Palhetas de para-brisa precisam de cuidados simples para mantê-las sempre em ordem


No atual cenário de pandemia, essa situação pode ocorrer com mais frequência. Isso é explicado devido ao fato de os veículos ficam mais tempo sem uso, expostos à variação climática e o limpador na mesma posição por um longo tempo. Por isso, esguichar água no para-brisa e ativar os limpadores uma vez por semana, assim hidratando a borracha e movimentando a palheta, são alguns dos cuidados simples que podem minimizar a situação.

“A palheta é um dos componentes mais simples de se identificar o momento da troca. Quando começarem a aparecer listras residuais de água no para-brisa, áreas intocadas pela palheta, camadas finas de sujeira ou vibração, é o momento da substituição”, orienta Marcelo José Lopes, coordenador de Vendas da Dyna, empresa parceira do e-commerce AutoZ.

Veja Mais:  Mercedes-Benz quer transformar seu futuro com elétricos

Além desses, existem outros passos para manter a qualidade da palheta. São eles: evitar estacionar o veículo diretamente exposto ao sol, utilizar um limpa para-brisa de qualidade, garantir que a reinstalação dos braços do limpador seja feita corretamente e, caso seja possível, mantê-los erguidos, sem contato com o para-brisa.  

Você viu?

Quando tiverem na hora de trocá-las, é necessário cuidar da limpeza do vidro antes de se fazer o primeiro acionamento. Para promover a limpeza do para-brisa e eliminar as impurezas ali acumuladas, o ideal é usar uma solução de água com um pouco de álcool e aplicá-la com um pano limpo no vidro.

No caso das palhetas , produtos como detergentes , querosene e quaisquer tipos de sabão danificam a peça , comprometendo o seu funcionamento e reduzindo sua durabilidade. Para a limpeza das borrachas , basta apenas passar um pano umedecido com água limpa para retirar possíveis impurezas, sempre com cuidado para não danificar os braços do limpador durante o processo.

Fonte: GMA – Grupo de Manutenção Automotiva – Programa Carro 100%, Auto Z

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Bolsonaro comete duas infrações gravíssimas em passeio de motocicleta

Publicado


source
Jair Bolsonaro e o empresário Luciano Hang
Divulgação

Jair Bolsonaro e o empresário Luciano Hang

Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a chamar atenção durante um passeio de motocicleta na inauguração de uma passagem que liga os estados de Acre e Rondônia, nesta sexta-feira (8). Duas infrações gravíssimas foram cometidas pelo presidente da República, podendo causar a suspensão da CNH (Carteira Nacional de Trânsito).

Durante o percurso que estava fechado para circulação pública, Bolsonaro pilotou uma motocicleta sem capacete. Na garupa, levou outras duas pessoas: o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, e o ministro Tarcísio Gomes de Freitas. Este último também é presidente do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

Como tanto o presidente da República quanto os garupas estavam sem o aparato de proteção obrigatório, Bolsonaro cometeu duas infrações gravíssimas ao mesmo tempo. O ato irregular é penalizado com a suspensão imediata da CNH , multa de R$ 293,47 e a apreensão da motocicleta .

Confira abaixo o que diz o CTB (Código de Trânsito Brasileiro):

Artigo 244. Inciso I –  “Conduzir motocicleta, motoneta ou ciclomotor sem usar capacete de segurança ou vestuário de acordo com as normas e as especificações aprovadas pelo Contran”.

Veja Mais:  Uma semana com o scooter Honda Elite

Artigo 244. Inciso II – “Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando passageiro sem o capacete de segurança, na forma estabelecida no inciso anterior, ou fora do assento suplementar colocado atrás do condutor ou em carro lateral”. 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana