conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Carros e Motos

Fusão entre PSA e FCA vai beneficiar 12 marcas com modelos eletrificados

Publicado

Jeep Renegade azul arrow-options
Divulgação

Depois de anunciar o lançamento do modelo híbrido plug-in, o Renegade totalmente elétrico será primeiro da Jeep

A indústria automotiva passa por sua maior disrupção desde que nasceu, há 100 anos. Hoje, a aposta é em inovação e grande parte dos grupos vêm buscando soluções de mobilidade e apostando em veículos elétricos e autônomos. O casamento de marcas tornou-se uma necessidade e o mais recente é a união entre o PSA Groupe e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

LEIA MAIS:  PSA e FCA confirmam fusão para formar 4ª maior montadora do mundo

O acordo entre PSA e FCA   refletirá num amplo portfólio de 12 marcas automotivas: Alfa Romeo, Chrysler, Citroën, Dodge, DS, Fiat, Jeep, Maserati, Opel, Peugeot, Ram e Vauxhall. Juntas, elas vão produzir cerca de 9 milhões de carros, serão a quarta montadora do mundo e intensificarão a eletrificação de seus automóveis.

Há vários modelos na fila dos elétricos. As prioridades serāo os da marca Jeep. A Jeep já anunciou que oferecerá um trem de força híbrido plug-in nos SUVs Renegade e Compass que combina um motor a gasolina 1.3turbo com um elétrico. No modo EV poderá rodar uma faixa de 48 km somente como elétrico.

A Jeep também está planejado investimento de mais de US$ 10 bilhões nos próximos dois anos para produzir versões totalmente elétricas do Renegade e Compass. Em setembro,  a FCA já havia anunciado que o elétrico Fiat 500-e terá nova geração  a partir do segundo trimestre de 2020. Também na lista está a linha de carros de luxo do grupo, a Maserati, que trará uma versão elétrica do Alfieri GT já em 2020. O objetivo é tornar essa marca totalmente elétrica. 

Veja Mais:  Conheça 5 picapes leves seminovas de até R$ 40 mil

LEIA MAIS:  Fusão Fiat Chrysler Jeep Peugeot Citroën Opel (FCA e PSA): quem sai, quem fica

Citroën C5 híbrido branco arrow-options
Divulgação

O SUV Citröen C5 Aircross híbrido é um dos modelos que poderá chegar ao Brasil em 2020


A PSA terá uma ofensiva  de “veículos de baixa emissão”. A marca Peugeot  já anunciou o compacto e-208 e o SUV e-2008 elétricos. Também acaba de apresentar o SUV 3008 Hybrid. Com a mesma plataforma e trem de força, a marca Citröen tem previsto para 2020 o lançamento do novo C5 Aircross SUV Hybrid. Estes modelos são candidatos a chegar ao Brasil a partir do próximo ano. O SUV Citröen C5 Aircross híbrido é um dos modelos que poderá chegar ao Brasil em 2020.

 Parceria estratégica 

Chrysler Pacifica branco arrow-options
Divulgação

A Waymo, do grupo Google, tem uma parceria com a FCA no desenvolvimento de autônomos a partir da van Pacifica

A unidade automotiva Waymo, do mesmo grupo da Google, tem acordo com a Fiat- Chrysler para transformar a van Chrysler Pacifica em um veículo autônomo. Atualmente, a empresa não fabrica carros em si, mas desenvolve o hardware e o software associados para fazê-lo circular de forma autônoma. 

A Waymo, sozinha, vale US$ 100 milhões na Bolsa de Nova York, o dobro do valor do novo grupo FCA-PSA, que é de US$ 48 milhões. Isso demonstra a visão favorável do investidor no futuro de carros autônomos.

LEIA MAIS: Opel Corsa e Peugeot 208 ganham versões elétricas

Veja Mais:  Fiat marca data para divulgar preços e tudo sobre a nova Strada

Bem, na esperança de liderar a próxima geração de transporte, as montadoras estão se unindo. E o avanço tecnológico é um caminho sem volta. Dentro desse contexto, a fusão entre PSA e FCA faz parte da nova era da mobilidade na qual está entrando o setor automotivo. 

Comentários Facebook

Carros e Motos

Renault e Nissan revelam novidades para futuros compactos no Brasil

Publicado


source
Aliança
Divulgação

Apresentação da Aliança Renault-Nissan e Mitsubishi revela o que está por vir

Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi explicou com mais detalhes como ficará a situação do Brasil na nova estratégia da parceria entre as três marcas. O ponto principal fica por conta da nova plataforma CMF-B, que Segundo o comunicado, a Renault será a referência na operação na América do Sul com as novas tecnologias estruturais, e as quatro plataformas usadas atualmente pelos carros das duas marcas serão substituídas por apenas essa no futuro.

LEIA MAIS: Renault mostra Captur renovado por completo. Chega ao Brasil em 2021

Essa arquitetura modular é a mais avançada dentro da Aliança Renault-Nissan e Mitsubishi para modelos compactos e sustenta projetos como o novo Renault Clio europeu. De acordo com a iniciativa que será adotada pela Aliança para o Brasil, serão produzidos sete modelos baseados na nova lógica, ao que tudo indica projetados pela Renault em duas fábricas. Uma para hatches e outra para SUVs.

LEIA MAIS: Nissan apresenta versão renovada do Kicks, agora com versão híbrida

Os novos modelos

Renault
Divulgação

Tecnologias eletrificadas estarão entre as futuras novidades, a partir da nova plataforma

Segundo o comunicado: “Na América Latina, as plataformas de produto B serão racionalizadas, evoluindo de quatro variantes para apenas uma, tanto para produtos Renault como Nissan. Esta plataforma será produzida em duas plantas, cada uma produzindo para Renault e Nissan . A expectativa é que cerca de 50% dos modelos da Aliança sejam desenvolvidos até 2025 seguindo a nova estratégia”.

Veja Mais:  Kawasaki Vulcan deve ganhar motor da esportiva Ninja, diz revista japonesa

LEIA MAIS: Nissan planeja enxugar linha de modelos e fechar fábricas pelo mundo

Entre os novos modelos, estão as novas gerações de Renault Sandero, Logan, Duster e Captur, enquanto a Nissan fará os novos March, Versa e Kicks. Também haverá uma cooperação de trabalhos no desenvolvimento das novas tecnologias. A Nissan cuidará da condução autônoma, dos veículos conectados na China e dos modelos elétricos com a plataforma CMF-EV. Enquanto a Renault cuidará da conectividade — com base no Android — bem como de toda a parte eletro-eletrônica e dos novos motores eletrificados. E a Mitsubishi desenvolverá os sistemas híbridos plug-in para os segmentos C e D.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Fiat marca data para divulgar preços e tudo sobre a nova Strada

Publicado


source
Fiat Strada
Divulgação

Fiat Strada: nova geração da picape chegará às lojas apenas entre o fim de junho e o início de julho, com uma série de novidades

Será no dia 26 de junho que a Fiat vai divulgar os preços e revelar todos os detalhes da nova geração da picape Strada, que era para ter sido lançada em abril, logo no início das medidas de isolamento social por causa da pandemia. E até o começo de julho, o carro deverá chegar às concessinárias para ser entregue as primeiros clientes.

LEIA MAIS: Imagens mostram como deve ficar a versão renovada da Fiat Toro

Por enquanto, o que se sabe é que a nova Fiat Strada será vendida nas versões Endurance, Freedom e Volcano, com cabines dupla e estendida. Inclusive, será o primeiro modelo do segmento com quatro portas. No conjunto mecânico, sabe-se que haverá entre as opções os motores 1.3 Firefly e 1.4 Fire Evo, além de câmbio manual de 5 marchas. Mais adiante é possível que também ofereçam o novo automático CVT.

Entre as boas novidades também se destaca o controle eletrônico de estabilidade e o bloqueio eletrônico de diferencial de série em todas as versões, exceto na Working da geração anterior, que continuará sendo oferecida. Bom também é a direção com assistência elétrica na versão topo de linha Volcano, que ainda contará com faróis de LED, nova central multimídia com tela de 7 polegadas e conexão sem fio para Apple Car Play e Android Auto.

De acordo com dados que a fabricante já divugou, a nova Fiat Strada continua com boa capacidade de carga, com eixo rígido e mola semi-elíptica na traseira. Nas versões de cabine simples (1.354 litros), são 720 kg e para as de quatro portas (844 litros), 650 kg. A caçamba maior tem 1,71 metros de comprimento e a menor, 1,17 m.

Veja Mais:  Kawasaki Vulcan deve ganhar motor da esportiva Ninja, diz revista japonesa

Outra novidade é que a caçamba passa a ter amortecimento, algo que a VW Saveiro já tem há uma década. De qualquer forma, isso reduz em 60% o esforço para abrir ou fechar a tampa. Ainda na parte técnica, consta que a distância livre do solo é de 23,2 centímetros, com ângulo de entrada de 23,2 graus e de saída de 28,4 graus na versão de cabine dupla.

LEIA MAIS: Projeção antecipa como deverá ficar a versão SUV do Argo

Assim que a nova Fiat Strada estiver disponível, a reportagem de iG Carros publicará uma avaliação mais detalhada sobre a picape, que chegará em um segmento em declínio e que sofreria ainda mais com lançamentos de modelos rivais da Toro. Entretanto, tudo teve que ser adiado com os congelamentos de planos por causa da crise provocada pela pandemia.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Harley-Davidson 1947 com side-car

Publicado


source
Harley-Davidson
Acervo pessoal

Harley-Davidson 1947 Essa Harley-Davidson era rara mesmo para a sua época. Elas já vinham com os motores Knuclehead e com o Panhead

Três perfeitos patetas precisam fazer um pangaré vencer um páreo e, para isso, dão peperoni para o animal comer. Depois, na corrida, eles seguem o cavalo pela lateral da pista com um balde de água na ponta de uma vara, fazendo com que o sedento pangaré vença a prova. E ele venceu. Quem? Os Três Patetas, no curta “Playing The Ponies”, de 1937. Como? Com uma motocicleta Harley-Davidson e um side-car. Essa cena ficou marcada na minha infância, já que continha dois elementos de minha admiração, o trio mais engraçado das telas e uma motocicleta.

LEIA MAIS: Um passeio cheio de “causos” pelos anos 80

A motocicleta desta semana é mesmo uma Harley-Davidson , e ela também tem um side-car. Não tão antiga quanto a dos Três Patetas, é uma Flathead 1200 de 1947, mas da mesma forma bastante representativa. Modelo raro mesmo para sua época, os motores flathead de válvulas laterais eram comuns em modelos menores, de 750 cm3, já que as maiores vinham com os motores Knuclehead e, a partir de 1947, os novos Panhead.

O mais interessante, no entanto, é o carrinho lateral desta Harley-Davidson. Muito utilizado até cerca da metade do século passado, o side-car resolvia o problema de transporte de passageiros em uma motocicleta, mas dificultava o trabalho do piloto, em algumas situações. Curvas para a esquerda, no caso de o carrinho estar montado do lado direito da moto – o mais usual – até que são tranqüilas, mas para a direita é preciso ter cuidado para não capotar. Jogo de corpo é fundamental.

Veja Mais:  Kawasaki Vulcan deve ganhar motor da esportiva Ninja, diz revista japonesa

LEIA MAIS: Trocando marchas com a mão, na Indian Chief 1948

Nem é preciso mencionar que um side-car acaba com a maior vantagem de uma moto, que é passar em locais estreitos. É muito comum vermos cenas de comédias, principalmente em filmes antigos, de o piloto esquecer que tem um trambolho lateral e deixar seu passageiro entalado em uma árvore.

Além do side-car, se destacam nesta belíssima Harley-Davidson 1947 a suspensão dianteira Springer, com molas externas, toda cromada, e o estepe.

Quanto à pilotagem, não é qualquer um que consegue trocar as marchas com a mão esquerda e embrear com o pé esquerdo, mas esta é outra das raras características desta motocicleta. Neste caso, o side-car ajuda, pois o piloto não precisa colocar o pé no chão ao mesmo tempo em que aciona a embreagem. O acelerador é na manopla direita, mas a esquerda também tem função: controla o ponto de ignição, que deve ser acertado continuamente.

LEIA MAIS: Um passeio cheio de “causos” pelos anos 80

De qualquer forma, mesmo que uma motocicleta dessas não seja tão prática para uso corriqueiro, dar um passeio aos fins de semana ou exibí-la em encontros de clássicas já cumprem a sua função. Melhor ainda: a Harley-Davidson 1947 com side-car ficaria ótima no centro de uma sala de estar.

Fonte: IG CARROS

Veja Mais:  Seguradoras apostam em bônus e descontos progressivos para manter clientes

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana