Policial

Investigações sobre tráfico resultam em 705 quilos de drogas aprendidas e 143 prisões na Grande Cuiabá

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), encerrou o primeiro semestre deste ano com a apreensão de 705 quilos de drogas, prisão de 143 pessoas e 501 inquéritos policiais concluídos. Vinte e quatro armas de fogo foram retiradas de circulação durante as investigações.

A unidade especializada atua diariamente no combate ao comércio de drogas, incluindo o tráfico doméstico e investigações mais complexas, como o tráfico interestadual, que movimenta grandes quantidades de substâncias ilícitas. Entre janeiro e junho, as ações realizadas pela equipe da DRE resultaram em 649 quilos de maconha aprendidos, além de 7,5 quilos de cocaína e mais 48,6 quilos de outras substâncias entorpecentes, totalizando 705 quilos de drogas.

Durante as investigações sobre o tráfico de entorpecentes também foram apreendidos 34 veículos, entre carros e motocicletas, 24 armas de fogo retiradas de circulação. Quase R$ 92 mil oriundos de atividades do tráfico foram apreendidos, assim como diversos apetrechos utilizados no comércio de drogas, além de dezenas de objetos de origem ilícita.

Além dos 501 inquéritos concluídos no primeiro semestre deste ano, a DRE também aplicou 22 termos circunstanciados de ocorrências.

O diretor de Atividades Especiais da Polícia Civil, delegado Fernando Vasco, frisa que os resultados obtidos reforçam o papel da instituição na repressão a um tipo de crime que acaba fomentando outras atividades ilícitas. Ele destaca as investigações sobre o tráfico interestadual, como as apreensões recentes realizadas pela DRE em Mato Grosso do Sul de cargas de drogas que viriam para Cuiabá. “A DRE Demonstram de forma muito clara a capacidade operacional da unidade, com um foco no trafico doméstico na região metropolitana da Capital, trabalho este que conta com a colaboração da sociedade por meio de denúncias. Mas também há um trabalho forte na repressão ao tráfico interestadual”.

Veja Mais:  PM recupera van dos Correios e apreende adolescente em Cuiabá

O delegado titular da unidade, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, explica que mesmo diante do déficit de efetivo e da pandemia do coronavírus, há um empenho e dedicação de toda a equipe da unidade para alcançar os resultados obtidos. “As prisões, volume de drogas apreendidas, inquéritos concluídos soa resultado de um trabalho conjunto de toda a DRE, além da integração com os demais órgãos da segurança pública e interação e troca de informações com outros estados, que são ferramentas fundamentais para termos êxito nas investigações”, destacou o delegado.

Para o segundo semestre deste ano o titular da DRE pontua que as ações da unidade devem ganhar um reforço com a aplicação de valores de bens aprendidos no tráfico de drogas e leiloados pelo Estado. “São recursos cuja parte deve retornar para a delegacia e será empregada no aprimoramento de ações investigativas da unidade, para somar e fortalecer a atuação da DRE”, afirma o delegado Vitor Hugo.

Integração

O delegado Vitor Hugo explica que para alcançar o resultado obtido, a unidade definiu em um planejamento as metas para as equipes, ações integradas com outros órgãos de segurança, inclusive de outros estados; trabalho operacional aliado à inteligência policial e o apoio da sociedade por meio de denúncias que são recebidas diariamente pelo número 197.

Algumas ações da DRE contam com apoio de outras unidades da Polícia Civil, inclusive de outros estados, da Polícia Militar, Centro Integrado de Operações Aéreas Pericia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Polícia Rodoviária Federal, assim como o Ministério Público e Poder Judiciário nas medidas judiciais relacionadas à repressão ao tráfico de drogas.

Veja Mais:  Cuiabá e VG registram 63% a mais de mortes no trânsito em comparação a 2019

“Esse conjunto de estratégias vem fortalecendo o trabalho da delegacia, que trabalha em diferentes vertentes, uma vez que o tráfico de drogas traz consequências drásticas à sociedade, fomentando outros crimes contra o patrimônio, homicídios e muitas causando tragédias na vida de milhares de famílias”, frisa Vitor Hugo.

Incineração

Toda a droga apreendida nas ações da DRE é incinerada após autorização judicial. Neste primeiro de 2020 foi feita a incineração de mais de 1,6 mil quilos de drogas, incluindo apreensões do ano anterior. 

 

Fonte: PJC MT

Policial

PM recupera van dos Correios e apreende adolescente em Cuiabá

Publicado


.

Policiais militares da 4ª Companhia Três Barras apreenderam na tarde desta quarta-feira (05.08), uma adolescente por roubo e recuperou uma van das Agências dos Correios que tinha sido levada na ação criminosa. O segundo suspeito conseguiu fugir.

Os policiais foram informados que o motorista tinha sido rendido por um homem e uma mulher que o obrigaram entregar o veículo. Durante diligência, a equipe identificou a van com os dois suspeitos que continuaram a fuga a pé, no bairro Jardim Buritis. Durante a busca pelo local, a adolescente foi encontrada e rendida.

O motorista foi localizado por outra equipe. Ele tinha sido deixado em uma área de lixão, no bairro Barreiro Branco. O trabalhador reconheceu a menor que estava na companhia do homem que não foi localizado.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

 

Fonte: PM MT

Veja Mais:  Homem armado com faca é preso pela PM após invadir residência
Continue lendo

Policial

Polícia Civil de Juscimeira cumpre mandados em investigação de tráfico de drogas e golpes pela Internet

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma operação de combate a criminalidade com objetivo de investigar crimes de tráfico de drogas e golpes aplicados através de sites de compra e venda na internet foi deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (06.08), com base em investigações da Delegacia de Juscimeira (157 km ao sul de Cuiabá).

A operação denominada “Valley” foi desencadeada para cumprimento de sete ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar, sendo cinco em Juscimeira, uma em Jaciara e uma no presídio da Mata Grande em Rondonópolis.

Durante os trabalhos, foram apreendidos cinco aparelhos de telefone celular, porções de pasta base de cocaína, máscaras, uma televisão e R$ 590 em dinheiro. A operação resultou ainda em uma pessoa presa em flagrante por tráfico de drogas.

Segundo o delegado de Juscimeira, Claudemir Ribeiro, as investigações que apuram o comércio de drogas e aplicação de golpes no município e região duraram aproximadamente 30 dias. “È a intenção é colher elementos para dar continuidade aos trabalhos investigativos para posterior deflagração de outras fases da operação”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Veja Mais:  PRF APREENDE SEGUNDA PISTOLA NA SEMANA EM MATO GROSSO.
Continue lendo

Policial

Ponto de venda de drogas no Bosque da Saúde é desarticulado e uma pessoa é presa

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais um ponto de comercialização de drogas foi desarticulado pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (05.08). Um traficante e mais dois usuários foram presos no bairro Bosque da Saúde em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), que resultou também na apreensão de drogas e dinheiro.

 

O suspeito responsável pelo local, de 26 anos, e integrante de uma facção criminosa foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Os outros dois envolvidos, de 19 e 34 anos, foram autuados em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas. 

Durante a investigação, os policiais civis da DRE identificaram um endereço no Bosque da Saúde, onde o morador atuava de modo ativo no comércio de entorpecentes. A equipe passou a monitorar o local e na tarde de quarta-feira (05), avistou quando um rapaz chegou e desceu as escadas que dá acesso ao corredor da casa monitorada. 

Logo que os policiais civis se aproximaram, sentiram um forte odor de maconha, sendo possível avistar o morador fazendo o uso do entorpecente, junto com o rapaz que havia acabado de entrar. Ao realizar a abordagem dos suspeitos, o traficante tentou fugir pelo quintal de sua casa, porém, acabou contido.  

No interior da residência foram localizados R$ 590, uma faca de açougue com resquícios de maconha na lâmina, nove tabletes de maconha, tabletes de substância análoga à parafina, além de produtos usados para a mistura e preparo dos entorpecentes e diversos materiais para embalar e vender.

Veja Mais:  Veículo de locadora roubado em Goiás é recuperado em ação integrada em Cáceres

Enquanto a equipe encontrava-se no imóvel, chegou outro rapaz, que ao ser surpreendido pelos policiais civis, confirmou que foi até o endereço para comprar entorpecente. A casa usada como “boca de fumo” chamava muita atenção de comerciantes e moradores da região, por ficar nas proximidades de vários estabelecimentos e condomínios residenciais. 

Diante do flagrante, o suspeito de 26 anos foi detido junto com os dois envolvidos e encaminhados para a DRE. Os três foram interrogados e o morador da casa autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Já a dupla conduzida irá responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de droga. Após a confecção dos autos, o responsável pela boca de fumo foi colocado à disposição da Justiça. 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana