Mato Grosso

Guiratinga comemora 87 anos com antigo sonho realizado

Publicado


.

A população de Guiratinga (237 km ao sudeste de Cuiabá), que completa neste domingo (02.08) 87 anos de emancipação política, poderá comemorar o aniversário do município com realização de um antigo sonho.

No final do ano passado, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a pavimentação de 41,4 quilômetros da MT-100, entre o município e Tesouro, e restaurou o asfalto de outros 62,74 quilômetros da MT-270, que liga a cidade até Rondonópolis. Um investimento superior a R$ 90 milhões.

“Esta obra representa muito para estas duas cidades irmãs (Guiratinga e Tesouro). É um sonho para o nosso povo. Ao governador Mauro Mendes, nossa eterna gratidão por tornar este sonho realidade”, agradeceu, no dia da inauguração, o prefeito Humberto Bolinha.

Obra fundamental para o escoamento da produção agropecuária do município, entre soja (227,7 mil toneladas avaliadas em R$ 248,573 milhões em 2018, de acordo com o IBGE), milho (154,5 mil toneladas, R$ 59,3 milhões) e algodão herbáceo em caroço (24,63 mil toneladas, R$ 63,97 milhões), além de um rebanho bovino de 180 mil cabeças.

Com 15.141 habitantes estimados pelo IBGE em 2019, Guiratinga produz ainda um pouco de banana (120 toneladas), feijão (450 toneladas), mandioca (450 toneladas), melancia (100 toneladas) e sorgo (3.750 toneladas).

O setor que mais pesa na composição de seu Produto Interno Bruto (em 2017, segundo o IBGE) de R$ 326,045 milhões, é a agropecuária, responsável por 43,07% deste total. É seguido por administração pública (24,97%), Serviços (22,48%), indústria (3,68%) e impostos (5,8%). O PIB per capita é de R$ 22.308,98.

Veja Mais:  Parceria garante R$ 1,9 milhão para construção do Mercado do Produtor

História

Começa no final do século XIX (1890), com a chegada dos primeiros migrantes ao leste mato-grossense. Logo em seguida, a Missão Salesiana no Brasil, em 1894, estabeleceu a Colônia Indígena Sagrado Coração de Jesus, na localidade de Merure, dos índios bororos.

Em 1895, chegam os nortistas e nordestinos, em busca de seringueiras e das mangabeiras, cujas árvores proliferam na região e eram ricas em látex. Com a escassez da borracha, muitos migrantes não regressaram ao seu local de origem. Também vieram migrantes de Minas e Goiás, que criavam gado bovino e a agricultura de subsistência.

Um desses migrantes começou a investigar existência de diamantes na região. Diz-se que um índio bororo informou que, na confluência dos rios Cassununga e Garças, havia grande quantidade de pedrinhas brilhantes, que chamavam de toricuiêgo. Daí pra frente, vários povoados surgiram.

A fundação de Guiratinga é creditada ao mineiro Augusto Alves, que em 1920 se instalou com sua família na região, em um rancho de sapé. Pouco tempo depois, conta-se, sua bonita casa, às margens do córrego Seminário, seria o ponto de partida para a futura Lageado (1938), que pouco tempo depois (1943) passaria a se chamar Guiratinga.

Fonte: GOV MT

Mato Grosso

Agricultores de 42 municípios serão beneficiados com novas Patrulhas Agrícolas; investimento de R$7,6 milhões

Publicado


.

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SEAF) recebeu nesta sexta-feira (14.08), a entrega técnica dos 42 tratores agrícolas adquiridos da Empresa Suprema Comércio de Máquinas Ltda.

O maquinário foi licitado em dezembro do ano passado e integram as 42 patrulhas agrícolas que serão entregues aos municípios para o fortalecimento da agricultura familiar.

O investimento conta com recursos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no valor de R$ 4.895.383,10, e contrapartida do Governo do Estado de R$ 2.791.304,10, totalizando R$ 7.686.687,50 em investimentos.

Cada patrulha é composta por um trator agrícola 4×4 com potência de 110 CV (Marca CASE), uma carreta basculante com capacidade para seis toneladas e uma grade aradora com 18 discos de 28 polegadas.

O maquinário, destinado para uso exclusivo da agricultura familiar, faz parte do Programa ‘MT Produtivo Patrulhas Agrícolas’ e permanecerá estacionado no pátio do 10º Batalhão da Polícia Militar, localizado no Ginásio Aecim Tocantins, até o final do período eleitoral, que terá início neste sábado (15.08). Entre as condutas vedadas à Administração Pública durante o período eleitoral, está a distribuição ou transferência de bens e recursos públicos, com exceção nos casos de calamidade pública, estado de emergência ou aqueles destinados à execução de programas sociais.

“Temos trabalhado de maneira incansável para atender a todos os mato-grossenses, mas temos olhado de maneira muito especial, de forma mais sensível para aqueles que precisam de maior apoio do Estado para avançar. Estamos atentos aos nossos agricultores familiares e temos plena consciência de que a mecanização agrícola se tornou um dos principais aliados do agricultor na otimização dos resultados no campo”, definiu o governador Mauro Mendes.

Veja Mais:  Sema e IDH firmam parceria para fomentar regularização ambiental em Mato Grosso

Silvano Amaral, secretário da SEAF, destacou como uma importante conquista para a agricultura familiar.

“Quero agradecer a nossa bancada federal em nome de todas as famílias que serão beneficiadas com a entrega dos equipamentos. E dizer que sem o apoio de uma bancada forte e sem a sensibilidade de um grande líder, como é o governador Mauro Mendes, certamente não estaríamos hoje comemorando mais essa grande conquista da agricultura familiar de Mato Grosso”,

Entre as vantagens da mecanização do campo está o aumento significativo da produtividade, a facilidade no manejo da lavoura, o preparo adequado do solo para culturas específicas, e a economia de tempo em operações simples do dia a dia. A mecanização também é determinante na garantia de competitividade aos produtos da agricultura familiar. As patrulhas agrícolas serão destinadas para uso exclusivo da agricultura familiar e promoção das cadeias produtivas desenvolvidas no interior do Estado.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sexta-feira (14): Mato Grosso registra 72.141 casos e 2.336 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (14.08), 72.141 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 2.336 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

Foram registradas 1.433 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 72.141 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 20.096 estão em monitoramento e 49.709 estão recuperados. 

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 275 internações em UTIs públicas e 279 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 70,98% para UTIs adulto e em 31,56% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (14.883), Várzea Grande (5.782), Rondonópolis (4.681), Lucas do Rio Verde (3.658), Sorriso (3.568), Tangará da Serra (3.194), Sinop (2.573), Primavera do Leste (2.248), Nova Mutum (1.670) e Campo Novo do Parecis (1.405). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos de coronavírus em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo Covid-19, disponível neste link.

Os dados ainda apontam que um total de 66.106 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.873 amostras em análise laboratorial. 

Cenário nacional

Na última quinta-feira (13), o Governo Federal confirmou 3.224.876 casos da Covid-19 no Brasil e 105.463 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 104.201 óbitos e 3.164.785 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Veja Mais:  Governo investe R$ 8,4 milhões em obras de escolas em Barra do Bugres

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou a atualização desta sexta-feira (14).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Cestas básicas são entregues para entidade de proteção à mulher dependente química

Publicado


.

Cestas básicas da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” foram doados para o Instituto de Recuperação, Proteção e Amparo à Mulher Dependente Química. A unidade recebeu 165 kits de limpeza e de produtos de higiene e de limpeza na manhã dessa sexta-feira (14.08).  A ação é realizada pela Secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) e liderada voluntariamente pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes.

A secretária adjunta de Direitos Humanos da Setasc, Salete Morockoski, acompanhou as doações e destacou a importância da iniciativa para as famílias atendidas. “É mão protetora do Estado tentando auxiliar as famílias que vivem em situação de extrema pobreza e que foram também atingidas pelas adversidades do novo coronavírus”.

A vice-presidente da Instituição, Letícia Correa da Silva, agradeceu a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e todos os envolvidos na campanha “Vem Ser Mais Solidário”. “Essas cestas básicas ajudarão muitas famílias carentes que estão desempregadas. É muito gratificante essa atenção do Governo nesse momento de enfrentamento da Covid-19”, pontuou.

Carmem Paula da Silva, uma das beneficiadas com a doação, se emocionou ao receber a cesta básica. “Me deixou sem palavras para explicar minha emoção . À primeira-dama Virginia Mendes, quero deixar o meu registro de agradecimento. Que Deus a abençoe. Ajudou a minha família e muitas outras aqui do bairro Planalto. Só gratidão”, contou.

Veja Mais:  Agricultores de 42 municípios serão beneficiados com novas Patrulhas Agrícolas; investimento de R$7,6 milhões

COMUNIDADE

A campanha Vem Ser Mais Solidário também beneficiou os moradores dos bairros São Gonçalo III e São Roque. No total, foram entregues 140 cestas básicas. O secretário adjunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Édio Martins, esteve na entrega junto a comunidade. “Estamos trabalhando em parceria com as lideranças comunitárias para chegar nas pessoas que realmente precisam de ajuda do Governo”, pontuou.

Luciane Aparecida, que participa do Grupo de Maes do Bairro São Gonçalo, agradeceu a primeira-dama Virginia Mendes, por lembrar das famílias carentes. “Moramos em uma favela. Somos vulneráveis a tudo. Somos esquecidos. Mas Deus foi tão gracioso que fomos lembrados por esse Governo”, disse. 

A presidente do bairro São Roque, Adriana Tristão, destacou a realidade da comunidade a necessidade da ação. “Nesse momento de turbulência que temos passado no enfrentamento ao Covid-19, essas doações vão suprir a necessidade dessas famílias. Agradeço muito a todos vocês a toda equipe da Setasc, que vieram fazer essa caridade” comentou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana