Carros e Motos

Flagra aponta que HR-V vai se tornar o Nivus da Honda

Publicado


source
Novo Honda HR-V
Reprodução/Twitter

Novo Honda HR-V com ares de cupê é visto camuflado antes da estreia, que no Brasil deverá acontecer apenas em 2022


O Honda HR-V irá se tornar um SUV com jeito de cupê, assim como o rival VW Nivus. Com apresentação prevista no exterior para 2021, a nova geração do modelo foi flagrada em testes no Japão e teve as imagens publicadas no perfil “Date_aHikarin” do Twitter.


A camuflagem leve deixa evidente que o SUV compacto HR-V terá linhas bem semelhantes às do brasileiro Volkswagen Nivus. Detalhes marcantes do carro atual, como os faróis finos e as maçanetas das portas traseiras próximas à coluna “C” também estão presentes no protótipo da nova geração.

De acordo com o site japonês Creative 311 , o novo HR-V tem 4,350 m de comprimento, 1,785 m de largura e 1,600 m de altura, sendo um pouco mais longo, largo e mais baixo que o atual. O SUV deixou de lado a plataforma do Fit e passa a ser feito sobre uma nova base.


Com estas medidas, o novo HR-V ficará posicionado em tamanho abaixo do Toyota Corolla Cross, modelo que será produzido no Brasil a partir de 2021 e que tem 4,46 m de comprimento.

Veja Mais:  Carteira Digital de Trânsito libera pagamento de multas com desconto

Lançado no mercado brasileiro em 2015, o Honda HR-V  chegou por aqui em sua segunda geração. Entre 1998 e 2006, o nome foi empregado em um SUV fabricado sobre a mesma base do hatch Logo, modelo compacto voltado para o mercado japonês.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, os lançamentos de várias fabricantes estão sendo adiados e o mesmo deve acontecer com o o novo Honda HR-V . Portanto, o SUV deverá chegar no Brasil apenas em 2021, já que primeiro devem estrear as novas gerações de Fit e City, no ano que vem.

Fonte: IG CARROS

Carros e Motos

Royal Enfield Interceptor 650 vira moto customizada em estilo “bobber”

Publicado


source
Royal Enfield Interceptor 650
Divulgação

Royal Enfield Interceptor 650 “Regale”: estilo retrô e customizado deixa a moto com aspecto elegante e esportivo


Já conhecida pelo seu visual retrô, a Royal Enfield Interceptor 650 ganha uma cara ainda mais interessante graças ao trabalho executado pela customizadora indiana Eimor Customs, que modificou a moto no estilo bobber.


Para a criação dessa Royal Enfield Interceptor customizada, que ganhou o nome de Regale, o pessoal da Eimor praticamente reconstruiu a moto. Além de novos pneus, para-lamas e de um escape em aço inoxidável, o trabalho incluiu modificações no quadro da moto para a instalação de um assento mais curto e com espaço apenas para o piloto, o que exigiu também mudanças na fixação dos amortecedores traseiros.

Foi feita ainda a troca do guidão e a alteração da posição do filtro de ar e da bateria. Já o quadro de instrumentos foi trocado por um mostrador único, que foi adornado com detalhes em latão. Para completar o (belo) tapa no visual, a oficina instalou ainda compartimentos para ferramentas inspirados nas caixas de munição metálicas da época da Segunda Guerra Mundial.


A Eimor não falou em modificações no conjunto mecânico da Royal Enfield Interceptor 650, que originalmente é composto por um motor bicilíndrico de 648 cm². Refrigerado a ar e dotado de injeção eletrônica, desenvolve 47,65 cv e é combinado a um câmbio de seis marchas. No Brasil, o modelo importado da Índia é oferecido a partir de R$ 24.990.

Veja Mais:  Nissan mostra foto do novo Versa camuflado em testes
Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Chevrolet revela os novos Onix RS e Onix Plus Midnight

Publicado


source
Chevrolet Onix Plus Midnight e Onix RS
Divulgação

Chevrolet Onix Plus Midnight e Onix RS: duas novas versões do compacto com apelo esportivo e com itens exclusivos


A Chevrolet confirma o lançamento no mercado brasileiro dos novos Onix RS e Onix Plus Midnight. Os dois modelos de visual esportivo chegam às concessionárias em outubro. Sem diferenças mecânicas para as versões normais, as duas novas variações estão equipadas com o motor 1.0 turbo de 116 cv e o câmbio automático de seis marchas.


O Onix RS se destaca pelo pacote visual com grade dianteira tipo colméia, faróis do tipo projetor com máscara negra, deflerores de ar dianteiro e traseiro, aerofólio e salas laterais, além de novas rodas exclusivas de 16″. Já a carroceria pode ser pintada nas cores Branco Summit, Vermelho Carmim e Preto Ouro Negro, mas sempre com o teto preto.

Por dentro, o hatch traz o interior todo preto, com detalhes em vermelho nas saídas de ventilação, volante e costura dos bancos, além do quadro de instrumentos com grafismo exclusivo.

Outra novidade é a nova central multimídia com tela de 8″, que provavelmente será estendida para o restante das versões no lançamento da linha 2021, e se soma a uma lista de equipamentos que inclui seis airbags, ar-condicionado e controles eletrônicos de tração e estabilidade.

Veja Mais:  Novo Audi Q7 chega com novidades e se mantém como melhor da espécie

Onix Plus Midnight


No sedã, a nova versão atende pelo nome de Midnight, mesmo nome já usado para designar as séries especiais de visual escurecido de modelos como Cruze, Equinox e S10.

Além dos tradicionais logotipos e da carroceria sempre na cor preta, o Onix Plus Midnight traz diferenciais estéticos vindos do Onix RS, como as rodas de 16″, a grade tipo colméia e os faróis de projetor com máscara negra.

Por outro lado, o interior — que também traz o preto como cor predominante — se diferencia pelos bancos com revestimento integral de couro na cor preta e pela ausências do detalhes em vermelho, combinado às padronagens de painel e laterais de porta vistas na versão Premier.

Já a lista de equipamentos se destaca também pela presença da nova central multimídia com tela de 8″, combinada a itens como câmera de ré, acendimento automáticos dos faróis e chave presencial. 

As duas variações não tiveram os preços divulgados pelo fabricante. Mas criadas para ficar posicionadas logo abaixo da versão de topo Premier, podemos esperar por preços na faixa entre R$ 75 mil e R$ 80 mil. De acordo com a Chevrolet, o Onix RS chega para ser uma versão de linha, enquanto a Midnight estreia como uma série especial de longa duração.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Novo Audi Q7 chega com novidades e se mantém como melhor da espécie

Publicado


source
Audi Q7
Guilherme Menezes/iG Carros

Novo Audi Q7 2021: SUV grande entrega tudo o que a família precisa, e mais um pouco

O Audi Q7 2021, único SUV da marca com sete lugares, chega ao Brasil a partir de R$ 414.990 depois de receber atualizações por dentro e por fora. O modelo apresenta o novo design da família Q, representado pela grade frontal singleframe octogonal, faróis de LED Matrix, lanterna traseira integrada e outros. Além disso, estreia tecnologias que aliam o conforto, com a eficiência, o requinte e o bom desempenho.

Com motor 3.0 V6 TFSI, o novo Audi Q7 gera 340 cv e 51 kgfm, e assim, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos atingir os 250 km/l limitados eletronicamente. O conjunto é complementado pelo câmbio automático de oito marchas e tração integral. Com 2.275 kg, o SUV é o maior modelo da marca, com 5.063mm de comprimento, 2.994mm de entre-eixos, 2.212mm de largura e 1.741mm de altura.

Mas o mais interessante é que pode se mover entre 55 km/h e 160 km/h com o motor desligado e, em seguida, o alternador de correia o reinicia rapidamente. Conta, ainda, com o sistema start-stop, que desativa o motor a partir de 22 km/h e tem como principal objetivo a redução na emissão de CO2.

Agora, traz os novos equipamentos da renovação de conectividade da Audi, bem como a nova identidade visual, marcada por linhas mais modernas e materiais como alcantara e black piano. A central multimídia conta com tela de 10,1 polegadas, usada para controlar os sistemas de entretenimento e navegação.

Veja Mais:  Novo Audi Q7 chega com novidades e se mantém como melhor da espécie

Enquanto isso, a tela inferior, de 8,6 polegadas, permite o gerenciar o ar-condicionado e outras funções de conforto. Como se não bastasse, conta com o cluster digital Audi virtual cockpit, com tela de alta resolução de 12,3 polegadas que pode ser alternada entre duas visualizações – clássica e de navegação, bem como reproduzir informações e comandos da multimídia.

Vem, de série, com uma lista recheada itens, como o carregamento de celular sem fio pelo Audi Phone Box Light, ar-condicionado de duas zonas, bancos dianteiros elétricos e com memória para o motorista, porta-malas com abertura elétrica e sistema de hands-free, acabamento das soleiras e longarina do teto em alumínio, frisos decorativos cromados, faróis de LED e seis airbags — dois frontais, dois laterais para os bancos dianteiros e dois de cortina que se estendem da primeira até a terceira fileira de bancos.

Como opcionais dessa versão, estão rodas de alumínio de 21 polegadas, teto solar panorâmico “Open Sky”, pacote conforto (formado por ar-condicionado de quatro zonas, câmera 360 graus, park assist plus , 2 portas USB para o banco traseiro com função de carregamento e transmissão de dados, bancos dianteiros com encosto de cabeça variável e preparação para entretenimento para o banco de trás) e pacote ACC (composto por controle de cruzeiro adaptativo, assistente de saída de faixa e Traffic Jam Assist).

A versão topo de gama recebe o nome de S line e parte de R$ 459.990. Ela adiciona o kit visual S line com soleiras em alumínio e iluminadas, que oferecem o pacote Black (rodas 21″ com detalhes na cor preta, frisos decorativos e capa do espelho retrovisor em preto brilhante, longarina e teto do interior em preto). Além disso, conta com bancos superesportivos, com assentos dianteiros em couro Valcona.

Veja Mais:  Royal Enfield Interceptor 650 vira moto customizada em estilo "bobber"

Como opcionais disponíveis para ambas as versões, estão: pacote Side Assist (Audi Side Assist, Exit Warning Assist, Assistente de Tráfego Reverso, Audi Pre sense dianteiro e traseiro), pacote S line interior com bancos esportivos, head-up display , suspensão adaptativa a ar, faróis Full LED Matrix, eixo traseiro dinâmico (rodas traseiras giram até cinco graus na direção oposta), pacote de luzes internas com possibilidade de customização em 30 cores, Night Vision Assist e sistema de som Bose 3D.

Impressões

Audi Q7
Divulgação

Interior une atributos de luxo com conectividade. Ou seja, apesar da proposta conservadora, agrega o que há de mais moderno

Logo ao entrar no SUV grande , notamos que o arrojo das linhas do console e a revisão dos equipamentos não são restritos ao exterior. Tudo é muito similar ao modelo mais recente luxuoso A8, quem concede sua filosofia também ao Q8. É repleto de cortes e um painel dominado por telas grandes e sensíveis ao toque, que permitem controlar praticamente todas as funções do veículo.

O Audi Q7 2021 acomoda os ocupantes com bastante conforto e firmeza, algo bastante característico do Grupo Volkswagen de uma maneira geral. O ponto H (altura do quadril do mototista em relação ao solo) é baixa e preserva boa visibilidade (no caso, para mim, que tenho 1,71m de altura), algo importante para uma melhor interação homem-máquina. Ao interagir com as telas, é tão intuitivo que é possível se “achar” no meio de todas as interfaces desde os primeiros contatos.

Veja Mais:  Veja 5 seminovos de presença que vão até R$ 45 mil

Além do head-up display , outro ponto positivo no interior é o jogo de luzes bastante interessante, principalmente quando se entra em algum lugar mais escuro. Frisos de todas as cores — a serem escolhidas nas configurações — percorrem os painéis laterais. Essas soluções, comuns nas gerações mais recentes dos carros premium, conferem ares de requinte aos ocupantes.

Foi de muito bom gosto dos designers a utilização dos apliques do tipo black piano , do acabamento texturizado no passageiro e de materiais de toque macio, por outro lado, ainda haveria a possibilidade de substituir parte do plástico aparente por mais soft touch, bem como os pedais de borracha por outros de alumínio, ou aço escovado.

Ao volante, com a ajuda dos amortecedores adaptativos — que aproximam o carro do solo no modo esportivo, na mesma medida que o erguem nos modos fora-de-estrada — é uma máquina de silêncio no modo comfort, mas que se transforma em um aspirante a trilheiro se os modos Allroad e Off-road forem selecionados, e muito ágil e responsivo no Dynamic. Quanto a este último, despeja aptidão de sobra, tanto em acelerações, quanto nas curvas, mesmo com seu tamanho enorme, proposta urbana e configuração que privilegia o conforto.

O novo Audi Q7 é um carro com tudo o que se espera de um SUV familiar, com espaço de sobra, até nas malas quando se utiliza a terceira fileira de bancos — algo difícil de encontrar na maioria dos modelos por aí. 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana