Policial

Indiciado pela Polícia Civil por morte de decorador é condenado a 21 anos por latrocínio e ocultação de cadáver

Publicado


Assessoria/PJC-MT

Um homem indiciado pela Polícia Judiciária Civil em Mato Grosso pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver que vitimou o decorador Ednalmo Alves de Oliveira, 53 anos, ocorrido em 2018, foi condenado pela Justiça a 21 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado.

O crime ocorreu em outubro de 2018 e foi investigado pela Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá, em inquérito presidido à época pelo delegado Caio Fernando Albuquerque. “Foi um trabalho árduo de toda a equipe, com 40 dias de investigações ininterruptas para solucionar o caso”.  

O corpo do decorador foi encontrado em uma região de mata, no bairro Nova Várzea Grande, no dia 28 de novembro de 2018. O suspeito foi preso no dia 3 de novembro  pela equipe da Derrfva e durante depoimento e com base em provas colhidas pela equipe da delegacia, apontou a localização do corpo, mesmo não confessando a morte da vítima.

A vítima estava desaparecida desde 17 de outubro daquele ano. Um familiar da vítima procurou a Polícia Judiciária Civil no dia 22 de outubro relatando que Ednalmo tinha sido visto com um amigo. O irmão ainda disse que a vítima morava sozinha no bairro Coophamil, em Cuiabá, e não costumava passar muitos dias sem dar notícias, o que causou estranheza na família, além do fato do celular dele estar desligado e o veículo, um Ford Ka sedan dourado, ter também sumido.

Veja Mais:  Dia da Mulher Policial Militar será celebrado com entrega de medalha

Desde o início da investigação, a Polícia Civil trabalhou com a hipótese de a vítima estar morta. “O carro dele foi subtraído. Na semana seguinte do desaparecimento o veículo estava na posse de uma pessoa. Esse rapaz foi preso. Além dele estar de posse do carro do Ednalmo, vendendo, ele estava com um cartão da vítima, fazendo saques e empréstimos em agencias bancárias”, declarou na época o delegado Caio Fernando.

Fonte: PJC MT

Policial

Diretoria Geral convoca delegados do 16º curso de formação para lotações

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Diretoria Geral da Polícia Civil divulga a Portaria Interna 028/2020 com a convocação dos Delegados de Polícia do 16º Curso de Formação da Academia da instituição para comparecimento presencial para escolha do
município de primeira lotação, conforme ordem de classificação e prazos previstos na alínea “b” do §1o do artigo 7o, bem como os critérios estabelecidos nos artigos 1º, 2º e 4º da Resolução no. 066/2020/CSP-PJC/MT.

Os delegados deverão comparecer presencialmente no dia 03 de novembro de 2020, às 14h, à sede da Diretoria Geral , situada à Av. Coronel Escolástico, 346 no bairro Bandeirantes, em Cuiabá. 

Fonte: PJC MT

Veja Mais:  Dia da Mulher Policial Militar será celebrado com entrega de medalha
Continue lendo

Policial

Suspeito de estupro de vulnerável é localizado e preso em Novo Mundo

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Guarantã do Norte (715 km ao norte de Cuiabá) prendeu nesta quarta-feira (28.10) um suspeito de estupro de vulnerável ocorrido na cidade de Lucas do Rio Verde.

A prisão ocorreu na cidade de Novo Mundo, próxima a Guarantã, onde o suspeito estava residindo.

Os policiais civis receberam a informação de que o rapaz de 24 anos era foragido da Justiça. Após monitoramento na cidade de Novo Mundo, os investigadores conseguiram localizar e prender o suspeito quando ele saía da cada de sua mãe.

Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Guarantã do Norte, para a formalização do mandado de prisão e será enviado posteriormente para uma unidade prisional.

O mandado de prisão foi deferido pela 4a Vara Criminal de Lucas do Rio Verde.

Fonte: PJC MT

Veja Mais:  Diretoria Geral convoca delegados do 16º curso de formação para lotações
Continue lendo

Policial

Em checagem de denúncia, policiais fecham boca de fumo e prendem homem por tráfico no bairro Lixeira

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) prendeu em flagrante um suspeito de tráfico de drogas no bairro Lixeira, na Capital. No local foram apreendidas porções de maconha e dinheiro.

Os policiais se dirigiram ao bairro para checar uma denúncia anônima de tráfico de entorpecentes que chegou à delegacia.

Os investigadores realizaram monitoramento para checagem das informações e constataram que no local havia movimentação típica de boca de fumo. Na manhã desta quarta-feira, os policiais conseguiram abordar um usuário após este comprar uma porção de maconha no local. Em seguida, a equipe realizou buscas na casa do traficante e apreendeu R$ 812,00 em notas miúdas e porções de entorpecentes já embaladas para venda.

O suspeito de tráfico e o usuário foram encaminhados à DRE. O suspeito de 40 anos foi autuado em flagrante por tráfico e o usuário vai respondeu a um Termo Circunstanciado de Ocorrência por uso de substância ilícita.

 

Fonte: PJC MT

Veja Mais:  Suspeito de estupro de vulnerável é localizado e preso em Novo Mundo
Continue lendo

CAMPANHA COVID-19 ALMT

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana